Your SlideShare is downloading. ×
0
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Migrações no brasil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Migrações no brasil

22,132

Published on

Published in: Education
3 Comments
13 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
22,132
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
1,021
Comments
3
Likes
13
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. MIGRAÇÃO NO BRASIL  Prof.º Luciano Pessanha www.lucianopessanhageo.blogspot.com
  • 2. OPERÁRIOS – TARSILA DO AMARALEste quadro mostra a miscigenação do POVO BRASILEIRO Causada pela chegada de vários Imigrantes
  • 3. Afinal, o que é MIGRAÇÃO?DEFINIÇÃO: O termo ”migração” corresponde à mobilidade espacial da população, ouseja, é o ato de trocar de país, de região, de estado ou até de domicílio. Esse fenômenopode ser desencadeado por fatores espontâneos (forças de atração)ou forçados(forças de repulsão) de origem: Religiosos, Áreas de repulsão de população Psicológicos, São áreas que perdem população em Sociais, consequência de diversos fatores: estagnação econômica, utilização de tecnologia na Econômicos, agricultura dispensando um grande número de Políticos, trabalhadores, concentração fundiária (de Ambientais. terras), etc.Porque ocorrem ? Áreas de atração de populaçãoAs migrações surgem como resposta às fortes São áreas que recebem população de outrasdesigualdades econômicas, sociais e ambientais áreas. A atração é exercida por vários fatores,entre as diferentes regiões do mundo. É a busca entre eles, melhor oferta de emprego, maiorpor melhores condições de vida. facilidade de acesso a terra etc.
  • 4. Porque estudá-las ?As migrações, quer sejam internas ou externas, provocam uma série de alteraçõesdemográficas, sociais e econômicas, nas áreas de partida e nas de chegada.
  • 5. TIPOS DE MIGRAÇÃO1) Quanto ao “TEMPO” DE PERMANÊNCIA do Migrante: Migração definitiva: quando a migração se dá sem que o migrante saia mais do local para onde foi, ou que não voltei mais para o local de onde saiu. Migração temporária: quando a migração se dá por um tempo que pode ser determinado ou indeterminado.2) Quanto a “FORMA” que se deu a migração temos: Migração espontânea: quando ela se dá por vontade própria do migrante. Migração forçada: quando ela se dá por uma vontade externa ao interesse do migrante. Migração planejada: quando ela se dá de forma planejada afim de cumprir um determinado objetivo. Migração Legal : autorizada pelo governo Migração Ilegal: não autorizada pelo governo ou autorizada por tempo determinado (turismo) sem retorno do cidadão ao seu país de origem após o fim do prazo.
  • 6. TIPOS DE MIGRAÇÃO3) Quanto ao “ESPAÇO” DE DESLOCAMENTO: Migrações Internacionais: Imigração e Emigração (podem ser Intracontinentais ou Intercontinentais Migrações Nacionais ou Internas MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS EMIGRAÇÃO: Movimento de saída populacional de um determinado país IMIGRAÇÃO: Movimento de entrada populacional de um determinado país.
  • 7. MIGRAÇÃO INTERNACIONAL HOJEREGIÕES DE PARTIDA E DE CHEGADA Com base na figura identifique as principais regiões de: a) Partida de Emigrantes b) Destino de Imigrantes
  • 8. MIGRAÇÕES NACIONAIS OU INTERNAS: Dentro do mesmo País Inter-regional (entre regiões) Intra-regional (dentro da mesma região) Inter-estadual (entre estados) Intra-estadual (dentro do estado) Êxodo-rural (saída campo p/ cidade) Êxodo-urbano (saída da cidade p/ campo) Urbano-Urbano (de uma cidade p/ outra) Transumância ou Sazonal (estações do ano) Nomadismo (busca de alimento/abrigo) Pendular ou Diária (trabalho/casa)
  • 9. MIGRAÇÕES NACIONAIS OU INTERNAS: Dentro do mesmo PaísCronologia:1- Séc. XVI - Ocupação do interiornordestino com a pecuária ;2- Séc. XVII - Garimpos de Ouro e Diamante3- Séc. XVIII - Mineração4- Séc. XIX - Extração de látex no Acre (1870)5- 1960 - Construção de Brasília6- Agricultura de Cana de Açúcar7- Mão de Obra p/ a Indústria8- Anos 80 – Sulistas vão p/ cultivo de soja agado no sul do AmazonasObservamos que historicamente a principal região de emigração no Brasil tem sido o Nordeste. Isso não se deveexclusivamente às secas, mesmo porque devemos lembrar que não é só o sertanejo que deixa sua região. A faltade empregos, de infraestrutura, a concentração de terras e o baixo padrão de vida são os fatores principais paraa saída dos nordestinos de sua região. A seca é um agravante para aqueles que moram nas áreas afetadas por essefenômeno climático.
