Banco do brasil avaliação do setor e planos do bb de finaciamentos

  • 745 views
Uploaded on

Banco do Brasil Avaliação do setor e planos do BB de finaciamentos

Banco do Brasil Avaliação do setor e planos do BB de finaciamentos

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
745
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
12
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Avaliação do setor e planos do BB de financiamento Tarcísio Hubner Superintendente Estadual RJ Banco do Brasil
  • 2. Índice Cenário Plano Safra 2011/2012 Atuação do Banco do Brasil Oportunidades Negociais – Visão Cadeia Banco do Brasil
  • 3. Cenário Café PRODUÇÃO MUNDIAL  3 grandes players: respondem por 60% da produção mundial de café e por 57% das exportações 99% Robusta100% Arábica Vietnã Colômbia 14% 7% Arábica 76% Brasil 40% Robusta Outros países 24% 40%Fonte: USDA; OIC Banco do Brasil
  • 4. Cenário Café EXPORTAÇÃO E CONSUMO MUNDIAIS 27% EXPORTADORES Hemisfério Sul (clima tropical) EUA 19% Brasil 17% Demais 40% Alemanha CONSUMIDORES 73% Japão 8% Itália 6% Hemisfério Norte França 5% 5% (clima frio e renda elevada)Fonte: USDA;OIC Banco do Brasil
  • 5. Cenário CaféPRODUÇÃO E EXPORTAÇÃO - BRASIL CAFÉ Minas Gerais Espírito Santo 22.124 11.022 50,8% 25,3% São Paulo 3.475 8,0% 43,5 milhões Bahia 2.476 5,7% sacas 60 kg Paraná 1.705 3,9% Total 43.543 100,0% (Safra 2011/12) Principais destinos: 70% Exportação EUA 23% 5º produto 8,7% das exportações Outros 29% do agronegócio Alemanha 20% 30% Consumo Bélgica 6% França Japão Itália 8% Interno 7% 7%Fonte: Conab; MAPA; USDA Banco do Brasil
  • 6. Cenário Café CAFÉ - Safra 2011/12• Produção brasileira reduzida em 10% (bienalidade negativa);• Estoques mundiais baixos (nos produtores e importadores);• Demanda mundial aquecida (crescimento médio de 2% a.a.);• Estabilidade de oferta mundial;• Volume recorde de exportações;• Boa rentabilidade à atividade (arábica e conillon). Banco do Brasil
  • 7. Cenário Café CAFÉ - Safra 2012/13 - PerspectivasEstoques ainda reduzidos e demanda mundial aquecida. 160 45% 140 40% 35% 120Milhões de sacas de 60 kg 30% 100 25% 80 20% 60 15% 40 10% 20 5% 0 0% 2002/2003 2003/2004 2004/2005 2005/2006 2006/2007 2007/2008 2008/2009 2009/2010 2010/2011 2011/2012 Consumo Estoque Final Estoque/consumo (%)Fonte: USDA 07/2011 Banco do Brasil
  • 8. Cenário Café CAFÉ - Safra 2012/13 - PerspectivasManutenção de área plantada, com perspectiva de renovação dos cafezais; 2,5 25 2,0 20 1,5 15 1,0 10 0,5 5 0,0 0 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Fonte: MAPA-SPAE/Conab Área plantada (milhões ha) Produtividade (sacas/ha) Banco do Brasil
  • 9. Cenário Café CAFÉ - Safra 2012/13 - PerspectivasAmpliação dos investimentos buscando melhorar a qualidade do grão produzido: - ágio de 30% sobre o preço de mercado; - substituição dos suaves colombianos; - entrega de cafés na Bolsa de NY. Banco do Brasil
  • 10. Cenário Café CAFÉ - Safra 2012/13 - Perspectivas Produção brasileira deverá ser maior comparada com a Safra 2011/12 (bienalidade positiva); 50 25 45 40 20 35 30 15 25 20 10 15 estimativa 10 5 5 0 0 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012* Produção (milhões sc) Consumo (milhões sc) Fonte: MAPA-SPAE/Conab Banco do Brasil
  • 11. Cenário Café CAFÉ - Safra 2012/13 - Perspectivas Preços devem permanecer elevados, proporcionando boa rentabilidade à atividade; Dependerá: - Tamanho da safra brasileira (2012/13); - Volume dos estoques certificados em NY no começo de 2012. Banco do Brasil
