Pentecostalismo e a heresia unicista professor alberto

6,917 views
6,680 views

Published on

Published in: Spiritual
3 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • kkk ridículo as pessoas quando não recebem o Espírito Santo, de Deus, começam a estudar Teologia, e air onde muitos caem. ler a bíblia e bem melhor

    Ef. 4:5 e 6 - Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos.
    At. 4:12 - Não há salvação em nenhum outro, pois debaixo do céu, não há nenhum outro nome dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos.
    Is. 9:6 E seu nome será : Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz João 14:9 Jesus disse: quem me vê, vê o Pai. João 10:30 Eu e o Pai somos um. João 1:14. E o verbo se fez carne e habitou entre nós, Vimos a sua glória, a glória como do unigênito do Pai, cheio de graça e verdade. Jo. 17:11 Disse Jesus: Pai Santo, guarda-os em teu nome, o nome que me deste. Jo. 17:26 Jesus falou: Eu lhes dei a conhecer o teu nome, e continuarei a dar-lhes a conhecer o teu nome.
    Atos 10:48 - e mandou que fossem batizados em nome do Senhor Jesus.

    Atos 19:5 - E foram batizados em nome do Senhor Jesus.

    Romanos 6:3 - Não sabeis que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados na sua morte?

    Gálatas 3:27 - Pois todos vos que fostes batizados em Cristo, vos revestistes de Cristo.

    E a ordem na igreja primitiva era que todos fossem batizados em nome de Jesus.

    Atos. 2:38 - Arrependei-vos e cada um de vós seja batizado em nome de JESUS CRISTO, para perdão dos pecados, e recebereis o Dom do Espirito Santo.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • muito bommmmm
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Mandou bem Pastor, tem que chutá o capeta mesmo. Temos que combater as heresias .
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
6,917
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
52
Actions
Shares
0
Downloads
212
Comments
3
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pentecostalismo e a heresia unicista professor alberto

  1. 1. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA Professor Pastor AlbertoI Conferência Teológica da CONFRADESP – Araçatuba – 20 a 22 de abril de 2011
  2. 2. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTAO Movimento Pentecostalrepresentado pela Assembleiade Deus chega ao seucentenário.Com ele veio também, asheresias nascidas nomovimento.
  3. 3. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTANesta reflexão teológicairemos trabalharespecificamente a heresia dounicismo, um dos elementosespúrios doPentecostalismo, oriundo doseu início. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  4. 4. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTAMas onde está o problema? UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  5. 5. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTAAntes de tudo é preciso analisara acusação por vezesperpetuada de que nós estamosperseguindo os pentecostaisunicistas, ou determinadoconjunto musical unicista, oualguma igreja ou movimentoespecífico. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  6. 6. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTALonge disso, queremos alertaraqueles que buscam comsinceridade a verdade doevangelho a discernir melhor entreheresia e ortodoxia, a defender a féque uma vez foi dada aos santos ea doutrina bíblica do movimentopentecostal desde seu início. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  7. 7. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA Mas há quem afirmeque se trata de umaquestão meramentesecundária, isso deambas as partes. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  8. 8. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTAOutros entendem que oproblema não é grave,dizendo que o Espírito Santonão está preocupado comsistemas teológicos comotrinitarianismo, nem com ounicismo. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  9. 9. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA Respeitamos taisopiniões, todavia afirmartal coisa é o mesmo quedizer que o Espírito Santonão está preocupado coma verdade. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  10. 10. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTAAmbas as correntes:trinitarianismo e unicismo seexcluem mutuamente. Por isso,apresentaremos a raiz doproblema, para que cada crentepentecostal possa discernir ecompreender a questão. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  11. 11. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA O alerta aos pentecostais trinitarianos,da Assembleia de Deus no Brasil vem dosegundo Concílio das Assembleias deDeus, em 1916, nos Estados Unidosrejeitou categoricamente o unicismo: “Ounicismo subverte o conceito bíblicoda morte penal e vicária de Cristocomo satisfação da justiça de Deus e,em última análise, anula a obra dacruz”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  12. 12. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA A doutrina de Deus é o primeiro detodos os mandamentos, trata-se de umaquestão de vida ou morte, não é, portanto,uma mensagem alternativa (Mc 12.29-30;Jo 13.3). Uma cristologia inadequadaimplica numa salvação errônea. Quemadora um Deus estranho está seguindoum Jesus errado e o seu destino seráigualmente equivocado. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  13. 13. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA Paulo declara: “Porque, sealguém for pregar-vos outroJesus que nós não temospregado, ou se recebeis outroespírito que não recebestes, ououtro evangelho que nãoabraçastes, com razão osofrereis” (2 Cor 11.4) UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  14. 14. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA Portanto, esta temática épertinente, no centenário dasAssembleias de Deus, pois nãoestamos discutindo sobre questãosecundária, mas sobre umadoutrina contrária à ortodoxiacristã, reputada como heresia deacordo com a Bíblia. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  15. 15. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA O unicismo é uma doutrina espúria quedeclara existir somente uma pessoa naDivindade. O Senhor Jesus declara: “Ena vossa lei está também escrito que otestemunho de dois homens éverdadeiro, Eu sou o que testifico demim mesmo, e de mim testificatambém o Pai, que me enviou” (Jo 8.17-18). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  16. 16. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA O Senhor Jesus testifica que ele éuma pessoa e que o Pai é uma outrapessoa, por isso cita lei “Por boca deduas testemunhas, ou trêstestemunhas, será morto o quehouver de morrer; por boca de umasó testemunha não morrerá” (Dt17.6; 19.15). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  17. 17. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA Os apóstolos também deixamclaro tratar-se de pessoasdistintas: “Graça, misericórdia epaz, da parte de Deus Pai e dado Senhor Jesus Cristo, o Filhodo Pai, seja convosco naverdade e amor” (2 Pe 1.2). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  18. 18. PENTECOSTALISMO E A HERESIA UNICISTA Os pais da igreja cristã, nãoconsideraram o unicismo como umaquestão secundária, mas uma doutrinacontrária à ortodoxia cristã, reputadacomo heresia por Cipriano, consideradacomo obra do demônio por Tertuliano, erejeitada pelas Assembleias de Deusdesde 1916 nos Estados Unidos e desdesua fundação no Brasil em 1911.Portanto, vamos aos fatos. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  19. 19. UNICISMOdoutrina espúria que declaraexistir somente uma pessoa na Divindade.UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  20. 20. I.- INTRODUÇÃO :O unicismo ou heresia sabelianaressurgiu em uma reuniãopentecostal das igrejas Assembleiasde Deus realizada em abril de 1913,em Arroyo Seco, nos arredores deLos Angeles, na Califórnia (EUA),numa cerimônia de batismo. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  21. 21. O renascimento do unicismo. O unicismo moderno veio de um desvio domovimento da Rua Azuza –Los Angeles –Califórnia. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  22. 22. Numa reunião no dia 13 de abril de1913, num encontro pentecostalinternacional em Arroyo Seco,Pasadena, Califórnia. O preletor,Robert Edward McAlister, disse que osapóstolos batizavam em nome doSenhor Jesus e não em nome do Pai,do Filho e do Espírito Santo, e quandoas pessoas ouviram isso ficaramatônitas. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  23. 23. Robert Edward McAlister (1880 - 1953)UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  24. 24. Robert Edward McAlister foi pastor ediretor das Assembleias Pentecostaisdo Canadá, nasceu e foi criado num larpresbiteriano.Posteriormente participou de encontrosem Azusa Street, em Los Angeles, noano 1906, retornou ao Canadá. Ele élembrado, dentro de sua denominação,como aquele que deu o grande impulsopara o ressurgimento do unicismo. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  25. 25. McAlister foi notificado em1913 em Arroyo Seco, queseu ensino possuíaelementos heréticos. Eletentou esclarecer suaprédica, mas ela já haviaproduzido efeito. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  26. 26. Um de seus ouvintes era John Schaepeque após aquela mensagem, passouuma noite em oração, refletindo amensagem de McAlister e concluiuprecipitadamente que Deus haviarevelado o batismo verdadeiro que seriasomente em nome de Jesus, pela manhãdo dia seguinte passou a pregar que oSenhor havia revelado a verdade sobreo batismo em nome de Jesus, conformeAtos 2.38. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  27. 27. John G. Schaepe (1870 - 1939) eradescendente de alemães luteranos,Schaepe viveu longe do convívioeclesiástico até o ano de 1903,quando se juntou a uma missão doExército de Salvação em Honolulu,Havaí. Alega-se que ele foi batizado“no Espírito Santo” quando doreavivamento em Azusa Street. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  28. 28. Participante do Encontro Mundial daFé Apostólica, Schaepe sentiu-sesuficientemente inspirado pelapregação de McAlister sobre o“batismo em nome de Jesus”. Até asua morte, Schaepe nunca seafastou do lugar onde o movimentounicista ganhara novo ímpeto. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  29. 29. Muitos creram na sua mensagem,Stanley M. Horton conta em seutestemunho no livreto OAvivamento Pentecostal que suamãe, na época com 18 anos deidade, foi ameaçada de perder asalvação se não fosse rebatizada,pois diziam ser impossível honrar aJesus sem um novo batismo só emseu nome. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  30. 30. Schaepe fundou o movimentochamado Só Jesus usandocomo ponta de lança ounicismo, com roupagem nova,e o batismo em nome de Jesus.Isso provocou muitas divisõesnas igrejas que logo foramsubdividindo-se em outrosgrupos. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  31. 31. Também Franck J. Ewart, australiano, adotou essa doutrina e em 15 de abril de 1914 levantou uma tenda em Belvedere, ainda anos arredores de Los Angeles, e passou a pregar sobre a fórmula batismal de Atos 2.38. Comparando com Mateus 28.19, chegou à falaciosa conclusão de que o nome de Deus seria então somente o nome Jesus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  32. 32. O batismo somente no nome de Jesus era praticado por pastores pentecostais como Howard Goss e Andrew Ushan, mas foi somente com Franck J. Ewart que o batismo em nome de Jesus desenvolveu teor teológico próprio. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  33. 33. Assim, em 15 de abril de 1914, Franck J. Ewart e Glenn Cook se batizaram mutuamente com a nova fórmula e ficou conhecido por vários nomes como: Nova Questão, Movimento Só Jesus, O Nome de Jesus, Apostólico ou Pentecostalismo Unicista. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  34. 34. Franck J. Ewart (1876-1947) UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  35. 35. Glenn Cook (...-1948)UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  36. 36. Vários grupos entre os pentecostaisnegam a doutrina da Trindade, semnegarem a divindade de Jesus, são osunicistas. Eles têm suas raízes naantiga heresia modalista e sua teologiadiverge da ortodoxia cristã no tocanteà doutrina de Deus. Muitos delesconseguem se camuflar em nossomeio, principalmente por causa do seupietismo. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  37. 37. Assim a heresia unicista infelizmenteressurgiu no seio do pentecostalismo.A essência da doutrina unicista é acentralização no nome de Jesus. Osteólogos unicistas entendem que aexpressão em nome de Mateus 28.19referindo ao Pai, Filho e EspíritoSanto são apenas nomes singularesde Jesus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  38. 38. Assim, o que parecia ser apenas umapolêmica referente à fórmula batismalresultou na negação da doutrina daTrindade. Os unicistas não aceitam apluralidade de pessoas na unidade Divina,qualquer referência à idéia de Trindade elesinterpretam como sendo váriasmanifestações de Deus ou de Jesus. Logonão são contra a Trindade pelo fato de nãocrer que Jesus seja Deus, mas ironicamentepelo fato de crer que Deus é só Jesus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  39. 39. II. - RAÍZES DO UNICISMO HistóriaUNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  40. 