Apresentação Indicadores como diferencial de Controle das Práticas de Gestão
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Apresentação Indicadores como diferencial de Controle das Práticas de Gestão

on

  • 474 views

Apresentação Indicadores como diferencial de Controle das Práticas de Gestão: Instituto Qualidade Minas – IQM ...

Apresentação Indicadores como diferencial de Controle das Práticas de Gestão: Instituto Qualidade Minas – IQM
Apresentadora: Lissandra Clementoni Teixeira | Assessora Técnica do Instituto Qualidade Minas – IQM

Statistics

Views

Total Views
474
Views on SlideShare
474
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentação Indicadores como diferencial de Controle das Práticas de Gestão Presentation Transcript

  • 1. WORKSHOP GESTÃO PARA EXCELÊNCIA 1
  • 2. CRITÉRIO 8 - RESULTADOS 2
  • 3. CONTEÚDO 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. Apresentação do Fundamento da Excelência – Geração de Valor Apresentação do Critério de Excelência – Resultados Aplicação de Resultados Alinhamento dos Resultados com o Mapa Estratégico Interpretação e Análise de Resultados Apresentação de Resultados Controle de Resultados Obtenção de melhores Resultados 3
  • 4. FUNDAMENTOS DA EXCELÊNCIA GERAÇÃO DE VALOR “Alcance de resultados econômicos, sociais e ambientais bem como de resultados dos processos que os potencializam em níveis de excelência e que atendam as necessidades das partes interessadas” 4
  • 5. CRITÉRIO 8 - RESULTADOS Este critério aborda: a apresentação de resultados estratégicos e operacionais relevantes para a organização, na forma de indicadores que permitam avaliar, no conjunto, a melhoria dos resultados, o nível de competitividade e o cumprimento de compromissos com os requisitos de partes interessadas, nas perspectivas econômico-financeira, socioambiental e relativas a clientes e mercados, a pessoas e aos processos da cadeia de valor 5
  • 6. CLASSIFICAÇÃO DOS RESULTADOS NO MEG Ø Resultados relativos à gestão econômico-financeira; Ø Resultados relativos aos clientes; Ø Resultados relativos à sociedade; Ø Resultados relativos às pessoas; Ø Resultados relativos aos processos; Ø Resultados relativos aos fornecedores. 6
  • 7. PROCESSOS CLIENTE E MERCADO INFORMAÇÕES E CONHECIMENTO APRENDIZADO E CRESCIMENTO INFORMAÇÕES E CONHECIMENTO FINANÇAS RESULTADOS MEG ALINHADO AO MAPA ESTRATÉGICO 7
  • 8. APLICAÇÃO • • • • • • • Informação que indica alguma coisa Interpretar uma situação Para possibilitar análise crítica do desempenho Verificar a proximidade / distância da meta Perceber se as ações pactuadas estão corretas Verificar a necessidade de ajustes Permite o gerenciamento 8
  • 9. INTERPRETAÇÃO SÓ É POSSÍVEL ENTENDER / INTERPRETAR RESULTADOS QUANDO SE TEM UMA META, HISTÓRICO OU REFERENCIAL, OU SEJA, O RESULTADO NÃO É UM DADO BRUTO A empresa X vendeu 1.000.000 produtos no ano de 2013 Sendo esse valor 20% abaixo da meta e 10% a menos que o ano passado O índice de satisfação dos colaboradores da empresa ficou em 55% no ano de 2013 O ano passado o índice foi de 35% e a meta para 2013 era 50% O índice de desvios da empresa x foi de 4% em 2013 Em 2012 foi de 2% e a meta para 2013 era manter o valor 9
  • 10. ANÁLISE SISTÊMICA DE RESULTADOS FINANÇAS 150000 100000 OBJETIVO F1 ELEVAR O ÍNDICE DE FATURAMENTO OBJETIVO F2 OBJETIVO F4 50000 0 1 2 3 4 5 6 Índice Faturamento 50 CLIENTE E MERCADO 40 30 OBJETIVO CM1 20 ELEVAR A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES OBJETIVO CM3 10 OBJETIVO CM4 0 1 2 3 4 5 6 Satisfação clientes PROCESSOS 400 REDUZIR O ÍNDICE DE DESVIOS 200 OBJETIVO P4 300 100 OBJETIVO P2 0 1 2 3 4 5 OBJETIVO P3 6 Redução de desvios APRENDIZADO E CRESCIMENTO 100 OBJETIVO AC1 80 ELEVAR A EFICÁCIA DOS 60 TREINAMENTOS 40 20 OBJETIVO AC2 0 1 2 3 4 5 6 Índice de Eficácia de Treinamento OBJETIVO AC3
  • 11. APRESENTAÇÃO COLUNAS AGRUPADAS
  • 12. APRESENTAÇÃO GRÁFICO DE PIZZA
  • 13. APRESENTAÇÃO GRÁFICO DE BARRAS
  • 14. APRESENTAÇÃO GRÁFICO RADAR
  • 15. APRESENTAÇÃO LINHAS COM MARCADORES
  • 16. APRESENTAÇÃO GRÁFICO DE AÇÕES 70 60 50 40 30 20 10 0 05/01/2002 06/01/2002 07/01/2002 08/01/2002 09/01/2002
  • 17. CONTROLE NECESSIDADES E DESEJOS DOS CLIENTES E DEMAIS PARTES INTERESSADAS INSUMOS -Especificação; -Controle de Qualidade; -Prazo de Entrega; -Quantidade correta ; -Relacionamento com fornecedor A P C D PROCESSOS PRODUTO Capacitação; Motivação; Infraestrutura; -Atendimento às especificações; -Performance; Normas da Qualidade (ISO,ONA, BPF, etc) A P C D A P C D SATISFAÇÃO DOS CLIENTES E DEMAIS PARTES INTERESSADAS Para alcançar o resultado esperado – controlamos as ações, o desempenho de cada etapa do processo
  • 18. CONTROLE
  • 19. COMO OBTER MELHORES RESULTADOS VISÃO CONHECIMENTO DO CLIENTE E MERCADO CAPACITAÇÃO Resultados OTIMIZAÇÃO CONTROLE APRENDIZADO
  • 20. COMO OBTER MELHORES RESULTADOS 20
  • 21. COMO OBTER MELHORES RESULTADOS 21
  • 22. COMO OBTER MELHORES RESULTADOS
  • 23. COMO OBTER MELHORES RESULTADOS 23
  • 24. Que as informações e conhecimentos gerados pelos indicadores de desempenho de 2013 permitam a materialização das suas estratégias e planos em brilhantes resultados em 2014, satisfazendo assim as necessidades e expectativas de todas as suas partes interessadas !!! 24
  • 25. ENCERRAMENTO OBRIGADA! Lissandra Clementoni Teixeira Assessora Técnica Instituto Qualidade Minas lissandra@pmqp.org.br 25