  • 12. 200 250 300 350 400 450 500 550 600 01/07/2009 01/08/2009 Fonte: CMA 01/09/2009 01/10/2009 01/11/2009 01/12/2009 Cenário Café 01/01/2010 01/02/2010 01/03/2010 01/04/2010 01/05/2010 01/06/2010 Café - Preços Mercado Físico (R$/sc) rentabilidade à atividade; 01/07/2010 01/08/2010 Vitória da Conquista 01/09/2010Banco do Brasil 01/10/2010 01/11/2010 01/12/2010 01/01/2011 CAFÉ - Safra 2012/13 Sul de Minas 01/02/2011 01/03/2011 01/04/2011 01/05/2011 Maringá 01/06/2011 01/07/2011 01/08/2011 Preços permanecerão elevados, proporcionando boa Mogiana
  • 13. Cenário Café CAFÉ - Margens Café: Margens - Safra 2011/12200% 175% 178%180% 169%160% 141% 144%140%120%100% 88% 87% 71% 75% 75% 80% 67% 66% 60% 49% 49% 51% 49% 46% 41% 40% 20% 0% Guaxupé Patrocínio Franca Londrina V.Conquista S.G.PalhaFonte: RTA; CEPEA; CMA Margem RTA Margem RTA c/ Índ. Variação Margem Mercado Físico Banco do Brasil
  • 14. Índice Cenário Plano Safra 2011/2012 Atuação do Banco do Brasil Oportunidades Negociais – Visão Cadeia Banco do Brasil
  • 15. Plano de Safra 2011/2012 – Principais AlteraçõesPrincipais medidas governamentais – Impacto Setor Cafeeiro Agricultura Empresarial – CUSTEIO Principais Alterações Safra 2011/2012 Limite de Prazo Carência Taxa (a.a.) Financiamento Elevação e unificação dos limites de financiamento que variavam de R$ 200 R$ 650 mil, podendoCUSTEIO – Recursos mil a R$ 650 mil, a depender do tipo de 60 dias ser elevado em até lavoura ou atividade, podendo ser após a _ 6,75% Controlados elevado em até 45%, conforme situação 45% colheita (reserva legal, seguro, proteção de preço, etc) Unificação das linhas de custeio de R$4.500,00 tratos culturais e colheita. por hectare, limitadoFUNCAFÉ - Custeio (A linha deverá ser disponibilizada a R$ 650.000,00 por Até 30/12 _ 6,75% pelo Banco nas próximas semanas). produto Elevação do limite de financiamento PRONAMP que era de R$ 275 mil, podendo ser R$ 400 mil, podendo 60 dias elevado em até 45%, conforme situaçãoRenda Bruta Anual (reserva legal, seguro, proteção de ser elevado em até após a _ 6,25% 45% colheita até R$ 700 mil preço, etc) Banco do Brasil
  • 16. Plano de Safra 2011/2012 – Principais AlteraçõesPrincipais medidas governamentais – Impacto Setor Cafeeiro Agricultura Empresarial – INVESTIMENTO Principais Alterações Safra 2011/2012 Limite de Prazo Carência Taxa (a.a.) Financiamento Mínimo De acordo INVESTIMENTO Elevação do limite de financiamento, R$ 300 mil por de 2 e com a RURAL que era de R$ 200 mil por beneficiário/ano máximo capacidade 6,75% beneficiário/ano safra. safra de 12 de Rec. Controlados anos pagamento PRONAMP Elevação do limite de financiamento R$ 300 mil por Até 8 AtéRenda Bruta Anual que era de R$ 200 mil por beneficiário beneficiário /ano anos 3 anos 6,25% ano/safra safra até R$ 700 mil Incorporação de diversos programasABC - Agricultura de Máximo com unificação dos prazos e da taxa de Máximo R$ 1 milhão de 15 5,5% Baixo Carbono juros. de 8 anos anos Banco do Brasil