40. II. 1.- Desenvolvimento Histórico do Unicismo No segundo século da era cristã, a Igreja saiu mais ou menos ilesa do perigoso ataque dos gnósticos, mas logo surgiram novas idéias estranhas as Sagradas Escrituras, quase todas desenvolvidas por ex-seguidores dos cultos de mistérios do antigo oriente, filósofos e pseudos-cristãos. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  41. 41. As heresias surgidas nesseperíodo, quase todas giravam emtorno da pessoa do SenhorJesus. A simplicidade dacomunhão íntima com oSalvador, paulatinamente foisubstituída por uma crença orahistórica e racionalista, oraesotérica e transcedentalista. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  42. 42. Tentativas sinceras ou não, deharmonizar o monoteísmo judaicocom o cristianismo criaram heresiasassustadoras e confusas que emnada ajudariam o crescimentoespiritual dos crentes em Cristo.Mesmo porque é importante entenderque a religião judaica da época deCristo já estava muito diferente eafastada daquela da época de Moisés(Mt 23.15) UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  43. 43. e depois da vinda do Messias,nosso Senhor Jesus Cristo, ojudaísmo por uma questão desobrevivência, desenvolveu-se ese blindou contra o Cristianismo,ou seja, tornou-se anti-cristã,interpretando e desenvolvendodoutrinas e pensamentosestranhos a religião revelada. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  44. 44. II. 2.- Primeiras idéias unicistasMONARQUISTAS – esse termo vemdo grego monarchia – governoexercido por uma única pessoa e foicunhado por Tertuliano. Osmonarquistas negavam a Trindadedas Pessoas, afirmando que somenteo Pai havia se encarnado. Osmonarquistas se dividiam emdinâmicos ou adocionistas e modais. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  45. 45. MONARQUISTA DINÂMICO OUADOCIONISTA – o termodinâmico vem do grego dynamis,“força, poder”, afirmava queDeus deu força e poder a Jesus,adotando-o como Filho, negandoassim a divindade absoluta deJesus, e também a Trindade. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  46. 46. Esse movimento esteve ligado aTeodoto Bizantino, que tomou adoutrina dos ebionitas e considerou ofilho como um simples homemrevestido de poder divino – era oprenúncio do arianismo, que negariaa eternidade do Verbo. Em outraspalavras o adocionismo teorizava queCristo era um simples homem sobre oqual desceu o Espírito de Deus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  47. 47. Teodoto Bizantino era um mercadorde couro e defensor dessa estranhadoutrina, a trouxe até Roma emtorno do ano 190. Teodotosustentava que até o seu batismoJesus viveu a vida de um homemordinário, com a diferença, porém,que havia sido um homemsupremamente virtuoso. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  48. 48. O Espírito, ou Cristo, então desceusobre Ele, e a partir daquelemomento operou milagres sem,entretanto, tornar-se divino. Maistarde, alguns dos seguidores deTeodoto admitiram que após suaressurreição Jesus teria sidodeificado. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  49. 49. Teodoto foi excomungado peloBispo Vitor de Roma, mas a partirdaí seus seguidores provavelmentepassaram a suspeitar que aortodoxia pregava a crença em doisdeuses. Também defendia taldoutrina Artemão e Paulo deSamosata, bispo de Antioquia. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  50. 50. MONARQUISMO MODAL – afirmava que astrês Pessoas da divindade semanifestavam por vários modos, daí onome modalista. Ensinava que o Painasceu e sofreu, Jesus era o Pai. O Paiencarnou em Cristo, e sofreu com Ele,essa heresia ficou conhecida porPATRIPASSIONISMO – do latim Pater – paie passus de patrior – sofrer, ou seja,crucificadores do Pai. Como disseTertuliano: “Práxeas fez voar o Parácleto ecrucificou o Pai”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  51. 51. II. 3.- História do ModalismoO primeiro teólogo que formalmentecolocou as posições monarquistas foiNoeto de Esmirna. Embora condenado emsuas teorias pelos presbíteros de suacidade Esmirna, que as confrontaram, comas regras da fé da Igreja, um dosdiscípulos de Noeto trouxe suas idéias atéRoma, onde se difundiram. Noeto, diziaque o Pai nasceu, sofreu e morreu, e queJesus, portanto era o Pai. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  52. 52. O monarquismo modal, ao contrário doadocionismo ou monarquismo dinâmico, estavafirmemente convencido tanto da unidade deDeus como da plena divindade de Cristo. Estateoria começou a ganhar simpatizantes emRoma quando alguns teólogos começaram arepresentar a divindade como tendo se reveladona economia como tri-personal. Para osmonarquistas, qualquer sugestão de que oVerbo ou o Espírito pudessem ser um outro ouuma pessoa distinta do Pai seria uma afirmaçãoda existência de dois deuses. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  53. 53. Para, entretanto, não negarem que Cristo eraDeus, afirmaram que havia apenas um únicoDeus, o Pai. Se Cristo é Deus, então ele deveser idêntico ao Pai, senão ele não seria Deus.Portanto, é o próprio Pai que sofreu e passoupelas experiências humanas de Cristo. Poristo, tal doutrina passou a conhecer-se comoPATRIPASSIANISMO. Os monarquistasrejeitaram a doutrina do Verbo, afirmando queo prólogo do Evangelho Segundo Joãodeveria ser interpretado alegoricamente. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  54. 54. Os monarquistas acreditavamem uma única e idênticadivindade, que podia serdesignada indiferentementecomo Pai ou Filho; estes termosdiferentes não implicariamdistinções reais, mas seriamapenas nomes aplicáveis emtempos diferentes. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  55. 55. SABELIANISMONa pessoa de Sabélio surgiu umaforma de monarquismo maissofisticado, que de alguma formapercebia a ingenuidade domonarquismo simples, e levava emconta elementos tomados deempréstimo ao trinitarianismoeconômico que os monarquistascriticavam. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  56. 56. Sabélio, embora afirmando aunidade de Deus, ensinou que adivindade se expressa em trêsoperações. Comparando adivindade com o Sol, objeto únicoque irradia tanto calor como luz, oPai seria a forma ou a essência daDivindade, o Filho e o Espírito Santomodos de sua auto expressão. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  57. 57. Assim, a única Divindade, vistacomo Criadora e Legisladoraseria o Pai; para a obra daRedenção operou como Filho;para inspirar e conferir a graçaoperou como Espírito. (Hipólito:Refutatio 9,11 ss; Epifânio :Haereses 6,1,4 ss; 62,1). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  58. 