Your SlideShare is downloading. ×

CAÇADORES DE HISTÓRIAS

1,477

Published on

Revista Muito 130 …

Revista Muito 130
Jornal A TARDE
Caçadores de Histórias
Urano Andrade

Published in: Education
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,477
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 45 #130 / DOMINGO, 26 DE SETEMBRO DE 2010 REVISTA SEMANAL DO GRUPO A TARDEJOSÉ MEDRADO TORTA BÚLGARA MODA DE RUA COSME E DAMIÃO VINHOS « Indiana Jones do ARQUIVO Pesquisadores, liderados por Urano Andrade, buscam documentos raros no Arquivo Público
  • 2. 2 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010
  • 3. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 3CARTUM SIMANCAsimanca@grupoatarde.com.brU rano Andrade é um caçador de histórias. Ao lado de uma equipe formada por Jetro do Carmo, Cândido Domingues e Jacira Santos Pinto, ele é uma espécie de Indiana Jones do Arquivo Público da Bahia, que completa 120 anos em 2010. O repórter Vitor Pamplona mostra o tra- balho deste grupo que, ao vasculhar o passado, desenterra informações perdidas há séculos e ajuda a resolver questões atuais. O médium José Medrado conversa com a repórter Tatiana Mendonça sobre espiritismo. Esta edição traz, ainda, outras surpresas. Muito, a partir destasemana, vem com novas e deliciosas seções: as colunas Muitíssimo, com notícias exclusivas sobre persona-lidades, assinada por Ronaldo Jacobina, e Vinhos, na qual Regina Bochicchio dá dicas sobre esta bebida dosdeuses, cada vez mais presente no cotidiano da Bahia. Boa leitura. Nadja Vladi, editora-coordenadora
  • 4. ÍNDICE 26.9.2010ABRE ASPAS José Medrado fala sobre CAPA A caça ao tesouro, em livros e GASTRÔ A origem da torta búlgara, uma popularização do espiritismo na mídia documentos raros, no Arquivo Público enigma que desafia os especialistas08 38 22 FOTOS MARCO AURÉLIO MARTINS / AG A TARDE07 BIO A atriz baiana Nanda 14 MUITÍSSIMO Christian Cravo lança livro 16 MODA Um passeio pelo Centro 37 VINHOS Produção do Vale do São Lisboa estreia na TV em sobre o Haiti em Nova de Salvador em um Francisco conquista Araguaia, novela das 18 York, e tudo sobre a ensaio com a modelo norte-americanos, horas da Globo nova San Sebastian Lorraine Cruz baianos e franceses » MAKING OF, VÍDEOS E FOTOS EM REVISTAMUITO.ATARDE.COM.BR SUGESTÕES, CRÍTICAS: REVISTAMUITO@GRUPOATARDE.COM.BR SIGA A MUITO EM: TWITER.COM/REVISTAMUITOFUNDADO EM 15/10/1912 FUNDADOR ERNESTO SIMÕES FILHO PRESIDENTE REGINA SIMÕES DE MELLO LEITÃO SUPERINTENDENTE RENATOSIMÕES DIRETOR-GERAL EDIVALDO M. BOAVENTURA EDITOR-CHEFE FLORISVALDO MATTOS EDITORA-COORDENADORA NADJA VLADI EDITORA O historiadorKÁTIA BORGES EDITORES DE ARTE PIERRE THEMOTHEO E IANSÃ NEGRÃO EDITOR DE FOTOGRAFIA CARLOS CASAES DESIGNER ANA CLÉLIAREBOUÇAS. TRATAMENTO DE IMAGEM ADENOR PRIMO. FALE COM A REDAÇÃO WWW.ATARDE.COM.BR/MUITO E-MAIL: REVISTAMUI- e pesquisadorTO@GRUPOATARDE.COM.BR, 71 3340-8800 (CENTRAL) / 71 3340-8990 (ALÔ REDAÇÃO) CLASSIFICADOS POPULARES 71 3533-0855 / UranoATARDE@ATARDE.COM.BR / WWW.ATARDE.COM.BR VENDAS DE ASSINATURAS BAHIA E SERGIPE (71) 3533-0850 REPRESENTANTE PARA TODO OPAÍS PEREIRA DE SOUZA E CIA. LTDA. / RIO DE JANEIRO 21 2544 3070 / SÃO PAULO 11 3259 6111 PROPRIEDADE DA EMPRESA EDITORA A TARDE Andrade no/ SEDE: RUA PROF. MILTON CAYRES DE BRITO, Nº 204 - CAMINHO DAS ÁRVORES, CEP 41822-900 - SALVADOR - BA. REDAÇÃO: (71) 3340-8800, ArquivoPABX: (71) 3340-8500. FAX: (71) 3340-8712/8713. PUBLICIDADE: (71) 3340-8757/8731. FAX 3340-8710. CIRCULAÇÃO: (71) 3340-8612. FAX3340-8732. REPRESENTANTES COMERCIAIS / SÃO PAULO (SP) RUA ARAÚJO, 70, 7º ANDAR, CEP 01200-020. (11) 3259-6111/6532. FAX (11) Público da3237-2079 SERGIPE E ALAGOAS GABINETE DE MÍDIA & COMUNICAÇÃO LTDA. RUA ÁLVARO BRITO, 455, SALA 35, BAIRRO 13 DE JULHO, CEP Bahia em foto49.020-400 - ARACAJU - SE - TELEFONE: (79)3246-4139 / (79)9978-8962 BRASÍLIA(DF) SCS, QD. 1, ED. CENTRAL, SALAS 1001 E 1008 CEP70304-900. (61) 3226-0543/1343 A TARDE É ASSOCIADA À SOCIEDADE INTERAMERICANA DE IMPRENSA (SIP), AO INSTITUTO VERIFICADOR DE de IracemaCIRCULAÇÃO (IVC) E É MEMBRO FUNDADOR DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS JORNAIS (ANJ) IMPRESSÃO QUEBECOR WORLD RECIFE LTDA Chequer
  • 5. COMENTÁRIOS Mande suas sugestões e comentários para revistamuito@grupoatarde.com.br «_Pai Balbino 1 _Fabrício Boliveira NELSON NETO / DIVULGAÇÃO Amei a entrevista Não cansocom o nosso Balbino. Ele é coisa da Bahia. de elogiar as edições de Muito. TenhoQue o baiano absorva que é um orgulho por ter em minha terra umaprivilegiado no concerto do mundo. Axé revista com conteúdo tão rico e quepara as inspiradíssimas criaturas que valoriza a prata da casa. A reportagemfazem a revista. Thereza Lima de Jesus com o ator Fabrício Boliveira estava simplesmente fora de série. Náira Silva_Pai Balbino 2 Gostaria de Ticiana Villas-Boas e Fábio Malheirosparabenizar os jornalistas Marcos Dias e _Erramos A foto do casamento deMarco Aurélio Martins pela excelente _Pai Balbino 3 Quero Ticiana Villas-Boas e Fábio Malheiros, feitaentrevista com o babalorixá Balbino. É parabenizar Muito pela excelente por Nelson Neto, não foi devidamenteessencial mostrar sacerdotes de religiões entrevista com o babalorixá Balbino creditada na matéria A Bela da Noite,marginalizadas como é o candomblé. Daniel de Paula, que nos deu uma publicada em Muito. Republicamos aBalbino me pareceu um homem honrado verdadeira aula sobre o candomblé e a imagem nesta edição com o devidoe inteligente. Fábio Damasceno força dos orixás. Lígia Santiago crédito do profissional.
