• Like
Regras FIFA
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
Uploaded on

Regras de arbitragem de futebol FIFA

Regras de arbitragem de futebol FIFA

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
9,817
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8

Actions

Shares
Downloads
235
Comments
1
Likes
5

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. http://www.lancedearbitro.blogspot.com/ REGRAS
  • 2. O Campo de Jogo Superfície de jogo As partidas poderão ser disputadas em superfícies naturais ou artificiais, conforme o regulamento. REGRA 1
  • 3. 1 O Campo de Jogo Dimensões O campo de jogo será retangular. O comprimento da linha lateral deverá ser superior ao comprimento da linha de meta. Comprimento: Largura: mínimo 90m mínima 45m máximo 120m máxima 90m REGRA
  • 4. Partidas Internacionais Comprimento: Largura: mínimo 100m mínima 64m máximo 110m máxima 75m 1 REGRA O Campo de Jogo
  • 5. Marcação do campo de jogo O campo de jogo será marcado com linhas. Elas pertencem as áreas que delimitam. As duas linhas de marcação mais compridas denominam-se linhas laterais. As duas de menor comprimento denominam-se linhas de meta. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 6. Marcação do campo de jogo Todas as linhas terão uma largura de 12cm no máximo. O campo de jogo estará dividido em duas metades por uma linha central. O centro do campo estará marcado com um ponto na metade da linha central, ao redor do qual será traçado um círculo com 9,15m. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 7. A Área de Meta A área de meta, situada em ambos os extremos do campo de jogo, será demarcada da seguinte maneira: Serão traçadas duas linhas perpendiculares à linha da meta, a 5,5m da parte interior de cada poste de meta. Essas linhas adentrarão 5,5m no campo de jogo e serão unidas por uma linha paralela a linha da meta. A área delimitada por essas linhas e a linha de meta será a área de meta. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 8. A área penal A área penal, situada em ambos os extremos do campo de jogo, será demarcada da seguinte maneira: Serão traçadas duas linhas perpendiculares à linha de meta, a 16,5m da parte interior de cada poste de meta. Essas linhas adentrarão 16,5m no campo de jogo e serão unidas por uma linha paralela a linha de meta. A área delimitada por essas linhas e a linha de meta será a área penal. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 9. A área penal Em cada área penal será marcado um ponto penal a 11m de distância do ponto médio da linha entre os postes e eqüidistantes dos mesmos. No exterior de cada área penal, também, será traçado um semicírculo com um raio de 9,15m do ponto penal. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 10. Bandeiras de canto Em cada canto será colocado um poste não pontiagudo com uma bandeirinha. A altura mínima do poste será de 1,5m. Também poderão ser colocadas bandeirinhas em cada extremo da linha central, a uma distância mínima de 1m do exterior da linha lateral. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 11. A Área de canto Será traçado um quarto de círculo com um raio de 1m de cada bandeirinha de canto ao interior do campo de jogo. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 12. As metas As metas serão colocadas no centro de cada linha de meta. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 13. As metas Consistirão em dois postes verticais, eqüidistantes das bandeiras de canto e unidos na parte superior por uma barra horizontal (travessão). O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 14. As metas A distância entre os postes será de 7,32m e a distância da borda inferior do travessão ao solo será de 2,44m. O Campo de Jogo 1 REGRA 7,32m 2,44m
  • 15. Segurança Os postes deverão estar fixados firmemente no solo. Poderão ser utilizadas metas móveis somente em cumprimento a esta exigência. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 16. O Campo de Jogo REGRA linha de meta 1 Campo de jogo área de meta ponto penal semi círculo penal linha meio de campo círculo central ponto central área final linha de meta marca opcional poste de bandeirinha (opcional) poste de bandeirinha de canto (obrigatório) linha lateral arco de circunferência de canto linha lateral
  • 17. Poste da bandeira do canto O Campo de Jogo 1 REGRA Bandeira não inferior a 1,5m de altura, com poste não pontiagudo. Linhas com largura máxima de 12cm. Arco de circunferência de canto. O poste da bandeirinha de canto é obrigatório.
  • 18. O Campo de Jogo REGRA 1 Poste da bandeira do canto O Campo de Jogo REGRA Largura: máximo 90m 1 Medidas métricas Raio 9,15m 7,32m 9,15m Comprimento máximo 120m mínimo 90m Largura: mínimo 45m 9,15m 16,5m 11m 5,5m 16,5m 1m de raio 5,5m
  • 19. O Campo de Jogo REGRA 1 Poste da bandeira do canto O Campo de Jogo REGRA Largura: máximo 100 jardas 1 Medidas em jardas Raio 10 jardas 8 jardas 10 jardas Comprimento máximo 130 jardas mínimo 100 jardas Largura: mínimo 50 jardas 10 jardas 18 jardas 12 jardas 6 jardas 18 jardas 1 jarda de raio 6 jardas
  • 20. Decisões do International F.A. Board Decisão 1 Se o travessão se romper ou sair do lugar, o jogo será interrompido até que ele seja reparado ou que outro seja colocado em seu lugar. Se o travessão não puder ser reparado, a partida será suspensa. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 21. Decisões do International F.A. Board Decisão 1 Não será permitido o emprego de uma corda como substituta do travessão. Se ele puder ser reparado, a partida será reiniciada com um bola ao chão no lugar onde se encontrava a bola quando se interrompeu o jogo* (ver circunstâncias especiais da Regra 8). O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 22. Decisões do International F.A. Board Decisão 2 Os postes e os travessões deverão ser de madeira, metal ou outro material aprovado. Eles podem ter forma quadrada, retangular, redonda ou elíptica, não devendo constituir nenhum perigo para os jogadores. O International Artifi cial Turf Standard, a menos que a FIFA conceda uma autorização especial. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 23. Decisões do International F.A. Board Decisão 3 É proibido todo tipo de publicidade comercial – quer seja real ou virtual – no campo de jogo e nas instalações do mesmo (incluídas as redes e as áreas que as delimitam) desde o momento em que as equipes entram no campo de jogo até o momento em que saem no intervalo e, desde o momento em que voltam a entrar no campo até o término da partida. Particularmente, proíbe-se o uso de qualquer tipo de publicidade nas metas, redes, postes de canto e nas próprias bandeirinhas. Não serão colocados equipamentos estranhos ao jogo (câmeras, microfones, etc.) nestes utensílios. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 24. Decisões do International F.A. Board Decisão 4 Não poderá haver nenhuma publicidade na área técnica ou no solo, a um metro da linha lateral até o exterior do campo de jogo. Além disso, não será permitida publicidade na área situada entre a linha de meta e as redes da meta. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 25. Decisões do International F.A. Board Decisão 5 Está proibida a reprodução real ou virtual de logotipos ou emblemas representativos da FIFA, Confederações, Associações Nacionais, Ligas, Clubes e outras organizações no campo de jogo ou nas instalações do mesmo (incluídas as redes de meta e as áreas que o delimitam) durante o tempo de jogo, tal como estipula a decisão 3. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 26. Decisões do International F.A. Board Decisão 6 Poderá ser feita uma marca fora do campo de jogo, a 9,15m do quarto de círculo e perpendicular à linha de meta, para marcar a distância que deverá ser observada na execução de um tiro de canto. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 27. Decisões do International F.A. Board Decisão 7 Quando forem utilizadas superfícies artificiais em partidas de competição entre equipes representativas de associações filiadas à FIFA ou em partidas internacionais de competições de clubes, a superfície deve cumprir os requesitos do conceito de qualidade para grama artificial da FIFA o Internation Artificial Turf Standard, a menos que a FIFA conceda uma autorização especial. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 28. Decisões do International F.A. Board Decisão 8 A área técnica deve cumprir os requesitos aprovados pelo International F.A. Board descritos nesta publicação. O Campo de Jogo 1 REGRA
  • 29. A BOLA Propriedades e medidas A bola: • será esférica; • será de couro ou outro material aprovado; • terá uma circunferência não superior a 70 cm e não inferior a 68 cm; • terá um peso não superior a 450 g e não inferior a 410 g no começo da partida; • terá uma pressão equivalente a 0,6 – 1,1 atmosferas (600 - 1100 g/cm2) ao nível do mar. REGRA 2 Decisões do International F.A. Board
  • 30. A BOLA REGRA REGRA 2 Decisões do International F.A. Board Decisão 1 Em partidas de competições será permitido somente o uso de bolas que correspondam às especificações técnicas mínimas estipuladas na Regra 2. Nas partidas de competições da FIFA e em partidas de competições sob a jurisdição das confederações, a aprovação do uso de uma bola estará sujeita a que a bola tenha uma das três denominações seguintes: • logotipo oficial “FIFA APROVED” ou; • logotipo oficial “FIFA INSPECTED” ou; • a referência “INTERNATIONAL MATCHBALL STANDARD”.