  • 10. MIGRAÇÕES NACIONAIS OU INTERNAS: Dentro do mesmo PaísNa década de 1990 diminuem os movimentos migratórios inter-regionais e intensificam osintra-regionais ( trajetos mais curtos)
  • 11. CONSEQUÊNCIAS DAS MIGRAÇÕESDEMOGRÁFICAS ÁREAS DE PARTIDA ECONÔMICAS ÁREAS DE CHEGADA SOCIAIS
  • 12. CONSEQUÊNCIAS DEMOGRÁFICAS Áreas de Partida Áreas de Chegada Diminuição da População  Aumento da População Absoluta Absoluta;  Aumento da Natalidade Diminuição da Natalidade (imigrantes costumam ter mais Diminuição da Densidade filhos que autoctones) Populacional e da Taxa de  Aumento da Densidade Fecundidade Populacional e da Taxa de Desequilíbrio na Pirâmide Etária Fecundidade (envelhecimento da população e  Rejuvenescimento da População ficam mais mulheres do que (maior nº de jovens e adultos) homens)  Diminuição da Mortalidade Aumento da Taxa de Mortalidade
  • 13. CONSEQUÊNCIAS ECONÔMICAS Áreas de Partida Áreas de ChegadaDiminuição da PEA Aumento da PEADiminuição do Dinamismo Aumento do Dinamismo Econômico EconômicoDiminuição do Desemprego Aumento do desempregoLigeira melhoria dos salários Aumento da mão de obraAbandono dos campos barata agrícolas nas áreas rurais Saída de divisas ($)Entrada de divisas dos imigrantes ($)
  • 14. CONSEQUÊNCIAS SOCIAIS Áreas de Partida Áreas de Chegada Introdução de novas idéias  Difusão cultural (língua, e culturas música, vestimenta, Diminuição na intensidade culinária, etc.) das relações familiares e de  Aumento de favelas e amizade cortiços na periferia  Aumento do racismo, xenofobia e discriminação social.
  • 15. IMIGRANTES NO BRASIL
  • 16. RODOVIA DOS IMIGRANTES ( SP-160)O Censo Demográfico 2010 registou 286.468 imigrantes que, vindos de outros países, viviamno Brasil há pelo menos cinco anos e em residência fixa. O número foi 86,7% maior do que oencontrado pelo Censo Demográfico 2000, quando foram registrados 143.644 imigrantes namesma situação.
  • 17. Imigrantes Portugueses no Brasil
  • 18. 1ª Missa CatólicaRealizada no Brasil
  • 19. Presença portuguesa no Brasil• Em 1499 na segunda armada para Índia, a mais bem equipada do século XV, Pedro Álvares Cabral afastou-se da costa africana. A 22 de abril de 1500 avistou o Monte Pascoal no litoral sul da Bahia.• Denomina-se Brasil Colônia período da história entre a chegada dos primeiros portugueses em 1500, e a independência, em 1822, quando o Brasil estava sob domínio socioeconômico e político de Portugal.• Eventualmente França e Holanda conquistaram o domínio de regiões estratégicas como, por exemplo, a ilha de São Luís do Maranhão (França Equinocial), a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro (França Antártica) a cidade de Recife e parte dos atuais estados de Pernambuco, Paraíba e Alagoas (Holanda).
