Your SlideShare is downloading. ×
0
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Design de Redes Sociais

2,875

Published on

Como lidar com as questões sociológicas envolvidas no projeto de novas redes sociais.

Como lidar com as questões sociológicas envolvidas no projeto de novas redes sociais.

Published in: Design
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,875
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
140
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Design de Redes Sociais Minicurso Instituto Faber-Ludens de Design de Interação Faculdades Internacionais San-Martin
  • 2. Design de Interação como artefato
  • 3. Design de Interação como comunicação usuário artefato usuário
  • 4. Design de Interação como redes sociotécnicas U A U U U A U A U A U U A
  • 5. Metodologia O Design de Interação se apropria do ❖ comportamento social para propor novos modos de relacionamento.
  • 6. Design Centrado na Atividade Focado no que as pessoas fazem, não em ❖ seus perfis demográficos O sistema (informático) deve se adaptar ao ❖ sistema (social) Baseado na Teoria da Atividade (Vygostki, ❖ Luria, Leontiev, Engestrom)
  • 7. Sistema da Atividade (Engestrom) instrumentos pessoas objeto resultado regras divisão do trabalho comunidade
  • 8. Categorias Sociológicas Motivação ❖ Identidade ❖ Cultura ❖ Espaço e tempo ❖ Coordenação ❖ Aprendizado ❖
  • 9. Motivação Porque eu devo ir a este lugar? ❖ O que vou poder fazer lá? ❖ Quem vai estar lá? ❖ Do que eu preciso para ir? ❖
  • 10. Minha rede social
  • 11. Meus objetos compartilhados Object Sociality, Jyri Engestrom, jaiku.com e zengestrom.com livro ENG
  • 12. Deixar claro o objeto da rede
  • 13. A motivação é o que dá origem ao objeto instrumentos pessoas objeto resultado regras divisão do trabalho comunidade
  • 14. Identidade Quem sou eu? ❖ Quem eu quero que você ache que eu sou? ❖
  • 15. Identidade Gestão da identidade ❖ Expressividade das novas linguagens ❖ Orkut
  • 16. Customização Customização é mais que uso ❖ Envolvimento emocional ❖ Ações com intenção social ❖ MySpace
  • 17. Flogão
  • 18. A identidade é um instrumento de status instrumentos pessoas objeto resultado regras divisão do trabalho comunidade
  • 19. Cultura Como é nossa história? ❖ Que valores são sagrados e quais são ❖ profanos? Que língua usar? ❖
  • 20. Grupos na Ilha do Tabuleiro
  • 21. Regras nos Grupos do Flickr
  • 22. A regulação da cultura é negociada instrumentos pessoas objeto resultado regras divisão do trabalho comunidade
  • 23. Espaço e tempo “Design de Interação é o design de espaços ❖ para a comunicação e interação” (Winograd) “O espaço provê contexto para o ❖ movimento” (Saffer) “O recurso mais escasso deve ser o tempo ❖ das pessoas” (Cooney) “Design de Interação é o design do ❖ tempo” (Kovalchuke)
  • 24. Ênfase comportamental pelo espaço
  • 25. Outra ênfase
  • 26. Esferas pública e privada
  • 27. Publicidade dos recados no Orkut
  • 28. Interação síncrona Percepção de disponibilidade ❖ Negociação de turno ❖ Maior presença do outro no discurso ❖ Mais fácil de chegar num consenso ❖ Menor controle ❖
  • 29. Disponibilidade Negociação turno MSN Messenger
  • 30. Interação assíncrona Descontextualização - memória ❖ Distanciamento ❖ Maior controle ❖
  • 31. Espaço e tempo são crucias para o resultado instrumentos pessoas objeto resultado regras divisão do trabalho comunidade
  • 32. Coordenação Fluxo de trabalho (workflow) ❖ Responsabilidades ❖ Rotulação ❖ Privilégios ❖ Flexibilidade ❖
  • 33. Diagrama sequencial
  • 34. Casos de uso por papéis
  • 35. Coordenação é poder na prática instrumentos pessoas objeto resultado regras divisão do trabalho comunidade
  • 36. Aprendizado Que vantagens tem os outros que sabem ❖ mais que eu? Como aprendo com eles? ❖ Que impedimentos existem para aprender? ❖ Qual é a utilidade, operação e ❖ funcionamento disso?
  • 37. Sistema de conceitos do Flickr
  • 38. Curva de aprendizado gradual
  • 39. Propagação do comportamento
  • 40. Aprender é fazer parte de uma comunidade instrumentos pessoas objeto resultado regras divisão do trabalho comunidade
  • 41. Dúvidas até aqui? Instituto Faber-Ludens de Design de Interação Faculdades Internacionais San-Martin
  • 42. Proposta de exercício Projetar uma rede social para um ❖ determinado grupo social ou subcultura Observar como se manifestam estas ❖ categorias sociológicas nas redes atuais Utilizar o ning.com como plataforma de ❖ prototipação
  • 43. Método de Pesquisa: Etnografia Virtual
  • 44. Imersão no contexto
  • 45. Criação e uso de perfil
  • 46. Participação em atividades
  • 47. Análise de registros de fala
  • 48. Incorporação de pesquisa espontânea

×