  • 31. Decisões do International F.A. Board Decisão 1 Essas denominações servirão para indicar que a bola foi devidamente aprovada e cumpre às especificações técnicas, diferentes para cada categoria e adicionais às especificações mínimas estipuladas na Regra 2. A lista dessas especificações adicionais, características de cada uma das categorias, deverá ser aprovada pelo International F.A. Board. Os institutos que serão responsáveis pelo controle de qualidade serão selecionados pela FIFA. As competições de Associações Nacionais poderão exigir o uso de bolas que levem uma das três denominações mencionadas. Em todas as demais partidas, a bola deverá cumprir as exigências da Regra 2. A Bola REGRA 2
  • 32. A BOLA Substituição de uma bola defeituosa Se a bola estoura ou se danifica durante a partida: • o jogo será interrompido; • o jogo será reiniciado por meio de bola ao chão, executado com uma nova bola no lugar onde a primeira se danificou* (ver circunstâncias especiais da Regra 8); Se a bola estoura ou se danifica em um momento em que não está em jogo (tiro inicial, tiro de meta, tiro de canto, tiro livre, tiro penal ou arremesso lateral): • a partida será reiniciada conforme as Regras. A bola não poderá ser trocada durante a partida sem a autorização do árbitro. REGRA 2
  • 33. Decisões do International F.A. Board Decisão2 Nas partidas de competições da FIFA, sob jurisdição das Confederações e Associações Nacionais, está proibida toda classe de publicidade comercial na bola, com exceção do emblema da competição, do organizador da competição e a marca autorizada do fabricante. O regulamento da competição pode restringir o tamanho e a quantidade destas marcas. A Bola REGRA 2
  • 34. O número de jogadores Jogadores A partida será jogada por duas equipes formadas no máximo de 11 (onze) jogadores cada uma, dos quais um jogará como goleiro. A partida não será iniciada se uma das equipes tiver menos de 7 (sete) jogadores. REGRA 3
  • 35. O número de jogadores Competições oficiais Poderão ser realizadas no máximo 3 (três) substituições por equipe nas partidas oficiais jogadas sob jurisdição da FIFA, Confederações ou Associações Nacionais. O regulamento da competição deverá estipular quantos substitutos poderão ser designados, de 3 (três) até o máximo de 7 (sete). REGRA 3
  • 36. O número de jogadores REGRA 3 Outras partidas Em partidas de SELEÇÕES NACIONAIS “A” poderão ser realizadas no máximo 6 (seis) substituições por equipe. Em outras partidas, poderá ser realizado um número maior de substituições, sempre que: • as equipes cheguem a um acordo sobre o número máximo; • o árbitro seja informado antes do início da partida. Caso o árbitro não seja informado, ou as equipes não cheguem a um acordo antes do início da partida, poderão ser realizadas no máximo 6 (seis) substituições por equipe.
  • 37. O número de jogadores REGRA REGRA 3 Todas as partidas Em todas as partidas, os nomes dos substitutos deverão ser comunicados ao árbitro antes do começo do jogo. Os substitutos que não tenham sido designados desta maneira, não poderão participar da partida.
  • 38. Procedimento de substituição Para substituir um jogador por um substituto deverá ser observado o seguinte procedimento: • o árbitro deverá ser informado da substituição proposta antes de ela ser efetuada; • o substituto não poderá entrar no campo de jogo, até que o jogador que deverá ser substituído tenha abandonado o campo, além de receber a autorização do árbitro; • o substituto entrará no campo de jogo unicamente pela linha central e durante uma interrupção do jogo; O número de jogadores REGRA 3
  • 39. Procedimento de substituição • uma substituição será consumada quando o substituto entrar no campo de jogo; • a partir deste momento, o substituto se tornará jogador, e o substituído deixará de sê-lo; • um jogador que tenha sido substituído não poderá participar mais da partida; • todos os substitutos estão submetidos à autoridade e jurisdição do árbitro, sejam chamados ou não a participarem do jogo. O número de jogadores REGRA 3
  • 40.
    • Troca de goleiro
    • Qualquer jogador poderá trocar de posição com o goleiro, desde que:
    • o árbitro tenha sido informado previamente;
    • a troca seja efetuada durante uma interrupção do jogo.
    O número de jogadores REGRA 3
  • 41.
    • Infrações e punições
    • Se um substituto entrar no campo de jogo sem a autorização do árbitro:
    • o jogo será interrompido;
    • o substituto receberá como punição o cartão
    • amarelo e receberá a ordem para que se retire
    • do campo de jogo;
    • o jogo será reiniciado com um tiro livre indireto,
    • em favor da equipe adversária do substituto, no
    • lugar onde a bola se encontrava quando a partida
    • foi interrompida* (ver circunstâncias especiais
    • da Regra 8).
    O número de jogadores REGRA 3
  • 42.
    • Infrações e punições
    • Se um jogador trocar de posição com o goleiro
    • sem a autorização prévia do árbitro:
    • a partida não será paralisada;
    • os jogadores envolvidos serão punidos com
    • o cartão amarelo imediatamente após a próxima interrupção do jogo.
    • Por qualquer outra infração a esta Regra:
    • os jogadores serão punidos com cartão
    • amarelo.
    O número de jogadores REGRA 3
  • 43.
    • Reinicio do jogo
    • Se o árbitro interromper o jogo para aplicar
    • uma advertência:
    • a partida será reiniciada por meio de um tiro livre indireto executado por um jogador da equipe adversária no lugar onde a bola se encontrava no momento em que se
    • Interrompeu o jogo* (ver circunstâncias especiais da Regra 8).
    O número de jogadores REGRA 3
  • 44. Jogadores e Substitutos expulsos Um jogador expulso antes do tiro inicial somente poderá ser substituído por um dos substitutos designados. Um substituto designado, expulso antes do tiro inicial ou depois do começo da partida, não poderá ser substituído. O número de jogadores REGRA 3
  • 45. Decisões do International F.A.Board Decisão 1 Sujeito às disposições básicas da Regra 3, o número mínimo de jogadores em uma equipe fica a critério das Associações Nacionais. Não obstante, o Board entende que um jogo não deverá continuar se tiver menos de 7 (sete) jogadores em uma das equipes. O número de jogadores REGRA 3
  • 46. Decisões do International F.A.Board Decisão 2 Um membro da comissão técnica poderá passar instruções táticas aos jogadores durante a partida. Após fazê-las, ele deverá voltar ao seu lugar. Os membros da comissão técnica deverão permanecer dentro dos limites da área técnica, nos lugares onde ela exista, e deverão comportar-se de forma correta. O número de jogadores REGRA 3
  • 47. O equipamento dos jogadores Segurança Os jogadores não utilizarão nenhum equipamento nem levarão nenhum objeto que seja perigoso para eles mesmos ou para os demais jogadores (incluindo qualquer tipo de jóias). REGRA 4
  • 48. O equipamento dos jogadores Equipamento básico O equipamento básico obrigatório de um jogador compreende as seguintes peças separadas: • agasalho ou camisa; • calções – caso sejam usados calções térmicos, eles deverão ter a cor principal dos calções do uniforme; • meias; • caneleiras; • calçado. REGRA 4
  • 49. O equipamento dos jogadores
    • Caneleiras
    • • deverão estar cobertas completamente pelas meias;
    • • deverão ser de um material apropriado
    • (borracha, plástico ou material similar);
    • • deverão oferecer uma proteção adequada.
    • Goleiros
    • cada goleiro vestirá cores que o diferencie
    • dos demais jogadores, do árbitro e dos árbitros assistentes.
