Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
  • Save
Documentos  cartográficos   conceitos e representações
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Documentos cartográficos conceitos e representações

  • 12,350 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
12,350
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
7

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. CARTOGRAFIA - AULA 3DOCUMENTOS CARTOGRÁFICOS Conceitos e Representações  Prof.º Luciano Pessanha www.lucianopessanhageo.blogspot.com
  • 2. A EVOLUÇÃO DA CARTOGRAFIA Vídeo de abertura da aula = 07:00 min. PLAY
  • 3. OBJETIVOS A ALCANÇAR Ler, interpretar e representar espaços físicos Diferenciar os principais documentos cartográficos (mapas, cartas, croquis, globo terrestre, foto aérea e planta cartográfica) Criar e ler símbolos e legendas. Adquirir noções de direção, sentido, projeção, proporção, paisagem, escala gráfica e escala numérica.
  • 4. CARTOGRAFIA X CARTÓGRAFOA Cartografia é a técnica e a arte de produzir documentos cartográficos. Éuma linguagem da Geografia. Ela engloba tarefas como: a obtenção deinformações sobre o espaço a ser mapeado, a pesquisa em livros e outrosescritos, a confecção de mapas, a sua impressão e a sua publicação.Hoje ela está presente no cotidiano da sociedade,levando soluções para problemas urbanos, desegurança, saúde pública, turismo e auxiliando asnavegações.As informações cartográficas constituem as basessobre as quais se tomam decisões e encontramsoluções para os problemas socioeconômicos etécnicos existentes.O Cartógrafo ou Engenheiro Cartográfico é o profissional que trabalhana elaboração de mapas.
  • 5. PRINCIPAIS DOCUMENTOSCARTOGRÁFICOS• MAPA (menor detalhamento / maior escala)• CARTA (maior detalhamento / menor escala)• PLANTA (de casa ou condomínio / maior detalhamento)• GLOBO TERRESTRE• PLANISFÉRIO (MAPA MUNDI)• MAQUETE• ATLAS• CROQUI
  • 6. CONCEPÇÃO DE UM DOCUMENTO CARTOGRÁFICO Espaço Geográfico Reconhecer Abstração Selecionar Classificar Foto Aérea Simplificar Cartógrafo Desenho Simbolizar•O objetivo da cartografia não é, como nosestudos da geografia de quantificar ou classificara população de um determinado aglomerado Mapaurbano ou mesmo o estudo do potencial de Lerdeterminado solo pela agronomia, mas sim a Analizargeração da representação gráfica dessas Interpretarinformações geográficas através de um meio decomunicação entre que a gerou e o usuário. Usuário (Geográfo)
  • 7. O VELHO E O NOVOAs tentativas de cartografar o espaço geográfico remontam aos povos antigos.Atualmente, a produção de mapas emprega técnicas sofisticadas, baseadas nasfotografias aéreas e em imagens obtidas por satélites de sensoriamento remoto.
  • 8. AEROFOTOGRAMETRIASENSORIAMENTO REMOTO
  • 9. ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICAChegar a um lugar desconhecido utilizando um mapa ou abrir o guia de ruas para traçarum bom caminho é uma tortura para muita gente.Embora essas ações pareçam banais, realizá-las com desenvoltura envolve uma série deconhecimentos que só são adquiridos num processo de alfabetização diferente.Ele não envolve letras, palavras e pontuação, mas linhas, cores e formas. É aaprendizagem da linguagem cartográfica ou alfabetização cartográfica. Aliás o uso demapas é uma forma de linguagem mais antiga do que a escrita.
  • 10. A CARTOGRAFIA COMO INSTRUMENTO DE DOMINAÇÃO CULTURAL•Durante muito tempo, a cartografia restringiu-se auma ciência de elaboração de mapas.•Cada civilização desenvolveu as suas própriasciências cartográficas.•Logo, os mapas deixados por essas civilizaçõesconstituem um reflexo de sua cultura e mostram asvisões que elas possuíam do mundo.•As representações cartográficas não traduzemapenas o nosso olhar sobre o mundo. Nelas podemosidentificar também os nossos interesses em relação aonosso espaço imediato, ou em relação ao espaço quedesejamos, de alguma forma, dominar.
  • 11. VISÃO EUROCÊNTRICA X BRASILICÊNTRICA
  • 12. MAPAS – O QUE É ? PARA QUE SERVE?O mapa é um (a) :1) Representação (abstrata) gráfica de uma área. Ex: O rio é uma linha e não o rio.2) Instrumento usado p/ orientação e localização no espaçogeográfico.3) Forma de linguagem (visual)4) Instrumento de trabalho (pesquisa), registro e informação.
