Jornal da forma ao sentido 1

627
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
627
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal da forma ao sentido 1

  1. 1. Prof. Dr. Emanoel Barreto e.barreto@ufrnet.br @VelhoBarreto Monitora: Silvia Correia JORNALISMO IMPRESSODa forma ao sentido
  2. 2. DA FORMA AO SENTIDONova realidade do Jornalismo Impresso1950: com o advento da televisão, o jornalismo impresso precisouse reestruturar para acompanhar a concorrência.Samuel Wainer: lançou o jornal Última Hora, de linha inovadorae paginação ousada, editando simultaneamente em várias cidades,formando uma rede nos principais centros urbanos.
  3. 3. DA FORMA AO SENTIDOTítulo flutuante | Logotipo colorida
  4. 4. DA FORMA AO SENTIDOTítulo flutuante | Logotipo colorida
  5. 5. DA FORMA AO SENTIDONo final dos anos de 1950: oJornal do Brasil reestruturou todasua paginação, obedecendo amodernos conceitos de layout – paraa época – e surpreendendo seusleitores e profissionais.Uma nova realidade para acomunicação impressa brasileira. 1957 Depois da reforma 1959
  6. 6. DA FORMA AO SENTIDO1ª Edição – 09 de abril Última Edição – 31 de agosto de 1891 de 2010
  7. 7. DA FORMA AO SENTIDOSéculo XXI e o jornalismo impresso:  A inserção do computador nas artes gráficas, e a ameaça corriqueira da internet como nova fonte de informação, tem levado o design a ganhar relevância como estratégia da diferenciação e forte instrumento para uma reformulação no fazer jornalístico.Planejamento gráfico  Mostrar a importância da linguagem visual contida no discurso gráfico, cuja função fundamental é orientar a leitura de forma rápida e agradável.Discurso gráfico  Conjunto de elementos visuais de um jornal, livro, revista, cartaz ou tudo que seja impresso.  Forma e conteúdo devem caminhar juntas, onde a peça final deve traduzir exatamente a consciência do seu valor informacional e estético.
  8. 8. DA FORMA AO SENTIDO Design jornalístico  Nicho do design gráfico dedicado às publicações jornalísticas (jornais e revistas);  Um dos componentes da gramática produtiva do discurso jornalístico;  É a partir dele que o discurso é estruturado;  A estratégia comunicativa imposta pelo design de um jornal é realizada de acordo com as regras do projeto gráfico do periódico e das orientações editoriais.  Características:  Valorização do conteúdo pela organização da página, com adoção de níveis para criar diferentes velocidades de leitura (hierarquização);  Modulação e modelização como forma de padronização da diagramação;  Divisão dos conteúdos em peças para os diferentes gêneros jornalísticos;  Rigor no uso da tipografia;  Parcimônia no uso de cores e respeito aos preceitos da cor-informação;  Ênfase na edição de fotografias  Uso consistente da infografia
  9. 9. DA FORMA AO SENTIDODiagramação  É onde se concentra todo o segredo do discurso gráfico, em que a tipologia mínima contida harmonicamente e padronizada, alia-se ao ritmo dado às mensagens.  Diagramação + discurso gráfico = linguagem da comunicação impressa.  É um processo de distribuição gráfica das matérias a serem impressas (texto, título, fotos, ilustrações) de acordo com determinados critérios jornalísticos e visuais.
  10. 10. DA FORMA AO SENTIDOPadronização Gráfica  É a identidade do jornal. O leitor deve identificar o veículo, a padronização gráfica representa a imagem do jornal.  A primeira página é a que detém os maiores recursos persuasivos para a posterior leitura do jornal. Por isso, deve-se preocupar com estes elementos gráficos.  Elementos:  Título  Texto  Fotos  Fios tipográficos e vinhetas  O espaço em branco
  11. 11. DA FORMA AO SENTIDOPadronização Gráfica  O diagramador deverá utilizar os seguintes elementos gráficos para assegurar um estilo de padronização gráfica:  Definição de caracteres tipográficos para o texto, título, aberturas, legendas, etc.  Escolha de logotipos e selos de seções especializadas;  Definição de margens;  Uso de fios e vinhetas;  Ilustrações (fotos ou desenhos);  Boxes;  Distribuição dos anúncios de publicidade;  Ligações: foto-texto, texto-título, título-foto;  Uso da cor (combinação das cores)
  12. 12. NOVO JORNAL Diagramação do impresso passou por alterações ao longo dos anos; Hoje em dia, é considerado referência no RN com seu projeto gráfico e visual http://www.novojornal.jor.br/publicadas/agosto_2012
  13. 13. http://kiosko.net/CAPAS – JORNAIS PELO MUNDO

×