  • 6. 6 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 REJANE CARNEIRO / AG. A TARDEMUITO INDICA SARAU DE PANELAFelicidade urgenteA ideia original era fazer um resgate daquelas comidinhas populares maravilhosas, como maxixada, vatapá, anduzada, moqueca decamarão com cenoura, rabada com molho lambão, com aquele dom e pegada típicos do Recôncavo. E o que era para ser o projetoComidinha de Panela acabou se transformando no Sarau de Panela, no espaço cultural e bar Casa da Mãe, no Rio Vermelho, desde o feliz18 de julho. Todas as terças, o prato do dia é vendido por R$ 10, e quem vai lá dá de cara com artistas declamando poesia, cantando,tocando e pintando o sete. “Tudo é bem espontâneo”, afirma a produtora Luzia Moraes, que resume a proposta como “microfone livree entrada livre”. O resultado, também movido por roscas geniais, é a felicidade estampada na cara de todo mundo. MARCOS DIAS « TIAGO LIMA / DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃOMATILDE, LA CAMBIADORA DE CUERPOS VIVO ARTE.MOV PRÊMIO MARCANTONIO VILAÇATexto de Fábio Espírito Santo, direção de Hebe O vídeo Pomba Gira, de Marcondes Dourado, é Constelações, de Rosana Ricalde, é uma dosAlves, a peça leva ao palco do Teatro Vila Velha uma das atrações da mostra temática NE, no trabalhos na mostra do Prêmio CNI Sesipersonagens de TV. De sexta a domingo, às 20h MAM. De 29 deste mês a 2 de outubro Marcantonio Vilaça. Até 14/11, no MAM
  • 7. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 7 JOÃO MIGUEL JÚNIOR / TV GLOBO / DIVULGAÇÃOBIO NANDA LISBOA Uma joia bem baiana A baiana Fernanda Lisboa, 21, começou a fazer cursos de interpretação para dar con- ta das diferentes personagens que encar- nava em comerciais de TV e ensaios foto- gráficos.Modelodesdeos11,foimorarem São Paulo ainda adolescente, aos 16, para tentar a sorte grande. O professor do curso de teatro acabou convidando-a para inte- grar o elenco da peça A Dama do Cabaré, que estreou em junho do ano passado. QuandosoubequeaGloboestavacom“ca- rência de atrizes negras”, foi lá deixar seu currículo. Um ano esperando, e nada. “Já tinha desencanado”. Mas eis que, depois deumasemanaatribuladadetrabalho,viu à noite o e-mail da produtora da emissora chamando-a para fazer um teste para Ara- guaia, nova novela das seis, que estreia amanhã. “O teste era no dia seguinte, no Rio. Liguei chorando para minha mãe, com medo de não dar tempo. Mas aí ela me acalmou... Copiei o texto, arrumei a sacola e corri para o aeroporto”. Concorreu com atrizes que já trabalhavam na Globo, mas saiu confiante. Um mês depois, recebeu uma ligação dizendo que o papel era seu. Nanda foi acompanhada por um fonoau- diólogo para suavizar seu sotaque “meio paulista, meio baiano” e, em junho, come- çouagravar.“Foibemintenso. Aindaestou me adaptando. Minha experiência como atriz é curta, mas a equipe ajuda muito”. Natrama,elaseráAmetista,adoceirmãdo meio das “joias do Araguaia” – as três têm nomes de pedras preciosas. «Texto TATIANA MENDONÇA tmendonca@grupoatarde.com.br
  • 8. 8 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010ABRE ASPAS JOSÉ MEDRADO MÉDIUM Mais de duas mil pessoas costumam as- sistir à sua palestra nas terças-feiras, atraídas pela forma descontraída com que o senhor prega o espiritismo.«Há fantasia em É verdade, eu inaugurei, digamos assim, uma nova forma de pregar o espiritismo, com mais alegria. Meassociar tudo calço muito no que escreveu o psicó- logo americano James Hillman, de que a sua história de vida não deveaos espíritos» ser a biografia de uma vítima. A ten- dência é exatamente essa, a de se vi- timizar, e em nome da religião tam- bém você propor um discurso vitimi- zado. Então, como isto serviu paraTexto TATIANA MENDONÇA tmendonca@grupoatarde.com.br mim, comecei a falar para as pes-Foto MARCO AURÉLIO MARTINS mmartins@grupoatarde.com.br soas. Aí foi se criando um processo de empatia. Mas o senhor também deve ser discrimi- nado por quem acredita que a doutrina deve ser tratada de forma mais séria. Ah, sim, sim, sim, sim. O movimento espírita oficial, entre aspas – porqueJosé Medrado, 49, dorme de quatro a cinco horas por dia, mas não se queixa. Diz já estar o espiritismo não tem hierarquia –,acostumado. Só assim consegue dar conta de tanto. O emprego no Tribunal Regional me faz resistência, claro.do Trabalho, onde está há 29 anos; as gravações dos seus programas de rádio e TVtransmitidos na Bahia, em São Paulo e Minas; e as atividades no Cavaleiros da Luz, De que maneiras o senhor sente essa re-centro espírita que fundou aos 17 anos e que acabou se transformando na Cidade da sistência?Luz, complexo com escola, abrigo e ambulatório médico que no ano passado atendeu Eventos oficiais que eu não sou con-250 mil pessoas. “Não posso nem contar com o pneu furado, porque aí me atrapalha vidado, tá entendendo? Ou entãoa vida toda”. Aos 7 anos, Medrado passou a ver e escutar a avó, que morreu antes de qualquer posicionamento públicoele nascer. O pai dizia que ele estava ficando maluco, o menino se calou. Aos 15, en- que eu tenho, e aí eles vêm e me con-quanto ouvia um professor de português descrever os “sintomas” da mediunidade, tradizem... E eles não agem dessapensava “essa coisa eu tenho, isso também...”. Foi um alívio saber que não era doido. forma quando é um leigo falandoNascido em uma família pobre – “comia tanto mingau de cachorro que não sei como é uma bobagem sobre espiritismo.que hoje eu falo em vez de latir” –, conseguiu formar-se em letras e filosofia pela Uni- Quando você encontra, por exem-versidade Católica do Salvador. Destaca-se entre os médiuns que proliferam no País por plo, num poste um panfleto de umafalar de espiritismo de uma forma leve e divertida. Ninguém mais se espanta quando, ‘cartomante espírita’. Aí não vemno meio de uma palestra, cita como exemplo um personagem de novela (noveleiro ninguém para explicar que ela podeassumido, deixa gravando para não perder nenhum capítulo). Os quadros que pic- até ser cartomante, mas não podetografa de pintores famosos, como Portinari, Monet e Van Gogh, já chegaram a ser ser espírita, porque não se conciliavendidos por R$ 10 mil. Em novembro, ele lança o quarto livro, Apontamentos em ser cartomante com o espiritismo. Aípsicologia – Uma proposta para melhorar a vida, de autoria do espírito Pablo Duran. você começa a perceber que é uma
  • 9. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 9