  • 13. TIPOS DE MAPAOs mapas fornecem informações sobre aspectos físicos ou naturais dasuperfície terrestre e sobre dados culturais, ou seja, resultantes da ação dohomem. Existem, portanto, diversos tipos de mapa. Veja alguns exemplos:• Os mapas políticos mostram municípios, estados, países, seus limites, capitaise cidades importantes.• Os mapas físicos representam um ou vários elementos naturais, como os rios(hidrografia), as formas de relevo, as diferentes altitudes, os tipos de clima e ostipos de vegetação.• Os mapas econômicos representam as riquezas disponíveis e as atividadespraticadas num continente, país, estado ou município: jazidas minerais,principais produtos agrícolas, tipos de indústria etc.• Os mapas de população, também chamados de demográficos, mostram adistribuição da população no espaço geográfico.• Os mapas históricos apresentam informações sobre determinado momentohistórico.
  • 14. Brasil: Divisão política Brasil - Clima (capitais) Mapas: Mário YoshidaFonte: Atlas nacional do Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 2000. p. Fonte: Anuário estatístico do Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 199933 (adaptado). (adaptado).
  • 15. Brasil – Povos indígenas Brasil – Recursos minerais (século XVI)Fonte: Atlas nacional do Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 2000. p. 82 Fonte: Manoel M. de Albuquerque e outros. Atlas histórico(adaptado). escolar. Rio de Janeiro: MEC, 1983 (adaptado).
  • 16. ELEMENTOS PRINCIPAIS DE UM MAPA Todo bom mapa deve conter CINCO elementos principais: TÍTULO LEGENDA (símbolos e cores)* ESCALA COORDENADAS GEOGRÁFICAS ORIENTAÇÃO Esses elementos asseguram a leitura e a interpretação precisas das informações nele contidas.* Também chamados de Convenções Cartográficas, isto é, sistema simbólico.
  • 17. CORES DO MAPAAzul : águaVermelho: construçõesSépia (marrom) : curvas denívelVerde : vegetaçãoPreto: limites e estradasrodo e ferroviárias.
  • 18. CONVENÇÕES CARTOGRÁFICASPONTOLINHAÁREA
  • 19. ESCALA CARTOGRÁFICA DEFINIÇÃO: É a relação matemática entre o comprimento ou a distância medida sobre um mapa e a sua medida real na superfície terrestre.Pode ser de 2 tipos:1- Escala Gráfica:2- Escala Numérica:
  • 20. CARTOGRAFIA X MEDICINA ONDE COMEÇOU A EPIDEMIA ? Mapa da Cidade de Paris com foco de Varíola
  • 21. MAPA TOPOGRÁFICO (CURVAS DE NÍVEL )As curvas de nívelsão linhas queunem pontos deigual altitude. Apartir delaspodemos fazer umMapa Topográfico(Relevo) e umainterpretação dorelevo.
  • 22. MAPA TOPOGRÁFICO - MAQUETE
  • 23. (UFAL) Observe atentamente a figura a seguir. Trata-se de um esboço de curvas de nível.Assinale qual a forma de relevo que mais se aproxima do que está representado pelascurvas de nível no trecho XY.A) C)B) D)
  • 24. (UFMA) Com base na figura abaixo, identifique as feiçõestopográficas orientadas pelas direções cardeais e colaterais.a) Terreno íngreme ao nordeste e aplainados a oeste e a leste.b) Terreno aplainado ao noroeste e íngreme ao sudoeste e leste.c) Terreno íngreme ao oeste e leste e aplainado ao norte.d) Terreno aplainado ao norte e íngreme ao noroeste e sudestee) Terreno íngreme ao sudeste e sudoeste e aplainado ao nordeste
  • 25. MAQUETENem todas as representações doespaço geográfico mostram umavisão bidimensional, como a plantae o mapa.A maquete é uma representação,em miniatura e escala, de umaconstrução (casa, edifício, fábricaetc.) ou de um lugar. Ela pode serfeita de diferentes tipos demateriais.Diferentemente dos mapas eplantas, a maquete mostra umavisão tridimensional da árearepresentada. Esta é a visão quetemos das coisas em nosso dia adia, pois vemos a altura, a largura e Sala de Aula: Visão Oblíquao comprimento, ou seja, trêsdimensões.
  • 26. VISÃO OBLÍQUA
  • 27. VISÃO LATERAL
  • 28. VISÃO VERTICAL
  • 29. ATLAS (GEOGRÁFICO)Atlas é um livro de mapas devários tipos (físicos, políticosetc.), que também podeconter gráficos e tabelas. Amaioria dos historiadoresatribui a Cláudio Ptolomeu,que viveu no Egito no séculoII, a publicação do primeiroatlas. Mas foi GerardusMercator, cartógrafo doséculo XVI, o primeiro a usaro nome de atlas para uma Mapa do Ártico criado em 1595 porcoleção de mapas. Gerardus Mercator.
