REUNIÃO B-ON      SESSÃO 1 8 de fevereiro de 2012InstitutoPolitécnico deSantarémA B-on em Movimento
2               Dados Estatísticos   Escolas Superiores/ Alunos1º e 2º ciclo, Pós-              graduações e Cet’s        ...
3Dados Estatísticos                     Dina Rocha - Fev. 2012
4Dados Estatísticos                     Dina Rocha - Fev. 2012
5Assinaturas de Revistas por Escola Superior doIPSantarém - 2011 ESSS – 11 revistas de assinatura ESGT – 0 Revistas de a...
6Novas subscrições Não   foram feitas novas assinaturas  significativas (somente duas) Não foram renovadas cerca de 30%...
7Utilização dos Recursos             Revistas Internacionais             sobre temáticas muito                   específic...
8                        Sugestões   Inclusão da SAGE, da ABI/Inform, Myilibray e EBRAY no    pacote B-On;   Incluir no ...
9Aspetos problemáticos       A língua inglesa (daí o sucesso do RCAAP)       Preferem ir pelo portal de pesquisa da     ...
10Medidas Positivas     Sensibilização por parte dos docentes, na      “obrigatoriedade da utilização do recurso”:     F...
11Análise crítica   Dificuldade de acesso a algumas editoras –    Elsevier   Dificuldade de desmistificar as questões   ...
12Conclusão Solicito:     Sugestões     ComentáriosPara ajudar a otimizar o recurso B-onObrigada pela atenção,Dina Rocha ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

FCCN B-ON em movimento

227 views
156 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
227
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

FCCN B-ON em movimento

  1. 1. REUNIÃO B-ON SESSÃO 1 8 de fevereiro de 2012InstitutoPolitécnico deSantarémA B-on em Movimento
  2. 2. 2 Dados Estatísticos Escolas Superiores/ Alunos1º e 2º ciclo, Pós- graduações e Cet’s ESA Ciências AgráriasEnfermagem ESS 823 525 IPS ESGT Gestão e 4299 1255 TecnologiaCiências do ESDRMDesporto 762 ESE Ciências da 934 Educação, Artes e Multimédia Dina Rocha - Fev. 2012
  3. 3. 3Dados Estatísticos Dina Rocha - Fev. 2012
  4. 4. 4Dados Estatísticos Dina Rocha - Fev. 2012
  5. 5. 5Assinaturas de Revistas por Escola Superior doIPSantarém - 2011 ESSS – 11 revistas de assinatura ESGT – 0 Revistas de assinatura ( desde que assinam a ABi e a B-on ) ESDRM – 12 revistas de assinatura ESES – 9 revistas de assinatura ESAS - 5 revistas de assinatura Dina Rocha - Fev. 2012
  6. 6. 6Novas subscrições Não foram feitas novas assinaturas significativas (somente duas) Não foram renovadas cerca de 30% Os dirigentes , procuram sempre saber, se os pedidos de assinatura não existe na B- on. – Forma de rentabilização dos dinheiros Dina Rocha - Fev. 2012
  7. 7. 7Utilização dos Recursos Revistas Internacionais sobre temáticas muito específicas Revistas da Elsevier(tendo havido utimamente ,problemas no deu acesso Revistas em língua portuguesa Bases de dados em texto integral, em acesso livre RCAAP Dina Rocha - Fev. 2012
  8. 8. 8 Sugestões Inclusão da SAGE, da ABI/Inform, Myilibray e EBRAY no pacote B-On; Incluir no pacote da B-on algumas bases inseridas no pacote dos hospitais ; Enfermagem e Ciências do Desporto e da Saúde; í Subscrever a IGI global, InderScience Publishers Dina Rocha - Fev. 2012
  9. 9. 9Aspetos problemáticos  A língua inglesa (daí o sucesso do RCAAP)  Preferem ir pelo portal de pesquisa da Science Direct do que pelo da B-on  Algumas editoras têm sistemas de acesso à informação com fraca usabilidade – o que desmotiva  Não percebem que a informação que vão buscar aos motores de busca estão inseridos no Recurso. Dina Rocha - Fev. 2012
  10. 10. 10Medidas Positivas  Sensibilização por parte dos docentes, na “obrigatoriedade da utilização do recurso”:  Formação sobre a B-on é feita em contexto de sala de aula;  Alguns docentes avaliam o acesso a referências retiradas da B-on, em trabalhos práticos e testes práticos;  Alguns estágios curriculares são orientados para a formação das fontes de pesquisa on-line. Dina Rocha - Fev. 2012
  11. 11. 11Análise crítica Dificuldade de acesso a algumas editoras – Elsevier Dificuldade de desmistificar as questões economicista dos dirigentes da instituições Neste sentido apela-se a que se faça algo para não perder este sistema, visto que caso termine a tendência é para não adquirirem mais periódicos, porque já têm a B-on Dina Rocha - Fev. 2012
  12. 12. 12Conclusão Solicito: Sugestões ComentáriosPara ajudar a otimizar o recurso B-onObrigada pela atenção,Dina Rocha – dir.biblioteca@ipsantarem.pt Dina Rocha - Fev. 2012

×