Produção textual exercícios
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Produção textual exercícios

on

  • 3,814 views

Exercícios de produção textual, tendo como foco o estudo do tópico frasal. Proposta de redação elaborada pelo site do UOL Educação.

Exercícios de produção textual, tendo como foco o estudo do tópico frasal. Proposta de redação elaborada pelo site do UOL Educação.

Statistics

Views

Total Views
3,814
Views on SlideShare
3,606
Embed Views
208

Actions

Likes
0
Downloads
31
Comments
0

3 Embeds 208

http://tiopablovirtual.blogspot.com.br 181
http://tiopablovirtual.blogspot.com 20
http://www.tiopablovirtual.blogspot.com.br 7

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Produção textual exercícios Produção textual exercícios Presentation Transcript

  • PRODUÇÃO TEXTUALEXERCÍCIOS
  • 1) Identifique os tópicos frasaisnos textos abaixo: “No que tange ao agricultor, podemos enumerar neleuma psicologia própria, talhada pelas influênciasecológicas e sociais do meio ambiente: conservadorismoexacerbado com o conseqüente apego à rotina edesconfiança à técnica; insulamento dentro de suapropriedade e de seus conhecimentos, associados alocalismo acentuado: individualismo e ausência detraquejo social; educação inferior gravado o nível mentalpela permanente fuga dos elementos mais capazes paraos centros urbanos; comércio e indústria em estágiosabsolutamente primários; condições higiênicas precárias;baixa densidade demográfica; predomínio dos contatosprimários ente os parentes ou companheiros maischegados, por força do trabalho; maior resistência moral;hospitalidade; fecundidade; ausência de espírito decompetição; insensibilidade ao espírito de classe; apatiapolítica, sedentarismo”.
  • 1) Identifique os tópicos frasaisnos textos abaixo:“O que faz a grandeza do educador, além doamor das crianças e da intuição psicológica é opoder de moldar as almas segundo umaconcepção íntima do Homem. Neste sentido, ogrande educador é sempre um humanista (falodo humanismo íntimo, que é amor econhecimento do humano). Não se concebeque o educador ignore, ou não procureconhecer cada vez melhor, as necessidades eas virtualidades físicas e morais do homem.Nada do que é humano lhe pode ser alheio.Não se concebe um artista que não domineinteiramente pela inteligência e pelo coração, omaterial em que trabalha”.
  • 1) Identifique os tópicos frasaisnos textos abaixo:“O sistema de saúde pública do Rio de Janeiroestá em estado de alerta desde terça-feira 23.Motivo: foi identificado na funcionária públicaElizabeth de Souza Cabral, na BaixadaFluminense, o primeiro caso no Brasil dedengue tipo 3”“Acho que o Brasil é um país que ainda estáprocurando sua identidade. Todo paíscolonizado acaba recebendo heranças boas eruins e isso faz com que sua identidade demoreum pouco a ser construída. Mas tenho certezade que nosso povo é muito melhor do que ospoucos que não valem nada e que ocupam hojecargos públicos importantes”.
  • II) Análise estrutural Vitamina C: Benefícios para a saúde e beleza Quem acha que a vitamina C só é útil na hora de prevenirresfriados, está muito enganado. Ela tem muito mais benefíciospara a nossa saúde e até beleza. A vitamina C neutraliza osradicais livres, preservando dessa forma a firmeza, elasticidadee resistência da pele, o que ajuda também a prevenir oaparecimento de manchas e o antienvelhecimento precoce. Uma alimentação rica em vitamina C ajuda na absorção docálcio e por conseqüência, fortalecimento dos ossos, e faz comque a cicatrização seja melhor, pois favorece a síntese docolágeno. A vitamina C é fácil de ser encontrada em alimentosdo nosso dia-a-dia, como na laranja, brócolis, ervilha, tomate,couve, mamão, morango, entre outros. O importante é conseguir balancear a alimentação de formaque se ingira em uma refeição todos os nutrientes necessários."Não é só a falta de vitaminas e minerais que podem prejudicaro organismo, o excesso também", explica Daniela Jobst,nutricionista funcional.
  • a) Responda Qual é o tema abordado pela notícia? Qual é o tópico frasal de cada um dos parágrafos do texto? Faça um esquema de como foi organizado o texto.
  • III) Proposta de produção Horário político obrigatório: bom para quem? O horário eleitoral gratuito na televisão e no rádio é um recursoobrigatório garantido pela lei brasileira para que todos oscandidatos possam ser vistos e ouvidos pelos eleitores.Pesquisa do DataFolha, realizada em São Paulo em agostopassado, mostra que 64% da população do estado achamnecessária a manutenção da propagranda gratuita. Por outrolado, essa imposição desagrada muita gente, pois o horárioeleitoral entra no ar em rede aberta, impedindo o cidadão deoptar se quer ou não assistir a isso. Alguns ainda alegam que apropaganda gratuita não ajuda em nada, pois, além de o temposer muito curto para se conhecer o candidato e suas propostas,há partidos que o utilizam sem seriedade, induzindo o público avotar de modo inconsequente. Há também a distribuiçãodesproporcional do tempo entre os candidatos da eleiçãomajoritária e das proporcionais. O que você pensa disso? O quepropõe para que esse horário seja mais útil para a população?Leias os textos da coletânea e leve-os em consideração paraelaborar uma dissertação argumentativa discutindo a validadedo horário político obrigatório.