  • 20. Presença portuguesa no Brasil Bairro do Canindé – São Paulo• A partir década de 1930, o presidente brasileiro Getúlio Vargas criou uma lei que controlava a entrada de imigrantes no Brasil ("Lei de Cotas de Imigração"), à qual apenas os portugueses não estavam sujeitos. As várias décadas que durou o salazarismo contribuíram para uma grande vinda de portugueses para o Brasil. Essa imigração durou até meados da década de 1960. • Após a II Guerra Mundial, os portugueses foram os únicos que continuaram a chegar em grande número ao Brasil. Entre 1945 e 1959 ainda chegaram ao Brasil cerca de 250 mil portugueses. A Estádio Oswaldo Teixeira Duarte partir de então, os portugueses passaram a pouco se interessar em (Canindé), São Paulo atravessar o Oceano Atlântico. De tal modo, a secular imigração portuguesa para o Brasil tornou-se mínima • Os portugueses constituíram o segundo grupo que mais povoou o Brasil, atrás apenas dos negros africanos. • Durante mais de três séculos de colonização, somada à imigração pós-independência, os portugueses deixaram profundas heranças para a cultura do Brasil e também para a etnicidade do povo brasileiro. • Hoje, a maioria dos brasileiros têm alguma ancestralidade portuguesa.
  • 21. Imigrantes Africanos no Brasil
  • 22. PRESENÇA AFRICANA NEGRA NO BRASIL• A chegada dos primeiros negros ao Brasil aconteceu em 1549,quando os portugueses chegaram ao continente.• O Brasil tem a maior população de origem africana fora da África.• Segundo o IBGE, os autodeclarados negros representam 6,3% e os pardos 43,2% da população brasileira, ou seja, oitenta milhões de brasileiros.• Tais números são ainda maiores quando se toma por base estudos genéticos: 86% dos brasileiros apresentam mais de 10% de contribuição da África subsaariana em seu genoma.• Salvador é o centro da cultura afro-brasileira.• A maior parte da população é negra ou parda.• Salvador é a cidade com o maior número de descendentes de africanos no mundo, seguida por Nova York, majoritariamente de origem iorubá, vindos da Nigéria, Togo, Benim e Gana.
  • 23. ESCRAVOS OU ESCRAVIZADOS ?
  • 24. População e cultura Afro-brasileiraO termo afro-brasileiro designa tanto pessoas com ascendência da África subsaariana quanto a influência cultural trazida pelos escravos africanos para o Brasil. População de Afro-brasileiros "Negros": cerca de 12,908 milhões (6.9% sobre a população Brasileira), "Pardos": cerca de 79,782 milhões (42.6% sobre a população Brasileira), "Total": Cerca de 92.69 milhões (49.5% sobre a população Brasileira), As populações mais significativas concentram-se nas Regiões Sudeste e Nordeste. Aldeia Cururu (Maranhão) Mãe e filho numa aldeia de índios guajajaras.
  • 25. Salvador é um importante destino turístico do país. O interesse pela cidade se dá pela beleza do conjunto arquitetônico e da cultura local (música, culinária e religião).O turista que escolhe Salvador pode ir à praia pela manhã, passear no Centro Histórico à tarde, jantar em um dos bons restaurantes da cidade e ir dançar nos ensaios dos blocos Capital da Alegria“ "Roma Negra" outros estilos musicais. de carnaval ou ao som de Ainda se pode ir ao Farol da Barra ver o pôr-do-sol na Baía de Todos os Santos. O Mercado Modelo é o ponto escolhido por muitos turistas para comprar lembranças da Bahia.
  • 26. SwitzerlandCOLONIZAÇÃO SUÍCA NO BRASIL
  • 27. COLONIZAÇÃO SUÍÇA NO BRASIL O primeiro movimento organizado, A região era conhecida pelo seu clima ameno e contratado pelo governo brasileiro, de relevo acidentado, o mais semelhante que imigrantes europeus foi a imigração poderia haver no Rio de Janeiro com a Suíça. suíça para a região serrana do Rio de Janeiro Muitos dos imigrantes suíços logo Em 16 de maio de 1818, o príncipe abandonaram seus lotes e se dispersaram porregente baixou um decreto autorizando o toda a região serrana e centro-norte do estadoagente do Cantão de Friburgo, Sebastião do Rio de Janeiro, em busca de terras férteis e Nicolau Gachet, a estabelecer uma mais acessíveis. colônia de cem famílias de imigrantes suíços. Entre 1819 e 1820, chegaram ao Brasil 261 famílias de colonos suíços, 161 a mais do que havia sido combinado nos contratos, totalizando 1.686 imigrantes.A sua maioria era composta de suíços de cultura e língua francesa. Os imigrantes estabeleceram-se na fazenda do Morro Queimado, situada na então vila de Cantagalo. Nova Friburgo durante sua colonização 1820-1830
  • 28. Nova Friburgo foi a primeira colônia não lusitana a ser fundada no Brasil, tornando-se a verdadeira Suíça Brasileira. Sua população estimada no dia 1 de Julho de 2009 era de 178.653 habitantes. As principais atividades econômicas são baseadas em:indústria de moda íntima, olericultura, caprino- cultura e indústria têxteis, vestuário, metalúrgicas e turismo. Nova Friburgo - "A Suíça Brasileira"
  • 29. GermanyCOLONIZAÇÃO ALEMÃ NO BRASIL
  • 30. Casa Alemã – Pomerode - SC Colonização alemã no Brasil O primeiro grupo de imigrantes fixou-se no sul da Bahia em1818, mas é o dia 25 de julho de 1824 é considerado o marco inicial da imigração alemã no Brasil, com a fundação daprimeira colônia no Rio Grande do Sul, onde hoje se localiza a cidade de São Leopoldo, com a chegada de 39 imigrantes. O Rio Grande do Sul recebeu a maior parte dos imigrantes alemães, seguido de Santa Catarina.Os alemães representaram aproximadamente 5% dos imigrantes que buscaram uma nova pátria no Brasil. São Leopoldo - RS Ao longo de mais de cem anos, chegaram ao Brasil aproximadamente 250 mil alemães. Atualmente, calcula-se em cinco milhões o número de seus descendentes em solo brasileiro.