    REGRA 4
  • 50. O equipamento dos jogadores Infrações/Punições Em caso de qualquer infração a esta Regra: • não será necessário interromper o jogo; • o árbitro ordenará ao jogador infrator que abandone o campo de jogo para que ponha em ordem seu equipamento; REGRA 4
  • 51. O equipamento dos jogadores Infrações/Punições • todo jogador que abandone o campo de jogo para pôr em ordem seu equipamento não poderá retornar ao campo de jogo sem a autorização do árbitro; • o árbitro verificará se o equipamento do jogador está em ordem antes de permitir que ele reingresse ao campo de jogo; REGRA 4
  • 52. O equipamento dos jogadores Infrações/Punições • o jogador só poderá reingressar ao campo de jogo quando a bola não estiver em jogo. Um jogador que tenha sido obrigado a deixar o campo de jogo por infração a esta regra e que entra (ou retorna) ao campo de jogo sem autorização do árbitro será advertido e receberá o cartão amarelo. REGRA 4
  • 53. O equipamento dos jogadores Reinício do jogo Se o árbitro interromper o jogo para advertir o infrator: • o jogo será reiniciado por meio de um tiro livre indireto executado por um jogador da equipe adversária no lugar onde a bola se encontrava quando o árbitro interrompeu a partida* (ver circunstâncias especiais da Regra 8). REGRA 4
  • 54. O equipamento dos jogadores Decisões do International F.A.Board Decisão 1 • Os jogadores não podem mostrar camisas por baixo do uniforme com mensagens ou publicidades. • Os organizadores da competição punirão aqueles jogadores que levantarem sua camisa para mostrar mensagens ou publicidades. • As camisas deverão ter mangas. REGRA 4
  • 55. Reg r a 5 – O Á rbitro
  • 56. Temas
    • Poderes e de v eres
    • A vantagem
    • J o gadores les ionados
    • M ais de u m a infra ção a o m e smo tempo
    • Infra ções (menores) s em import â ncia
  • 57. Poderes e de v eres
    • O árbitro:
      • f ará cump r ir as Reg r as d o J o go
      • controlará a partid a e m co laboração com os árbitros as s istentes e , sempre que necessário , co m o q uarto árbitro
      • garantirá que a s b olas utilizad a s corresponda m às exig ê ncias da Reg r a 2
      • garantirá que o equipamento dos j o gadores cump r a as exig ê cias da Reg r a 4
      • atuará como cronometrador e tomará nota dos incidentes na partid a
      • interr o mp e rá, suspenderá o u finalizará a partid a q uando ju l gue oportuno, no caso de serem contidas infrações à s Reg r as d o J o go
      • interr o mp e rá, suspenderá o u finalizará a partid a por q ualquer tipo de interfer ê ncia externa
      • ... contin ua
  • 58. Poderes e deveres
    • O árbitro:
      • interromperá o jogo se achar que algum jogador tenha sofrido uma lesão grave e se encarregará de que seja transportado para fora do campo de jogo. Um jogador lesionado, que tenha tido que abandonar o campo de jogo, só poderá retornar ao campo depois de que a partida tenha reiniciado.
      • permitirá que o jogo continue até que a bola esteja fora do jogo se julgar que um jogador esteja levemente lesionado
      • garantirá que todo o jogador que sofra um sangramento saia do campo de jogo. O jogador só poderá reingressar depois do sinal do árbitro, que se certificará de que o ferimento tenha parado de sangrar
      • ... continua
  • 59. Poderes e de v eres
    • O árbitro:
      • permitirá que o j o go contin ue s e a equip e contra a q ual se tenha cometido u m a infra ção se benefici e de u m a v a nta gem , e sancionará a infra ção cometida inicialmente s e a v antagem prevista n ã o sobrevenha ne s se momento
      • castigará a infra ção mais grave q uando u m j o gador comete r m ais de u m a infra ção a o m e smo tempo 
      • tomará medidas disciplinar e s contra j o gadores que comete m infra ções que mereçam advertência o u expuls ão . N ã o está ob r igado a tomar medidas imediatamente, mas de v erá fazê-lo apenas quando a partida for paralisada
      • tomará medidas contra a equipe técnica das equip e s que n ã o se comporte m de forma correta e pod e rá, s e ju lgar neces sá rio, expuls á-los do campo de jogo e de seus arredores
      • ... contin u a
  • 60. Poderes e de v eres
    • O árbitro:
      • atuará conforme as indica ções de s e us árbitros a ssitentes e m rela ção aos incidentes que n ã o tenha conseguido observar
      • n ã o permitirá que pe s soas n ã o autorizadas entre m no campo de j o go
      • Re iniciará o j o go depois de uma interrup ção temporária
      • R em e t e rá às autoridades competentes um relatório d a partid a , co m da d os sobre todas as medidas disciplinar e s tomadas contra j o gadores o u funcion á rios oficia is d a s equip e s e sobre q ualquer o u tro incidente que tenha oc o rrido antes, durante e dep ois da partid a
  • 61. A vantagem
    • O árbitro permitirá que o j o go conti nue s e a equip e contra a qual uma infração tenha sido cometida se benefici e de u m a v antagem .
    • O árbitro sancionará a infra ção cometida inicialmente s e a v antagem prevista n ã o sobreven ha n e s se momento.
  • 62.
    • A decisão de castigar a infração inicial deve ser tomada nos próximos segundos .
    • Ao aplicar a vantagem, o árbitro levará em consideração o lugar onde a infração foi cometida : q uanto mais próxima da meta adversária, poderá ter mais efeito .
    • Se a infração merecer uma advertência, esta poderá ser marcada na próxima interrupção . Não obstante, a menos que exista uma vantagem clara, recomenda-se segurar o jogo e advetir ao jogado r.
    A vantagem
    • S e a infra ção merece r u m a expuls ão , paralise o jogo e expulse o jogador, a menos que haja uma oportunidade posterior de marcar um gol .
  • 63.
    • Se o zagueiro cometer uma falta, espere a possibilidade de uma vantagem .
    A vantagem
    • S e o atacante comete r u m a falta, marque a falta , a menos que ha j a u m ataque prom issor claro.
  • 64. Jogadores lesionados
    • O árbitro deverá se atentar às seguintes instruções, caso um jogador se lesione :
      • Permitirá continuar jogando até que a bola esteja fora de jogo se, em sua opinião, a lesão for leve
      • Deterá o jogo se, em sua opinião, a lesão for grave
      • Depois de consultar-se com o jogador lesionado, o árbitro autorizará os médicos a entrarem no campo de jogo, para avaliar o tipo de lesão e organizar a remoção segura e rápida do jogador para fora do campo
      • ... continua
  • 65. Jogadores lesionados
      • O s maqueiros entrar ão no campo de jogo ao mesmo tempo que os médicos para acelerar a remoção d o j o gador
      • O árbitro garantirá que o j o gador lesionado se j a tra nsportado co m segur ança e rapid e z para f o ra do campo
      • N ã o é permitido tratar do j o gador e m campo
      • ...contin u a
  • 66.
      • Todo jogador com ferimento sangrando abandonará o campo e não poderá retornar até que o árbitro considere que a ferida tenha parado de sangrar.
      • Um jogador não pode utilizar roupa manchada de sangue
      • É autorizada apenas a entrada de médicos em campo de jogo; o jogador deverá abandonar o campo na maca ou andando. Se não cumprir esta regra, será advertido por conduta anti-desportiva
      • Um jogador lesionado, que teve que abandonar o campo de jogo, só poderá retornar ao mesmo depois que a partida já tiver sido reiniciada
      • … continua
    Jogadores lesionados
  • 67.
      • Quando a bola estiver em jogo, o jogador lesionado poderá ingressar novamente no campo de jogo, mas somente pela linha lateral. Quando a bola estiver fora de jogo, poderá entrar em campo por qualquer linha de demarcação
      • Somente o árbitro está autorizado a permitir que um jogador lesionado volte a entrar em campo, independente da bola estar ou não em jogo
      • Se o jogo não tiver sido interrompido por qualquer outro motivo, ou se a lesão sofrida pelo jogador não for produto de uma infração das Regras do Jogo, o árbitro reiniciará o jogo com bola ao chão
      • O árbitro compensará, ao final de cada tempo, todo o tempo perdido pelas lesões
      • ...continua
    Jogadores lesionados
  • 68.
    • As exceções a este procedimento se darão somente em caso de:
      • Lesão do goleiro
      • Quando o goleiro e um jogador de campo se chocam e requerem atenção imediata
      • Quando ocorre uma lesão grave, por exemplo, engolir a língua, comoção cerebral, fratura de perna, etc.
    Jogadores lesionados
  • 69. Mais de uma infração ao mesmo tempo
    • Cometidas pelo mesmo jogador
      • O árbitro castigará a infração mais grave quando um jogador cometer mais de uma infração ao mesmo tempo.
      • O jogo deverá ser reiniciado com um tiro livre ou tiro penal.
    • Cometidas por dois jogadores da mesma equipe
      • O árbitro castigará a infração mais grave quando dois jogadores cometerem mais de uma infração ao mesmo tempo.
      • O jogo deverá ser reiniciado de acordo com as infrações cometidas.
    • Cometidas por jogadores de diferentes equipes
      • O árbitro paralisará o jogo e o reiniciará com uma bola ao chão no lugar onde a mesma estava*
  • 70. Infrações sem importância (menores)
    • A finalidade das Regras do Jogo é que as partidas se desenvolvam com o menor número possível de interferências.
