Your SlideShare is downloading. ×
Identificacindepacientes m2 ptbr
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Identificacindepacientes m2 ptbr

1,260
views

Published on


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,260
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
56
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Identificação deIdentificação de pacientespacientes Curso virtual de Enfermagem e Segurança de Pacientes.
  • 2. Identificação de pacientes:Identificação de pacientes: ImportânciaImportância Os efeitos indesejáveis secundários ao cuidado de pacientes podem representar a causa no aumento de morbidade e mortalidade nos sistemas de saúde. Os problemas de identificação de pacientes nas instituições de saúde ocupam o primeiro lugar em importância na hora de falar e advogar pela segurança dos pacientes. Muitas vezes a incorreta indentificação esta associada a erros médicos, transportes, cirurgias, etc.
  • 3. Identificação de pacientes:Identificação de pacientes: ImportânciaImportância Há evidência de que a identificação verbal, somada ao número da cama, quarto, ou até mesmo patologia, não asseguram a identificação correta do paciente. As pulseiras ou braceletes de identificação fornecem segurança ao paciente e aos que cuidam dele. É recomendado que cada instituição desenvolva e implemente um sistema único e seguro de identificação de pacientes.
  • 4. ObjetivosObjetivos  Conhecer a todo momento a identidade dos pacientes atendidos na instituição hospitalar com a finalidade de reduzir os erros médicos e eventos adversos relacionados com procedimentos, cuidados e intervenções realizadas.  Dispor de um sistema único e seguro de identificação visual de pacientes admitidos. Sistematizar a informação que se registra nas pulseiras ou braceletes. Recordar os processos de gestão que garantem a identificação. Favorecer a dignidade do paciente ao chamar-lo pelo seu nome.
  • 5. Recomendações da Joint CommissionRecomendações da Joint Commission National para a segurança dos pacientesNational para a segurança dos pacientes  Utilizar uma pulseira impressa de forma automática com os dados de identificação do paciente.  Utilizar pelo menos dois dados de identificação de paciente e que nenhum deles seja o número da cama.  Necessidade de informar toda a equipe sobre o uso da pulseira identificadora.  Tomar consciência da necessidade de colaborar com qualquer situação de risco.  Difusão e elaboração de procedimentos claros para a identificação de pacientes.  Certificar sempre antes de cada procedimento que se trata do paciente correto.  Realizar um processo de follow up do programa de identificação de pacientes.  Incluir no processo de identificação correta o próprio paciente e seus familiares.
  • 6. Dispor de um sistema único e seguro deDispor de um sistema único e seguro de identificação visual de pacientesidentificação visual de pacientes admitidos.admitidos. Primeiro passo: Utilizar pulseiras identificadoras Pulseiras impressas/ pulseiras manuscritas.  Dois dados acordados Nunca o número de cama e/ou quarto. Código de barras.
  • 7. Processo de identificação e colocaçãoProcesso de identificação e colocação de pulseirade pulseira QUEM: Equipe da instituição que colocará a pulseira na admissão programada ou de urgência QUANDO: Deve ser colocada em todos os pacientes que sejam admitidos na instituição, de forma programada ou urgente.  COMO: Forma de impressão e perguntar ao paciente ou familiar: Nome, sobrenome e data de nascimento  O paciente será informado da colocação da pulseira e sua finalidade.
  • 8. Local para colocaçãoLocal para colocação Estabelecer a ordem de prioridade para cada instituição: 1. No pulso do braço dominante 2. No braço contrário 3. Tornozelo direito (geralmente na pediatria)
  • 9. Quando usar a pulseiraQuando usar a pulseira identificadoraidentificadora A equipe de saúde deve estar atenta para utilizar a pulseira em todos os momentos. Não se esqueça dos seguintes cenários:  Antes de qualquer procedimento invasivo, diagnóstico terapéutico  Previamente a administração de medicamentos, infusão de sangue ou hemoderivados e extração de amostras biológicas  Ao receber o paciente em qualquer serviço ou unidade dentro da instituição(radiologia, cirurgia)  Antes de transportar ou receber o paciente  Sempre que o paciente sair da unidade
  • 10. Por que usar a pulseira dePor que usar a pulseira de identificação?identificação? Porque facilita a identificação visual de todos os profissionais que cuidam do paciente Porque permite a realização de tratamentos no paciente com menor possibilidade de erros Porque aumenta a produtividade de assistência pessoal Porque é uma barreira para a segurança do paciente para que nenhum procedimento invasivo sejá realizado em nenhum paciente que não tenha pulseira identificadora. Porque a pulseira não necessita nenhum tipo de manutenção.
  • 11. Queridos pacientes soliciteQueridos pacientes solicite sua identificação segurasua identificação segura Estimados colegas identifiquem seus pacientes