  • 31. Joinville - Cidade das FloresMaior cidade brasileira originária da colonização alemã. 480 mil habitantes.
  • 32. Blumenau - SC Oktoberfest 2009 Festa anual realizada em Blumenau, SC. História, acontecimentos,turismo local e muito mais.www.oktoberfestblumenau.com.br/
  • 33. Imigrantes Pomeranos no Brasil
  • 34. Os Pomeranos na Região SulMuitos pomeranos emigraram para o Brasil duranteo século XIX, e hoje seus descendentes são parcelaconsiderável em Santa Catarina (cerca de 300 milem 2006) em especial na cidade de Pomerode, ondelutam para preservar sua cultura e a línguapomerana. PomerodeNo Rio Grande do Sul, os imigrantes de origempomerana também foram numerososna região de Pelotas, Canguçu, Arroio doPadre, Agudo, Candelária e São Lourenço do Sul,principalmente na região das antigas Colônia SãoLourenço e Colônia Santo Ângelo. Fizeram partetambém da fundação da comunidade de EsquinaEmanuel, no município de Roque Gonzales. Pelotas - RS
  • 35. Os Pomeranos no Espírito SantoA cidade mais pomerana do Brasil, Santa Maria de Jetibá, com suas festas regionais, ao som dasconcertinas e de trombones, e eivada da cultura alemã, com um belo casario enxaimel, alimentação regional e farta. “Anuncio com muita alegria! Meu município é Santa Maria...Cidade como esta ninguém nunca viu. Porque ela é cheia de graça: é a mais pomerana do Brasil.”
  • 36. Imigrantes Italianos no Brasil
  • 37. 1870 - 1953
  • 38. Colônia italiana no Brasil. Santa Cruz do Sul – Capital A primeira viagem de imigrantes italianos para o nacional do fumo Brasil ocorreu em 03 de Janeiro de 1874 quandopartiram do Porto de Gênova no navio francês “La Sofie”, chegando ao Brasil em 21 de Fevereiro de 1874, trazendo 386 famílias que se fixaram em Santa Cruz – RS.Atraídos para trabalharem nas colheitas de café, noano de 1900 já viviam no estado de São Paulo cerca de 800 mil italianos. O estado possui a maior colônia italiana no Brasil. seguido do Rio Grande do Sul. Atualmente, calcula-se em vinte e cinco milhões o número de seus descendentes em solo brasileiro.
  • 39. “ SÃO PAULO ” A maior cidade italiana fora da ItáliaMercado Municipal Museu do I migrante – Antiga Hospedaria dos imigrantes – Brás – São Paulo
  • 40. Caxias do Sul - RS A Festa da Uva é uma festa da cultura italiana eda produção agro-industrial regional que acontece acada dois anos no município. A edição de 2008 se realizou entre21 de fevereiro e 9 de março.
  • 41. Festa da Colônia de Gramado - RSConheça uma tradicional festa colonial que acontece todos os anos. www.festadacoloniagramado.com.br/
  • 42. Uma festa onde se misturam as colônias italiana, alemã e açoriana- portuguêsa.