    • A ação de apitar constantemente para marcar infrações menores ou duvidosas pode causar um ambiente adverso e fazer que os jogadores e espectadores percam a paciência
  • 71. Regra 6
    • Os Árbitros Assistentes
  • 72. DEVERES Serão designados dois árbitros assistentes que terão, sem prejuízo da decisão do árbitro, a missão de indicar:
  • 73. Se a bola ultrapassou totalmente os limites do campo de jogo (linhas laterais e linhas de fundo);
  • 74. Qual equipe deverá executar o tiro de canto, tiro de meta ou arremesso lateral;
  • 75. Quando um jogador deverá ser "punido" por estar em posição de impedimento;
  • 76. Quando se solicita uma substituição;
  • 77. Quando ocorre alguma falta ou outro incidente fora do campo visual do árbitro;
  • 78. Quando forem cometidas infrações mais próximas do assistente que do árbitro, particularmente se ocorrerem dentro da área penal;
  • 79. Quando da cobrança dos tiros penais, o goleiro se adianta antes da bola ser chutada, nos casos em que a bola ultrapasse a linha, e
  • 80. Quando da cobrança dos tiros penais, a bola ultrapassa completamente a linha de fundo.
  • 81. SINAIS DOS ÁRBITROS ASSISTENTES: Substituição Arremesso lateral Impedimento Impedimento próximo ao assistente Impedimento próximo ao centro do campo Impedimento próximo a lateral oposta do assistente
  • 82. ÁRBITROS ASSISTENTES TRABALHO EM CONJUNTO COM O ÁRBITRO AUXÍLIO NO CONTROLE DA DISTÂNCIA DE 9,15 m INTERVENÇÃO INDEVIDA OU CONDUTA INCORRETA ÁRBITRO ENVIARÁ UM RELATÓRIO ÀS AUTORIDADES COMPETENTES
  • 83. A duração da partida Tempos de jogo A partida durará 2 (dois) tempos iguais de 45 (quarenta e cinco) minutos cada um, exceto se, por acordo mútuo entre o árbitro e as duas equipes participantes seja decidido outra coisa. Todo acordo para alterar os tempos, por exemplo, reduzir cada tempo para 40 (quarenta) minutos devido à luz insuficiente, deverá ser firmado antes do início da partida e conforme o regulamento da competição. REGRA 7
  • 84. A duração da partida Intervalo do meio tempo • Os jogadores têm direito a um intervalo no meio tempo; • O intervalo do meio tempo não deverá exceder a 15 minutos; • O regulamento da competição deverá estipular claramente a duração de intervalo do meio tempo; • A duração do intervalo de meio tempo poderá ser alterada unicamente com o consentimento do árbitro. REGRA 7
  • 85. A duração da partida Recuperação de tempo perdido Cada período deverá ser prolongado para recuperar todo o tempo perdido por: • substituições; • avaliação da lesão de jogadores; • transporte dos jogadores lesionados para fora do campo de jogo para serem atendidos; • perda de tempo; • qualquer outro motivo. A recuperação do tempo perdido ficará a critério do árbitro. REGRA 7
  • 86. A duração da partida Tiro penal Um tempo adicional será concedido para a execução ou repetição de um tiro penal, ao final de cada período de jogo ou prorrogação. REGRA 7
  • 87. A duração da partida Partida suspensa Voltar-se-á a jogar toda partida suspensa definitivamente, a menos que o regulamento estipule outro procedimento. REGRA 7
  • 88. O início e o Reinício do jogo Introdução • será lançada uma moeda e a equipe que ganhar o sorteio decidirá a direção que atacará no primeiro tempo da partida... REGRA 8
  • 89. O início e o Reinício do jogo • a outra equipe executará o tiro de saída para iniciar a partida; • a equipe que ganhar o sorteio executará o tiro de saída para iniciar o segundo tempo; • no segundo tempo da partida, as equipes trocarão de metade de campo e atacarão em direção oposta. REGRA 8
  • 90. O início e o Reinício do jogo Tiro de saída O tiro de saída é uma forma de iniciar ou reiniciar o jogo: • no começo da partida; • após ter sido marcado um gol; • no começo do segundo tempo da partida; • no começo de cada tempo da prorrogação, caso ela ocorra. REGRA 8
  • 91. O início e o Reinício do jogo Procedimentos • todos os jogadores deverão encontrar-se em seu próprio campo; • os jogadores da equipe adversária àquela que executará o tiro de saída deverão encontrar-se no mínimo a 9,15m da bola, até que ela esteja em jogo; • a bola estará imóvel no ponto central; REGRA 8
  • 92. O início e o Reinício do jogo Procedimentos • o árbitro dará o sinal; • a bola entrará em jogo no momento em que for chutada e se mover para frente; • o executor do tiro não poderá tocar a bola pela segunda vez antes que ela seja tocada por outro jogador; • após uma equipe marcar um gol, a equipe adversária executará o tiro de saída. REGRA 8
  • 93. O início e o Reinício do jogo
    • Infrações/Punições
    • Se o executor do tiro de saída tocar a bola pela segunda vez antes que ela seja tocada por outro jogador:
    • será concedido um tiro livre indireto à equipe adversária, que será executado no lugar onde se cometeu a infração* (ver circ. especiais da Regra 8).
    • Por qualquer outra infração ao procedimento do tiro de saída:
    • o tiro de saída será repetido.
    REGRA 8
  • 94. O início e o Reinício do jogo Bola ao chão O bola ao chão é uma forma de reiniciar o jogo depois de uma interrupção temporária, quando a bola estava em jogo, por causa de qualquer incidente não previsto nas Regras de Jogo. Procedimento O árbitro soltará a bola no lugar onde ela se encontrava quando a partida foi interrompida* (ver circunstâncias especiais da Regra 8). O jogo será considerado reiniciado quando a bola tocar o solo. REGRA 8
  • 95. O início e o Reinício do jogo Infrações/Punições O bola ao chão será novamente executado: • se a bola for tocada por um jogador antes de tocar o chão; • se a bola sair do campo de jogo depois de tocar o chão, sem ter sido tocada por nenhum jogador. REGRA 8
  • 96. O início e o Reinício do jogo Circunstâncias Especiais • um tiro livre concedido à equipe defensora em sua área de meta poderá ser executado em qualquer parte dessa área; • um tiro livre indireto concedido à equipe atacante na área de meta adversária será executado na linha da área de meta paralela à linha de meta, no ponto mais próximo do lugar onde ocorreu a infração; • um bola ao chão para reiniciar a partida, após o jogo ter sido interrompido temporariamente dentro da área de meta, será executado na linha da área de meta paralela à linha de meta, no ponto mais próximo do lugar onde se encontrava a bola quando o jogo foi interrompido. REGRA 8
  • 97. A bola em jogo ou fora de jogo A bola fora de jogo A bola estará fora de jogo quando: • tiver ultrapassado completamente a linha lateral ou a linha de meta, seja por terra ou pelo ar; • o árbitro tiver interrompido o jogo. REGRA 9
  • 98. A bola em jogo ou fora de jogo A bola em jogo A bola estará em jogo em todos os outros momentos, inclusive se: • rebater nas traves, travessão ou bandeirinha de canto e permanecer no campo de jogo; • rebater no árbitro ou em um árbitro assistente localizado dentro do campo de jogo. REGRA 9
  • 99. A bola em jogo ou fora de jogo REGRA 9 Toda bola que rebota da bandeirinha de canto, poste de meta ou travessão ao terreno de jogo está em jogo. Bola em jogo Bola fora de jogo Bola em jogo Bola em jogo Bola em jogo
  • 100. O gol marcado Gol marcado Um gol será marcado quando a bola ultrapassar totalmente a linha de meta entre os postes e por baixo do travessão, desde que a equipe em favor da qual o gol foi marcado não tenha cometido previamente alguma infração às Regras do Jogo. REGRA 10
  • 101. O gol marcado Equipe vencedora A equipe que marcar o maior número de gols durante a partida, será vencedora. Se ambas as equipes marcarem o mesmo número de gols ou não marcarem nenhum gol, a partida terminará empatada. REGRA 10
  • 102. O gol marcado Regulamento de competição Se o regulamento da competição estabelecer que deve haver uma equipe vencedora depois de uma partida ou de jogos eliminatórios que terminem empatados, somente os seguintes procedimentos são aprovados pelo International F.A. Board: • regra de gols marcados fora de casa; • prorrogação; • tiros do ponto penal. • encontrar-se na mesma linha que os dois últimos adversários. REGRA 10
  • 103. O gol marcado Decisões do International F.A.Board Decisão 1 Para determinar o vencedor de uma partida, o regulamento da competição deverá prever somente os procedimentos aprovados pelo International F.A. Board descritos nesta publicação. REGRA 10 Não é gol Não é gol Não é gol Gol
  • 104. Posição de impedimento O fato de estar em posição de impedimento não constitui uma infração. Um jogador ESTARÁ em posição de impedimento se: • encontrar-se mais próximo da linha de meta adversária que a bola e o penúltimo adversário. O impedimento Regra 11
  • 105. Um jogador NÃO ESTARÁ em posição de impedimento se: • encontrar-se em sua própria metade de campo; • encontrar-se na mesma linha que o penúltimo adversário; • encontrar-se na mesma que os dois últimos adversários O impedimento Regra 11
  • 106. Infração Um jogador será punido por estar em posição de impedimento, somente se no momento em que a bola for tocada ou jogada por um de seus companheiros, encontrar-se, na opinião do árbitro, envolvido em jogo ativo: • interferindo no jogo; • interferindo em um adversário; • ganhando vantagem por estar naquela posição . O impedimento Regra 11
  • 107. O impedimento Regra 11 Não é infração Não existirá infração de impedimento se o jogador receber a bola diretamente de: • um tiro de meta; • um arremesso lateral; • um tiro de canto.