58. III. - CONSIDERAÇÕES INICIAIS SOBRE A HERESIA UNICISTA“Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? E o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho” (1 Jo 3.22). UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  59. 59. A declaração de 1 João 3.22diz que a grande mentira estáassociada à negação daverdadeira natureza do Verboencarnado (João 1.2-7; 6.46;7.18; 15.5; I Jo 5.6,20 e 2 Jo7,9). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  60. 60. O mentiroso nega a verdade da encarnação eo que nela está implícito, como a humanidadeverdadeira de Cristo e que o Pai é umapessoa e o Filho é outra pessoa, mas queestão em unidade divina: “Graça,misericórdia e paz, da parte de Deus Pai eda do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai,seja convosco na verdade e amor” (2 Jo 3)e “Qualquer que nega o Filho, também nãotem o Pai; mas aquele que confessa oFilho, tem também o Pai” (1 Jo 2.23). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  61. 61. Sabemos que o apóstolo João aoescrever sua Primeira Epístoladefendeu a sã doutrina daencarnação contra os gnósticos, noentanto a Palavra de Deus é comouma espada (Hb 4.12) eprofeticamente nos protege contraas astutas ciladas do diabo (Ef6.11). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  62. 62. Uma crença incorreta fatalmente levará auma teologia inadequada, problemática,incompleta e ao distanciamento da verdade.Os unicistas, embora muitos sejam sinceros,estão sinceramente equivocados e suadefesa intransigente do monarquismo modaldefronta-os inevitavelmente contra a grandedoutrina bíblica da Santíssima Trindade, oúnico Deus eternamente subsistente em trêspessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  63. 63. “Se o cristianismo fosse algumacoisa que estivéssemos inventando, éóbvio que poderíamos torná-lo maisfácil. Não conseguimos concorrer, emtermos de simplicidade, com aspessoas que estão inventadoreligiões. Como poderíamos?Estamos lidando com Fatos. É óbvioque qualquer um pode simplificar ascoisas se não precisar levar em contaos fatos!”. C. S. Lewis UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  64. 64. IV. - QUATRO DIFERENÇAS FUNDAMENTAIS ENTRE OS UNICISTAS E A FÉ EVANGÉLICA BÍBLICA E PENTECOSTAL 1. - A NATUREZA DE DEUS 2. - A NATUREZA DE CRISTO 3. - A FÓRMULA BATISMAL 4. - O SIGNIFICADO DO BATISMOUNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  65. 65. 1.- A NATUREZA DE DEUS Cremos num único Deus eternamente subsistente em trêspessoas: Pai, Filho e Espírito Santo UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  66. 66. A NATUREZA DE DEUSA Doutrina Bíblica da Trindade A palavra Trindade é uma palavra de cunhoteológico usada para designar a doutrinabíblica da unidade composta de Deus, ouseja: um único Deus eternamentesubsistente em três pessoas: Pai, Filho eEspírito Santo (“pessoas” no sentidotrinitariano, estamos nos referindo àsdistinções dentro da mesma substância). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  67. 67. Não se trata de uma explicaçãode Deus, mas, sim, uma análisedas evidências apresentadaspela Bíblia. “pessoas” no sentidotrinitariano, estamos nosreferindo as distinções dentro damesma substância. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  68. 68. A DOUTRINA BÍBLICA DA TRINDADEA Doutrina da Trindade “é umadoutrina bíblica que repousaessencialmente sobre duas premissas: 1ª) O monoteísmo é uma verdade:existe um único Deus;2ª) a divindade do Pai, do Filho e doEspírito Santo, também é uma verdade:existe três pessoas na unidade divina”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  69. 69. A DOUTRINA BÍBLICA DA TRINDADEO MONOTEÍSMO É UMA VERDADEComo cristãos evangélicos cremos num únicoDeus. A Bíblia Sagrada diz explicitamente queexiste um único Deus (Dt 6.4; Is 43.10; Jr 10.10-11; Mc 12.29-32; Jo 17.3).A DIVINDADE DO PAI, DO FILHO E DOESPÍRITO SANTO, TAMBÉM É UMA VERDADEComo cristãos evangélicos cremos que o Pai, oFilho e o Espírito Santo são três pessoas. ABíblia Sagrada diz explicitamente que estas trêspessoas é Deus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  70. 70. O apóstolo João registrou essas palavras do SenhorJesus Cristo ao Pai: “E a vida eterna é esta: que teconheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro...”(Jo 17.3a), deixando claro que existe um único DeusVerdadeiro, o Pai. Porém o mesmo João escreveuna sua Primeira Epístola Universal no capítulo 5 eversículo 20: “E sabemos que já o Filho de Deusé vindo, e nos deu entendimento paraconhecermos o que é verdadeiro, e no que éverdadeiro estamos, isto é, em seu Filho JesusCristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna”(grifo nosso). Essas palavras afirmamcategoricamente a divindade de Jesus: ele é oVerdadeiro Deus eque declara existir somenteestá nele. UNICISMO - doutrina espúria a vida eterna uma pessoa na Divindade
  71. 71. O apóstolo João atribui à palavra Deus Verdadeiro,tanto à pessoa do Pai, como a pessoa do Filho: “Noprincípio era o Verbo, e o Verbo estava comDeus, e o Verbo era Deus” (Jo 1.1). Esses textossão provas explícitas de que Deus como sendoúnico e verdadeiro, subsistente em mais que umapessoa, neste caso específico duas pessoas: Pai eFilho. Não estou dizendo que o Pai seja o Filho,mas que o Pai e o Filho são duas pessoas como opróprio João declara: “Graça, misericórdia, paz,da parte de Deus Pai e da do Senhor JesusCristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdadee caridade” (II Jo 1.3 – grifo nosso). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  72. 72. Em Atos dos Apóstolos no capítulo 5 eversículos 3 e 4 lemos: “Disse então Pedro:Ananias, por que encheu Satanás o teucoração, para que mentisses ao EspíritoSanto, e retivesses parte do preço daherança? Guardando-a não ficava para ti?E vendida, não estava em seu poder? Porque formaste este desígnio em teucoração? Não mentistes aos homens, masa Deus” (grifo nosso). Nessa passagembíblica o Espírito Santo é chamadoexplicitamente de Deus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  73. 73. Se o Pai é chamado de Deus Verdadeiro (Jo 17.3) eo Filho é chamado de Deus Verdadeiro (I Jo 5.20), eo Espírito Santo é chamado de Deus (Atos 5.3-4),então as três pessoas sem sombra de dúvidapodem ser chamadas cada uma de Deus, noentanto, o profeta Isaías no capítulo 43 versículo 10e 11 escreve: “Vós sois as minhas testemunhas,diz o Senhor, e o meu servo, a quem escolhi,para que o saibais, e me creiais, e entendais queeu sou o mesmo, e que antes de mim deusnenhum se formou, e depois de mim nenhumhaverá”. Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim nãohá Salvador”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  74. 