Os fundamentos da relação entre a educação e o trabalho em de Gramsci: A Escola Unit ária.   Disciplina:  Trabalho, Educaç...
Objetivo: <ul><li>Apresentar historiciza ção da construção teórica gramsciana sobre educação e trabalho. </li></ul>
A Escola de Gramsci A importância histórica do conflito da primeira guerra  é percebida por Gramsci. Cunha o termo  desint...
Universidade popular Em 1916, no artigo intitulado “A Universidade Popular” rejeita vigorosamente qualquer forma de discus...
Associação de Cultura Não se alfabetiza a força,  é  necessário um ambiente democraticamente participativo. Critica a univ...
A escola de Quadros   (Pós-guerra - 1919-1921) <ul><li>“ Orde Nuovo”  –  </li></ul><ul><li>Uma tendência educativa e uma r...
“ Orde Nuovo” <ul><li>A escola deve se pautar nos conselhos (fábrica e campo) </li></ul><ul><li>A escola produz fundamenta...
A escola de partido  (ascensão do fascismo 1921-1926) Construtividade é um valor fundamental em toda vida e ação de Gramsc...
A escola por correspondência <ul><li>Pensamento desenvolvido no contexto do estado fascista. </li></ul><ul><li>Com o objet...
Desagregar o bloco intelectual Há um grupo de intelectuais conservadores que acabam impedindo o movimento revolucionário e...
A escola da liberdade industrial   (1927-1937) <ul><li>Educação da criança e do adolescente </li></ul><ul><li>Estabelecer ...
Educação e Hegemonia: Mussolini na Itália, Stalin na Rússia O homem - até 16-18 anos - deve freqüentar uma escola discipli...
Método Pedagógico:  LIBERDADE, NECESSIDADE, FANTASIA DA CONCRETUDE. <ul><li>Leonardo da Vinci é a grande refer ê ncia para...
ESCOLA UNITÁRIA  de Gramsci Liberdade forjada no e pelo trabalho moderno, administrado pelo pr óp rio trabalhador, o qual ...
Para Paolo Nosella A escola de Gramsci,  foi dito, e com razão, é ancorada no trabalho, mais exatamente, organicamente art...
Refer ê n cia  B ibliográfica NOSELLA, Paolo.  A Escola de Gramsci . 3. ed. São Paulo: Cortez, 2004.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

A Escola De Gramsci

12,409

Published on

Published in: Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
12,409
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
215
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Escola De Gramsci

