Aula 01 art nouveau x futurismo

1,673 views
1,503 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,673
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
26
Actions
Shares
0
Downloads
77
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 01 art nouveau x futurismo

  1. 1. OFICINA DEDESIGNGRÁFICOProfª Venise Melo/UFMS AULA01
  2. 2. A Revolução Industrial na Inglaterra, na segunda metade do século 18 transformou o mundo: expansão das cidades, luz elétrica, trem à vapor e a mecanização da sociedade.
  3. 3. Houve incentivo à tecnologia que por sua vez fomentou a produção em massa, abaixou os custos e aumentou a oferta. O design assumiu o importante papel de tornar os bens materiais desejáveis.Ocorreu também um avanço da igualdade social, do ensino público e da alfabetização, e ajudaram a ampliar o aceso a materiais impressos.
  4. 4. Origens do Design Gráfico Moderno
  5. 5. ARTS AND CRAFTS (1860) Escola de Artes e OfíciosEstilo artístico que se desenvolve entre1890 e a I Guerra Mundial (1914-1918)na Europa e nos Estados Unidos,espalhando-se para o resto do mundo.O Arte Noveau abrange as Artesaplicadas, as Artes decorativas, oDesign, as Artes gráficas, o mobiliário,etc.
  6. 6. Nasceu em reação ao desvio de atender à demanda de consumo das massas com artigos de baixa qualidade material e de estética questionável;No primeiro momento, resgatava a estética medieval, orgânica; William Morris
  7. 7. Influência da cultura medieval: o artista possui multifunções;pintura (em óleo, de vitrais e azulejos), decorador, tecelão, tipógrafo, impressor, encadernador de livros,poeta, desenhista têxtil, de fontes e de móveis.
  8. 8. Suas obras continham adereços e adornos como margens, ilustrações em xilogavura e tipos criadosespecificamente para determinados fins.
  9. 9. William Morris
  10. 10. William Morris
  11. 11. William Morris
  12. 12. Art Nouveau (1890)- Primeiro movimento mais orientado pro Design e primeiro movimento global -Funcionalidade da peça de Design;
  13. 13. Art Nouveau (1890) Arte Floral, Arte Nova, Jugendstil, Modern Style: exuberância decorativa, formas ondulantes, contornos sinuosos e composição assimétrica, um ritmoascensional elegante, feito de linhas entrelaçadas.
  14. 14. Art Nouveau (1890) Combinação de influências orientais e ocidentais e teve sua duração até 1920
  15. 15. Situou-se na Inglaterra a primeiramanifestação concreta do art nouveau: um desenho feito em 1883 por Arthur Mackmurdo
  16. 16. Arthur Mackmurdo
  17. 17. Arthur Mackmurdo
  18. 18. Arthur Mackmurdo
  19. 19. Art Nouveau (1890) O estilo vai aparecer em vários lugares sob a aparencia de arabescos
  20. 20. Victor Horta- Arquitetura
  21. 21. Victor Horta- Arquitetura
  22. 22. Victor Horta- Arquitetura
  23. 23. Gustav Klimt
  24. 24. Gustav Klimt
  25. 25. Gaudi- arquitetura
  26. 26. Gaudi- arquitetura
  27. 27. Gaudi- arquitetura
  28. 28. Audrey Beardsley
  29. 29. Audrey Beardsley
  30. 30. Arte Nouveau e o Pôster - Ênfase na litografia: os posters através da reprodutibilidade;-Ornamentos tipográficos, o formato das letras e as ilustrações já indicam um modelo para as realizações gráficas do futuro.
  31. 31. PÔSTER=ECONOMIA DE PALAVRASexpressão da vida econômica, cultural e social.
  32. 32. Cromolitografia permitia a reprodutção de toda gama de cores e tons da pintura à óleo.
  33. 33. Jules Chèret 1866 -Integração arte e indústria gráfica-técnica de desenho em contorno preto com massas de cores de tintas -posteres de 2,5m altura. -Única figura e palavras=slogan