  • 17. Plano de Safra 2011/2012 – Principais AlteraçõesPrincipais medidas governamentais – Impacto Setor Cafeeiro Agricultura Empresarial – COMERCIALIZAÇÃO Principais Alterações Safra 2011/2012 Limite de Prazo Carência Taxa (a.a.) Financiamento Elevação do teto de comercialização 30 a Comercialização R$ 40 milhões 240 _ 6,75% para agroindústrias (EGF, LEC, NPR e Agroindústrias FAC) que era de R$ 30 milhões. dias1 Elevação e unificação do teto de EGF Comercialização (operações diretas e por meio de R$ 1,3 milhão 30 a _ 6,75% Produtor Rural agroindústrias/cooperativas) que 240 dias variava de R$ 200 mil a R$ 650 mil. Criação de linha de capital de giro comFUNCAFÉ Capital de vigência a partir de 01/09/2011 (A linha R$ 40 milhões (teto adicional da linha de 24Giro para Indústria deverá ser disponibilizada pelo Banco comercialização meses 6 meses 6,75% nas próximas semanas). Café Solúvel agroindústrias) Banco do Brasil
  • 18. Índice Cenário Plano Safra 2011/2012 Atuação do Banco do Brasil Oportunidades Negociais – Visão Cadeia Banco do Brasil
  • 19. Safra 2011/2012 – Atuação do Banco do Brasil Desembolso R$ Milhões Safra 2011/12 Recursos BB R$ 45.690 milhões $ Linhas Indústrias, Cerealistas Produtores Rurais Fornecedores Distribuidores ede Insumos e Máquinas Tradings Cooperativas Exportadores, etc $ Antes da porteira $ $ Depois da porteira Convênios e Linhas Convênios e Linhas Atuação Visão Cadeia Agroindustrial Banco do Brasil
  • 20. Safra 2011/2012 – Atuação do Banco do Brasil Desembolso R$ Milhões Brasil Safra 2010/2011 Safra 2011/2012 Variação Empresarial 30.234,6 35.155,8 16,3% Familiar 8.779,7 10.534,1 20,00% TOTAL 39.014,3 45.690,0 17,10% Café: Participação média de 7% nos desembolsos Banco do Brasil
  • 21. Safra 2011/2012 – Atuação do Banco do Brasil Desembolso R$ Milhões Brasil Safra 2010/2011 Safra 2011/2012 Variação Empresarial 30.234,6 35.155,8 16,3% Custeio 19.267,3 22.522,6 16,9% Investimento 4.151,7 5.803,7 39,8% Comercialização 6.815,5 6.829,6 0,2% Banco do Brasil
  • 22. Safra 2011/2012 – Atuação do Banco do Brasil Desembolso R$ Milhões Brasil Safra 2010/2011 Safra 2011/2012 Variação Familiar 8.779,7 10.534,1 20,0% Custeio 4.583,2 5.691,9 24,2% Investimento 4.196,5 4.842,2 15,4% Banco do Brasil
  • 23. Banco do Brasil em grandes números (Jun/2011) Lucro Líquido: R$ 6,3 bilhões no 1º Semestre 2011. Retorno sobre Patrimônio Líquido Anualizado: 27,5%. Ativos Totais: R$ 904.145 milhões (Líder Brasil). Carteira de Crédito: R$ 358.568 milhões (Líder Brasil - melhor risco SFN) Câmbio ACC/ACE: 34% mercado (Líder Brasil). Depósitos Totais: R$ 396,2 bilhões (Líder Brasil). Adm. Recursos de Terceiros: R$ 794 milhões (Líder Brasil). Base de Clientes: 55.190 mil (P. Física - Líder Brasil). Rede: 18.445 pontos (Líder Brasil). Terminais Auto-Atendimento: 43.920 pontos (Líder Brasil). Internet Banking:12 milhões de usuários (Líder Brasil) Banco do Brasil
  • 24. Banco do Brasil e o Agronegócio Líder nos financiamentos ao agronegócio R$ 80,6 bilhões de carteira de crédito rural (JUN/2011) 1,4 milhão de clientes produtores rurais 61% do Sistema Nacional de Crédito Rural em 2010 3 mil agências operando com crédito rural (criação agências especializadas e encarteiramento de Mega Produtores até out/2011) Aliança do Brasil/MAPFRE, líder no seguro rural; Pioneiro no lançamento do Seguro Faturamento (safra 2011/12); Principal banco lançador de opções agropecuárias na BM&FBovespa e líder em operações com CPR Mais de 75% dos financiamentos do Pronaf Banco do Brasil
  • 25. Banco do Brasil e o Agronegócio BB x Sistema Nacional de Crédito Rural Market Share BB – 61% 39% - Crédito Rural (2007/2010) R$ - bilhões Participação de 10% no SFN 123,8 112,3 106,4 89,1 75,0 63,7 65,6 51,9 2007 2008 2009 2010 BB SNCR Base: 12/2010 Banco do Brasil
