A IMPORTÂNCIA DAS TIC’S NO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM Professores: Valdeni Francisco de Souza    Elaine Maria de Almeida
INFLUÊNCIA DATV, RÁDIO E INTERNET Apresentação Os meios de comunicação exercem uma influência avassaladora na população.  ...
<ul><li>Eles educam informalmente, continuamente, voluntariamente, porque ninguém é obrigado a assistir. Sabem como se com...
Entretanto, para evitar ou superar o uso ingênuo dessas tecnologias, é fundamental  conhecer as novas formas de aprender e...
Para obter resultados satisfatórios na utilização de tecnologias no ensino e na aprendizagem, é necessário  ter clareza da...
Por conseguinte, as mudanças dos ambientes educativos com a presença de artefatos tecnológicos e linguagens próximas do un...
A TV e a educação  José Manuel Moran <ul><li>A informação e a forma de ver o mundo predominante no Brasil provêm fundament...
O que tentamos contrapor na sala de aula, de forma desorganizada e monótona, aos modelos consumistas vigentes,  a televisã...
A TV fala da vida, do presente, dos problemas afetivos - a fala da escola é muito  distante e intelectualizada - e fala de...
Os meios de comunicação mexem com o emocional, com as nossas fantasias, desejos e instintos. Passam com incrível facilidad...
Por que será que os meios de comunicação cativam e provocam tanto impacto? A TV fala primeiro do &quot;sentimento&quot; - ...
A educação para os meios começa com a sua incorporação na fase de alfabetização. A criança, ao chegar à escola, já sabe le...
E o que a escola faz com essas habilidades todas?   Elas são praticamente ignoradas pela escola.  Esta no máximo utiliza a...
A escola precisa exercitar as novas linguagens que sensibilizam e motivam os alunos, e também combinar pesquisas escritas ...
A motivação dos alunos aumenta significativamente quando realizam pesquisas, onde se possam expressar em formato e códigos...
Integrar as mídias na escola ... Não se trata de propor mudanças na educação pela ótica do domínio das tecnologias sob a j...
Referência bibliográfica: http://www.eproinfo.mec.gov.br/fra_def.php?sid=269347CEEF96BB64A1E124A3FB8A2A64
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A importancia das novas TIC no processo ensino aprendizagem

62,790 views
62,314 views

Published on

Slides apresentados na oficina ministrada pelos professores Valdeni e Elaine sobre as influencias das novas midias na educacao e possibilidades de uso pedagogico desses recursos.

Published in: Technology
1 Comment
38 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
62,790
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,144
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
38
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • A importancia das novas TIC no processo ensino aprendizagem

