Avaliacoes gen-internacionais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Avaliacoes gen-internacionais

on

  • 970 views

Na área da genética bovina temos acompanhado grandes avanços e um maior intercâmbio de ...

Na área da genética bovina temos acompanhado grandes avanços e um maior intercâmbio de
informações
Então, como compará-los? Como analisar corretamente touros provados
em outros sistemas ?
Por Kátya Castro, Técnica Leite ABS Pecplan

Statistics

Views

Total Views
970
Views on SlideShare
917
Embed Views
53

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

1 Embed 53

http://www.milkpoint.com.br 53

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Avaliacoes gen-internacionais Document Transcript

  • 1. AVALIAÇÕES GENÉTICAS INTERNACIONAIS, PTA , BV, EBV são a mesma coisa ? Por Kátya Castro, Técnica Leite ABS PecplanNo mundo globalizado em que vivemos hoje, as informações circulam de forma bastanterápida e num instante vamos de um País a outro, basta uma boa conexão e um clique. Naárea da genética bovina temos acompanhado grandes avanços e um maior intercâmbio deinformações.As condições de manejo, alimentação e criação em gado leiteiro diferem a nível global, assimcomo o tipo de seleção genética e sua interação com o meio ambiente e os sistemas decriação , que em conjunto com os Sistemas de Avaliação Genética de cada País, nos trazemdiferentes Índices e números.• Então, como compará-los? Como analisar corretamente touros provados em outros sistemas ?Em 1983 foi formado na Suécia o INTERBULL – “International Bull Evaluation Service” –“Serviço de Avaliação Internacional de Touro” , onde a cada Sumário 22 países submetem osdados nacionais de suas Provas. Estatisticamente através do método MACE (Multiple Across-Country Evaluation) – Avaliação Múltipla entre Países , touros de diversas origens sãoavaliados simultaneamente. Ao final deste processo temos uma avaliação genéticainternacional para cada touro e convertida para o “Sistema de Avaliação” de cada País.O Interbull calcula apenas avaliações internacionais para índices de Produção, mas a partir de1997 a Associação Holstein EUA, utilizando o mesmo método, combinando dados de avaliaçãointernacional e doméstico conseguiu fazer a conversão das provas de tipo de Canadá, França,Alemanha, Itália, Holanda, expressas na Base Americana, serviço disponível somente paraassinantes da Holstein USA.Da mesma forma outras organizações conseguiram fazer o mesmo para outras RaçasLeiteiras. Ao final do artigo, informaremos com detalhes alguns sites onde tais dados podemser facilmente consultados.• A conversão dos dados de ProvaAs características de Tipo diferem um pouco na forma como são definidas de um País paraoutro, como por exemplo temos “Locomoção” no sistema da Holanda e “Escore de Pés ePernas” no dos Estados Unidos, basicamente estamos falando da mesma coisa , mas que narealidade diferem no número de itens e na forma como são avaliados.Além disso, há pequenas mudanças nas herdabilidades, na % de ênfase que cada País colocanas características de acordo com a sua necessidade de seleção e na dimensão das escalas.O método MACE consegue estabelecer correlação genética entre as características de tipo nopaís de origem e as correspondentes características nos Estados Unidos.Há diferentes valores e índices utilizados como expressão do mérito genético dos touros emcada País, o que às vezes torna mais difícil sua interpretação correta, geralmente levando acomparações instantâneas por meio de uma simples conta de transformação de Libras emKilos e vice-versa, o que é totalmente incorreto e leva a conclusões erradas nacomparação entre Touros de Países diferentes.