  • 43. Imigrantes Espanhóis no Brasil
  • 44. Imigração espanhola no Brasil • Os primeiros espanhóis chegaram ao Brasil na década de 1880. • Até o final do século XIX, a grande maioria era de galegos, que se fixaram principalmente em centros urbanos brasileiros de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia. Devido à grande semelhança entre galegos e portugueses, eram eles muitas vezes confundidos. • No começo do século XX passaram a predominar os andaluzes. • Com a decadência da imigração italiana no Brasil, os espanhóis foram atraídos aos milhares para o Brasil a fim de substituir a mão-de-obra italiana no café. • Outros grupos importantes foram os catalães, bascos e valencianos.• Formou-se rapidamente uma comunidade espanhola de operários, trabalhando nas nascentes indústrias brasileiras. Cerca de 78% dos espanhóis ficaram concentrados no estado de São Paulo. Estima-se que, entre 1880 e 1960, mais de 750 mil espanhóis imigraram para o Brasil. Apenas os portugueses e italianos chegaram em maior número.
  • 45. Patrícia Alejandra Alegria Ramirez Imigração espanhola no Escola de Dança Flamenca Ana Esmeralda Jardim Paulista - São Paulo - SP Brasil Etnia Espanhola Foto: Monalisa Lins •A Guerra Civil Espanhola formou um novo fluxo de imigrantes que fugiram para o Brasil. O crescimento da economia espanhola após a guerra fez o número deAna Cristina Bock Marzagão - Escola de Dança Flamenca Ana Esmeralda imigrantes cair e passou a ser poucoJardim Paulista - São Paulo - SP significativa.Etnia Espanhola. Foto: Marilu Martins
  • 46. Síria Líbano Armênia Turquia Imigrantes Árabe no Brasil22 países
  • 47. Imigração árabe no Brasil - Sírio-libaneses e armênios Os imigrantes árabes começaram a desembarcar no Brasil em fins do século XIX. No início do século XX, esse fluxo imigratório cresceu e passou a se tornar importante desembarcando no Brasil cerca de 70 mil árabes. • Em sua maioria, eram comerciantes sírios e libaneses que se tornaram mascates no Brasil, percorrendo as grandes cidades e as fazendas do interiorMesquita Árabe para vender seus produtos.Avenida do Estado - SPFoto: Monalisa Lins • Com o passar do tempo, passaram a se estabelecer com Escola Islâmica Brasileira Vila Carrão - São Paulo -SP pequenas lojas de comércio Etnia Árabe. Foto: Monalisa Lins (armarinhos) nos centros urbanos e prosperaram. • Ficaram conhecidos como "turcos", pois, no início da imigração, sírio-libaneses eram cidadãos (árabes) do Império Turco-Otomano. • O fluxo de imigrantes sírio- libaneses também foi acompanhado por armênios que viviam em regiões próximas.
  • 48. Imigração árabe no Brasil• Na mescla de povos que formaram São Paulo, os árabes estão entre os que influenciaram a cultura e a história da cidade. • Vindos de países do Oriente Médio e Ásia Central, a partir de 1880, a primeira leva era cristã. • Em 1894 nascia, sobre o leito drenado do rio Tamanduateí a Rua 25 de Março, uma das ruas de comércio mais tradicionais da cidade de São Paulo. Rua 25 de Março – São Paulo • No pequeno porto que havia neste rio eram desembarcados os produtos vindos da Europa e doOriente que chegavam de Santos, assim as ruas que margeavam o porto começaram a recebercomerciantes formados, em geral, pelos imigrantes oriundos daqueles países.• Entre 1975 e 1991, em decorrência de problemas políticos no Oriente Médio, verificou-se uma nova afluência de árabes para o Brasil, destes, a maior parte eram mulçumanos. • Estima-se que hoje a colônia árabe ultrapasse a casa dos 8 milhões.
  • 49. Imigrantes Japoneses no Brasil
  • 50. Colônia japonesa no Brasil.A imigração japonesa no Brasil começou no início do século XX.Plenamente integrados à cultura brasileira, contribuem com o crescimento econômico edesenvolvimento cultural de nosso país.Os japoneses trouxeram, junto com a vontade de trabalhar, sua arte, costumes, língua,crenças e conhecimentos que contribuíram muito para o nosso país. No total, quase 200 mil japoneses foram Sobretudo na década de 1960, recebidos como imigrantes no país. ocorreu um grande êxodo rural que levou a maior parte da comunidade nipo-brasileira do campo para as cidades Atualmente, o Brasilé o país com a maior quantidade de japoneses fora do Japão, abriga cerca de 1,5 milhão de nikkeis(termo usado para denominar osjaponeses e seus descendentes).