    1. 1. A IMPORTÂNCIA DAS TIC’S NO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM Professores: Valdeni Francisco de Souza Elaine Maria de Almeida
    2. 2. INFLUÊNCIA DATV, RÁDIO E INTERNET Apresentação Os meios de comunicação exercem uma influência avassaladora na população. Só vinte por cento das pessoas lêem jornal , enquanto noventa e cinco por cento vêem televisão e ouvem rádio. A televisão e o rádio dizem que só querem entreter, mas, ao mesmo tempo, vão disseminando idéias , emoções, valores.
    3. 3. <ul><li>Eles educam informalmente, continuamente, voluntariamente, porque ninguém é obrigado a assistir. Sabem como se comunicar com a população, captar suas ansiedades e desejos. A escola não pode continuar ignorando esses meios, precisa discuti-los, analisá-los e utilizá-los. </li></ul>
    4. 4. Entretanto, para evitar ou superar o uso ingênuo dessas tecnologias, é fundamental conhecer as novas formas de aprender e de ensinar, bem como de produzir, comunicar e representar conhecimento , possibilitadas por esses recursos, que favoreçam a democracia e a integração social.
    5. 5. Para obter resultados satisfatórios na utilização de tecnologias no ensino e na aprendizagem, é necessário ter clareza das intenções e objetivos pedagógicos , das possíveis formas de representação do pensamento, das características de narratividade, roteirização e interação entre as tecnologias.
    6. 6. Por conseguinte, as mudanças dos ambientes educativos com a presença de artefatos tecnológicos e linguagens próximas do universo de interesses do aluno proporcionam o acesso a uma gama diversa de manifestações de idéias , permitem a expressão do pensamento imagético e criam melhores condições para a aprendizagem e o desenvolvimento do ser humano e da civilização.
    7. 7. A TV e a educação José Manuel Moran <ul><li>A informação e a forma de ver o mundo predominante no Brasil provêm fundamentalmente da televisão. Ela alimenta e atualiza o universo sensorial, afetivo e ético que crianças e jovens - e grande parte dos adultos - levam a para sala de aula. Como a TV o faz de forma mais despretensiosa e sedutora, é muito mais difícil para o educador contrapor uma visão mais crítica, um universo mais abstrato, complexo e na contramão da maioria como a escola se propõe a fazer. </li></ul>
    8. 8. O que tentamos contrapor na sala de aula, de forma desorganizada e monótona, aos modelos consumistas vigentes, a televisão, o cinema, as revistas de variedades e muitas páginas da Internet o desfazem nas horas seguintes. Nós mesmos, como educadores e telespectadores, sentimos na pele a esquizofrenia das visões contraditórias de mundo e das narrativas (formas de contar) tão diferentes dos meios de comunicação e da escola.
    9. 9. A TV fala da vida, do presente, dos problemas afetivos - a fala da escola é muito distante e intelectualizada - e fala de forma impactante e sedutora - a escola, em geral, é mais cansativa, concorda?
    10. 10. Os meios de comunicação mexem com o emocional, com as nossas fantasias, desejos e instintos. Passam com incrível facilidade do real para o imaginário, aproximando-os em fórmulas integradoras, como nas telenovelas.
    11. 11. Por que será que os meios de comunicação cativam e provocam tanto impacto? A TV fala primeiro do &quot;sentimento&quot; - o que você sentiu&quot;, não o que você conheceu ; as idéias estão embutidas na roupagem sensorial, intuitiva e afetiva. A televisão e o vídeo partem do concreto, do visível, do imediato, próximo, que toca todos os sentidos. Mexem com o corpo, com a pele, as sensações e os sentimentos - nos tocam e &quot;tocamos&quot; os outros, estão ao nosso alcance por meio dos recortes visuais, do close, do som estéreo envolvente.
    12. 12. A educação para os meios começa com a sua incorporação na fase de alfabetização. A criança, ao chegar à escola, já sabe ler histórias complexas, como uma telenovela, com mais de trinta personagens e cenários diferentes. Quando começar a educação escolar pelas mídias?
    13. 13. E o que a escola faz com essas habilidades todas? Elas são praticamente ignoradas pela escola. Esta no máximo utiliza a imagem e a música como suporte para facilitar a compreensão da linguagem falada e escrita, mas não pelo seu intrínseco valor. As crianças precisam desenvolver mais conscientemente o conhecimento e prática da imagem fixa, em movimento, da imagem sonora... e fazer isso parte do aprendizado central e não marginal. Aprender a ver mais abertamente, o que já estão acostumadas a ver, mas que não costumam perceber com mais profundidade (como os programas de televisão).
    14. 14. A escola precisa exercitar as novas linguagens que sensibilizam e motivam os alunos, e também combinar pesquisas escritas com trabalhos de dramatização, de entrevista gravada, propondo formatos atuais como um programa de rádio uma reportagem para um jornal, um vídeo, onde for possível.
    15. 15. A motivação dos alunos aumenta significativamente quando realizam pesquisas, onde se possam expressar em formato e códigos mais próximos da sua sensibilidade. Mesmo uma pesquisa escrita, se o aluno puder utilizar o computador, adquire uma nova dimensão e, fundamentalmente, não muda a proposta inicial.
    16. 16. Integrar as mídias na escola ... Não se trata de propor mudanças na educação pela ótica do domínio das tecnologias sob a justificativa da modernidade e sim de propiciar aos alunos a utilização das mídias para a expressão de idéias, a produção de conhecimento, a comunicação e a interação social.
    17. 17. Referência bibliográfica: http://www.eproinfo.mec.gov.br/fra_def.php?sid=269347CEEF96BB64A1E124A3FB8A2A64

    ×