  • 108. Infrações e punições Por qualquer infração de impedimento, o árbitro deverá marcar um tiro livre indireto à equipe adversária, que será executado no lugar onde se cometeu a infração* (ver circunstâncias especiais da Regra 8). O impedimento Regra 11
  • 109. Decisões do International F. A. Board Decisão 1 A definição de posição de impedimento, “mais próximo da linha de meta adversária”, significa que qualquer parte da cabeça, corpo ou pés encontra-se mais próxima da linha de meta adversária do que a bola e o penúltimo adversário. Os braços não estão incluídos nessa definição. O impedimento Regra 11
  • 110. Decisões do International F. A. Board Decisão 1 A definição de posição de impedimento, “mais próximo da linha de meta adversária”, significa que qualquer parte da cabeça, corpo ou pés encontra-se mais próxima da linha de meta adversária do que a bola e o penúltimo adversário. Os braços não estão incluídos nessa definição. O impedimento Regra 11
  • 111. O impedimento Regra 11 Decisões do International F. A. Board Decisão 2 A definição dos elementos que determinam estar “envolvido em jogo ativo” são os seguintes:
  • 112. O impedimento Regra 11 • interferindo no jogo, significa jogar ou tocar a bola que foi passada ou tocada por um companheiro;
  • 113. O impedimento Regra 11 • interferindo em um adversário, significa impedi-lo de jogar ou poder jogar a bola, obstruindo claramente seu campo visual ou atrapalhando seus movimentos, através de gestos ou ações que, na opinião do árbitro, enganem ou distraiam o adversário;
  • 114. O impedimento Regra 11 • ganhando vantagem por estar naquela posição, significa jogar a bola que rebate no poste, travessão, ou adversário depois de ter estado em uma posição de impedimento.
  • 115. As faltas e incorreções serão punidas da seguinte maneira: Tiro livre direto: Será concedido um tiro livre direto à equipe adversária se um jogador cometer uma das seguintes 6 (seis) faltas de maneira que o árbitro considere imprudente, temerária ou com o uso de força excessiva: As faltas e incorreções Regra 12
  • 116. As faltas e incorreções serão punidas da seguinte maneira: Tiro livre direto 1ª) dar ou tentar dar um pontapé em um adversário; 2ª) passar ou tentar passar uma rasteira em um adversário; As faltas e incorreções Regra 12
  • 117. As faltas e incorreções Regra 12 3ª) saltar sobre um adversário; 4ª) trancar um adversário; 5ª) agredir ou tentar agredir um adversário; 6ª) empurrar um adversário;
  • 118. As faltas e incorreções Regra 12 Também será concedido um tiro livre direto à equipe adversária, se um jogador cometer uma das seguintes 4 (quatro) faltas:
  • 119. As faltas e incorreções serão punidas da seguinte maneira: Tiro livre direto: 1ª) dar uma entrada (carrinho) em um adversário para ganhar a bola, tocando-o antes que a bola; 2ª) agarrar um adversário; As faltas e incorreções Regra 12
  • 120. As faltas e incorreções serão punidas da seguinte maneira: Tiro livre direto: 3ª) cuspir em um adversário; 4ª) tocar a bola com as mãos intencionalmente (exceto o goleiro dentro de sua própria área penal). O tiro livre direto será executado no lugar onde se cometeu a falta* (ver circunstâncias especiais da Regra 8). As faltas e incorreções Regra 12
  • 121. As faltas e incorreções Regra 12 Tiro penal Será concedido um tiro penal se um jogador cometer uma das 10 (dez) infrações mencionadas dentro de sua própria área penal, independentemente da posição da bola e sempre que ela esteja em jogo.
  • 122. Tiro livre indireto Será concedido um tiro livre indireto à equipe adversária se o goleiro cometer uma das seguintes 4 (quatro) infrações dentro de sua própria área penal: 1ª) demorar mais de 6 (seis) segundos para pôr a bola em disputa, depois de havê-la controlado com suas mãos; Regra 12 As faltas e incorreções
  • 123. Tiro livre indireto 2ª) voltar a tocar a bola com as mãos, depois de havê-la colocado em disputa, antes que qualquer outro jogador a tenha tocado; 3ª) tocar a bola com as mãos, após ela ter sido intencionalmente chutada por um jogador de sua equipe; 4ª) tocar a bola com as mãos, depois de tê-la recebido diretamente de um arremesso lateral executado por um companheiro. As faltas e incorreções Regra 12
  • 124. As faltas e incorreções Regra 12 Tiro livre indireto: Um tiro livre indireto também será concedido à equipe adversária se um jogador, na opinião do árbitro: • jogar de forma perigosa; • impedir o avanço de um adversário;
  • 125. As faltas e incorreções Regra 12 Tiro livre indireto: • impedir que o goleiro possa soltar a bola com as mãos; • cometer qualquer outra infração que não tenha sido anteriormente mencionada na regra 12, pela qual o jogo seja interrompido para advertir ou expulsar um jogador.
  • 126. Tiro livre indireto: O tiro livre indireto será executado no lugar onde se cometeu a infração* (ver circunstâncias especiais da Regra 8). As faltas e incorreções Regra 12
  • 127. As faltas e incorreções Regra 12 Punições disciplinares Poderão ser mostrados cartão amarelo ou vermelho aos jogadores, substitutos ou jogadores substituídos. O árbitro tem autoridade para tomar medidas disciplinares, a partir do momento que entra no campo de jogo, até que o abandone, após o apito final.
  • 128. As faltas e incorreções Regra 12 Infrações puníveis com uma advertência Um jogador será advertido e receberá o cartão amarelo se cometer uma das seguintes 7 (sete) infrações: 1ª) for culpado de conduta antidesportiva; 2ª) desaprovar com palavras ou ações as decisões do árbitro; 3ª) infringir persistentemente as Regras do Jogo;
  • 129. As faltas e incorreções Regra 12 Infrações puníveis com uma advertência 4ª) retardar o reinício do jogo; 5ª) não respeitar a distância regulamentar em um tiro de canto, tiro livre ou arremesso lateral;
  • 130. As faltas e incorreções Regra 12 Infrações puníveis com uma advertência 6ª) entrar ou voltar a entrar no campo de jogo sem a autorização do árbitro; 7ª) abandonar deliberadamente o campo de jogo sem a autorização do árbitro.
  • 131. As faltas e incorreções Regra 12 Infrações puníveis com uma advertência Um jogador substituto ou substituído será advertido e receberá o cartão amarelo se cometer uma das seguintes 3 (três) infrações: 1ª) for culpado de conduta antidesportiva; 2ª) desaprovar com palavras ou ações as decisões do árbitro; 3ª) retardar o reinício de jogo.
  • 132. As faltas e incorreções Regra 12 Infrações puníveis com uma expulsão Um jogador, um substituto ou um substituído será expulso e receberá o cartão vermelho se cometer uma das seguintes 7 (sete) infrações: 1ª) for culpado de jogo brusco grave; 2ª) for culpado de conduta violenta; 3ª) cuspir em um adversário ou em qualquer outra pessoa;
  • 133. As faltas e incorreções Regra 12 Infrações puníveis com uma expulsão 4ª) impedir um gol ou acabar com uma oportunidade clara de gol com as mãos intencionalmente (exceto o goleiro dentro de sua própria área penal); 5ª) impedir uma oportunidade clara de gol para um adversário que se dirige à meta adversária, através de uma infração punível com um tiro livre ou tiro penal;
  • 134. As faltas e incorreções Regra 12 Infrações puníveis com uma expulsão 6ª) empregar linguagem ou gesticular de maneira ofensiva, grosseira ou obscena; 7ª) receber uma segunda advertência na mesma partida. O jogador, o substituto ou o substituído que for expulso e receber o cartão vermelho deverá abandonar o campo de jogo e suas imediações e a área técnica.
  • 135. As faltas e incorreções Regra 12 Decisões do International F.A.Board Decisão 1 Se um jogador cometer uma infração punível com uma advertência ou uma expulsão, seja dentro ou fora do campo de jogo, contra adversário, companheiro, árbitro, árbitro assistente ou contra qualquer outra pessoa, será punido conforme a natureza da infração cometida.