74. Se existem três pessoas chamadas na Bíblia deDeus Verdadeiro e ela não admite outro deus oudeuses, senão o Deus único, ou admitimos apluralidade na unidade, já que Deus é único (Is43.10); ou cairemos nos erros dos unicistas (queentendem que há uma só pessoa e trêsmanifestações), ou no erro dos unitaristas (ondeJesus não é Deus e o Espírito Santo uma simplesforça, emanação, “Shekinah” ou sopro), ou ainda noerro politeísta, que é intragável e grosseiro (o Pai éDeus Todo-Poderoso e Jesus é um deus apenaspoderoso, ou seja, duas divindades, portantopoliteísmo). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  75. 75. Se analisarmos a Palavra de Deus, no que serefere ao maravilhoso relacionamento do Paie do Filho e do Espírito Santo, certamenteentenderemos que só existe um Deusverdadeiro, e que essa unidade divinasubsiste eternamente em três pessoas. Aunidade chamamos Deus e como nessaunidade subsiste três pessoas, cada pessoaem particular também pode ser chamada deDeus. No entanto, não existem três unidadesou três deuses, mas somente uma unidadeou um só Deus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  76. 76. A palavra Deus é uma polissemia, nome quese aplica a mais de uma pessoa na Bíblia. Elese aplica ao Pai (Fp 2.11), ao Filho (Atos20.28) e ao Espírito Santo (Atos 5.3-4).Aparece, na maioria das vezes, comreferência à Trindade (Dt 6.4). Isso tambémocorre com o nome YHWH (Senhor ouJeová), aplica-se ao Pai (Sl 110.1), ao Filho(Is 40.3 ver Mt 3.3), e ao Espírito Santo (II Rs17.14 ver Atos 7.51). No entanto aplica-se àTrindade (Dt 6.4; Sl 83.18). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  77. 77. A DOUTRINA BÍBLICA DA TRINDADE Este é o Credo da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Brasil: Cremos...1. Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29). (CREMOS NA DOUTRINA BÍBLICA DA TRINDADE). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  78. 78. ORIGEM DO TERMO TRINDADE Trindade: um único Deus eternamentesubsistente em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  79. 79. A palavra TRINDADE foi usada pelaprimeira vez, em sua forma grega porTeófilo e, em sua forma latina, porTertuliano. Tertuliano escreveu emContra Práxeas 2, um resumo dadoutrina da Trindade e apresentou pelaprimeira vez essa nomenclatura: “Todossão de um, por unidade de substância,embora ainda esteja oculto o mistério dadispensação que distribui a unidadenuma TRINDADE, UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  80. 80. colocando em sua ordem os três, Pai,Filho e Espírito Santo: três contudo...nãoem substância, mas em forma, não empoder, mas em aparência, pois eles sãode uma só substância e de uma sóessência e de um poder só, já que é deum só Deus que esses graus e formas easpectos são reconhecidos com o nomede Pai, Filho e Espírito Santo” (Walker,W. História da Igreja Cristã, p. 98, Vol I eII, Juerp e Aste, Rio, 1980. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  81. 81. IV.1.3.- Evidências bíblicas dadoutrina da Trindade no AntigoTestamento.Deus, no Antigo Testamento, é um sóDeus, que se revela pelos seus nomes,pelos seus atributos e pelos seus atos.Mesmo assim o Antigo Testamentolança alguma luz sobre a pluralidade(uma distinção de Pessoas) na Deidade. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  82. 82. IV.1.4.- A Trindade na criação do universoEm Gênesis 1.1, Deus é apresentado pelaprimeira vez com o nome hebraico (Elohim), overbo está no singular (criou) e o sujeito noplural (Deus). Elohim é a forma plural deEloah, mas o significado é o mesmo: Deus.Quando analisamos o contexto bíblico (Gn1.26; 3.22; 11.7), podemos compreender adoutrina bíblica da Trindade. Embora, o nomeElohim por si só não prove a unidadecomposta, o contexto apóia a unidadecomposta de Deus: UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  83. 83. Gn 1.26 : “Façamos o homem à nossaimagem, conforme a nossa semelhança” –(v.27);Gn 3.22: “Então disse o Senhor Deus: Eisque o homem é como um de nós...”;Gn 11.7: “Eia, desçamos e confundamosali a sua língua....”Outras distinções pessoais na Deidade sãoreveladas nos textos que se referem ao “anjodo SENHOR” (Hb. Yahweh) – (Gn 16.7-13;18.1-21; 19.1-28; 32.24-30); UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  84. 84. A Bíblia declara que só existe um Deus(Dt 6.4; 2 Rs 19.15; Ne 9.6; Sl 83.18; Sl86.10; Mc 12.29-32; 1Co 8.6; Gl 3.20; Ef4.6). Portanto o Cristianismo éMONOTEÍSTA (crença num só Deus).Em todas essas passagens a doutrinada Trindade permanece em pé, semcontradizer o monoteísmo, porque aunidade divina é composta, nãoabsoluta. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  85. 85. Deuteronômio 6.4 diz que YHWH(Senhor) é único. A palavra “único” nooriginal hebraico é echad e está noconstruto. Se esta unidade fosseabsoluta, a palavra correta aqui seriayahid, a mesma usada em Gênesis 22.2“Toma agora o teu filho, o teu único filho,Isaque...”, para a unidade absoluta. Apalavra “echad” é uma unidadecomposta, é a triunidade de Deus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  86. 86. Esta doutrina não foi bem esclarecidanos tempos do Velho Testamento paranão confundir o povo com os deuses dasreligiões politeístas das nações vizinhasde Israel, todavia ela está implícita noVelho Testamento. Ela só pode serensinada explicitamente com o adventoda segunda Pessoa, o Senhor JesusCristo, e com a manifestação da terceiraPessoa, o Espírito Santo. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  87. 87. Outras passagens do VelhoTestamento apontam para adoutrina da Trindade, veja avisão do profeta Isaías (Is 6.1 verIs 6.8). A respeito de Jesus: (Is6.1-3 ver Jo 12.41), e a respeitodo Espírito Santo (Is 6.8-10 verAtos 28.26). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  88. 88. IV.1.5.- A Trindade na expectativamessiânica da alma hebréiaAs profecias messiânicas (Jr 23.5; Sl 45.6-7ver Hb 1.8; Sl 2.7 ver Atos 13.32-33; Hb1.5;5.5). O messias fala (Is 48.16-17; 61.1 e63.9-10). A revelação da pluralidade naDeidade fica muito claro nesse texto: (Zc12.10).Assim saímos das sombras e prefiguraçõesdo Antigo Testamento para a luz maior darevelação no Novo Testamento. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  89. 89. IV.1.6.- Evidências bíblicas da doutrina daTrindade no Novo TestamentoJoão inicia o seu evangelho com a revelaçãodo Verbo (Jo 1.1,14);Jesus não é o Pai, mas é o Filho do Pai (Jo3.16; 8.17; I Jo 2.22; II Jo 2.3);Jesus possui duas naturezas: (Jo 1.14; Tm2.5; I Jo 5.20);Jesus reivindicava plena divindade para oEspírito Santo (Jo 14.16 – “outro ajudadordo mesmo tipo que Ele mesmo”). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  90. 90. O Salmo 104.30 revela o EspíritoSanto como o Criador. Em Atos 5.3-4 chama-o de Deus e em Hebreus9.14 de Espírito Eterno.As Pessoas da Trindade têmvontades separadas, porém nuncaconflitantes (Lc 3.21-22; 1 Co 12.1-11;.Mateus 28.29; Ef 4.4-6; 1 Co12.4-6; II Co 13.13 ver Nm 6.24-26). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  91. 91. IV.1.7.- Cada pessoa da Trindade é DeusverdadeiroA Bíblia Sagrada nos ensina que só um échamado de Deus (Dt 4.35,39; Is 44.6,8; 45.5,21);no entanto, a mesma Bíblia também nos ensinaque cada uma e destas Pessoas é Deus:o Pai (Jo 17.3; 1 Co 8.4,6; Ef 4.6);o Filho (Jô 1.1.; Rm 9.5; Hb 1.8-9 comp. Sl 45.6-7;1 Jo 5.20), eo Espírito Santo (At 5.3-4; 7.51 comp. Sl 78.18-19).Um só Deus em três pessoas e não em uma sóPessoa. - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade UNICISMO
