• Like
  • Save
Terremoto- ciclone e furacão 2011
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Terremoto- ciclone e furacão 2011

on

  • 3,908 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,908
Views on SlideShare
3,906
Embed Views
2

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 2

http://www.eb23rm.net 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Terremoto- ciclone e furacão 2011 Terremoto- ciclone e furacão 2011 Presentation Transcript

    • TERREMOTO- CICLONE- FURACÃO
    • O terremoto é um abalo violento do solo que dura de 1 a 2 minutos. O chão começa a tremer e provoca o desmoronamento de casas, os móveis caem e os vidros das janelas quebram. Em casos mais violentos os prédios desmoronam e pontes são destruídas.
    • Terremoto no Haiti
    •  
    •  
    • Terremoto no Japão
    • O terremoto no Japão aconteceu dia 11 de março de 2011 é considerado um dos maiores desastres naturais ocorridos no Japão
    •  
    • No Japão o terremoto foi seguido de uma grande tsunami.As tsunamis são ondas gigantes com grande concentração de energia, que podem ocorrer nos oceanos. Elas são provocadas por um grande deslocamento de água que ocorre após uma movimentação de placas tectônicas abaixo dos oceanos. Estes terremotos marítimos, conhecidos como maremotos, deslocam uma grande quantidade de energia formando uma ou mais ondas (tsunamis) que podem atingir as costas dos oceanos, podendo provocar catástrofes.
    •  
    • Os ciclones são fenômenos naturais que provocam ventos com velocidade superior a 200 quilômetros por hora, além de fortes chuvas, causando grandes transtornos por onde passa. São redemoinhos atmosféricos que giram em torno de um centro de baixa pressão, atingindo as regiões equatoriais e, principalmente, as tropicais.
    • Dependendo da localização e de sua intensidade, o ciclone pode receber outras nomenclaturas, como furacão, tufão, tempestade tropical, tempestade ciclônica, depressão tropical ou simplesmente ciclone. Quando esse fenômeno ocorre no oceano Atlântico, por exemplo, ele é chamado de furacão; já no oceano Pacífico, o ciclone recebe o nome de tufão.
    • Furacão
    • Os ciclones tropicais são regionalmente denominados da seguinte maneira: O termo "furacão",são nomes regionais dados a um forte ciclone tropical. Ciclone tropical se desenvolve sobre águas tropicais ou sub-tropicais.
    • Se os ventos atingem a marca de 119 km/h passam a ter a seguinte denominação regional: Furacão:Quando ocorrem no Atlântico Norte e Pacífico nordeste e Pacífico Sul. Tufão:Sistemas formados sobre o Pacífico noroeste. Ciclone Tropical Severo:Quando se formam sobre as águas do Pacífico sudoeste e sudeste do oceano Índico. Tempestade Ciclônica Severa:Para sistemas sobre o a região norte do oceano Índico. Ciclone Tropical:Na região sudoeste das águas do Índico.
    • Um ciclone raro - que se formou a cerca de mil quilômetros da costa - chegou à costa sul de Santa Catarina, a poucos quilômetros da divisa com o Rio Grande do Sul. O ciclone se espalha desde Laguna, sul de Santa Catarina, a Torres, nordeste do Rio Grande do Sul .
    • De acordo com a Rede de Estações de Climatologia Urbana de São Leopoldo, no momento em que o ciclone foi fotografado as estimativas da força do vento alcançavam até 160 km/h em alto mar.
    • Furação registrado em Chapecó