  • 136. As faltas e incorreções Regra 12 Decisões do International F.A.Board Decisão 2 Será considerado que o goleiro controla a bola, quando a toca com qualquer parte de suas mãos ou braços. A posse da bola também incluirá a defesa intencional do goleiro, porém não inclui quando, na opinião do árbitro, a bola rebate acidentalmente no goleiro, por exemplo, depois de fazer uma defesa.
  • 137. As faltas e incorreções Regra 12 Decisões do International F.A.Board Decisão 3 Em virtude do estipulado na Regra 12, um jogador poderá passar a bola ao seu goleiro utilizando sua cabeça, o peito, o joelho etc.
  • 138. As faltas e incorreções Regra 12 Será advertido, receberá o cartão amarelo e será concedido um tiro livre indireto à equipe adversária no lugar onde se cometeu a infração * (ver circunstâncias especiais da Regra 8). Não obstante, se na opinião do árbitro um jogador emprega um truque deliberado para burlar a Regra, enquanto a bola está em jogo, o jogador será culpado de conduta antidesportiva.
  • 139. As faltas e incorreções Regra 12 Um jogador que empregue um truque para burlar a regra enquanto executa um tiro livre será punido por conduta antidesportiva e receberá o cartão amarelo. O tiro livre será repetido . Em tais circunstâncias, será irrelevante se o goleiro toca ou não posteriormente a bola com as mãos. A infração é cometida pelo jogador que tenta burlar tanto a letra como o espírito da Regra 12.
  • 140. As faltas e incorreções Regra 12 Decisões do International F.A.Board Decisão 4 Uma entrada (carrinho) que coloque em risco a integridade física de um adversário deverá ser punida como jogo brusco grave.
  • 141. As faltas e incorreções Regra 12 Decisões do International F.A.Board Decisão 5 Toda simulação no campo de jogo que tenha o objetivo de enganar o árbitro será punida como conduta antidesportiva. Decisão 6 O jogador que tirar a camisa ao comemorar um gol, deverá ser advertido (cartão amarelo) por conduta antidesportiva.
  • 142. Tipos de tiros livres Os tiros livres são diretos ou indiretos. Tanto para os tiros livres diretos como para os indiretos, a bola deverá estar imóvel na execução do tiro. O executor não poderá voltar a tocar a bola, antes que ela tenha tocado em outro jogador. Os tiros Livres Regra 13
  • 143. O tiro livre direto • se um tiro livre direto entrar diretamente na meta adversária, será concedido um gol. • se um tiro livre direto entrar diretamente na própria meta será concedido tiro de canto à equipe adversária. Os tiros Livres Regra 13
  • 144. Os tiros livres O tiro livre indireto Sinal O árbitro indicará um tiro livre indireto levantando o braço ao alto, acima da sua cabeça. Deverá manter seu braço nessa posição até que o tiro seja executado, mantendo este sinal até que a bola tenha tocado em outro jogador ou tenha saído de jogo. Regra 13
  • 145. A bola entra na meta O gol será válido se a bola tocar em outro jogador antes de entrar na meta. • se um tiro livre indireto entrar diretamente na meta adversária, será concedido um tiro de meta. • se um tiro livre indireto entrar diretamente na própria meta, será concedido um tiro de canto à equipe adversária . Os tiros livres Regra 13
  • 146. Os tiros livres Posição no tiro livre Tiro livre dentro da área penal. Tiro livre direto ou indireto em favor da equipe defensora: • todos os adversários deverão encontrar-se no mínimo a 9, 15 m da bola até que ela esteja em jogo; • todos os adversários deverão permanecer fora da área penal até que a bola esteja em jogo; Regra 13
  • 147. Os tiros livres Posição no tiro livre Tiro livre dentro da área penal. Tiro livre direto ou indireto em favor da equipe defensora: • a bola estará em jogo somente quando tiver sido lançada diretamente para fora da área penal. • um tiro livre concedido na área de meta poderá ser executado em qualquer lugar desta área. Regra 13
  • 148. Os tiros livres Posição no tiro livre Tiro livre indireto em favor da equipe atacante: • todos os adversários deverão encontrar-se no mínimo a 9,15 m da bola, até que ela esteja em jogo, exceto se eles estiverem colocados sobre sua própria linha de meta entre os postes da meta; • a bola estará em jogo no momento em que for chutada e se mover; Regra 13
  • 149. Os tiros livres Posição no tiro livre Tiro livre indireto em favor da equipe atacante: • um tiro livre indireto concedido na área de meta será executado na parte da linha da área de meta, paralela à linha de meta, no lugar mais próximo onde se cometeu a infração. Regra 13
  • 150. Os tiros livres Posição no tiro livre Tiro livre fora da área penal: • todos os adversários deverão encontrar-se no mínimo a 9,15 m da bola, até que esta esteja em jogo; • a bola estará em jogo no momento em que for chutada e se mover; • o tiro livre será executado no lugar onde se cometeu a infração. Regra 13
  • 151. Os tiros livres Posição no tiro livre Infrações/Punições Se na execução de um tiro livre, um adversário colocar-se mais próximo da bola do que a distância regulamentar (9,15 m): • o tiro será repetido. Regra 13
  • 152. Os tiros livres Posição no tiro livre Infrações/Punições A equipe defensora executa um tiro livre dentro de sua área penal sem que a bola entre diretamente em jogo: • o tiro será repetido. Regra 13
  • 153. Os tiros livres
    • Tiro livre executado por qualquer jogador exceto o goleiro.
    • Se a bola estiver em jogo e o executor do tiro tocar pela segunda vez a bola (exceto com suas mãos), antes que ela tenha tocado em outro jogador:
    • será concedido tiro livre indireto à equipe adversária no lugar onde se cometeu a infração* (ver circunstâncias especiais da Regra 8).
    Regra 13
  • 154. Os tiros livres
    • Tiro livre executado por qualquer jogador exceto o goleiro.
    • Se a bola estiver em jogo e o executor do tiro tocar intencionalmente a bola com as mãos antes que ela tenha tocado em outro jogador:
    • será concedido um tiro livre direto à equipe adversária no lugar onde se cometeu a infração* (ver circunstâncias especiais da
    • Regra 8);
    • será concedido um tiro penal se a infração
    • for cometida dentro da área penal do executor.
    Regra 13
  • 155. Os tiros livres
    • Tiro livre executado pelo goleiro
    • Se a bola estiver em jogo e o goleiro tocá-la
    • pela segunda vez (exceto com suas mãos),
    • antes que ela tenha tocado em outro jogador:
    • será concedido um tiro livre indireto à equipe adversária no lugar onde se cometeu a infração* (ver circunstâncias especiais da Regra 8).
    Regra 13
  • 156. Os tiros livres
    • Tiro livre executado pelo goleiro
    • Se a bola estiver em jogo e o goleiro tocá-la intencionalmente com a mão, antes que ela tocada em outro jogador:
    • será concedido um tiro livre direto à equipe adversária se a infração ocorrer fora da área penal do goleiro.
    • O tiro será executado no local da infração*
    • (ver circunstâncias especiais da Regra 8);
    Regra 13
  • 157. Os tiros livres
    • Tiro livre executado pelo goleiro
    • será concedido um tiro livre indireto à
    • equipe adversária se a infração ocorreu
    • Dentro da área penal do goleiro.
    • O tiro será executado no local da infração*
    • (ver circunstâncias especiais da Regra 8).
    Regra 13
  • 158. O tiro penal Será concedido um tiro penal contra a equipe que cometer uma das 10 (dez) faltas puníveis com tiro livre direto, dentro de sua própria área penal enquanto a bola estiver em jogo. Um gol poderá ser marcado diretamente de um tiro penal. Será concedido tempo adicional para permitir a execução de um tiro penal ao final de cada tempo ou ao final dos tempos da prorrogação. O tiro penal Regra 14
  • 159. O tiro penal Será concedido um tiro penal contra a equipe que cometer uma das 10 (dez) faltas puníveis com tiro livre direto, dentro de sua própria área penal enquanto a bola estiver em jogo. Um gol poderá ser marcado diretamente de um tiro penal. Será concedido tempo adicional para permitir a execução de um tiro penal ao final de cada tempo ou ao final dos tempos da prorrogação. O tiro penal Regra 14
  • 160. O tiro penal Regra 14
    • Posição da bola e dos jogadores
    • A bola:
    • será colocada no ponto penal.
    • O executor do tiro penal:
    • estará devidamente identificado.
    • O goleiro defensor:
    • deverá permanecer sobre sua própria linha
    • de meta, em frente ao executor do tiro penal, entre os postes de meta, até que a bola esteja em jogo.