  • 10. 10 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 coisa realmente direcionada. Mas is- so só serve como um desafio para «Inaugurei uma nova forma de pregar mim. Muitos dizem que eu sou pa- o espiritismo, com mais alegria (...). lhaço, como se isso fosse uma agres- são. Ao contrário, isso é um elogio O movimento espírita oficial, ao meu trabalho, porque a minha entre aspas, me faz resistência, claro» proposta é exatamente fazer as pes- soas refletirem com alegria, com bom humor, para sair daquele este- reótipo de que a religião tem que ser dos sempre me pontuaram que nem no rastro desse boom que começou vivida na dor e no sofrimento. Eu tudo é espírito, então eu não posso em 1990 com Ghost. Acho que isso mexi com estruturas que estavam aí pregar uma verdade diferente da reflete esse momento do mundo. Se há muitos anos, com padrões de que seja o lastro das minhas convic- você fizer um paralelo com as ques- comportamento, então é aquela ve- ções. Procuro imprimir também tões políticas e econômicas, é como lha história... O novo sempre vem, questões comportamentais, sem- se o fim da União Soviética represen- gera resistência e perseguição. Mas pre propondo às pessoas uma visão tasse um golpe no materialismo ab- a perseverança do novo termina por macro da vida, não uma visão estrei- soluto, no que parecia ser a salvação aplacar ou pelo menos atenuar es- ta, embasada apenas em princípios do mundo. As pessoas perderam o ses movimentos. religiosos, porque eu acho que isso que seria o rumo. Pronto, não resol- mediocriza o ser humano. veu nada, o caos se estabeleceu. En-Mas isso já chegou a incomodá-lo? tão as pessoas foram buscando a ou- No início, sim, fiquei muito triste. Fa- Estando tão presente na mídia, o senhor tra vertente, a espiritual. Essa é uma lava: ‘Poxa, somos companheiros nunca se questionou se sua figura estava busca mundial. Agora, claro, o Brasil de um mesmo ideal’. Mas hoje não. ficando ‘maior’ do que o que o senhor tem um caldo cultural que favorece Porque vi que a minha coragem de prega? isso, por causa da formação do povo mudar deu certo. Você quer ver? Não... Quando começou uma onda brasileiro. Voltando à sua pergunta, Meu programa de televisão já tem muito grande, eu passei a ver da se- a licença poética existe, claro. Apa- quase 14 anos. É um recorde mun- guinte maneira: os espíritos estão recem os anjos com asinhas, coisa dial. Na Rádio Metrópole já estou há com interesse nessa minha forma de que nós não concebemos. Mas acho oito anos. E as pessoas mandam pregação, senão não estariam me válido, porque de qualquer forma muitas, muitas perguntas. No pro- abrindo esses espaços todos. Não fi- suscita o interesse, a discussão. grama de rádio, são mais de 40 por quei imaginando que eu estaria na dia. Não dou conta. mídia e aquilo viria de encontro à mi- Li uma declaração sua dizendo que o es- nha proposta religiosa. Muito pelo piritismo deveria ser menos fantasioso eAcho curioso que nos seus programas o contrário, veio ao encontro. mais concreto. A que se referia?senhor não leva tudo para o lado da re- Hámuitafantasiaem associar tudo àligião. Outro dia, um homem disse que O espiritismo é tema de dezenas de no- interferência dos espíritos. Há umaestava deprimido e achava que era culpa velas, minisséries e filmes. O senhor acre- facilidade de dizer que um epilépticode um espírito obsessor. O senhor o acon- dita que, por conta da liberdade de cria- é assim porque tem uma mediuni-selhou a procurar um médico. ção, a doutrina fica deturpada? dade não cuidada... Então é como se Isso é muito a minha visão. Eu penso Para mim, não é o espiritismo, são fosse uma vivência exacerbada, e as que religião é para fazer melhor, não questões espirituais, à exceção, cla- pessoas terminam não fazendo a se- é para escravizar, nem para gerar se- ro, de filmes como Chico Xavier e paração entre o real e o fantasioso. guidores. É para libertar. Meus estu- Nosso Lar. As demais produções vão
  • 11. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 11Mas como isso pode ser “separado” Como é a relação com os pintores famo- mo se tivesse no fim de um túnel. E aíquando entram em cena, por exemplo, as sos que o senhor pictografa? me entrego ao transe. Não sei o quecuras espirituais? Nós fizemos um acerto de que no vai ser pintado nem quem vai pintar. A doutrina espírita se calça na razão. momento em que eu me concentrar, Deixo à disposição dez telas, porque Toda vez que algo foge à razão e ao vou fazer uma vibração direcionada há alguns anos, uma TV da Holanda bom senso, tem que ser visto com re- ao trabalho de pintura. O coordena- veio fazer um documentário comigo servas. E cabe a quem está oferecen- dor da equipe espiritual que traba- e aí eu levei umas 40 telas para po- do esse tipo de tratamento um pou- lha comigo é Renoir. Então é como se der mostrar o trabalho. Eles só ter- co de coerência. Fazer cirurgias espi- naquele momento eu acendesse minaram quando pintei a última. Aí rituais utilizando um bisturi e esse uma luz do lado de lá e eles dizes- não faço mais isso. bisturi passando por todo mundo... sem: ‘Olhe, Medrado se preparou, Ah, não se pode acreditar que aquilo vamos’. Então eu sinto um choque Li que o senhor se descobriu médium ou- vai ficar imune ao contágio. A minha que me percorre toda a coluna. Não vindo um professor descrever os “sinto- preocupação é exatamente essa, fico inconsciente, mas fico naquele mas” da mediunidade. Como foi isso? que, em nome do fanatismo que sur- estágio como se fosse o sair de uma Meu processo mediúnico começou ge, o espiritismo seja decomposto anestesia geral. Você pode gritar aos 7 anos. Eu ouvia e via minha avó na sua essência racional. meu nome, mas eu ouço longe, co- paterna, que não conheci. Minha fa-
  • 12. 12 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 mília era católica, meu pai era da Ir- E sua família continuou contra? O senhor, Divaldo Franco e Chico Xavier, mandade de Nossa Senhora da Con- Não. Minha mãe passou a me para citar três médiuns famosos, não ceição da Praia. Ele ficava dizendo apoiar. Meu pai ficou um pouco re- constituíram uma família tradicional. Por para eu deixar a mãe dele descansar sistente, mas não chegou mais a que, no seu caso, isso não aconteceu? em paz. Houve essa repressão, se criar nenhum obstáculo. É engraça- Comecei a realizar meu ideal de vida chegou a dizer que eu pudesse ter do, porque depois ele passou a acre- muito precocemente, aos 17 anos, uma esquizofrenia... Aí eu me calei. ditar... Quando dava entrada no com a fundação do centro. Então vo- Aos 15 anos, era aluno da Polícia Mi- hospital, pedia para que eu avisasse cê vai se absorvendo, né, e hoje em litar e estava fazendo uma prova de a Dr. Bezerra – um espírito que é um dia eu até penso assim: poxa, ainda português quando ouvi o professor dos mentores da Cidade da Luz – que bem, porque seria muito difícil. Se- Benedito Araújo falando sobre sin- ele estava internado. Como ele tinha ria uma zona de conflito para mim. tomas da mediunidade. Aí eu fui ou- muito medo de morrer, eu dizia brin- vindo e pensando essa coisa eu te- cando: ‘Meu pai, fique sossegado, Como o senhor lida com a morte? nho, essa coisa eu tenho... Foi um você só vai morrer aos 120 anos”. Aí Meu pai morreu agora em maio, e alívio saber que eu não era maluco. quando os médicos chegavam, ele você sente a dor da perda do conví- Aí fui conversar com ele e, na mesma falava: ‘Fiquem tranquilos, porque vio, mas não da extinção da vida. Sei noite, nós fomos ao centro espírita Dr. Bezerra está aqui comigo e meu que a morte não existe, então esse Mensageiros da Luz. Depois nós fun- filho disse que eu só vou morrer com meu saber me conforta. Agora acho damos o Cavaleiros da Luz. 120 anos’. (risos) uma bobagem quando alguns com- panheiros espíritas dizem: ‘Não cho- re, que vai perturbar o espírito’. Não,«Eu penso que religião é para fazer melhor, chore sua saudade, a sua falta. É na- tural. Agora, só não questione... Onão é para escravizar, nem para gerar comum é dizer naquela agonia: ‘Porseguidores. É para libertar. (...) Não posso que você morreu?’. Poxa, a pessoa não morreu porque quis, não é ver-pregar uma verdade diferente» dade? É o processo da vida. «
