Fotos do contestado

12,045 views
11,573 views

Published on

Fotos históricas da Guerra do Contestado, Guerra dos Pelados.

Published in: Education, Travel, Business
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
12,045
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
16
Actions
Shares
0
Downloads
216
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fotos do contestado

  1. 1. Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  2. 2. Acampamento central da Companhia Estrada de Ferro São Paulo Rio Grande.
  3. 3. Família de colonos típica da região, possivelmente de origem italiana.
  4. 4. Imigrantes de origem ruteana e norte-americana, funcionários da Lumber.
  5. 5. Família Müller, de origem alemã, uma das fundadoras de Canoinhas.
  6. 6. Grupo de Vaqueiros, vendo-se ao centro o Coronel Fabrício Vieira - 1915.
  7. 7. ImigrantesVânia Salvo Orso – Videira – SC.
  8. 8. Embarque da tropa para Irani
  9. 9. Imbuia com 10m de circunferência, uma das riquezas da região.
  10. 10. Madeira, uma das riquezas exploradas nas margens da ferrovia do Contestado
  11. 11. Relógio de uma das estações da Linha São Paulo - Rio Grande.
  12. 12. Embarque
  13. 13. Uma locomotiva conduzindo os trabalhadores para frente de construção da ferrovia. Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  14. 14. Uma parte do ramal ferroviário da Lumber em Três Barras, de onde era exportada a madeira produzida na região.
  15. 15. Uma das locomotivas da Estrada de Ferro São Paulo - Rio Grande em 1910.
  16. 16. Ponte provisória da linha férrea sobre o Rio Uruguai.
  17. 17. Locomotiva tombada ao longo da linha São Paulo - Rio Grande.
  18. 18. Poderosos guinchos da Lumber (1914), colhendo toras de pinheiros e imbuias, num raio de 500 metros em torno da estrada de ferro.
  19. 19. Embarcação a vapor, mandada construir pela Lumber. Na época, muito comum no transporte de passageiros, nos rios Iguaçu e Uruguai.
  20. 20. Hospital militar e feridos na campanha do Contestado.
  21. 21. O Hospital da Lumber (1915), que destoava do pobre equipamento hospitalar existente na região.
  22. 22. Kit de refeição de emergência e material de primeiros socorros utilizados pelas forças federais Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  23. 23. Confortável casa de Sherman Bishop, um dos primeiros diretores da Lumber.
  24. 24. A fabricação de erva-mate para exportação, através do processo barbaquá. Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  25. 25. A serraria com sua esteira mecânica e a pequena locomotiva de transporte.
  26. 26. Boca de fornalha de três caldeiras acopladas, que forneciam vapor à grande serraria da Lumber - (1912).
  27. 27. O auto grau de mecanização da serraria Lumber demandava a operação constante de grandes geradores, em Três Barras - 1912.
  28. 28. Forças do Governo, na cidade de Porto União, em marcha contra os fanáticos do Contestado.
  29. 29. Tropa contestado Tropa do resgate Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  30. 30. Forças acampadas em Porto União
  31. 31. Acampamento do 29 Batalhão em Iracema - janeiro de 1915
  32. 32. Acompanhamento no Rio do Sul.
  33. 33. Autoridades de Canoinhas às vésperas de um ataque dos jagunços à vila.
  34. 34. Canoinhas - 1915
  35. 35. Os abuseiros em União da Vitória.
  36. 36. A instalação da rede teleférica na região, muito importante na organização da ofensiva nos últimos anos de combate.
  37. 37. O impacto da implantação da Lumber no desenvolvimento urbano em Três Barras.
  38. 38. Trincheira em Três Barras.
  39. 39. Oficiais do 56° Batalhão de Caçadores.
  40. 40. Revista passada ao 56 Batalhão de Infantaria - 1915
  41. 41. O monge José Maria, que reuniu os fanáticos em 1912 e que foi morto no Irani pelas tropas do Paraná.
  42. 42. O verdadeiro monge João Maria, o santo profeta dos fanáticos. Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  43. 43. Livro de reza, objeto inseparável dos fanáticos.
  44. 44. Aleixo Gonçalves de Lima, Capitão da Guarda Nacional.
  45. 45. Capitão João Gualberto, Comandante do Regimento de Segurança do Paraná, morto no combate do Irani.
  46. 46. Capitão João Gualberto, com um destacamento do Regimento de Segurança do Paraná.
  47. 47. Corpo do Capitão João Gualberto, hoje patrono da Polícia Militar do Paraná - em Palmas, depois do combate em Irani.
  48. 48. Capitão Tertuliano Potyguara, que chefiou o ataque ao reduto de Santa Maria.
  49. 49. Capitão João Teixeira de Matos Costa. Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  50. 50. O paranaense Coronel João Pacheco dos Santos Lima, assassinado em sua fazenda, dos Pardos, pelos jagunços do comandante de briga Aleixo Gonçalves de Lima.
  51. 51. Forças do Regimento de Segurança do Paraná, partindo de União da Vitória rumo ao Irani, em Outubro de 1912.
  52. 52. Soldados junto a um dos areoplanos utilizados pela primeira vez no Brasil.
  53. 53. Bonifácio Papudo conversa com o tenente Castelo Branco após sua rendição em 1915.
  54. 54. Trincheira do 16 Batalhão de Infantaria nas cabeceiras da ponte do Rio Canoinhas
  55. 55. Trincheira em Três Barras, aguardando o avanço jagunço.
  56. 56. A guarda de segurança da Lumber, organização sempre ameaçada pelos jagunços e fanáticos.
  57. 57. Trincheira de defesa da Lumber em Três Barras, a proteção era feita com dormentes da linha férrea.
  58. 58. Funcionários e seguranças da Lumber (1912) jogam pôquer de dados.
  59. 59. Greve dos funcionários da Lumber, em Três Barras - 1917.
  60. 60. A insurreição xucra
  61. 61. Arma de cartucho, de carregamento pela coronha, utilizada pelos caboclos. Cartucheira de balas de grosso calibre utilizada pelos fanáticos.
  62. 62. Munição utilizada pelo Exército Brasileiro durante o conflito.
  63. 63. Facão norte-americano encontrado na região. Vânia Salvo Orso – Videira – SC.
  64. 64. Par de guapas, chifres de boi serrados e selados com resina.
  65. 65. A gaita e o banjo, símbolos da musicalidade cabocla sob a influência norte-americana.
  66. 66. A assinatura do Acordo no Palácio do Catete - outubro de 1916.
  67. 67. O banquete celebrando o acordo de limites
  68. 68. Grupo de vaqueanos sendo homenageados anos depois da campanha.

×