  • 51. Praça do Japão, Curitiba
  • 52. A cidade de São Paulo concentra omaior número deles.
  • 53. Bosque de Cerejeiras – Garça – SPMarca da presença da imigração japonesa na região
  • 54. HOLANDA - NetherlandsImigrantes Neerlandeses no Brasil
  • 55. Depoimentos da Viagem“Nós chegamos aqui no começo de 1947, logo após a guerra. Meu pai veio com as vacas etudo nonavio. Fiquei enjoada a viagem inteira, com aminha mãe. Nós duas, só de cama. Tinha 4 anos, mas issoeu lembro porque marcou muito. Mandavama gente comer rookvlees – carne salgada pranãodesidratar. Finalmente chegamos no Brasil e fomos para a Ilha das Flores, onde ficamos uma semanade quarentena.”Quem conta esta história é Doutje Dijkstra. Apesar da pouca idade na época, a lembrança da travessiada Holanda para o Brasil ainda é vívida.
  • 56. Presença Neerlandesa no Brasil !Holambra é hoje uma das cidades brasileiras com maior índice dequalidade de vida e um dos principais roteiros turísticos de todoestado de São Paulo.Conhecida nacionalmente como a Cidade das Flores, o municípioostenta o título de maior produtor e centro de comercialização deflores e plantas ornamentais do país.
  • 57. Uma verdadeira Obra de arte foi inaugurada no dia 12 de julho de 2008, às 14h em Holambra. Mais do que um monumento, umsímbolo da união de povos e culturas.
  • 58. Imigrantes Chineses e Coreanos no Brasil
  • 59. Imigração de chineses de Taiwan e coreanos no Brasil• A medida que cessava do fluxo de imigrantes japoneses, aumentou o fluxo de imigrantes oriundos de territórios que tinham pertencido ao Japão como chineses de Taiwan e coreanos. • É interessante notar que estes imigrantes que chegavam no Brasil nas décadas de 1960 e 1970 eram pessoas que tinham aprendido a falar fluentemente japonês nas escolas durante o período de ocupação japonesa.• Chineses e coreanos geralmente dedicaram-se ao pequeno comércio das grandes cidades, especialmente São Paulo.
  • 60. Imigração Coreana no Brasil • BOM RETIRO era considerado uma região moderna no passado, quando as estações da São Paulo Railway, da Estrada de Ferro Sorocabana e o Jardim da Luz, faziam parte de belos e elegantes pontos de chegada e partida de viajantes. • Também um local de concentração industrial, viu, na década de 1960 essas indústrias pouco a pouco cederem seu espaço a um ativo comércio de roupas e moda, mesclado com pequenas indústrias de confecção e tecelagem.• À época, o bairro já era um pólo que concentrava comerciantes judeus e• sírio-libaneses, os quais mais tarde migrariam para Higienópolis e outros bairros mais distantes do centro.• Atualmente o distrito possui muitos moradores de baixa renda, principalmente de moradias coletivas (cortiços).• É o segundo reduto oriental da cidade, sendo conhecido como a "Liberdade" dos coreanos, que controlam dois terços do comércio e da indústria de roupas da região.
  • 61. Brás –SP “Berço de várias correntes imigratórias”• O Brás desenvolveu-se em torno da igreja de Bom Jesus do Brás, e era, até o início do século XX, dividido em dois bairros distintos: Brás (mais próximo ao que hoje é o centro de São Paulo), e Marco (abreviatura de Marco de Meia Légua), que ficava na região onde hoje existe a estação Bresser-Mooca do metrô. Tornou-se no início do século XX uma referência de bairro da comunidade italiana (comemoração das festas de Nossa Senhora de Casaluce e São Vito), e dacomunidade grega (com a Igreja Ortodoxa Grega), comunidade armênia, com forte presença de indústrias (especialmente próximo às ferrovias) e madeireiras (região da rua do Gasômetro). • Atualmente é um distrito essencialmente voltado à indústria e ao comércio de • confecções, com forte presença de elementos das comunidades coreana e boliviana
  • 62. FIM!!!

×