  • 161. O tiro penal Regra 14
    • Posição da bola e dos jogadores
    • Os jogadores, exceto o executor do tiro,
    • estarão colocados:
    • no campo de jogo;
    • fora da área penal;
    • atrás do ponto penal;
    • no mínimo a 9,15 m do ponto penal.
  • 162. O tiro penal Regra 14
    • O árbitro
    • não dará o sinal para execução do tiro penal
    • até que todos os jogadores estejam colocados na posição conforme a Regra;
    • decidirá quando o tiro penal se consumou.
    • Procedimento
    • o executor do tiro penal chutará a bola para frente;
    • não poderá voltar a jogar a bola até que ela tenha tocado em outro jogador;
    • a bola estará em jogo no momento em que ela for chutada e se mover.
  • 163. O tiro penal Regra 14 Procedimento Na execução ou repetição de um tiro penal durante o tempo regulamentar ou nos acréscimos (primeiro ou segundo tempo), um gol será consignado se, antes de a bola ultrapassar totalmente a linha de meta entre os postes e por baixo do travessão, ela tocar em um ou ambos os postes, travessão e/ou goleiro.
  • 164. O tiro penal Regra 14 Infrações/Punições Se o árbitro der o sinal para execução do tiro penal e, antes que a bola esteja em jogo, ocorrer uma das seguintes situações: O executor do tiro infringe as Regras de Jogo: • o árbitro permitirá que continue a jogada; • se a bola entrar na meta, o tiro será repetido; • se a bola não entrar na meta, o árbitro interromperá o jogo e reiniciará a partida com tiro livre indireto em favor da equipe defensora, no lugar onde se cometeu a infração.
  • 165. O tiro penal Regra 14 Infrações/Punições O goleiro infringe as Regras de Jogo: • o árbitro permitirá que continue a jogada; • se a bola entrar na meta, será concedido um gol; • se a bola não entrar na meta, o tiro será repetido.
  • 166. O tiro penal Regra 14 Infrações e punições Um companheiro do executor do tiro infringe as Regras do Jogo: • o árbitro permitirá que continue a jogada; • se a bola entrar na meta, o tiro será repetido; • se a bola não entrar na meta, o árbitro interromperá o jogo e reiniciará a partida com um tiro livre indireto em favor da equipe defensora no local onde se cometeu a infração.
  • 167. O tiro penal Regra 14 Infrações e punições Um companheiro do goleiro infringe as Regras do Jogo: • o árbitro permitirá que continue a jogada; • se a bola entrar na meta, será concedido um gol; • se a bola não entrar na meta, o tiro será repetido. Um jogador da equipe defensora e um da equipe atacante infringem as Regras do Jogo: • o tiro será repetido.
  • 168. O tiro penal Regra 14 Após a cobrança de um tiro penal O executor do tiro toca pela segunda vez a bola (exceto com suas mãos), antes que ela tenha tocado em outro jogador: • será concedido tiro livre indireto à equipe adversária no lugar onde se cometeu a infração* (ver circunstâncias especiais da Regra 8).
  • 169. O tiro penal Regra 14 Após a cobrança de um tiro penal O executor do tiro toca intencionalmente a bola com as mãos antes que ela tenha tocado em outro jogador: • será concedido um tiro livre direto à equipe adversária no lugar onde se cometeu a infração* (ver circunstâncias especiais da Regra 8). Caso a bola toque qualquer outro objeto no momento em que se mover para frente: • o tiro será repetido.
  • 170. O tiro penal Regra 14 Após a cobrança de um tiro penal A bola retorna ao campo de jogo após tocar ou bater no goleiro, no travessão ou postes, tocando em seguida em qualquer outro objeto: • o árbitro interromperá o jogo; • o jogo será reiniciado com bola ao chão no lugar onde tocou o objeto* (ver circunstâncias especiais da Regra 8).
  • 171. REG R A 15 O Arremesso Lateral
  • 172. Temas
    • De v eres e responsabilidades
    • B ola em j o go e f o ra de j o go
    • Técnica co m a bandeirinha / colabora ção
    • Procedimentos
    • Infra ções
  • 173.
    • Sujeitos à decisão do árbitro, se designa para estes deveres a dos árbitros assistentes que indicam:
      • Quando a bola houver saído completamente do campo de jogo.
      • Que equipe tem direito ao tiro de canto, de meta ou lateral .
    Deveres e responsabilidades
  • 174.
    • Sempre que o AA indicar que a bola está f o ra de j o go, de v erá manter o sinal até seja reconhecido pelo árbitro
    B ola e m j o go e f o ra de j o go
  • 175. AA A PERTO DA POSI ÇÃO D O AA
      • Situa ções claras
        • Indique diretamente a dire ção
        • Prioridad e a o AA
      • E m caso de d úvida
        • Levante a bande irinha
        • Contato visual
        • Siga o s inal d o árbitro
    Técnica de bande irinha – lateral
  • 176. A A A L ONGE DA POSI ÇÃO D O AA
      • O u tras situa ções
        • Prioridad e a o árbitro
        • Levante a bande irinha
        • Contato visual
        • O AA s e gue o s inal d o árbitro
      • Situa ções m uito claras
        • O AA p o de mostrar diretamente a dire ção ao lo ngo da l inha de lateral
    Técnica de bande irinha – Lateral
  • 177.
    • No momento de lançar a bola , o j o gador:
      • está de frente para o campo de jogo
      • Te m u m a parte dos p é s sobre a l inha de lateral o u na parte externa da mesma
      • Utiliza as duas mãos
      • Lan ç a a b ola desde de trás e por cima da cabe ç a
    Procedimentos
  • 178.
    • O lan ç ador n ã o pod e rá tocar de n o vo a b ola até que tenha sido tocada por o u tro j o gador.
    • A b ola está e m j o go no momento e m que entra no campo de j o go.
    • N ã o se p o de marcar u m gol diretamente de u ma cobrança de lateral .
    • N ã o há infra ção de impedimento s e u m j o gador rec eber a bola diretamente de u m lateral .
    Procedimentos
  • 179.
    • Depois que a bola está em jogo , o lançador toca a bola pela segunda vez
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão fora da área penal
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
      • O goleiro chuta a bola dentro de sua própria área penal
      • O jogador chuta a bola fora da área penal
      • Um jogador toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
    Contravenções - pergunta
  • 180.
    • Situa ções
      • U m advers á rio de frente para o lan ç ador distra i o u interfere o lan ç ador
      • O lan ç ador a tira a bola cinco metros d o lugar onde atraves sou a l inha de lateral
      • O lançador atira a bola cinco metros do lugar onde a bola atravessou a linha de lateral, mas a bola não entra no campo de jogo
      • O lançador atira a bola contra as costas de um adversário para voltar a tocar a bola
      • O lançador tem um pé dentro e um fora do campo de jogo quando atira a bola
    Contravenções - pergunta
  • 181.
    • Situa ções
      • O lançador atira a bola ajoelhado ou sentado .
      • O lançador atira a bola de forma acrobática, dando um giro com a bola .
      • O lançador atira a bola diretamente a seu goleiro que toca a bola com as mãos para que não entre no gol .
      • O lançador atira a bola diretamente a seu goleiro que toca a bola com as mãos para tentar detê-la e impedir que entre no gol, mas a bola acaba entrando .
      • O lançador retarda deliberadamente a cobrança de lateral .
    Contravenções - pergunta
  • 182.
    • Dep ois que a bola está em j o go, o lan ç ador toca a bola pela segunda vez
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão fora da área penal
        • Tiro livre direto*
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própia área penal
        • Tiro livre indireto*
      • O goleiro chuta a bola dentro de sua própria área penal
        • Tiro livre indireto*
      • Um jogador chuta a bola fora da área penal
        • Tiro livre indireto*
      • Um jogador toca deliberadamente a bola com a mão dentro de sua própria área penal
        • Tiro penal
    Contravenções - pergunta
  • 183.
    • Situações
      • Um adversário em frente do lançador distrai ou interfere o lançador
        • Advertência por conduta anti-desportiva
      • O lançador atira a bola cinco metros do lugar onde atravessou a linha de lateral
        • A cobrança de lateral é concedido à equipe adversária
      • O lançador atira a bola cinco metros do lugar onde a bola atravessou a linha de lateral, mas a bola não entra no campo de jogo
        • A cobrança de lateral é concedida à equipe adversário
      • O lançador atira a bola contra as costas de um adversário para voltar a tocar na bola
        • Advertência por conduta anti-desportiva ou expulsão por conduta violenta e tiro livre direto* ou pênalti.
      • O lançador tem um pé dentro e um fora do campo de jogo quando atira a bola
        • A cobrança de lateral é concedida à equipe adversária
    Contravenções - pergunta
  • 184.