  92. 92. JEOVÁ (YHWH)A Bíblia Sagrada nos ensina que só um echamado de Jeová (Yhwh) (Dt 6.4; Ne 9.6; Sl83.18; Is 45.5,-6,18); no entanto, a Bíbliatambém declara que cada uma dessasPessoas é Jeová (Yhwh):O Pai (1 Sm 2.2; 1 Cr 17.20; Is 37.20);o Filho (Is 40.3 comp. Mt 3.3; Jr 23.5-6) eo Espírito Santo (Jz 15.14 comp.16.20; Hb 3.7comp. Ex 17.7-8; 2 Pe 1.21 comp. Nm 12.6). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  93. 93. DEUS DE ISRAELA Bíblia Sagrada nos ensina que sóDeus é chamado de Deus de Israel (Dt5.1, 6-7). no entanto, a mesma Bíbliatambém nos ensina que cada uma edestas Pessoas é Deus:o Pai (Sl 72.18);o Filho (Ez 44.2; Lc 1.16-17) eo Espírito Santo (2 Sm 23.2-3). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  94. 94. SENHOR DEUS (2 Sm 7.22)O Pai (Os 13.4);O Filho (Ex 44.2);O Espírito Santo (At 7.51 com2 Rs 17.14). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  95. 95. IV.1.8.- Atributos naturais de cada pessoada TrindadeONIPOTÊNCIA (Todo-Poderoso) ( Dt 3.24; Sl89.6-8; Is 43.12-13; Jr 10.6).O Pai (2 Cr 20.6; Is 14.27: Ef 1.19);O Filho (Mt 28.18; Ap 1.8; 3.7);O Espírito Santo (Zc 4.6; Lc 1.35). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  96. 96. ONIPRESENTE (presença em todaparte) (Sl 139.7; 1 Rs 8.27; Jr23.24);O Pai (Am 9.2-3; Hb 4.13);O Filho (Mt 18.20; 28.20; Jo 3.13);O Espírito Santo (Sl 139.7-10; 1 Co3.16; Jo 14.17). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  97. 97. ONISCIENTE (sabe todas as coisas) (1Rs 8.39; Dn 2.20-22; Mt 24.36);O Pai (1 Cr 28.9; Is 48.5-7; 42.9);O Filho (Mc 9.34-35; Jo 2.24-25; 16.30;Lc 19.41-44; Jo 6.64; 18.4);O Espírito Santo (Ez 11.5; Rm 8.26-27; 1Co 2.10,11; 1 Tm 4.1). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  98. 98. CRIADOR (Is 44.24; 45.5-7, 18)O Pai (Ne 9.6; Jr 27.5; Sl 146.6; At 14.15);O Filho (Jo 1.1-3; Cl 1.16-18; Hb 1.2,10) ;O Espírito Santo (Jó 26.13; 33.4; Sl 104.30).VIDA (Dt 32.39)O Pai (Sl 36.9; At 17.25,28);O Filho (Jo 1.4; 11.25);Espírito Santo (Rm 8.2; Jó 33.4). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  99. 99. 2.- A NATUREZA DE CRISTO Jesus é a segunda pessoa da Unidade Divina(Trindade), é o verbo que se fez carne (Jo 1.14), é o Filho do Pai (2 Jo 3). UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  100. 100. No batismo de Jesus,encontramos as três pessoaspresentes: o Filho está naságuas sendo batizado por João,o Espírito Santo desce em formacorpórea de pomba e o Paideclara que Jesus é o seu Filhoamado (Mt 3.13-17). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  101. 101. Foi o Senhor Jesus, o Filho, que pagouo preço da nossa redenção. A Bíbliadeclara: “E, clamando Jesus comgrande voz, disse: Pai, nas tuas mãosentrego o meu espírito. E, havendodito isso, expirou” (Lc 23.46). Jesusentregou seu espírito a Pessoa do Pai.O Senhor Jesus pagou o preço ao Pai:“Pai, nas tuas mãos entrego o meuespírito”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  102. 102. A distinção de pessoas faz parte dosensinos, diálogos, debates edeclarações de Jesus com seusdiscípulos e com a elite religiosa de suaépoca: “E na vossa lei está tambémescrito que o testemunho de doishomens é verdadeiro. Eu sou o quetestifico de mim mesmo, e de mimtestifica também o Pai, que meenviou” (Jo 8.17,18). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  103. 103. A lei dizia que para o julgamento haverianecessidade de duas ou três testemunhas oupessoas “pela boca de duas ou trêstestemunhas, se estabelecerá o negócio”(Dt 19.15), encontramos no Novo Testamentoa mesma declaração em 2 Coríntios 13.1(veja ainda em Número 35.30 eDeuteronômio 17.6). Essa declaração deJesus é o principal exemplo contra ounicismo. Dionísio Alexandre usou dessapassagem contra Sabélio no ano 263. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  104. 104. Jesus declara em Jo 8.42 que não veiodele mesmo, mas foi enviado pelo Pai, amesma declaração fica clara em João16.5,28; 17.3,8. O apóstolo Paulo declara emColossences 3.1 para buscarmos ascoisas de cima onde Cristo está a destrado Pai, vejamos ainda Romanos 8.34;Hebreus 1.3,10, 12 e 1 Pedro 3.22. O Espírito Santo é outra pessoaconforme João 14.16,26; 16.7,8. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  105. 105. 3.- A FÓRMULA BATISMAL“... em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo” (Mt 28.19), UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  106. 106. Os unicistas defendem o batismo somente nonome de Jesus. Através de um tremendomarabalismo declaram que a expressão: “... emnome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo” (Mt28.19), indica que o nome de Deus é Jesus,simplesmente pelo fato de a palavra “nome”aparecer no singular.No entanto, a passagem de Mateus 28.19 estáfalando de três Pessoas distintas em uma sóDivindade. “Em nome” quer dizer em nome deDeus, do único Deus que subsiste eternamenteem três Pessoas (Pai, Filho e Espírito Santo). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  107. 107. Outros textos selecionados pelosunicistas para sustentar sua teoria sobre obatismo em nome de Jesus são: At 2.38;8.16; 19.5; 10.48. No entanto essas quatro passagenstodas no livro de Atos não estão nosdando à fórmula batismal, está mostrandoque essas pessoas foram batizadas naautoridade do nome de Jesus, pela fé emseu nome.A prova disso é que: UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  108. 108. 1) Atos 2.38 diz: “Em nome deJesus Cristo”;2) Atos 8.16 diz: “Em nome doSenhor Jesus”;3) Atos 10.48 diz: “Em nome doSenhor”;4) Atos 19.5 diz: “Em nome doSenhor Jesus”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  109. 109. Apenas Atos 8.16 e 19.5 usam exatamente amesma expressão. As versões que seguiram oTextus Receptus de Erasmo de Rotterdã, trazemAtos 10.48: “Em nome do Senhor” como a VersãoAlmeida Corrigida.Qual seria então a fórmula Batismal?:“Em nome de Jesus Cristo” ?;“Em nome do Senhor” ? ou“Em nome do Senhor Jesus”?Se isso fosse fórmula batismal todas certamenteseriam iguais, pois a fórmula seria padronizada. Afórmula ensina pelo Senhor Jesus foi à de Mateus28.19. - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade UNICISMO
