Didatica da Lingua Portuguesa. Linguagem e língua

  • 564 views
Uploaded on

Linguagem - O uso da palavra articulada ou escrita como meio de expressão e de comunicação entre pessoas. A forma de expressão pela linguagem própria de um indivíduo, grupo, classe, etc. O vocabulário …

Linguagem - O uso da palavra articulada ou escrita como meio de expressão e de comunicação entre pessoas. A forma de expressão pela linguagem própria de um indivíduo, grupo, classe, etc. O vocabulário específico usual. Numa ciência, numa arte, numa profissão, etc. Vocabulário; palavreado. Tudo quanto serve para expressar ideias, sentimentos, modos de comportamento, etc. Todo sistema de signos que serve de meio de comunicação entre indivíduos e pode ser percebido pelos diversos órgãos dos sentidos, o que leva a distinguir-se uma linguagem visual, uma linguagem auditiva, uma linguagem táctil, enquanto que, Língua é conjunto das palavras e expressões usadas por um povo, por uma nação, e o conjunto de regras da sua gramática; idioma. Modo de expressão escrita ou verbal de um autor, de uma escola, de uma época; estilo; linguagem. A linguagem própria de uma pessoa ou de um grupo. Sistema de signos que permite a comunicação entre os indivíduos de uma comunidade linguística. Qualquer dos sons emitidos por um animal e que imitam a voz humana que é a fala.
Falar da linguagem, estamos nos referindo dos sinais linguísticos e não linguísticos que usamos para transmitir uma mensagem, quer isto que, utiliza-se a palavra linguagem num sentido amplo para designar qualquer meio que os humanos utilizam para comunicarem-se no seu quotidiano, porem, a maioria das pessoas tem entendido ou definido a linguagem como um acto de comunicação oral ou escrita, que os humanos expressão de uma forma oral ou escrita para transmitir os seus sentimentos ou emoções, por esta razão, o autor vem neste sentido fazer saber ou informar ao caro leitor que a linguagem não é somente dos humanos mas sim, os animais também usam a linguagem só que, eles não usam de uma forma lógica para transmitirem a mensagem, como acontece nos seres humanos e o autor acrescenta que, a articulação é uma das características da linguagem humana.