  • 30. CROQUIDesenho rápido de uma cena ou lugarOBS: não tem compromisso com a realidade e escala
  • 31. REPRESENTAÇÕES DA TERRAO Globo Terrestre tem como principal função ilustrar os Movimentos da Terra(Dia/Noite, Estações do Ano, Ano Bissexto, Solstícios e Equinócios, etc.), os FusosHorários e a Dinâmica Climática do planeta.
  • 32. O GLOBO TERRESTRE ESTÁ ERRADO?ONDE?
  • 33. QUAL É A FORMA DA TERRA?• A superfície topográfica da Terra apresenta uma forma muito irregular, com elevações e depressões. Raio ≈ 6 400 km Comprimento no Equador ≈ 40.072 km Eratóstenes (séc. III a.c.) 7º = 1/50 de 360º D= 800km , logo 800 x 50 = 40.000Km
  • 34. HISTÓRICO• 580 a.C. / 500 a.C. – Pitágoras apresenta a figura esférica da Terra, pois a humanidade deveria viver numa forma perfeita. Perfeição Divina• 384 a. C. / 322 a. C. – Aristóteles apresenta a figura esférica da Terra através de observações. • Barco aproximando ou afastando do porto • Sombra da Terra na Lua
  • 35. HISTÓRICO• 276 a. C. / 194 a. C. – Erastostenes calcula o valor o valor da circunferência da Terra
  • 36. A TERRA É GEÓIDE Achatada nos pólos devido ao movimento de ROTAÇÃO e GRAVIDADE (Newton) igual a pizza girandoRELEVO
  • 37. FOTOGRAVIMÉTRICAMOSTRA FORMA GEÓIDEEssas informaçõessão essenciais para medir amovimentação dos oceanos, a mudança do nível do mar e adinâmica do gelo – e para entendercomo são afetados pelas mudanças climáticas.
  • 38. GEÓIDE
  • 39. SATÉLITES
  • 40. FOTOMONTAGEM DA NASA EM NOITE SEM NUVENSERRO: Essa foto só é possível por construção no computador devidoao movimento de rotação metade do globo deveria estar claro.
  • 41. DA ESFERA AO PLANO Repare nas deformações nas áreas próximas aos pólos.DO GEÓIDE AO PLANÍSFÉRIO
  • 42. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICASPROJEÇÃO - O processo de sistematicamente transformar partes da Terra esféricapara que sejam representadas em uma superfície plana mantendo as relaçõesespaciais. O grande problema da cartografia consiste em ter de representar uma superfície esférica num plano, pois, como é sabido, a esfera é um sólido não- desenvolvível, isto é, não achatável ou não planificável. Assim, sempre que achatarmos uma esfera, necessariamente ela sofrerá alterações ou deformações. Play DA ESFERA AO PLANO
  • 43. PROJEÇÃO DE MERCATOR X PETERS Séc. XV - Visão Eurocêntrica : Séc. XIX - Privilegiou os paísesSupervalorizou o tamanho dos países subdesenvolvidos com seus tamanhos Desenvolvidos reais
  • 44. PROJEÇÃO DE MERCATOR
  • 45. (UNICAMP) Abaixo é reproduzido um mapa-múndi na projeção de Mercator.É possível afirmar que, nesta projeção,a) os meridianos e paralelos não se cruzam formando ângulos de 90°, o quepromove um aumento das massas continentais em latitudes elevadas.b) os meridianos e paralelos se cruzam formando ângulos de 90°, o quedistorce mais as porções terrestres próximas aos polos e menos as porçõespróximas ao equador.c) não há distorções nas massas continentais e oceanos em nenhumalatitude, possibilitando o uso deste mapa para a navegação marítima até osdias atuais.d) os meridianos e paralelos se cruzam formando ângulos perfeitos de 90°, oque possibilita a representação da Terra sem deformações.
  • 46. Projeção de GOODE
  • 47. Projeção de FULLER
  • 48. Projeção de MOLLWEIDE
  • 49. Projeção de BONNE
  • 50. PROJEÇÃO ANAMÓRFICAINVESTIMENTOS EM PESQUISA EM 2000
  • 51. PROJEÇÃO ANAMÓRFICA www.worldmapper.org/ USUÁRIOS DE INTERNET EM 2000
  • 52. DA ESFERA AO PLANO
  • 53. Vídeo: A História dos Mapas ( 52 minutos) PLAY FIM!