  • 13. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 13 ATALHO FAYOLA BARMoqueca do Recôncavono Rio VermelhoOs apreciadores de moqueca agora podem dizer que comeramuma novidade. A receita tradicional do Recôncavo – e cuja varie-dade é tão pouco explorada na capital – ganhou mais um lugarpara chamar de seu. Servida com arroz e farofa, a moqueca defeijão (R$ 22) é uma das boas razões para ir ao Fayola Bar. Re- FAYOLA BAR: Ruacentemente aberto e com pinta de que vai se transformar no happy Alexandre Gusmão,hour preferido de muita gente, o lugar nem por isso tem cara de 116, Rio Vermelho. Tel: 71 3018-1313restaurante de praia. Serve moquecas, como as de bucho com car- DESTAQUE: servidane-seca ou banana, mas não se distancia da boa comida de boteco. com arroz e farofa, a moqueca de feijãoBolinhos de siri, rolinhos de salmão e lula frita à dorê são servidos (R$ 22) pode serna tábua (R$ 19,50) com molho tártaro. Para beber, 13 tipos de acompanhada por um dos 13 tipos de cervejacerveja e chope. A decoração sóbria é perfeita para um encontro oferecidos nodepois do trabalho. Amantes do futebol e órfãos da sinuca, um restauranteaviso: o lugar exibe os jogos do Campeonato Brasileiro – os quenão passam na TV aberta – e tem uma mesa de bilhar num dosambientes. «Texto EMANUELLA SOMBRA esombra@grupoatarde.com.brFoto IRACEMA CHEQUER ichequer@grupoatarde.com.br
  • 14. 14 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 MUITÍSSIMO RONALDO JACOBINA Perpetuação dos Cravos O fotógrafo Christian Cravo está de vol- ta à Bahia depois de um ano vivendo com a família em Nova York. Antes de deixar o solo americano, agendou para o dia 11 de novembro, nos EUA, o lan- çamento de um livro com 72 imagens captadas no Haiti. Algumas delas mos- tradas este ano no MAM-BA. Em São Paulo, no próximo dia 28, expõe seus retratos no Instituto Tomie Ohtake. De- pois destes compromissos, vai dedicar boa parte do seu tempo à implantação do instituto que vai abrigar todo o acer- vodopai,ofotógrafoMarioCravoNeto, morto em agosto de 2009.MARCO AURÉLIO MARTINS / AG. A TARDE
  • 15. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 15 FOTOS MARCO AURÉLIO MARTINS / AG. A TARDEAmor e devoçãoMaria Bethânia não cansa de cercar DonaCanô de cuidados e mimos. No dia em quea matriarca dos Velloso completou 103anos, a diva mandou de São Paulo um con-fortável automóvel com elevador adapta-do para cadeira de rodas. É que, desde quesofreu uma queda, no começo deste ano,Dona Canô passou a ter dificuldade de lo-comoção. Com a dignidade que lhe é pe-culiar, não suporta a ideia de ser carrega-da. Sensível como ela só, a filha queridaacabou com o problema.Relíquias guardadas Cidade Baixa em altaDesde que fechou o restaurante Famiglia A Cidade Baixa e a BR-324 devem se tornarSalvatore, Antônio Júnior passou a lidar os próximos vetores de crescimento de Sal-apenas com antiguidades, hobby que cul- vador antes da Copa do Mundo. Com otiva há anos. No espaço que mantém no apetite que o mercado imobiliário tem de-RioVermelho,oantiquárioguardaapaleta monstrado, não vai demorar e os preçosoriginal do mestre Carybé, ainda suja de dos terrenos, neste locais, podem subir. Otinta. Foi de lá que saiu o suntuoso lustre de empresário do ramo Guto Amoedo confir- » EVENTOS, PERGUNTAS, CRÍTICAS, SUGESTÕES: RJACOBINA@GRUPOATARDE.COM.BRcristal que enfeita o Edifício Leonor Cal- ma as previsões, mas nega que os passeiosmon, no Corredor da Vitória, que durante de lancha que tem feito no mar da Penín-anos iluminou o chiquérrimo Hotel Copa- sula de Itapagipe sejam de prospecção. “Écabana Palace, no Rio. atrás de peixe”, justificaPink money Lado a ladoO Club San Sebastian, que completou o pri- Depois de fechar a Artefacto do Stiep, La-meiro ano no último dia 11 de setembro, rissa Bicalho esculpiu as iniciais do seu no-vai mudar de endereço. Até o final do ano, me numa nova loja de decoração na Pitu-os empresários José Augusto Vasconcelos, ba, a LB Home. Pouco mais de um ano de-André Gagliano e Valdeck Júnior armam o pois, a empresária volta por cima. A LB Ho-cenário noturno no local onde funcionou a me ganha mais um endereço, no JardimBoomerangue. Há dois meses, o arquiteto Brasil, desta vez ostentando na fachadaMarlon Gama comanda o quebra-quebra sua marca e a da grife paulista. O novo es-do antigo espaço para criar bares, cama- José Augusto Vasconcelos e André paço será inaugurado em outubro. Até lá,rotes e duas pistas de dança que funciona- Gagliano comandam a noite do Club Larissa se concentra na revista de lança-rão simultaneamente e com dois DJs. San Sebastian, agora em novo espaço mento da marca LB Home/Artefacto.
  • 16. 16 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010MODA CIDADE A modelo Lorraine Cruz mudou-se para São Paulo para trabalhar, mas, neste ensaio inteiramente analógico, passeia por Salvador e por suas memórias da BahiaÀ DERIVA Fotos DANILO BANDEIRA http://www.flickr.com/photos/xbolotax/ Texto MAYRA LINS http://ex-ato.tk/
  • 17. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 17Macacão Mara Mac + Melissa + óculosIt Store Preços sob consultaVestido Tarcísio Almeida + sandáliaMaria Bonita Preços sob consulta
  • 18. 18 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 Blusa Mara Mac Preço sob consulta Vestido Úrsula Felix + sandália Raphaella Booz Preços sob consulta Vestido + pelerine + sandália Maria Bonita Preços sob consulta Vestido Alexandre Guimarães + cinto Maria Bonita + Melissa Preços sob consulta AGRADECIMENTOS Lorraine Cruz, modelo da agência Model Club (www.modelclub.com.br/) Danilo Bandeira (xbolotax@gmail.com) e Kátia, produção (xkatiax@hotmail.com) ONDE COMPRAR Galpão de Estilo: Rua Prof. Sabino Silva, 836, Apipema – 71 3237-8570. It Store: Rua Pernambuco, 264, Pituba - Salvador BA – 71 3240-8694. Martha Paiva: Av. Paulo VI, 267, Pituba – 71 3248-2428. Maria Bonita: Salvador Shopping, L2 – 71 3342-2872/2173. Raphaella Booz: Salvador Shopping, L2 – 71 3878-1212
  • 19. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 19
  • 20. 20 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010
  • 21. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 21NÉCESSAIRE COSME E DAMIÃO l 1l2 l 3 l4 l 5 l 6 l 1 AZULEJO DECORATIVO OroPa, França e Bahia - Ceasa do Rio Vermelho, Salvador / R$ 29. 2 ORATÓRIO POP COSME E DAMIÃO www.cabecadefrade.com / Preço sob consulta. 3 TULIPAS PARA OFERENDA Box Cosme e Damião - Ceasa do Rio Vermelho, Salvador 7 / R$ 3. 4 COSME E DAMIÃO RESPINGOS www.complexob.com.br / R$ 88. 5 VELA VOTIVA Box Cosme e Damião, Ceasa do Rio Vermelho, Salvador / R$ 7. 6 KETTLE POPCORN MAKER www.manufacturersclearance.com / US$ 59,99. 7 BALAS Planeta Bombom, Salvador Shopping, Salvador / R$ 2,50 (100 g). PRODUÇÃO: EMANUELLA SOMBRA
  • 22. 22 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 Pesquisadores se aventuram em busca de informações
