Métodos de extração

24,242 views
23,678 views

Published on

métodos de extração de drogas vegetais

0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
24,242
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
401
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Métodos de extração

  1. 1. Professora Vanessa Rodrigues
  2. 2.  O termo extração significa retirar, da forma mais seletiva e completa possível, as substâncias ou fração ativa contida na droga vegetal, utilizando, para isso, um líquido ou mistura de líquidos tecnologicamente apropriados e toxicologicamente seguros.
  3. 3.  Na escolha de um método extrativo, deve-se avaliar a eficiência, a estabilidade das substâncias extraídas, a disponibilidade dos meios o custo do processo escolhido, considerando a finalidade do extrato que se quer preparar.
  4. 4.  Recipiente fechado, Temperatura ambiente, Durante um período prolongado (horas ou dias), Sob agitação ocasional Sem renovação do líquido extrator Processo estático
  5. 5.  Desvantagens: Lentidão no processo Não é possível o esgotamento da droga (saturação do líquido extrator)
  6. 6.  ƒDiversas variações conhecidas desta operação objetivam, essencialmente, o aumento da eficiência de extração, entre elas: Maceração dinâmica: maceração feita sob agitação mecânica constante; Remaceração: quando a operação é repetida utilizando o mesmo material vegetal, renovando-se apenas o líquido extrator. (4)
  7. 7. MACERAÇÃO Este processo fica restrito quando se trabalha com substâncias ativas pouco solúveis, plantas com elevado índice de intumescimento e possíveis proliferações microbianas. Apesar dos inconvenientes apresentados, ainda é uma das técnicas extrativas mais usuais devido à simplicidade e custos reduzidos.
  8. 8.  Processo dinâmico, Arrastamento do princípio ativo pela passagem contínua do líquido extrator, Esgotamento da planta através do gotejamento lento do material. Percolador pode ser de vidro ou metal.
  9. 9.  Compreende em uma etapa preliminar – Umedecimento da droga fora do percolador: Umedece a droga uniformemente Facilita a passagem do solvente Evita formação de canais preferenciais
  10. 10.  SISTEMAS ABERTO Infusão Permanência, durante certo tempo, do material vegetal em água fervente, num recipiente tapado. As partes vegetais devem ser contundidas, cortadas ou pulverizadas, a fim de que possam ser mais facilmente penetradas e extraídas pela água.
  11. 11.  Uma infusão é a maneira adequada de preparar as partes aéreas das plantas, especialmente folhas e flores, para uso como medicamento ou como bebida revitalizante ou relaxante.
  12. 12.  Decocção Manter o material vegetal em contato, durante certo tempo, com um solvente (normalmente água) em ebulição. É uma técnica de emprego restrito, pois muitas substâncias ativas são alteradas por um aquecimento prolongado e costuma-se emprega-la com materiais vegetais duros e de natureza lenhosa.(4)
  13. 13.  Condições para decocção: Droga seca Água com temperatura > 90ºC Manter na temperatura ambiente 15-30 min Filtrar
  14. 14.  Exemplo 1- Coloque a erva em uma caçarola. Cubra com água e coloque para ferver durante 20a 30 minutos até que o líquido seja reduzido em torno de 1/3. 2- Force o líquido através de uma peneira em um recipiente. Cubra o recipiente e estoque em lugar fresco.
  15. 15.  É utilizado para a extração de óleos voláteis. Os óleos voláteis possuem tensão de vapor mais elevada que a da água, sendo, por isso, arrastados pelo vapor d água. O óleo volátil obtido, após separar-se da água deve ser seco com Na2SO4 anidro.
  16. 16. Aparelho de Clevenger
  17. 17.  Extração em aparelho de Soxhlet É utilizada, para extrair sólidos com solventes voláteis, exigindo o emprego do aparelho de Soxhlet. Em cada ciclo da operação, o material vegetal entra em contato com o solvente renovado; assim, o processamento possibilita uma extração altamente eficiente, Emprega uma quantidade reduzida de solvente, em comparação com as quantidades necessárias nos outros processos extrativos, para se obter os mesmos resultados qualitativos e quantitativos.(4)
  18. 18.  Resumo das condições dos distintos tipos de extrações contínuas e descontínuas.
  19. 19. EXTRAÇÕES TEMPERATURA TEMPO SOLVENTESDESCONTÍNUASMaceração T ambiente horas – dias Água, misturas hidroalcoólicas, glicerinaInfusão T próxima a 1 – 2 minutos Água ebulição T menor 30 minutosDecocção T de ebulição 15-30 Água minutos
  20. 20. Extrações Temperatura Tempo SolventescontínuasPercolação T ambiente Variável VariadosSoxhlet T de ebulição Variável Solventes orgânicosResumo das condições dos distintos tipos de extrações contínuas(KUKLINSKI)

×