Teologia do novo testamento
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Teologia do novo testamento

on

  • 5,639 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,639
Views on SlideShare
5,594
Embed Views
45

Actions

Likes
6
Downloads
301
Comments
0

2 Embeds 45

http://fatelim.blogspot.com 44
http://www.fatelim.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Teologia do novo testamento Teologia do novo testamento Presentation Transcript

  • TEOLOGIA DO NOVO TESTAMENTO
  • CONCEITO E CLASSIFICAÇÃO DE TEOLOGIA
  • CONCEITO E DEFINIÇÃO DE TEOLOGIA
    Theós (Deus) + Lógos (Linguagem que encerra idéia, palavra) Teologia (Idéia a respeito de Deus)
    A teologia preocupa-se em estudar Deus, Seu caráter e Seus atributos de personalidade, Sua revelação, Seu relacionamento com o Universo que Ele criou e sustenta, Seu plano de redenção do homem, Sua intervenção na história, Seu relacionamento com homem, Sua lei, Seu esforço para conduzir o homem a ter experiência pessoal com Ele, Sua obra salvadora através de Jesus Cristo, levando os homens não somente a alcançarem a salvação eterna, mas também a adotarem normas de convivência social baseada em princípios morais e espirituais por Ele revelados e a criarem sistemas de vida segundo esses mesmos princípios.
  • A Teologia não se restringe tão somente à natureza religiosa, ela tem um conteúdo psico-social.
    Precisamos ver a teologia como um ramo do conhecimento humano cujo fim é conhecer Deus pela sua própria revelação, a fim de estabelecer modelos de comportamento que harmonizem com a vontade dEle.
  • A teologia não deve ser uma atividade intelectual meramente especulativa, mas deve produzir consequencias práticas. A genuína teologia é dinâmica e envolve o intelecto, as emoções e a vontade, levando o homem a assumir atitudes e responsabilidades para consigo mesmo, com o próximo e com Deus. Dois exemplos bíblicos: Os apóstolos Paulo e Pedro.
  • CLASSIFICAÇÃO DA TEOLOGIA
    Teologia Natural, naturalista ou teodicéia.
    Nasce da observação da natureza e uso da razão.
    2. Teologia Sistemática
    Nasce da revelação e filosofia. É a seleção dos fatos teológicos organizados num sistema racional, com auxílio de várias ciências.
    3. Teologia Bíblica
    Nasce exclusivamente das Escrituras, enfatiza a revelação, historicidade e experiência, sem desprezar a filosofia e a razão, considera a Bíblia como autoridade máxima.
    4. Teologia Bíblica do Novo Testamento.
    Nasce da preocupação de conhecer Deus pela revelação feita na pessoa de Jesus como imagem do Deus invisível. Tem o Novo Testamento como fonte final e infalível de inquirições e formação de doutrinas cristãs.
  • FATORES FORMATIVOS DA TEOLOGIA
  • A estruturação da Teologia genuinamente bíblica exige a consideração de alguns fatores que são imprescindíveis na sua formação, a não consideração desses fatores poderá fazer da teologia uma mera especulação filosófica. Analisaremos quatro fatores:
  • VALOR E NECESSIDADE DA TEOLOGIA
  • Há quem diga que a teologia é desnecessária à fé cristã, e por outro lado, há quem a superestima. São dois extremos que devem ser evitados. O fato do pecador ser regenerado sem saber sequer o que significa teologia, não tira o valor e nem torna desnecessária a teologia para a vida cristã. Ela é necessária pelos seguintes motivos:
  • A fé não é produto da mente humana, é um dom de Deus, pela qual se efetua a salvação, Ef 2.8. Esse dom sobrenatural leva o pecador a regenerar-se, mas não atende a necessidade que o novo crente tem para poder explicar a razão da sua fé, I Pe 3.15. Observe que a fé é uma dotação espiritual que transcende a capacidade humana, fazendo com que o crente seja 100% usado por Deus, mas a falta de teologia, o leva a ser 100% usado pelo diabo, Mt 16.16,23. Sem a fé é impossível manifestar no indivíduo a vida espiritual, mas sem a teologia é impossível sustentar essa mesma vida, Os 4.6.
  • A falta da teologia facilita a proliferação de dois males: A superstição e o fanatismo.
    Superstição – Sentimento que se funda no medo ou na ignorância e que leva ao conhecimento de falsos deveres; ao receio de ações sobrenaturais e a confiança em coisas ineficazes; crendice, preconceito, mandinga; simpatia, etc.
    Fanatismo – Excessivo zelo religioso; facciosismo partidário; adesão cega a uma doutrina, dedicação excessiva, paixão, etc.
  • A teologia é necessária em virtude da relação que existe entre a verdade sistematizada e o desenvolvimento do caráter cristão.
    • A doutrina sistematizada é imprescindível para o crescimento do cristão.
    • Facilita o trabalho do instrutor, e oferece ao cristão uma visão correta daquilo em que crê e dá a ele um direcionamento no seu procedimento.
  • A teologia é necessária porque ajuda os pregadores a definir e expor as doutrinas do Cristianismo.
  • O pregador precisa expor de maneira clara, compreensível e convincente a verdade do Evangelho; precisa manejar bem a Palavra de Deus, II Tm 2.15
  • A teologia é necessária como meio de defesa da religião que se professa.
  • A teologia é necessária à propagação do Evangelho e à solidificação dos resultados.