  110. 110. A história da Igreja também nos ensinaisto, pois nos quatro primeiros séculosda Era Cristã, os pais da igrejaregistraram a fórmula como os cristãosforam batizados que é a de Mateus28.19. (Didache, ano 150). Os pais daigreja como: Justino, o mártir, 165,Irineu, martirizado em 202, Cipriano 258e Basílio (329-379) todos escreveramque os cristãos foram batizadosutilizando a fórmula de Mateus 28.19. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  111. 111. 4.- O SIGNIFICADO DO BATISMO“... em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo” (Mt 28.19), UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  112. 112. A Bíblia enfatiza a humanidade de Jesus (Jo1.14; 1 Jo 4.1-3) ressaltando que é o sanguede Jesus que nos purifica de todo o pecado (1Jo 1.7-9; Ap 1.5) e não a água do batismo.Crer em batismo regeneracional é invalidar oprecioso sangue de Cristo. Se o batismoresolvesse o problema da humanidade, Jesusprecisaria ter pago a nossa dívida com seusanto sangue? E se batismo purificasse ohomem do pecado, então por que Jesus foibatizado? Jesus nunca teve pecado, foiperfeito em tudo. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  113. 113. Jesus pregou o arrependimento e fé (Mc 1.5).Paulo pregou ao carcereiro que ele podia sersalvo se viesse a crer em Jesus (At 16.30-31). Pregou mais em Romanos 10.9-13 que asalvação se consuma no ato de crer com ocoração e confissão com os lábios. Nessaocasião se dá a morte da velha natureza e osurgimento da nova (2 Co 5.17).Em Romanos capítulo 6 está o simbolismo dobatismo. Devemos crer em Jesus parasermos salvos (Mc 16.16). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  114. 114. v.- PRINCIPAIS GRUPOS UNICISTAS - Voz da Verdade; - Igreja Local (Wetness Lee); - Tabernáculo da Fé;- Outros grupos que compõem o Pentecostalismo Unicista.UNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  115. 115. DIFERENÇA ENTRE UNICISMO E UNITARISMO:UNICISMO acredita que o Pai, o Filho e oEspírito são três manifestações do mesmoDeus.UNITARISMO acredita que Deus é um, oPai de Jesus. O Filho é criatura do Pai ouuma divindade infeiror e o Espírito Santouma força ou seu Shekinah. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  116. 116. Os movimentos unicistas maisconhecidos são o Tabernáculoda Fé, a Voz da Verdade e aÁrvore da Vida. Há muita coisaem comum entre os unicistasmodernos e os antigosmodalistas, mas não sãoexatamente iguais. Todos elesnegam a doutrina bíblica daTrindade sem, contudo negarem adeidade absoluta de Jesus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  117. 117. A Voz da VerdadeSua liderança produziu um CD, distribuídogratuitamente para os crentes, com trêsestudos defendendo o unicismo, comcitações bíblicas manipuladas e fora docontexto, que pode confundir qualquercrente de conhecimento mediano da Palavrade Deus. O movimento afirma, ainda, que obatismo, efetuado pelas igrejas trinitarianas,são sem valor bíblico e é “forjado pelohomem”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  118. 118. A Voz da VerdadeFundador da igrejaFued MoysésEx-presidente,faleceu no dia 29/10/2005. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  119. 119. A Voz da Verdade – declaração de fé unicista:“Cremos num único Deus , e este Deus é PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO. Cremos nos ministérios de um único Deus: como Pai ( Criador), como Filho(Redentor Salvador,Intercessor), como Espírito Santo (Consolador e nos guia a toda verdade). Combatemos a idéia de que existem 3 Deuses distintos, um ao lado do outro conversando entre si, isto é triteísmo, e a Bíblia fala num só Deus. O Deus de Israel. Cremos que este Deus é Espírito e so podemos ver Deus na face de Jesus”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  120. 120. O Tabernáculo da FéWilliam Marrion Branham (1909 - 1965), fundadordo Tabernáculo da Fé. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  121. 121. Ele dizia que o ensino dosapóstolos foi mudado por umadoutrina mais nova no Concíliode Nicéia. Considerava aTrindade como doutrina dodiabo e argumentava que todo oque foi batizado em nome doPai e do Filho e do EspíritoSanto precisava ser novamentebatizado nas águas somente emnome de Jesus. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  122. 122. Afirmava, ainda, que o Pai, oFilho e o Espírito Santo sãosimplesmente títulos e nãonomes. Com essa explicaçãofundamentava o batismo naságuas só em nome doSenhor Jesus Cristo,“porque é um nome, não umtítulo”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  123. 123. Em 1946, Branham alegou ter conversado com um anjo numa caverna secreta, onde recebeu poder de discernir qual era a enfermidade das pessoas. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  124. 124. Em 1965 morreu atropelado por umbêbado. Alguns de seus seguidoresesperavam sua ressurreição, enquantooutros edificaram um santuário (umapirâmide) em sua memória, no seu túmuloem Jeffersonville. Foi considerado por seus seguidorescomo profeta, que o situam como ocumprimento de Apocalipse 10.7. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  125. 125. Com a morte de Branham o sucedeu Willian SotoSantiago, segundo ele, William Marrion Branhamerrou quando interpretou que a era de Laodicéiaseria terminada em 1977. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  126. 126. Afirma que a última dispensação é a doReino de Deus começada em 1977 e ele éentão o mensageiro escolhido. O quecaracteriza esta nova dispensação do reinoé que tudo se fez novo (Ap 22.5) e issoinclui o fim do batismo ministrado comágua, sendo necessário tão somente ouvir amensagem da Voz da Pedra Angular. Seusseguidores o chamam de Anjo Mensageiroque Jesus Cristo teria prometido em Ap22.16. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  127. 127. Igreja LocalConhecida por seu ônibus “Expolivro”e por seu Jornal Árvore da Vida. É aque mais causa problema em nossasigrejas por causa de seu proselitismosectário e desleal, também, porcamuflar-se facilmente em nosso meio. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  128. 128. Declaram que não são modalistasporque Sabélio dizia que o Pai, o Filhoe Espírito Santo são três aspectostemporários da Divindade, ao passoque seus líderes ensinam que são trêsaspectos eternos da Divindade. O quehá de comum entre eles é que ambosafirmam que a Divindade é uma sóPessoa. Como Sabélio, usam comfreqüência a palavra “pessoa” paracada Pessoa da Trindade, mas comoutro sentido. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  129. 129. Usam até o nome Trindade, mas não é o mesmo trinitarianismo do Credo Atanasiano, que afirma: “Não confundimos as Pessoas, nem separamos a substância”. Todos os unicistas, antigos e modernos, confundem as pessoas. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  130. 130. OUTROS GRUPOS QUE COMPÕEM O PENTECOSTALISMOUNICISTA:• Igreja Apostólica da Fé em Cristo Jesus;• Igreja Pentecostal Unida do Brasil;• Igreja Pentecostal da Fé Apostólica;• Igreja Evangélica Cristo Vive (Miguel Angelo);• Igreja de Deus do Sétimo Dia;• A Voz da Pedra Angular (Willian Soto Santiago);• Ministério Internacional Creciendo en Gracia;• Pentecostal Novo Nascimento em Cristo;• Alguns grupos adeptos do Nome Yehoshua e Suas Variantes;• Outros grupos independentes. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  131. 131. A TRINDADE E A DOUTRINA DA SALVAÇÃOQUESTÕES QUE INCOMADAM OS UNICISTASUNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  132. 132. A TRINDADE E A DOUTRINA DASALVAÇÃOA doutrina da salvação inclusive areconciliação, a propiciação, aredenção, a justificação e a expiaçãodepende da cooperação dosmembros distintos do Deus Trino eUno (Ef 1.3-14). Por isso, renunciardeliberadamente a doutrina daTrindade ameaça gravemente a nossaesperança de salvação pessoal. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  133. 133. As Escrituras incluem todos osmembros da raça humana nacondenação universal do pecado (Rm3.23) e por isso, todos “precisam dasalvação; a doutrina da salvaçãorequer um Salvador adequado, ouseja: uma cristologia adequada. Umacristologia sadia exige um conceitosatisfatório de Deus, isto é, umateologia especial e sadia – que nostraz de volta a doutrina da Trindade”. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  134. 134. O Deus Trino e Uno érevelado na Bíblia de modoexplícito na redenção dospecadores e na suareconciliação com Deus.Deus Pai “envia” o Filho aomundo (Jo 3.16-17); UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  135. 135. Deus Filho suporta avergonha do madeiromaldito, trazendo a paz(reconciliação) entre Deus ea humanidade (Rm 5.1; Ef2.13-16); Ele comprou aIgreja com seu próprioSangue (Atos 20.28). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  136. 136. Deus Espírito Santo é quem nosconvence do pecado, da justiça edo juízo e emprega a obra doFilho no novo nascimento (Tt 3.5),santifica o crente (1 Co 6.11) enos dá acesso (Ef 2.18), medianteo nosso Grande Sumo Sacerdote,Jesus Cristo (Hb 4.14-16), ápresença do Pai (2 Co 5.17-21). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  137. 137. A TRINDADE E A DOUTRINA DA SALVAÇÃO UMA PERGUNTA FATAL: A QUEM FOI PAGA A NOSSA REDENÇÃO? A quem Cristo pagou o resgate? Se a doutrina ortodoxa da Trindade for negada (não há distinção entre as Pessoas da Deidade, conforme ensina o unicismo), Cristo teria pago o resgate para quem? UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  138. 138. .A TRINDADE E A DOUTRINA DA SALVAÇÃOUMA PERGUNTA FATAL: A QUEM FOIPAGA A NOSSA REDENÇÃO? A quem Cristo pagou o resgate? A Bíblia responde a Deus Pai: “andai emamor, como também Cristo vos amou, e seentregou a si mesmo por nós, em oferta esacrifício a Deus, em cheiro suave” (Ef5.2), “Porque Deus amou o mundo de talmaneira que deu o seu Filho unigênito, paraque todo aquele que nele crê não pereçamas tenha a vida eterna” (Jo 3.16). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  139. 139. . RESPOSTA BÍBLICAA TRINDADE E A DOUTRINA DASALVAÇÃO “O unicismo subverte o conceito bíblico da morte penal e vicária deCristo como satisfação da justiça de Deus e, em última análise, anula a obra da cruz” UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  140. 140. VI.- CONSIDERAÇÕES FINAIS Professor Pastor AlbertoUNICISMO – doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  141. 141. Considerações FinaisCom toda a confiança declaramos a nossafé bíblica na doutrina da Trindade, porque:CREMOS em um só Deus, eternamentesubsistente em três pessoas: o Pai, oFilho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19;Mc 12.29);Aceitamos a doutrina de acordo com oque expõem a Bíblia Sagrada (Mt 28.19; Ef4.4-6; I Co 12.4-6; II Co 13.13- Nm 6.24-26); UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  142. 142. Considerações FinaisNão somos politeístas, já que cremosnum único Deus, e não aceitamosnenhuma divindade inferior ousuperior, além de Deus; (Dt 6.4; Mc12.29; I Co 8.6; Gl 3.20; Ef 4.6);Não somos idólatras, já que nãotemos nenhum outro deus diante doúnico Deus; (Ex 20.2-3; Is 43.10-11). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  143. 143. Considerações FinaisNão aceitamos o paganismo, eencontramos fartamente no paganismo acrença em duas ou mais divindades. Ex;Júpiter (o deus supremo dos romanos ouo deus Todo-Poderoso dos romanos) eMercúrio (divindade inferior ou deuspoderoso); ou para os gregos (Zeus, odeus Todo-Poderoso e Hermes o deusapenas poderoso), crença similar a dasTestemunhas de Jeová: Jeová o DeusTodo Poderoso e Jesus o deus poderoso; UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  144. 144. Considerações FinaisNão aceitamos o critério da razãohumana para conceber a divindade,já que Deus não é concebido atravésde um raciocínio lógico, nem pormentes enfermas pelo pecado, nempor uma demonstração matemática,Ele é Deus de mistério ( Is 45.15; I Tm3.16); UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  145. 145. “Se o cristianismo fosse alguma coisaque estivéssemos inventando, é óbvio que poderíamos torná-lo mais fácil. Não conseguimos concorrer, em termos de simplicidade, com aspessoas que estão inventado religiões. Como poderíamos? Estamos lidando com Fatos. É óbvio que qualquer um pode simplificar as coisas se não precisar levar em conta os fatos!” C. S. Lewis UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  146. 146. O autor evangélico Robert M. Browman Jr.,declara com muita propriedade e profundosenso de responsabilidade: “Existe a escolha,portanto, entre crer no Deus verdadeiroconforme Ele Se revelou, com mistérios etudo, ou crer num Deus que é relativamentefácil de ser compreendido, mas que tempouca semelhança com o Deus verdadeiro.Os trinitários estão dispostos a convivercom um Deus a quem não conseguemcompreender plenamente”, já que adoramosa Deus conforme Ele Se tem revelado. UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade
  147. 147. “A graça do Senhor Jesus Cristo (FILHO), o amor deDeus (PAI) , e a comunhão do Espírito Santo (ESPÍRITO SANTO)sejam com vós todos. Amém!” (2 Co 13.13). UNICISMO - doutrina espúria que declara existir somente uma pessoa na Divindade

×