  1. 1. Os fundamentos da relação entre a educação e o trabalho em de Gramsci: A Escola Unit ária. Disciplina: Trabalho, Educação e Desenvolvimento Societário. Professora: Maria Aparecida da Silva Alunos: Sara Rios Bambirra Santos Valeria Bolognini F. Machado Venício Jos é Martins Mestrado em Educaç ão Tecnológica
  2. 2. Objetivo: <ul><li>Apresentar historiciza ção da construção teórica gramsciana sobre educação e trabalho. </li></ul>
  3. 3. A Escola de Gramsci A importância histórica do conflito da primeira guerra é percebida por Gramsci. Cunha o termo desinteressado - o que interessa não apenas aos indivíduos, mas à coletividade. Palavra-chave: trabalho Cultura, escola e a formação devem ser classistas e proletárias. A burocracia matou a produção. Falta uma escola do trabalho na Itália. É preciso integrar a corrente humanista e a profissional, pois, antes do operário existe o homem.
  4. 4. Universidade popular Em 1916, no artigo intitulado “A Universidade Popular” rejeita vigorosamente qualquer forma de discussão popular amesquinhada pelo assistencialismo cultural. Gramsci toma partido em favor do método historicista. Historicismo é a forma de vivificar e recriar a ciência.
  5. 5. Associação de Cultura Não se alfabetiza a força, é necessário um ambiente democraticamente participativo. Critica a universidade popular de Turim, pois ela tem a mesma eficácia das instituições de beneficiência que acreditam satisfazer um prato de sopa as necessidades fisiológicas dos desgraçados que não podem se nutrir e suscitam o tema “pena” ao coração tenro de seus senhores.
  6. 6. A escola de Quadros (Pós-guerra - 1919-1921) <ul><li>“ Orde Nuovo” – </li></ul><ul><li>Uma tendência educativa e uma revista. </li></ul><ul><li>Integrar teórica e pratica - do mundo do trabalho ao mundo da cultura; </li></ul><ul><li>A escola profissionalizante como a escola desinteressada . </li></ul><ul><li>A idéia de educar a partir da realidade viva do trabalhador e não de doutrinas frias e enciclopédicas. </li></ul>
  7. 7. “ Orde Nuovo” <ul><li>A escola deve se pautar nos conselhos (fábrica e campo) </li></ul><ul><li>A escola produz fundamentalmente trabalho intelectual, a fábrica produz trabalho material. </li></ul><ul><li>A escola, portanto, tem seu princípio pedagógico fora dela, o sentido que não é ela que cria. </li></ul><ul><li>A nossa escola é viva, porque os operários levam à ela sua melhor parte, aquela que o cansaço da oficina não pode enfraquecer: a vontade de se tornarem melhores. </li></ul><ul><li>A escola deve ensinar exatamente como é e como funciona o instrumento de trabalho. </li></ul><ul><li>Mesmo em uma nova escola, não se parte do zero, porque a própria prática produtiva industrial constitui o primeiro momento formativo do novo homem socialista. </li></ul><ul><li>O trabalho educa o novo homem. Entretanto, se a f á brica inicia , ela não completa o processo educativo. </li></ul>
  8. 8. A escola de partido (ascensão do fascismo 1921-1926) Construtividade é um valor fundamental em toda vida e ação de Gramsci. Ele não simpatiza com o verbo destruir aplicado indiscriminadamente, ele é profundamente construtor, consertador.
  9. 9. A escola por correspondência <ul><li>Pensamento desenvolvido no contexto do estado fascista. </li></ul><ul><li>Com o objetivo de criar </li></ul><ul><li>novas escolas de partido, cuja função é formar </li></ul><ul><li>organizadores e difusores bolchevistas. </li></ul><ul><li>É na relação orgânico pedagógica entre uma escola e um determinado movimento social objetivo que se deve procurar o principio didático inspirador. </li></ul><ul><li>Nesse momento ele rejeita a cultura desinteressada , pois propõe uma escola por correspondência, uma escola imediatista. </li></ul><ul><li>A Escola é algo importante, mas complementar. Acelera as potencialidades humanas, mas não as cria. </li></ul>
  10. 10. Desagregar o bloco intelectual Há um grupo de intelectuais conservadores que acabam impedindo o movimento revolucionário e que o operário camponês isolado, não consiga o poder.
  11. 11. A escola da liberdade industrial (1927-1937) <ul><li>Educação da criança e do adolescente </li></ul><ul><li>Estabelecer o trabalho industrial moderno como símbolo educativo significa de certa forma introduzir, na escola e na educação familiar, a disciplina moderna (inclusive como o fordismo pensou). A disciplina, também, é histórica, pois a pré-industrial é bem diferente da industrial. </li></ul><ul><li>Preparação para o trabalho, portanto, não é em primeiro lugar uma questão de aprendizagem técnica nem é mecânica a preparação para o mercado é antes de tudo aprendizagem dos hábitos adequados para lidar ou lutar no mundo do trabalho. </li></ul>
  12. 12. Educação e Hegemonia: Mussolini na Itália, Stalin na Rússia O homem - até 16-18 anos - deve freqüentar uma escola disciplinada, isto é, informada pelo ethos , logos e pelos técnicos do trabalho moderno, jamais, por é m profissionalizante, mas sim aberta, humanista, culta, em sumo, do tipo renascentista atualizada.
  13. 13. Método Pedagógico: LIBERDADE, NECESSIDADE, FANTASIA DA CONCRETUDE. <ul><li>Leonardo da Vinci é a grande refer ê ncia para Gramsci, pois é o símbolo da unidade entre tecnologia e cultura humanística, entre disciplina produtiva e liberdade (politecnia). </li></ul><ul><li>Para Gramsci, a crise da escola tradicional é conseqüência da morte da sociedade tradicional, pelo avanço industrial. A pontencialidade do intelectual na luta pela hegemonia é enorme também para a classe trabalhadora. </li></ul><ul><li>Difundir sempre mais as escolas profissionais profissionalizadas nas quais o destino dos alunos e sua futura atividade são pré-determinados. </li></ul><ul><li>Escola única inicial de cultura geral , humanista informativa, que seja capaz ao mesmo tempo desenvolver a capacidade de trabalhar manualmente (técnica, industrial) com o desenvolvimento das capacidades de trabalhar intelectualmente. </li></ul><ul><li>A ESCOLA UNITÁRIA devera eleger como eixo de seu currículo, uma outra linguagem, a linguagem industrial. </li></ul>
  14. 14. ESCOLA UNITÁRIA de Gramsci Liberdade forjada no e pelo trabalho moderno, administrado pelo pr óp rio trabalhador, o qual produz e defini a política de distribuição e de produção.
  15. 15. Para Paolo Nosella A escola de Gramsci, foi dito, e com razão, é ancorada no trabalho, mais exatamente, organicamente articulada com o trabalho intelectual. homem rural e as escolas politécnicas e tecnológicas refletem as possibilidades enormes que o homem possui quando liberta seu cérebro de um único e infindável processo produtivo. Afirma-se a LIBERDADE como essência do moderno trabalho industrial e sua ciência. O taylorismo foi uma dura escola de liberdade para o homem
  16. 16. Refer ê n cia B ibliográfica NOSELLA, Paolo. A Escola de Gramsci . 3. ed. São Paulo: Cortez, 2004.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×