Gomes Álvaro, gramática pedagógica e cultural da língua portuguesa; p.58, porto editora, 2008.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
564
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
12
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 1 Universidade Pedagógica de Moçambique- Delegação de Quelimane Licenciatura em Ensino de Inglês com Habilitações em Ensino de Português Velasco Carneiro Francisco Cadeira: Didáctica do Português Dr. Marlene Jamal Ficha de Leitura Tema Conteúdo Bibliografia Linguageme língua Linguagem - O uso da palavra articulada ou escrita como meio de expressão e de comunicação entre pessoas. A forma de expressão pela linguagem própria de um indivíduo, grupo, classe, etc. O vocabulário específico usual. Numa ciência, numa arte, numa profissão, etc. Vocabulário; palavreado. Tudo quanto serve para expressar ideias, sentimentos, modos de comportamento, etc. Todo sistema de signos que serve de meio de comunicação entre indivíduos e pode ser percebido pelos diversos órgãos dos sentidos, o que leva a distinguir-se uma linguagem visual, uma linguagem auditiva, uma linguagem táctil, enquanto que, Língua é conjunto das palavras e expressões usadas por um povo, por uma nação, e o conjunto de regras da sua gramática; idioma. Modo de expressão escrita ou verbal de um autor, de uma escola, de uma época; estilo; linguagem. A linguagem própria de uma pessoa ou de um grupo. Sistema de signos que permite a comunicação entre os indivíduos de uma comunidade linguística. Qualquer dos sons Gomes Álvaro, gramática pedagógica e cultural da língua portuguesa; p.58, porto editora, 2008. Oliveira, L. P. (2000). Escolhas pedagógicas do educador e identidade cultural dos aprendizes. Linguagem e Ensino. Vol. 3, n° 2, pp. 49-59.
  • 2. 2 emitidos por um animal e que imitam a voz humana que é a fala. Linguagem e linguagens Falar da linguagem, estamos nos referindo dos sinais linguísticos e não linguísticos que usamos para transmitir uma mensagem, quer isto que, utiliza-se a palavra linguagem num sentido amplo para designar qualquer meio que os humanos utilizam para comunicarem-se no seu quotidiano, porem, a maioria das pessoas tem entendido ou definido a linguagem como um acto de comunicação oral ou escrita, que os humanos expressão de uma forma oral ou escrita para transmitir os seus sentimentos ou emoções, por esta razão, o autor vem neste sentido fazer saber ou informar ao caro leitor que a linguagem não é somente dos humanos mas sim, os animais também usam a linguagem só que, eles não usam de uma forma lógica para transmitirem a mensagem, como acontece nos seres humanos e o autor acrescenta que, a articulação é uma das características da linguagem humana. Gomes Álvaro, gramática pedagógica e cultural da língua portuguesa; p.58, porto editora, 2008. Tipos de linguagem No aspecto a comunicação humano, o autor faz, uma breve descrição dos tipos de linguagem, primeiro o autor destaca a linguagem verbal, cuja unidade básica é a palavra (falada ou escrita) e temos em seguida, a linguagem não- verbal, como a música, a dança, a mimica, a pintura, a fotografia, a escultura e também, fala da linguagem mista, como as histórias em quadradinhos, o cinema, o teatro, e os programas de TV que podemos podem conter
  • 3. 3 diferentes linguagens: como o desenho, a palavra, o figurino, a música, etc. ou seja verbal (sem palavras e com imagens, mista (com palavras e imagens). Conceito de língua e fala Quando nos referimos à língua, restringimo-nos a uma actividade colectiva realizada por meio de um código formado por palavras regidas por leis combinatórias às quais pertencem a um grupo específico. Como é o caso da língua inglesa, o E’tchuabo e muitas outras. Em razão de seu carácter social, a língua não permite mudanças arbitrárias, tornando-se necessário obedecer a certas regras para que a comunicação se realize de maneira aplausível. Enquanto a fala, é algum padrão das diversas línguas que existem no mundo. Para falar ou cantar, por outras palavras é um processo que exige a movimentação de certos músculos para tentarmos transmitir a nossa mensagem, e a fala só acontece com os seres humanos. Oliveira, L. P. (2000). Escolhas pedagógicas do educador e identidade cultural dos aprendizes. Linguagem e Ensino. Vol. 3, n° 2, pp. 49-59. Perspectivas sociológicas A perspectiva pedagógica ou sociológica da linguagem admite a existência de uma influência mútua, tendo estabelecido entre elas uma relação de causa-efeito esta perspectiva admite que é a sociedade que determina a linguagem; assim o estudo das variantes linguísticas permitem identificar as variantes sociológicas que as produziram. Por exemplo, em Portugal podemos dirigir-nos a alguém Gomes Álvaro, gramática pedagógica e cultural da língua portuguesa; p.58, porto editora, 2008.
  • 4. 4 utilizando “tu, vos, você, “João”, etc. a analise de cada uma destas formas de tratamento permitem-nos esclarecer certos factores que comandam o acto da comunicação da sociedade. Perspectiva Linguística Esta perspectiva, trata de descobrir e sistematizar as regras que informam as línguas e geral e cada língua em particular. O estabelecimento destas regras torna-se necessário para se poder transformar uma língua num meio de comunicação para uma sociedade e tem os seguintes aspectos; o primeiro aspecto que é fazer a descrição e a história de todas as línguas que ela possa atingir, o que leva a constituir a história da família das línguas e a identificar as línguas mãe de cada família e procurar as forcas que estão presentes de uma forma permanente e universal em toda as línguas e delimitar-se e definir a si próprio. Gomes Álvaro, gramática pedagógica e cultural da língua portuguesa; p.58, porto editora, 2008. Perspectiva Didáctica Nesta perspectiva a linguística é encarada como uma ciência que nos permite conhecer e estudar os diferentes aspectos da organização e do funcionamento de uma língua. Ela faz o estudo da fonética e fonologia, a semântica. Gomes Álvaro, gramática pedagógica e cultural da língua portuguesa; p.58, porto editora, 2008.