  • 2. • PTA , BV , EBV .... são a mesma coisa ?Apesar de todos serem formas de se expressar o mérito genético, há diferenças conforme asdefinições a seguir.EBV(Estimated Breeding Value) e BV (Breeding Value) - Valor Estimado de Criação:Também conhecido como “Valor de Criação”, é a medida da performance esperada ouSuperioridade de um Animal com referência à média da população. Expressos em Kg , sãoutilizados nos sistemas do Canadá, Alemanha, Espanha.PTA(Predicted Transmitting Ability) – Habilidade Prevista de Transmissão: Por servalor estimado do mérito genético transmitido por um determinado Touro a sua progênie, oPTA é a metade do BV/EBV. O PTA é usado em libras nos Estados Unidos e em kg naIrlanda, Israel e Inglaterra.• Fazendo a conversão correta Libras para Kilograma: Kilograma para Libras: Touro A com PTA Leite = 2.000 lb Touro B com BV Leite = 2.000 kg Lbs para Kg: 2.000 ÷ 2,2 = 909 kg Kg para Lb: 2.000 x 2,2 = 4.400 lb PTA para BV: 909 x 2 = BV para PTA : 4.400 lb ÷ 2 = Touro A tem BV Leite = 1.818 kg Touro B tem PTA Leite = 2.200 lbPelos exemplos acima torna-se claro que a simples conversão de unidades , lbs ou kg , não ésuficiente para fazer comparações válidas das avaliações genéticas entre touro de paísesdiferentes.Portanto, não se deve comparar um BV kg de um país com o PTA lb de outro paíssomente pela a conversão numérica de unidades ou apenas pela forma de expressãodo mérito genético (PTA ou BV)• Sites de consultaÉ de suma importância que qualquer avaliação publicada sempre mostre a fonte, a data daProva, forma de expressão do mérito genético, unidade utilizada e características avaliadas.Para comparar dois touros de Países diferentes é essencial que ambos sejam analisados namesma Base e tendo seus índices calculados no mesmo período. Os sites descritos abaixo, sãoaltamente confiáveis, de fácil consulta (gratuita), e utilizam dados oficiais.AIPL - Animal Improvement Programs Laboratory - www.aipl.arsusda.gov(Clicar em: GENERAL QUERIES/ Get Interbull evaluation by bull ID)Para consulta da Prova de Produção de Touros no Sistema Interbull convertida para a BaseAmericana utilizando o Número de Registro do touro no País de Origem. Figura abaixo,exemplo do resultado final da busca:
  • 3. Características de Produção & Saúde Relação de Número de Filhas por País com dados de Produção utilizados no cálculoDairybulls - www.dairybulls.com(Após escolher a linguagem, clicar em: Dairybulls)Conversão da Prova de Tipo e Produção, para todas as Raças Leiteiras, Prova doméstica ouInterbull, em Base dos EUA, Canadá ou Holanda. A busca pode ser feita por Nome, Código doTouro na Central ou Registro no País de Origem. Selecionar a Raça(Dairy Breeds) e a Base Genética (Genetic Bases) em que deseja a prova Total de Filhas e Rebanhos e % Filhas nos EUA Exemplo: Touro Holstein com prova de origem na Holanda, para ver Prova Interbull na Base EUA – selecione “United States (USDA, HÁ, Interbull)- Next, digite o nome completo do touro e em Genetic Base marque “All”
  • 4. NAAB - www.naab-css.orgA NAAB - National Association of Animal Breeders – é o órgão que congrega todas asempresas de I.A. em atividade nos EUA.Clicando em “ NAAB Database Crossreference” é possível encontrar a identificação detodos os touros de leite inscritos no programa de referência cruzada.Na Prova convertida Interbull além da Avaliação de Produção, é possível ver PTA Tipo, e osCompostos de Úbere e de Pés & Pernas, disponível para busca em: International SireEvaluation Database A busca pode ser feita pelo código NAAB, Raça & Número de registro, nome do touro ou Short Name (nome de guerra) Kátya Castro Coordenadora de Processamento & Capacitação do GMS GMS@absnet.com.br www.abspecplan.com.br www.absamericalatina.com.br Líder Mundial em Genética Bovina