  • 23. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 23 Caçadores DE Grupo de historiadores é especializado em descobrir informações perdidas no Arquivo Público da Bahia HISTÓRIAS Texto VITOR PAMPLONA vpamplona@grupoatarde.com.br Foto MARCO AURÉLIO MARTINS mmartins@grupoatarde.com.brN o prédio da Quinta do Tan- e, após descer dois vãos de escada em di- que, construção do século reção ao térreo, encontrou uma moça com 16 onde funciona o Arqui- lágrimas nos olhos. Chamava-se Luciana. vo Público da Bahia, o si- O motivo do choro: sua irmã, que tra- lêncio é de ouro. Na sala balhava na Itália, corria risco de expulsão destinada à consulta dos do país por não ter visto de permanência.documentos históricos, muitos deles ma- Sustentada pelo dinheiro enviado todos osnuscritos originais do Brasil colonial, ape- meses do exterior, a família sentia-senas o som provocado pelos maços de papel ameaçada pela extradição. “Ela estava de-está autorizado. sesperada”, lembra Urano. “Tinha vindo Mas, numa tarde de 2006, um choro procurar o registro de entrada de passagei-ecoounopátiodoedifíciodedoispavimen- ros na Bahia, em busca do dia em que otos, localizado na Baixa de Quintas, em Sal- bisavô italiano chegou aqui”.vador. Funcionários do arquivo, que com- O pesquisador reuniu alguns colegas epleta 120 anos em 2010 e é o mais impor- começaram a procurar. ”Encontramos não LEIS RELIGIOSAStante do País depois do Arquivo Nacional, só a inscrição da entrada do bisavô dela no Uma das peças antigas mais bemno Rio de Janeiro, pararam de trabalhar. porto de Ilhéus, mas suas certidões de nas- conservadas do Arquivo Público da Bahia é o Compromisso da Irmandade de S.Na sala de consulta, pesquisadores perde- cimento e casamento. Isso salvou a famí- Benedito da Matriz da Conceição da Praia,ram a concentração. O historiador Urano lia”. Após alguns dias, um tradutor foi con- um código de leis de 1684Andrade abandonou papéis sobre a mesa tratado e, ao fim do julgamento do proces-
  • 24. 24 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010so na Itália, a irmã de Luciana obteve a du- denunciava para a arquidiocese, na capi-pla nacionalidade, podendo permanecer tal, que um europeu de ‘maus hábitos’ ha-legalmente na Europa. via chegado à vila quando os índios esta- vam já ‘domesticados’. O estrangeiro intro- AVENTURA duziu o álcool e teria, de certa forma, per- Para Urano, um ex-gerente de super- turbado a ordem. Foi um caso muito de-mercado de 37 anos que só entrou na fa- talhado, interessante“.culdade de história depois dos 30, o epi-sódio ilustra os momentos emocionantes CONVIVÊNCIAde uma profissão que parece saída de fil- No Arquivo Público da Bahia, principalmes de aventura: a de caçador de histórias. território de atuação dos dois pesquisado-Sob um olhar generoso, ele é um Indiana res, eles conheceram Cândido Domingues,Jones dos documentos raros, que concilia a 25, e Jacira Santos Pinto, 31. Cândido jádescoberta de informações históricas com ajudou pessoas a comprovarem a naciona-a atividade de professor. lidade de antepassados e tem no currículo Mas as semelhanças com o persona- o trabalho de recolher material para livros ILHA DE PRESENTEgem aventureiro, vivido no cinema por A carta de doação da Ilha de Itaparica comoDomingosSodré–UmSacerdoteAfri-Harrison Ford, terminam aí. Urano não (na época chamada sesmaria), feita pelo cano (Companhia das Letras), a elogiada primeiro governador-geral do Brasil,gosta de se meter em conflitos nos quais é Thomé de Souza, é o mais antigo biografia de um ex-escravo escrita pelo his-quase impossível descobrir quem é o ban- documento preservado no acervo do toriador baiano João José Reis, um dos Arquivo Público. A ilha foi doada ao nobredido e quem é o mocinho. “Prefiro não fa- maiores estudiosos da área no País. Jacira português D. Antônio de Ataíde, conde dezer pesquisas sobre questões envolvendo, Castanheira, em 1552 também fez pesquisas para obras do gêne-por exemplo, brigas por herança ou reser- ro e encontrou documentos ligados a ques-vas indígenas”. tões imobiliárias. Recentemente, uma Desde que começou a vasculhar o pas- construtora a procurou para encontrar a es-sado, como monitor de pesquisas univer- crituradeumterrenonoIAPI(bairro),ondesitárias, há sete anos, ele se aproximou de a empresa pretende construir um edifíciooutros pesquisadores. Juntos, formaram de apartamentos.um grupo especializado em desenterrar in- “Acabamos criando laços de amizade eformações perdidas em papéis amarela- de pesquisa, seja nas universidades ou em conhecendo o trabalho um do outro”, re-dos, cuja escrita dificilmente é compreen- outras demandas, como passaporte, du- vela Jacira. Esse efeito colateral do convíviosível para uma pessoa sem familiaridade pla nacionalidade, escrituras. Tudo isso es- representa uma conveniência: como cadacom a grafia de séculos passados. tá envolvido com documentação histórica. um deles é especializado em temas e pe- Em comum com a maioria dos historia- Por isso, surgiu a proposta de criar o grupo ríodos distintos da história do Brasil e dadores, eles têm projetos pessoais e traba- e profissionalizar a atividade“. Bahia, os quatro conseguem cobrir pratica-lham para escrever as próprias teses e dis- O primeiro a embarcar na ideia foi Jetro mente todo o acervo do Arquivo Público,sertações. Mas, ao oferecer seus serviços do Carmo da Luz, 28, que há cinco anos co- onde os documentos ocupam estantesa terceiros, que os contratam para encon- nheceu Urano na Católica. No começo de que, alinhadas, preenchem uma distânciatrar a informação que precisam, já ajuda- sua carreira de caçador de histórias, cada equivalente a 25 quilômetros.ram a resolver questões judiciais, recons- incursão nos acervos significava uma sur- O trabalho dos caçadores de históriastruir árvores genealógicas e reunir mate- presa. “Lembro que, ao fazer um trabalho, costuma ser remunerado por hora. “Masrial fundamental para o trabalho de outros encontrei cartas de cerca de 1850, escritas posso fechar um pacote, se a pessoa já sa-historiadores. por um padre da região de Rodelas (a 540 be o que quer“, explica Urano. “Cobro um “Sempre vão existir pessoas precisando quilômetros de Salvador)“, diz. “O padre determinado valor para fotografar um ma-
