• Like
Avintes e Adriano Correia de Oliveira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Avintes e Adriano Correia de Oliveira

  • 411 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
411
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • <number>

Transcript

  • 1. Avintes(Villa Abientes)Séc. XVila Avintes1.Fevereiro.1988Terra de tradições e costumesPertenceu no séc. XIII ao julgado de GondomarPassa a Concelho em 1832Foi anexada a Vila Nova de Gaiapor decreto real de 6 de Novembro de1836O auto de encerramento do concelho é em28.Fevereiro.1837(História de Avintes publicada no site daJunta de Freguesia)Dedico este trabalho especialmente aos meus amigosManuel Cibrão e Antero SantosJ. Portojo2013Clique a seu modo
  • 2. Largo da GandraCentro de AvintesFoi lugar de Feira Franca no séc. XIX
  • 3. Junta de FreguesiaAntiga escola primária
  • 4. Igreja Matrizde invocação a S. PedroDesconhece-se a data da fundaçãoFoi saqueada em 1808 pelas tropas doGeneral Junot aquando das invasões francesas.O pintor da IgrejaFeliciano Joaquim da Costafoi assassinado pelos franceses em 1809
  • 5. O Altar da Capela-Mor há uns anosImagem do séc. XVIII deSant’Ana
  • 6. Capela do Senhor do Palheirinho(finais do séc. XVIII)Conta a lenda que neste local viviam duas irmãse nas suas súplicas intercediam por outras pessoas.Dos donativos conseguidos pelas graçasmandaram erigir a Capela
  • 7. Casa onde nasceuHenrique Moreira(1890-1979)Escultor com várias obras pelo mundoé na Cidade do Porto que está mais representadoA Juventude (Menina Nua) e os Meninos (da Avenida)são talvez as mais conhecidas
  • 8. Clube Recreativo AvintenseFundado por Óscar Osório Gondim(1863-1937)Um dos grandes homens de Avintes
  • 9. Pedra da AudiênciaTribunal erigido ao ar livre em 1742na aplicação da Justiça que já vinha desdea Idade Média.Uma mesa larga de granitoladeada por dois bancos e encabeçadapor outro mais alto atrás do qual se ergue ummajestoso sobreiro.O primitivo sobreiro foi derrubado por umtemporal no dia 25 de Abril de 1961.Outro foi plantado para dar continuidade àHistória
  • 10. A Padeira de AvintesEscultura de Henrique MoreiraA Broa de AvintesA sua fama começa no séc. XVIII quando évendida em grande escala na cidade do Porto.Por essa altura a principal actividade de Avintesera a moagem de cereais que empregava em1764 grande quantidade de pessoal.Coziam-se por semana 96 carros deste pão.Em princípios do séc. XIX existiam mais de 50Padeiros e coziam-se 300 carros de pão.É um pão de mistura Milho e Centeio e na suaconfecção entram rezas e bençãos.
  • 11. Os Velhotes de AvintesDoce cuja origem se perde no tempo. Era vendido nas maisFamosas Romarias e Festas da Cidade do Porto, a par dos Doces da Teixeira,do de Paranhos, e os Melindres de Casais Novos (Penafiel)
  • 12. Avintes ainda preserva memórias dos seus tempos agrícolas
  • 13. Possui muitas zonas verdes e Quintas utilizadas para o Turismo e Restauração
  • 14. Em 1983 com a ideia de preservar a natureza eo património cultural, é criado em Avintes oParque Biológico de Gaia, hoje com uma áreade 35 ha.Anexadas ao longo dos anos várias quintas,recriou-se o ambiente rural de tempos idos aolongo do Rio Febros e outros ribeiros.
  • 15. Revitalizaram-se velhos campos agrícolas
  • 16. Restauraram-se Casas de Quinta e Espigueiros…
  • 17. …Velho Moínho e Nora
  • 18. Quarto do caseiro ou do moleiro
  • 19. Cozinha tradicional
  • 20. Moagem do Cereal
  • 21. Ensinam-se culturas e criam-se animais de Quinta
  • 22. Além de preservar a paisagem típica da região ao tempo em que era essencialmenteum grande espaço agrícola, com as suas bouças, águas, moínhos, casas rurais,criaram-se espaços para mostrar a fauna selvagem de Portugal.Também é um centro de acolhimento de animais feridos ou doentes que depois detratados são devolvidos à natureza.
  • 23. O Rio Febros junto à foz, no Rio Douro
  • 24. O Cais de Avintesvisto da Aboínha, Gondomar
  • 25. Do Cais olhando para Gondomar
  • 26. Aqui a vista é para a Zona mais oriental da Cidade do Porto
  • 27. Trajes tradicionais daMulher de AvintesReconhecida na Cidade do Porto comoPadeira e Toucinheira, mas tambémcomo Barqueira de Avintes, nãoquerendo com isto dizer que de lá sejamesmo natural…Excerto de um conto de RamalhoOrtigão, repescado em Coisas que seescrevem de Agostinho Barbosa Pereira
  • 28. Barco de AvintesNavegavam no Douro e eram conhecidoscomo os barcos das Padeiras e Toucinheiras mastambém transportavam passageiros
  • 29. Avintes tem no Teatro amador uma das suas maiores expressões Culturais.Destaques para o mais que centenário Grupo Mérito Dramático Avintense e daAssociação Recreativa Os Plebeus Avintenses, criados há mais de 80 anos.Ainda na Freguesia existe o Parque Zoo de Santo Inácio(que ainda não tive oportunidade de conhecer)Temas musicais“Trova do Amor Lusíada” e “Canto da Nossa Tristeza”cantados porAdriano Correia de Oliveira(Porto, 9 de Abril de 1942 – Avintes, 16 de Outubro de 1982Fotos e FormataçãoJ. Portojohttp://portojofotos.blospot.ptportojo@gmail.comAbril/Maio2013