  • ELABORE UMA DISSERTAÇÃOCONSIDERANDO AS IDEIAS A SEGUIR: Novo horário eleitoral Começa nesta terça-feira [21 de agosto] o mal denominado horário eleitoral gratuito. Serão 45 dias nos quais os candidatos a prefeito e vereador poderão usar as emissoras de rádio e televisão para atrair o voto do maior número de eleitores. Ao final do período, as TVs terão cedido aos partidos políticos pouco mais de 60 horas de sua programação. Pelo serviço, terão direito a uma compensação tributária que, estima-se, custará cerca de R$ 600 milhões aos cofres públicos. Ou seja, o horário eleitoral é gratuito só para os partidos. Para os demais cidadãos, ele é dispendioso. Por essa razão e por seu caráter impositivo, sofre críticas ponderáveis de vários quadrantes. (...) A garantia desse desiderato democrático justifica alguma despesa do Estado. Isso não significa, porém, que o atual padrão de gastos seja adequado. E, exatamente por haver verbas públicas envolvidas, deve-se exigir aproveitamento mais criterioso dos recursos. (...) Outro mecanismo a implementar é um teto para o total de minutos de cada partido e coligação na propaganda política. Atingido um limite, o ingresso de novas siglas não agregaria tempo de exposição à aliança. Com isso, seriam desestimuladas transações oportunistas. Além de medidas voltadas aos partidos, convém adotar providências que incrementem o horário eleitoral do ponto de vista do cidadão e espectador. Os grandes blocos de propaganda deveriam ser abreviados. A produção de longos programas encarece as campanhas, e eles são menos eficientes do que inserções curtas. Ao lado disso, uma parte da propaganda gratuita deveria ser reservada para debates temáticos entre os postulantes, a fim de aumentar ocasiões de confronto de ideias. [Folha de S. Paulo, 19/08/12]
  • Leitores criticam horárioeleitoral gratuitoO horário eleitoral mais se presta à avaliação dasagências de publicidade do que à competência doscandidatos, e mais à habilidade dos marqueteiros emesconder a verdadeira face do candidato do que emmostrá-la ao eleitor. Não há horário gratuito paracandidato algum: todos devem desembolsar somas quefogem ao controle da Justiça Eleitoral, e muitos gastammais do que receberão em todo o mandato. Permitir quemarqueteiros vendam mercadorias maquiadas e falsasimpunemente, a custos tão elevados aos cofres públicos,é o maior empecilho à moralização do processo eleitoral.[Painel do Leitor, Folha de S. Paulo, 20/08/12, PedroUbiratan Machado de Campos (Campinas, SP)]
  • Espaço gratuito no rádio e na TV é peculiaridade do Brasil Destinar horários na TV para a propaganda eleitoral sem que os políticostenham que pagar pelo espaço na grade de programação é uma peculiaridadeda legislação brasileira em comparação com outras importantes democracias domundo. Nos Estados Unidos, onde o presidente Barack Obama briga neste instantepara garantir a reeleição contra o republicano Mitt Romney, os candidatosdevem gastar o dinheiro arrecadado pelas campanhas para comprar espaçopublicitário nas emissoras, como faria qualquer outro anunciante. No Brasil, oscandidatos estão proibidos por lei de comprar espaços publicitários na TV ou nainternet, podendo pagar por anúncios apenas em jornais e revistas. Já a Espanha e o México, por exemplo, adotam um modelo misto, compropaganda gratuita nos canais públicos de TV e permissão para que oscandidatos comprem espaços na rede comercial de TV, de acordo com acientista política Vera Chaia, pesquisadora do Neamp (Núcleo de Estudos emArte, Mídia e Politica) da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de SãoPaulo). O objetivo da lei brasileira é garantir espaço na TV a todas as coligações deforma democrática, sem beneficiar os que dispõem de mais dinheiro. “Acho correto que seja obrigatório [por lei]. Primeiro porque a TV é umaconcessão pública. Segundo porque este é o único momento em que o povo tema oportunidade de conhecer os candidatos e as propostas. O horário eleitoral é agrande vitrine” analisa Vera Chaia, citando novamente a conhecidapredominância da televisão como meio de informação do brasileiro, emdetrimento dos jornais e da internet. A importância do horário gratuito ganha relevo no sistema eleitoral brasileiro,pois ele está combinado a outra peculiaridade nacional: o voto obrigatório. Numpaís em que todos estão obrigados a ir às urnas, a distribuição do tempo de TVpor critérios que não a capacidade financeira das campanhas torna o processo
  • Com base nos textos, elabore sua redação sobre otema Horário político obrigatório: bom paraquem? Seu texto deve ser escrito na norma culta da língua portuguesa; Deve ter uma estrutura dissertativa-argumentativa; Não deve estar redigido sob a forma de poema (versos) ou narração; A redação deve ter no mínimo 15 e no máximo 30 linhas escritas; Não deixe de dar um titulo à sua redação. Envie seu texto até 25 de setembro de 2012.
  • Educação UOL:http://educacao.uol.com.br/bancoderedacoes/
  • Enviando as redações para oUOL bancoderedacoes@uol.com.br