  • 25. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 25 DANILO BANDEIRA / AG. A TARDEGrupo procura informação de casos históricos e já ajudou a resolver questões judiciais e a reconstruir árvores genealógicasço completo de documentos. Se a pesquisa Uma das coleções mais importantes é afor mais intensa, quando tenho de procu- de documentos judiciários, produzidos pe-rar personagens, o valor é maior“. lo antigo Tribunal de Relação do Estado do De negociação em negociação, as inves- Brasil e da Bahia, a corte suprema colonialtigações rendem em torno de 600 reais criada há mais de 400 anos que deu ori-mensais em cada trabalho. O valor máxi- gem ao Tribunal de Justiça da Bahia e aomo já recebido por ele, por um único ser- Supremo Tribunal Federal.viço, foi 1.500 reais, para localizar e foto- Reconhecidos pela Unesco, os cerca degrafar seis maços de documentos. Urano 64 mil documentos do Tribunal ganharam,levou duas semanas. “Hoje, mando catá- há dois anos, o título de Memória do Mun-logos digitalizados para interessados em do, o equivalente a serem tombados comoPortugal, nos EUA e outros países. Eles di- patrimônio da humanidade. “Nossa preo-zem o que precisam e eu pesquiso”. Atual- cupação é preservar e difundir“, diz a dire-mente, trabalha para uma pesquisadora tora do Arquivo Público da Bahia, Maria Te-turca da Universidade de Nova Orleans. resa Matos. “É gratificante quando alguém nos procura para comprovação de direitos REBELIÃO ESCRAVA ACERVO e podemos ajudar“. Escrita em árabe, esta carta do escravo As facilidades trazidas pelos investiga- Atualmente, o arquivo cuida da recupe- Amaro Ussá foi apreendida pelo governo imperial brasileiro durante a repressão àdores profissionais, porém, não impedem ração do acervo ligado à Independência da Revolta dos Malês (1935), movimentoque muitos estrangeiros frequentem pes- Bahia, restaurado com patrocínio do go- liderado por negros muçulmanos insatisfeitos com a escravidão, que tinhamsoalmente o Arquivo Público. Em regra, verno da Espanha. O próximo passo é a di- como objetivo a conquista da liberdade evêm atrás do valiosíssimo acervo colonial, gitalização dos papéis, mas a direção afir- a criação de uma república islâmicaque remete ao período em que a cidade de ma ainda não contar com a infraestruturaSalvador foi capital do Brasil. tecnológica necessária. Uma referência,
  • 26. 26 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010Arquivo Público da Bahia tem 120 anos e é o segundo mais importante do País, mas o prédio que o abriga precisa de reparos segundo Maria Teresa, é a digitalização do acervo de A TARDE, feita em parceria com a Humanidades Editora e Projetos, com apoio do Arquivo Público, onde as edições podem ser consultadas. Além disso, novas normas de consulta para pesquisadores fo- ram aprovadas pelo governo estadual para proibir o acesso de não-funcionários aos depósitos. O objetivo é evitar a perda ou ex- travio de documentação. Mas o arquivo não tem muito mais a co- memorar. Parte da memória da Revolução dos Alfaiates e da Re- volta dos Malês, duas das mais significativas insurgências popu- lares da história da Bahia, está com os documentos corroídos ou parcialmente destruídos, à espera de restauração. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Na- cional (Iphan) desde 1949, a Quinta do Tanque passou por uma inspeção técnica no final de agosto. Segundo o relatório produzido peloórgão,asituaçãodoimóvelépreocupante.Semmanutenção, cerca de 20% da madeira do telhado e 50% do forro estão com- prometidos pela umidade. O Iphan apontou ainda goteiras, fiação REPÚBLICA BAIANA Uma das coleções mais valiosas é a da elétrica exposta – há risco de incêndio – e esquadrias danificadas, Conjuração Baiana (1798), ou Revolta dos entre outras inadequações. O diretor de arquivos da Fundação Pe- Alfaiates. O Arquivo Público tem o registro da devassa feita pelas autoridades da coroa dro Calmon, Paulo de Jesus Santos, responsável pelo Arquivo Pú- portuguesa sobre bens e papéis dos blico, promete restaurar o telhado e instalar um sistema anti-in- SERVIÇO revolucionários, que eram republicanos Arquivo Público da cêndio no prédio. Para os caçadores de histórias, o caso não é ape- Bahia / Ladeira de nas de preservar uma memória de valor incalculável. Quintas, 50, Baixa de Quintas / Tel. (71) ”Vemos nessa atividade um mercado de trabalho a ser explo- 3116-2163. rado“,acreditaUrano.“Facilitamosoacessoaosdocumentoseaju- Saiba mais sobre os caçadores de histórias: damos outros pesquisadores a ter novos olhares sobre nossa his- www.uranohistoria. tória, o que é muito importante“. Anote-se. Arquive-se. « blogspot.com
  • 27. INFORME PUBLICITÁRIO PROJETO DE MARKETING A TARDE SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 27Tratamentosdermatológicosde última geração Patrocínio:para o alto verão
  • 28. INFORME PU B LICITÁR IO À prova do 28 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 por Claudia Pedreira Neste período do ano, aumenta a procura XTRAC LASER PARA TRATAMENTO DO VITLIGO sol de Verão, já programou que vai ficar de biquíni o tempo inteiro. E sem canga. RachadurasP R O J E T O D E M A R K E T I N G A TA R D E por novidades tecnológicas direcionadas A aposentada Telma Rios vive, na Primavera, aos cuidados como a pele. Pessoas que imaginando a próxima vez que vai sentir a durante o Inverno ficaram mais brisa à beira do mar. “Me vejo livre, numa despreocupadas com relação à aparência, praia maravilhosa, sem usar base corretora percebem que estão às vésperas de se nenhuma no rosto”, visualiza. Vinte dias após expor mais a um senhor holofote, chamado um tratamento na pele, ela se livrou de rugas sol, e correm em busca de benefícios profundas e rachaduras na face, típicas de estéticos para o rosto e para o corpo. envelhecimento precoce. O envelhecimento era tão acentuado que nem mesmo a cirurgia Entre os tratamentos que podem redefinindo o contorno do rosto. Também foi plástica era recomendada. A dona de casa proporcionar resultados imediatos para a realizado em áreas do corpo, com melhoria resolveu o problema com o tratamento a boa forma física está o Thermage, que com da flacidez. Ainda eliminou manchas no rosto laser Fraxel Repair, uma das sensações da apenas uma sessão tensiona áreas flácidas, com o laser Profile. dermatologia mundial que está conquistando como o entre-coxas e os braços (os famosos adeptos na Bahia. músculos do “tchauzinho”). “Quando eu penso que já cheguei a um limite, aparecem novos tratamentos, com o Outra estrela da estação é o Ultra Shape, avanço da tecnologia, que trazem, aparelho de ultra-som focalizado para o realmente, grandes resultados”. Andréa já se tratamento de gordura localizada e programa para fazer o novo tratamento de contorno corporal. Uma ponteira aplicada varizes a laser, explica, já que não tem das na região desejada atinge células veias miudinhas. E se empolga com a gordurosas “com tal precisão, que com a possibilidade de solucionar seu problema sem média de três sessões é possível ter perda precisar de um método invasivo. Para folgas de até 4 centímetros nas medidas”, como explica o médico especialista em dermatologia, Osmilto Brandão. SMOOTHSHAPES: PRIMEIRO LASER PARA Canga TRATAMENTO DA CELULITE FOTOS FRANCISCO SAL E S | ESTILO TATIANA CARVALHO A vereadora Andréa Mendonça diz que CAPA E D IAGRAMAÇÃO HELDER V. FLORENTINO cuidar do visual não é algo exclusivo de quem tem vida pública. “Olhar no espelho e se sentir bem vale para a vida profissional e EDIÇÃO YA RA VASKU pessoal de qualquer pessoa”. Ela começou perceber manchinhas na pele do rosto e A base do tratamento é o laser de CO2 como tem a pele muito clara, achou que desenvolvido por Rox Anderson, cientista da poderia estar no grupo de risco que não Universidade de Harvard que é considerado podem pegar sol. Por questões de saúde, Pai do Laser na Dermatologia. “Os laseres marcou uma consulta dermatológica. fracionados, como o Fraxel Repair, proporcionam excelentes resultados em um Diz que a partir dali conheceu um mundo curto período de recuperação e com poucos 2 fantástico de procedimentos. Já realizou o Thermage no rosto, eliminando a papada e riscos, em comparação às técnicas invasivas”, avalia o médico Osmilto Brandão.