  34. 34. Jules Chèret
  35. 35. Jules Chèret
  36. 36. o apelo estético no lugar da apresentaçãopura do produto
  37. 37. Tolouse-Lautrec
  38. 38. Tolouse-Lautrec
  39. 39. Tolouse-Lautrec
  40. 40. Tolouse-Lautrec
  41. 41. Influência da gravura japonesaMovimento Ukyo-e
  42. 42. Alphonse Mucha -Art Nouveau muito presente -O espaço em branco dálugar aos arabescos decorativos florais e linhas sinuosas
  43. 43. Alphonse Mucha
  44. 44. Alphonse Mucha
  45. 45. Alphonse Mucha
  46. 46. Alphonse Mucha
  47. 47. Alphonse Mucha
  48. 48. Alphonse Mucha
  49. 49. Leopoldo Metlicovitz Uso da metáfora Visual
  50. 50. Leopoldo Metlicovitz
  51. 51. Leopoldo Metlicovitz
  52. 52. Leonetto Cappiello Milão, Itália.Paris era a capital artística do mundo, porém em outros locais da Europa foram influenciados pela produção de pôsteres,
  53. 53. Leonetto Cappiello
  54. 54. Leonetto Cappiello
  55. 55. Leonetto Cappiello
  56. 56. Leonetto Cappiello
  57. 57. Leonetto Cappiello
  58. 58. Leonetto Cappiello
  59. 59. Leonetto Cappiello
  60. 60. Leonetto Cappiello
  61. 61. Os artistas de posteresaplicaram grande liberdade estética e ousadia criativa que trazem um aspecto de inovação para as artes gráficas como um grande salto para o viria a ser o design gráfico atual.
  62. 62. Futurismo 1908 e 1910 - Estilo marcado pelos diferentes pontos de vista em movimento; - Apreço pela tecnologia;- Arquitetura do futuro, aerodinâmica, nova estética adequada à máquina;
  63. 63. O Futurismo nas Artes Gráficas Novas maneiras de olhar as palavras e usar o alfabeto como linguagem expressiva.Objetivo de quebrar a leitura horizontal da escrita comum.
  64. 64. -“Verso Livre” – a escrita irá possuir velocidade como um pintura verbal. -Equivalência sonora através de tamanhos e tipografias. Acaso.-Abolir a estrutura da linguagem escrita em favor de uma escrita visual. -Composição através das letras, vistas como desenhos, meramente imagens visuais.
  65. 65. Marinetti 1914 -Acolhia a publicidade como represetnação da modernidade. Autopropagandista. -Continuação da poesia através de outros meios.Não há hierarquia de leitura visual, nem ordem.O espaço em branco dá ênfase à leituravisual, acentua a característica estética das palavras
  66. 66. Fortunato Deperoanúncios cinéticos, sonoros e tridimensionais.
  67. 67. -Apropriação de elementos da indústria fascínio pela indústria tecnologia e modernidade.O futurismo vem para quebrar a ordem da página impressa, sem hierarquia nem importância, inovação.
  68. 68. - Declarando não válidas a gramática e a sintaxe tradicionais, Marinetti foi criador de uma poesia visual: “A literatura exaltou até hoje aimobilidade pensativa, o extase, o sono. Nós queremos exaltar o movimento agressivo, a insônia febril, o passo de corrida, o salto mortal, o bofetão e o soco.”
  69. 69. - «Abandonando a sintaxe por completo, Marinetti coloca letras, símbolos matemáticos – particularmente vectores, que indicam direções de força – palavras, abreviaturas semânticas,fragmentos de objetos e de frases numa folha de papel. A tipografia muda de forma abrupta mas contínua.
  70. 70. O autor escreve, desenha, corta e cola.O leitor já não segue um texto contínuo,escrito palavra a palavra e linha a linha. Pelo contrário, a nossa mente e os nossos olhos são inundados pordiversas peças montadas em palavras e imagens. Somos confrontados com um texto visual que abre um vasto campo de possíveis combinações e associações mentais.».

×