    • Situações
      • O lançador efetua uma cobrança de lateral ajoelhado ou sentado.
        • A cobrança de lateral é concedida à equipe adversária
      • O lançador atira a bola de forma acrobática, dando um giro com a bola .
        • O jogo continua
      • O lançador atira a bola diretamente a seu goleiro que toca a bola com as mãos para que não entre no gol .
        • Tiro livre indireto*
      • O lançador atira a bola diretamente a seu goleiro que toca a bola com as mãos para tentar detê-la e impedir que entre no gol, mas a bola acaba entrando .
        • Se concede o gol
      • O lançador retarda deliberadamente a cobrança de lateral.
        • Advertência por retardar o jogo e o arremesso lateral é efetivado por sua equipe
    Contravenções - pergunta
  • 185. REGRA 16 - O Tiro de Meta
  • 186. Temas
    • Deveres e responsabilidades
    • Bola em jogo e fora de jogo
    • Técnica com a bandeirinha / colaboração
    • Procedimentos
    • Infrações
  • 187.
    • Sujeitos à decisão do árbitro; se designa para estes deveres a dos árbitros assistentes que indicarão:
      • Quando a bola houver saído completamente do campo de jogo.
      • Que equipe tem direito ao tiro de canto, de meta ou lateral .
    Deveres e responsabilidades
  • 188.
    • Sempre que um AA indica que a bola está fora de jogo, deverá manter o sinal até o reconhecimento do árbitro.
    Bola em jogo e fora de jogo
  • 189. Técnica da bandeirinha
    • Levante a bandeirinha com a mão direita para o tiro de meta (melhor linha visual)
    • Para decisões claras, sinal direto
    • Para decisões difíciles, quando a bola estiver fora de jogo, levante primeiro a bandeirinha
  • 190. AA A PERTO DA POSIÇÃO DO AA
      • Situações claras
        • Marque diretamente o tiro de meta ou de canto
        • Prioridade ao AA
      • Em caso de dúvida:
        • Levante a bandeirinha (se necessário)
        • Contato visual
        • Siga o sinal do árbitro
    LONGE DA POSIÇÃO DO AA
      • Situações distantes
        • Contato visual
        • Prioridade ao árbitro
        • Siga o sinal do árbitro
    Técnica de bandeirinha – tiro de meta e de canto
  • 191.
    • A bola é chutada de qualquer lugar à área de meta por um jogador da equipe da defesa
    • Os adversários permanecem fora da área penal até que a bola esteja em jogo
    Procedimentos
  • 192.
    • O lançador não joga a bola pela segunda vez até que tenha sido tocada por outro jogador
    • A bola está em jogo quando for chutada diretamente além da área penal e dentro dos limites do campo de jogo
    Procedimentos
  • 193.
    • Pode-se marcar um gol diretamente de um tiro de meta, mas apenas contra a equipe adversária
    • Não existe a infração de impedimento se um jogador receber a bola diretamente de um tiro de meta
    Procedimentos
  • 194.
    • Verificar se a bola saíu da área penal (2), (bola em jogo)
      • atacantes fora
    • Controlar a linha de impedimento (3), a qual é prioridade
    1 2 3
    • Verificar se a bola está dentro da área de meta (1)
      • Se a bola não for colocada corretamente, o AA deverá mudar sua posição e levantar a bandeirinha
      • Se o penúltimo zagueiro cobrar o tiro de meta, o AA deverá deslocar-se para a borda da área penal (2)
    Colocação do AA
  • 195.
    • Despois que a bola estiver em jogo, o lançador toca a bola pela segunda vez
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão fora da área penal
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
      • O goleiro chuta a bola dentro de sua própria área penal
      • Um jogador chuta a bola fora da área penal
      • Um jogador toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
    Infrações - Pergunta
  • 196.
    • Situações
      • Um goleiro lança um tiro de meta e a bola sai da área penal e entra em jogo, mas volta devido a um forte vento sem que nenhum jogador toque nela. O goleiro tenta deter a bola para que não entre na meta, mas não consegue. Que decisão toma o árbitro?
      • Um gol é marcado diretamente na meta contrária com a ajuda de um vento forte.
      • Depois de lançar o tiro de meta, mas antes que a bola saia da área penal, um adversário entra na área penal e comete uma falta contra um zagueiro
    Infrações - Pergunta
  • 197.
    • Depois que a bola está em jogo, o lançador toca a bola pela segunda vez
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão fora da área penal
        • Tiro livre direto*
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
        • Tiro livre indireto*
      • O goleiro chuta a bola dentro de sua própria área penal
        • Tiro livre indireto*
      • Um jogador chuta a bola fora da área penal
        • Tiro livre indireto*
      • Um jogador toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
        • Tiro penal
    Infrações - Pergunta
  • 198.
    • Situações
      • Um goleiro cobra um tiro de meta e a bola sai da área penal e entra em jogo, mas volta devido a um vento forte sem que nenhum jogador toque nela. O goleiro tenta deter a bola para que não entre na meta, mas não consegue. Que decisão o árbitro deve tomar.
        • Tiro livre indireto*
      • Um gol é marcado diretamente na meta contrária com a ajuda de um vento forte.
        • Concede o gol
      • Depois de lançar o tiro de meta, mas antes que a bola saia da área penal, um adversário entra na área penal e comete uma falta contra um zagueiro
        • Executa-se novamente o tiro e uma advertência ou expulsão
    Infrações - Pergunta
  • 199. REGRA 17 – O Tiro de Canto
  • 200. Temas
    • Deveres e responsabilidades
    • Bola em jogo e fora de jogo
    • Técnica com a bandeirinha / colaboração
    • Procedimentos
    • Infrações
  • 201.
    • Sujeitos à decisão do árbitro, se designa para estes deveres os árbitros auxiliares que indicam:
      • Quando a bola tiver saído completamente do campo de jogo.
      • Que a equipe tem direito ao tiro de canto, de meta ou lateral
    Deveres e responsabilidades
  • 202.
    • Sempre que um AA indicar que a bola está fora de jogo, deverá manter o sinal até que o árbitro o reconheça.
    Bola em jogo e fora de jogo
  • 203. Técnica da bandeirinha
    • Para decisões claras, sinal direto
    • Para decisões difíceis, quando a bola está fora de jogo, levante primeiro a bandeirinha
  • 204. AA A PERTO DA POSIÇÃO DO AA
      • Situações claras
        • Marque diretamente o tiro de meta ou de canto
        • Prioridade ao AA
      • Em caso de dúvida:
        • Levante a bandeirinha (se necessário)
        • Contato visual
        • Siga o sinal do árbitro
    LONGE DA POSIÇÃO DO AA
      • Situações distantes
        • Contato visual
        • Prioridade ao árbitro
        • Siga o sinal do árbitro
    Técnica da bandeirinha – tiro de meta e de canto
  • 205.
    • A bola está dentro da área de escanteio, na bandeira de escanteio mais próxima. Não se move a bandeira de escanteio.
    Procedimentos CORRETO CORRETO INCORRETO CORRETO
  • 206.
    • Os adversários permanecem pelo menos 9,15 m da bola, até que a mesma esteja em jogo.
    • As marcações pintadas no campo de jogo a 9,15 m da área de escanteio e em ângulos retos, respeitando a linha de lateral, são opcionais e utilizadas para auxiliar o árbitro.
    Procedimentos
  • 207.
    • Um jogador da equipe adversária chuta a bola.
    • A bola está em jogo quando for chutada e entra em movimento.
    • O lançador não joga a bola pela segunda vez até que tenha sido tocado por outro jogador
    Procedimentos
  • 208.
    • Pode-se marcar diretamente de um tiro de canto, mas apenas contra a equipe adversária
    • Não existe falta de fora de jogo se um jogador receber a bola diretamente de um tiro de canto
    Procedimentos
  • 209. Posição
    • A posição do AA de trás da bandeirinha de canto, alinhado com a linha de meta
    • Não interfira com os jogadores
    • Verifique se a bola está dentro da área de escanteio
  • 210.
    • Depois que a bola está em jogo, o lançador toca a bola pela segunda vez
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão fora da área penal
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
      • O goleiro chuta a bola dentro de sua própria área penal
      • Um jogador chuta a bola fora da área penal
      • Um jogador toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
    Infrações - Pergunta
  • 211.
    • Depois que a bola estiver em jogo, o lançador toca a bola pela segunda vez
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão fora da área penal
        • Tiro livre direto
      • O goleiro toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
        • Tiro livre indireto
      • O goleiro chuta a bola dentro de sua própria área penal
        • Tiro livre indireto
      • Um jogador chuta a bola fora da área penal
        • Tiro livre indireto
      • Um jogador toca a bola deliberadamente com a mão dentro de sua própria área penal
        • Tiro penal
    Infrações - Pergunta