  • 29. INFORME PUBLICITÁRIOEntrevista: S&E – Dependendo de cada cliente, éOsmilto Brandão SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 29 interessante pensar em combinações de tratamento?por Claudia Pedreira OB - Cada paciente é avaliada e oSAÚDE&ESTÉTICA – Quais procedimentos tratamento é específico para cadacitaria como de ponta para manter o viço situação. A combinação de tecnologiasda pele? costuma levar a bons resultados, como no caso de unir o Smoothshapes e oOSMILTO BRANDÃO - Além dos cremes Vella Shape, aparelho que atua comrejuvenescedores, sem dúvida nenhuma, o radiofreqüência e infravermelho paralaser é a melhor alternativa por atuar combater a celulite, também reduzindoprofundamente em todas as camadas da as medidas. Madonna, por exemplo,pele, estimulando a formação de novo utiliza esta combinação.colágeno, atenuando os sinais deenvelhecimento. S&E – O que destacaria em termos de tratamentos de patologias?S&E – O Thermage, inicialmente utilizadono rosto, para redefinir contornos faciais, OB - Uma grande novidade notambém proporciona bons resultados no tratamento hoje é voltada a doençascorpo? como vitilico e psoríase, que incomodam bastante as pessoas doOB – O Thermage é um tratamento ponto de vista de estético. Já existe orápido, que utiliza tecnologia de laser conhecido como XTrac, que utilizaradiofrequência, a melhor que existe no a tecnologia Excimer, que promovemundo para flacidez. Por isso tanto pode excelentes resultadosser usado no rosto, inclusive para reduçãoda papada, quanto para regiões como S&E – E em termos de preenchi-coxas, nádegas e abdômen. mento, o que existe de mais avançado e seguro?S&E - Em torno de 90% das mulherestêm celulite. O que pode ser feito, em OB - Hoje se pode fazer combinaçõestermos de prevenção e de tratamento, de laser com os preenchedores. Epara controlar o problema? existem substâncias modernas e seguras à base de Ácido HialurônicoOB – A celulite atinge a grande maioria que é natural da nossa pele. Existemdas mulheres e tem múltiplos fatores que produtos como o PMMA e o Metacril, P R O J E T O D E M A R K E T I N G A TA R D Eatuam no seu aparecimento. Desde que têm esta função de preenchi-fatores hormonais, genéticos, circulatórios, mento, mas podem provocar reaçõessedentarismo, dieta e medicamentos. imediatas ou em longo prazo, comoAlém disto, a celulite apresenta vários formação de nódulos, granulomas, egraus de severidade (grau I, Grau II, Grau III processos inflamatórios definitivos. Ae IV). Assim, para um melhor resultado é grande novidade é o Juvedermenecessário, também, a mudança de voluma que refaz as maçãs do rosto,hábitos alimentares e a prática de aumenta o mento (queixo) e redefineexercícios físicos. Em se tratando de contornos.laseres, temos o que há mais moderno,como o Vella Shape e Smothshape.S&E - De que forma o Smoothshapespode contribuir para resgatar a CLÍNICA OSMILTO BRANDÃOauto-estima de quem tem celulite? Av. Tancredo Neves, 1.632, Ed. Salvador Trade CenterOB - O Smoothshapes é primeiro laser Torre Sul, sala 1.812 - Caminho das Árvoresa ser lançado no mercado mundial Salvador-BA / CEP: 41820-020para tratamento da celulite. É um www.clinicaosmiltobrandao.com.brcomposto de laser, massagem e contato@clinicaosmiltobrandao.com.brdrenagem linfática em um equipamento Tel: 71 3204-5650de tratamento indolor que utiliza o laser, ea energia da luz para liquefazer a gorduradas células e reparar o colágeno 3fragilizado. O colágeno é regenerado, acirculação melhora e os processosmetabólicos são restabelecidos.
  • 30. 30 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010
  • 31. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 31
  • 32. 32 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010
  • 33. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 33
  • 34. 34 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010
  • 35. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 35
  • 36. 36 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010
  • 37. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 37VINHOS REGINA BOCHICCHIOEspumantedo ValeUma coisa que muitos bebedores ou apreciadores baianos dovinho ainda não sabem é que esta bebida – signo de sofisti-cação e elegância no imaginário comum – tem sido produzidabem aqui, na Bahia, mais precisamente na quente região doVale do Rio São Francisco, no município de Casa Nova. E não évinhozinho de prateleira de boteco. É do tipo exportação. Se você é daqueles que precisam beber para crer, basta pro-curar–numadasdezenasdelojasespecializadasemvinho,queestão cada vez mais à vista em Salvador, ou até supermercados– e encher a taça. Claro que não é nenhum Bordeaux. Claro, porque estamosna Bahia. E vinho pode ser tudo, menos igual a qualquer outrodo vasto mundo. É como digital, cada pessoa tem a sua. Cadaterra produz um vinho diferente. Vinho baiano, sim, senhor, vá lá. Mas com tecnologia gaú-cha. Foram os empreendedores da Miolo Wine Group, lá domunicípio de Bento Gonçalves (RS), que provaram da uva mos- VINHO DA SEMANA » EVENTOS, PERGUNTAS, CRÍTICAS, SUGESTÕES: REGINAB@GRUPOATARDE.COM.BR Moscatel Espumantecatel cultivada na Bahia e, visionários, arriscaram investir mi- Terranova /Asti /lhões no Vale do São Francisco – em cujo espaço do agreste Miolo / Uvas moscatéis do Vale dopernambucano,nosmunicípiosdeLagoaGrandeeSantaMaria São Francisco / Ondeda Boa Vista, outros empresários já investiam há anos. comprar: Perini (Pituba): R$ 26 / Supermercados FRUTAS Bompreço: R$ 30,34 A uva moscatel transformou-se num espumante, produzidopelo método Asti, tipicamente italiano, que consiste numa úni-ca fermentação (outros métodos são feitos com duas fermen-tações). Tanto o espumante Moscatel como o vinho tinto re- AGENDA Aulas e jantar enogastronômico comserva Shiraz, produzidos e engarrafados na Bahia, são, hoje, os possibilidades delíderes dos rótulos Terranova. Garrafas que os norte-america- harmonização de pratos / De 26 a 28nos e franceses estão sorvendo, já que 40% da produção da deste mês / R$ 250/Ouroverde é para a exportação. E o espumante Moscatel, li- Casa dos Vinhos -geiramente doce e leve, servido bem gelado (entre 4° C e 6° C), Bistrot du Vin 71 3231-6793 ouvaibemcomamaioriadospratossimplesousofisticadosàbase 3231-1933 / Pato aode frutas: crepe suzette, mousse de limão, salada de frutas, sor- molho de nozes com entradas e sobremesa.vetes de frutas cítricas. Pão-de-ló com recheio de frutas, com- Vinhos: merlot, Shiraz.potas de peras. Combinação perfeita para o verão. « R$ 150 (por pessoa) DIVULGAÇÃO
  • 38. 38 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 GASTRÔ TORTA BÚLGARA Um doce mistério Cercada de segredos sobre a sua verdadeira origem e preparo, ela é uma das sobremesas preferidas dos baianos. Muito ensina como preparar esta misteriosa delícia Texto LUDMILA CARVALHOlud2046@gmail.com Foto MARCO AURÉLIO MARTINS mmartins@grupoatarde.com.brE la está presente no cardápio de daHolanda”,dizAnaLúciaBorges,donado professor do curso de gastronomia da Ruy quase todos os restaurantes e RestauranteCristal,umdosprimeirosdaci- Barbosa, concorda. “Eu me interesso mui- docerias da cidade, mas nin- dade a oferecer o doce, há aproximada- to pela origem dos alimentos, mas não en- guém sabe dizer ao certo de mente seis anos. contrei informações sobre essa torta. Fora onde ela veio nem quando “Sempre que viajo ao exterior, fico de da Bahia, nunca tinha ouvido falar dela”. apareceuemSalvador.Ospou- olho nos doces e comidas típicas e nunca vicos que têm a receita guardam o segredo a nada igual por onde estive”, confessa. A SEM FARINHAsete chaves. Cercada de mistérios, a torta despeito do nome internacional, a torta – Mas isso só resolve parte do mistério embúlgara–umsimplesbolodechocolatefei- também conhecida como bolo búlgaro ou torno da torta búlgara. Se, por um lado, tu-to sem adição de farinha – já se transfor- apenas búlgaro – parece existir mesmo do indica que ela seja, na verdade, uma in-mou numa verdadeira instituição baiana. apenas em Salvador, a exemplo de outros venção baiana, por outro lado, ninguém O mistério começa pelo nome, já que quitutes indiscutivelmente locais, como o sabe dizer ao certo quem criou a sobreme-não se sabe sequer se a torta é búlgara de pãozinho delícia e o picolé Capelinha. sa. Para os chefs, cozinheiros, patissiers enascimento ou a mais pura invencionice. “Eu acho que é uma iguaria de origem até antropólogos, consultados pela repor-“Acontece com muitos pratos. Por exem- local, tanto que só agora está começando a tagem, a origem do prato continua cercadaplo, ninguém sabe se a torta alemã é mes- ser conhecida fora do Estado”, diz a empre- de mistérios e contradições.mo alemã nem se a torta holandesa veio sária. O chef paulistano Luciano Eliçagaray, Alguns dizem que se trata de uma recei-
  • 39. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 39ta antiga, datada do tempo em que farinha A búlgara dode trigo era coisa rara e costumavam-se Tortarelli: carausar muitos ovos e muita manteiga na con- de bolo soladofecção dos doces. Outros alegam que é no- e consistênciavidade, trazida junto com outras sobreme- macia de pudimsas com pouca ou nenhuma farinha de tri-go, a exemplo do brownie norte-america-no e do petit gateau francês. É bem verdade que a torta búlgara não éa primeira nem será a última versão do bo-lo de chocolate sem farinha de trigo. Bastadar uma pesquisada na internet para en-contrar dezenas de outras variações com osmais diversos nomes. Assim como as ou-tras tortas sem farinha, a búlgara é bastan-te densa e doce, ideal para ser comida empequenas quantidades.
