Identificacindepacientes m2 ptbr
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,457
On Slideshare
1,295
From Embeds
162
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
53
Comments
0
Likes
1

Embeds 162

http://patientsafetycourse.org 162

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Identificação deIdentificação de pacientespacientes Curso virtual de Enfermagem e Segurança de Pacientes.
  • 2. Identificação de pacientes:Identificação de pacientes: ImportânciaImportância Os efeitos indesejáveis secundários ao cuidado de pacientes podem representar a causa no aumento de morbidade e mortalidade nos sistemas de saúde. Os problemas de identificação de pacientes nas instituições de saúde ocupam o primeiro lugar em importância na hora de falar e advogar pela segurança dos pacientes. Muitas vezes a incorreta indentificação esta associada a erros médicos, transportes, cirurgias, etc.
  • 3. Identificação de pacientes:Identificação de pacientes: ImportânciaImportância Há evidência de que a identificação verbal, somada ao número da cama, quarto, ou até mesmo patologia, não asseguram a identificação correta do paciente. As pulseiras ou braceletes de identificação fornecem segurança ao paciente e aos que cuidam dele. É recomendado que cada instituição desenvolva e implemente um sistema único e seguro de identificação de pacientes.
  • 4. ObjetivosObjetivos  Conhecer a todo momento a identidade dos pacientes atendidos na instituição hospitalar com a finalidade de reduzir os erros médicos e eventos adversos relacionados com procedimentos, cuidados e intervenções realizadas.  Dispor de um sistema único e seguro de identificação visual de pacientes admitidos. Sistematizar a informação que se registra nas pulseiras ou braceletes. Recordar os processos de gestão que garantem a identificação. Favorecer a dignidade do paciente ao chamar-lo pelo seu nome.
  • 5. Recomendações da Joint CommissionRecomendações da Joint Commission National para a segurança dos pacientesNational para a segurança dos pacientes  Utilizar uma pulseira impressa de forma automática com os dados de identificação do paciente.  Utilizar pelo menos dois dados de identificação de paciente e que nenhum deles seja o número da cama.  Necessidade de informar toda a equipe sobre o uso da pulseira identificadora.  Tomar consciência da necessidade de colaborar com qualquer situação de risco.  Difusão e elaboração de procedimentos claros para a identificação de pacientes.  Certificar sempre antes de cada procedimento que se trata do paciente correto.  Realizar um processo de follow up do programa de identificação de pacientes.  Incluir no processo de identificação correta o próprio paciente e seus familiares.
  • 6. Dispor de um sistema único e seguro deDispor de um sistema único e seguro de identificação visual de pacientesidentificação visual de pacientes admitidos.admitidos. Primeiro passo: Utilizar pulseiras identificadoras Pulseiras impressas/ pulseiras manuscritas.  Dois dados acordados Nunca o número de cama e/ou quarto. Código de barras.
  • 7. Processo de identificação e colocaçãoProcesso de identificação e colocação de pulseirade pulseira QUEM: Equipe da instituição que colocará a pulseira na admissão programada ou de urgência QUANDO: Deve ser colocada em todos os pacientes que sejam admitidos na instituição, de forma programada ou urgente.  COMO: Forma de impressão e perguntar ao paciente ou familiar: Nome, sobrenome e data de nascimento  O paciente será informado da colocação da pulseira e sua finalidade.
  • 8. Local para colocaçãoLocal para colocação Estabelecer a ordem de prioridade para cada instituição: 1. No pulso do braço dominante 2. No braço contrário 3. Tornozelo direito (geralmente na pediatria)
  • 9. Quando usar a pulseiraQuando usar a pulseira identificadoraidentificadora A equipe de saúde deve estar atenta para utilizar a pulseira em todos os momentos. Não se esqueça dos seguintes cenários:  Antes de qualquer procedimento invasivo, diagnóstico terapéutico  Previamente a administração de medicamentos, infusão de sangue ou hemoderivados e extração de amostras biológicas  Ao receber o paciente em qualquer serviço ou unidade dentro da instituição(radiologia, cirurgia)  Antes de transportar ou receber o paciente  Sempre que o paciente sair da unidade
  • 10. Por que usar a pulseira dePor que usar a pulseira de identificação?identificação? Porque facilita a identificação visual de todos os profissionais que cuidam do paciente Porque permite a realização de tratamentos no paciente com menor possibilidade de erros Porque aumenta a produtividade de assistência pessoal Porque é uma barreira para a segurança do paciente para que nenhum procedimento invasivo sejá realizado em nenhum paciente que não tenha pulseira identificadora. Porque a pulseira não necessita nenhum tipo de manutenção.
  • 11. Queridos pacientes soliciteQueridos pacientes solicite sua identificação segurasua identificação segura Estimados colegas identifiquem seus pacientes