  • 40. 40 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 disse que saber isso acaba com o mistério? “O pulo do gato está na maneira de fazer”, revela Patrícia, que diz ter testado dezenas de variações até descobrir o jeito certo. Existem diversos fatores que devem ser levados em consideração para que a recei- ta possa funcionar de fato. Patrícia revela uma informação importante: “A torta é co- zida em banho-maria para só depois ser as- sada”. Ou seja, devem-se cozinhar todos os ingredientes antes de levar a massa ao for- no, diferentemente do preparo de um bolo de chocolate comum. Outromomentodelicadoéahoradede- senformar o doce. Ana Lúcia Borges dá aTorta do Cristal, um dos dica: “Ele deve ser desenformado aindaprimeiros a oferecer morno, nem quente nem frio”, senão cor-a sobremesa na cidade re-se o risco de partir a torta em vários pe- daços. Este detalhe é tão importante que a cozinheira do Cristal vem pessoalmente – mesmo quando está de férias – desenfor-TORTA BÚLGARA O diferencial está mesmo na sua textura, ao mesmo tempo pe- mar as tortas servidas no restaurante.300 g de chocolateem pó sada e leve. “A torta búlgara tem a aparência de um bolo solado,300 g de manteiga mas, quando você morde, parece até um pudim de tão macia”, VARIAÇÕES(com ou sem sal) descreve Anna Patrícia Maia, proprietária da casa de doces Torta- É bom lembrar que, como não se tem300 g de açúcarbranco refinado relli. Outra peculiaridade é que ela é tão úmida que chega a grudar notícia de uma receita original, cada con-3 ovos inteiros nos dentes, como um brigadeiro. Como ela fica desse jeito? Es- feiteiro faz a sua versão particular, alteran-2 gemas tamos diante de mais um segredo. do as quantidades dos ingredientes. “CrieiPREPARO minha receita a partir de outras que encon-Pré-aqueça o forno emtemperatura média e QUATRO INGREDIENTES trei na internet, e fui adaptando os ingre-unte uma forma de Se a origem da torta búlgara já é em si um grande enigma, a dientes ao meu gosto, colocando mais cho-pudim com manteiga.Derreta a manteiga receita então pode ser descrita como o santo graal dos chocólatras. colate, menos manteiga, até chegar aocom o chocolate em Patrícia Maia não revela a dela nem sob tortura. Mas dá uma pista: ponto”, conta a empresária.pó numa panela embanho-maria. Quando “A receita é muito simples, são apenas quatro ingredientes”. Ela descobriu, por exemplo, que a quan-estiver homogêneo, Ela conta que “herdou” a dela de uma ex-sócia numa época em tidade de açúcar altera não somente o gos-retire do fogo e junte que ninguém sabia como fazer a sobremesa. “Havia até grupo de to mas também a textura do produto final.os ovos e o açúcar,batendo bem. Leve de discussão na internet para descobrir a receita”. Hoje em dia, ela já Quanto mais açúcar, mais crocante ficará avolta ao banho-maria não é mais tão secreta assim: existem diversas versões diferentes parte externa da torta, e quanto menose mexa até a massaengrossar, ficando na web e até um vídeo no Youtube ensinando como fazer. açúcar mais úmida e de paladar mais sutilsemelhante a uma É fácil descobrir, por exemplo, que os quatro ingredientes em sairá o resultado. Difícil é decidir qual daslama negra. Transfirapara a forma de questão são chocolate em pó, açúcar, manteiga e ovos. Mas quem versões é a mais gostosa. «pudim untada e leveao forno também embanho-maria por 30 a ONDE COMER Tortarelli: Rua das Hortênsias, 552, Pituba. Fone: 71 3344-2022 (preço da torta: R$ 55 / R$ 6,90, a fatia) Restaurante40 minutos Cristal: Al. dos Umbuzeiros, 638, Caminho das Árvores. Fone: 71 3011-8134 (preço da torta: R$ 70 / fatia por peso)
  • 41. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 41TRILHAS ANINHA FRANCOaninha.franco@grupoatarde.com.brUm encontrocom o futuroN o próximo domingo, participaremos de um Legislativo sempre consegue, quatro milhões, tre- acontecimento que nenhum dos nossos an- zentos e vinte mil reais durante os quatro anos do tepassados conseguiu antes: votaremos pe- mandato, 90 mil reais mês, cada um. Um senadorla 6ª vez à Presidência da República sem que golpes eleito nos custará onze milhões, quinhentos e vintee “revoluções gloriosas” interrompam o fluxo demo- mil reais em oito anos, 120 mil reais mês. Se os elei-crático. Essa conquista faz do Brasil uma República, tos desviarem os impostos para aumentar os patri-não mais a republiqueta das bananas do século 20. E mônios, para receber porcentagens em licitaçõesnossa ida às urnas decidirá que brasileiros conduzi- fraudulentas, o prejuízo é incalculável, e o nosso votorão as reformas na educação, na política e no sistema responsável por ele.fiscal monstruoso que no s penaliza, nessa ordem. MSem educação, a política é circo, e os impostos co- as se eles não roubarem e não fizerem na-lossais que todos pagam, única coisa democrática no da, nenhum projeto que sirva à sociedade,Brasil, hoje, escoam pelo ra lo da corrupção e da in- o prejuízo será enorme, porque trabalharcompetência. É surreal que os moradores de rua pa- para dar boa vida a cupim é idiotia. Então, quem nãoguem impostos quando compram o pão cacetinho escolheu até agora deputado estadual, deputado fe-com café ou entornam a branquinha necessária para deral, senador, governador e presidente que, nossuportar o cotidiano, e que esses impostos não os ti- próximos quatro anos estão obrigados a fazer do Es-rem da rua. tado e do País melhores, concentre-se e escolha, du- rante a semana, pensando em três prioridades co-N ós ralamos cinco meses por ano para bancar nectadas entre si: honestidade, trabalho e moderni- os deputados federais que contrataremos dade. E basta de deplorar que, na política, só tem cor- no próximo domingo, pelo voto, e que nos rupto e que, neste ano, o negócio é voto nulo. O Brasilcustarão, a unidade, sem os reajustes que o Poder não precisa de mais nenhuma nulidade! « «Sem educação, a política é circo, e os impostos escoam pelo ralo»
  • 42. 42 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 PAREDE AYRSON HERÁCLITO www.ayrsonheraclito.blogspot.com/ O artista visual Ayrson Heráclito fecha a seção Parede com o trabalho Banhista Yaô (da série Bather/ Banhista), de 2007. Aqui o líquido é livre, escapa, escorrega pelo corpo e invade nossos sentidos » MANDE SUAS IMAGENS PARA REVISTAMUITO@GRUPOATARDE.COM.BR
  • 43. SALVADOR DOMINGO 26/9/2010 43
  • 44. 44 SALVADOR DOMINGO 26/9/2010

×