  • 26. Banco do Brasil e o Agronegócio Carteira Agronegócio BB – Saldo R$ bilhões 80,6* 77,41,4 milhão de clientes. 75,0 jun/111.232 mil agricultores familiares. mar/11 209 mil médios e grandes produtores. dez/10 65,6 63,7 dez/09 dez/08 51,9 Demais Agronegócios 21%% 45,1 dez/07 79%dez/06 Café: 3% da Carteira = R$ 2,4 bilhões (estoque) (*) não inclui R$ 937,8 milhões em operações de CPR = Saldo de R$ 81,5 bilhões Banco do Brasil
  • 27. Índice Cenário Plano Safra 2011/2012 Atuação do Banco do Brasil Oportunidades Negociais – Visão Cadeia Banco do Brasil
  • 28. Oportunidades Negociais – Setor Cafeeiro Necessidades do Setor • Originação da Produção e Regularidade da Oferta; • Integração Rural (baixa relação de integração entre produtores e indústria/torrefadoras); • Troca do Financiamento direto (recursos de caixa) por recursos bancários do crédito rural em melhores condições; • Gerenciamento de Risco (produção agrícola, produto e câmbio); • Realização de Negócios com os Produtores Rurais (recebíveis agronegócios - CPR); • Linhas de Financiamento e Estruturação de Operações; • Recursos para projetos de expansão de empresas (mercado de capitais). Banco do Brasil
  • 29. Oportunidades Negociais – Setor Cafeeiro Linhas de Crédito Custeio da Produção (Encargos: 6,25% a 6,75% aa)  Custeio Agrícola;  Aquisição de Insumos para Cooperados (Cooperativas);  Funcafé. Investimento Agrícola (Encargos: 5,5 a 6,75% aa)  Investimento Agrícola (MCR 6.2)  BNDES, Finame PSI, FCO Rural (Centro-Oeste)  Programa ABC (Agricultura Orgânica e Adequação ou Regularização Ambiental) Banco do Brasil
  • 30. Oportunidades Negociais – Setor Cafeeiro Linhas de Crédito EGF Agroindústria  Financiamento estocagem de produto abrangido pela PGPM.  Prazo: até 180 dias  Teto e Encargos: Recursos Controlados: R$ 40 milhões (6,75%) Recursos Não Controlados: Sem teto (taxa prefixada). FUNCAFÉ – Aquisição de Café  Financiamento para aquisição de café  Prazo: até 180 dias  Teto e Encargos: Recursos Controlados: R$ 40 milhões (6,75%) Banco do Brasil
  • 31. Oportunidades Negociais – Setor Cafeeiro Linhas de Crédito PROEX Financiamento  Financiamento na fase pós-embarque, mediante crédito em R$ na conta do exportador.  Produto: preparações alimentícias com café - NCM capítulo 21 (café solúvel).  Percentual financiado: até 100% do valor da exportação.  Prazo do financiamento: 4 meses.  Taxa de Juros: LIBOR. FUNCAFÉ – Capital de Giro  Finalidade: Capital de Giro  Prazo: até 24 meses.  Teto: R$ 40 milhões  Taxa de Juros: 6,75% ao ano. Banco do Brasil
  • 32. Oportunidades Negociais – Setor Cafeeiro CPR RISCO/AGENTES ATUAÇÃO DO BANCO DO BRASIL CPR Física: Concessão de Aval e disponibilização de canal de comercialização para os compradores (internet – Emitente sala virtual), com oferta direcionada; (Produtor rural e Cooperativa) CPR Financeira: Aquisição pelo Banco diretamente dos emitentes (operação de desconto). CPR Física ou Financeira: Aquisição pelo Banco adiantando os recursos ao Comprador ou Emitente. O Compradores risco da operação é do Comprador no caso de(Agroindústrias, Fornecedores de inadimplência do emitente. insumos, Exportadores, etc) CPR Física Avalizada pelo Banco: Garantia em qualquer operação (ACC, FINIMP, etc) Banco do Brasil
  • 33. RESULTADOS – Setor Cafeeiro Assistência Financeira Setor Cafeeiro: R$ 2,8 bilhõesCrescimento de 12%, mesmo com redução de Recursos do Funcafé Safra 2009/2010 Safra 2010/2011 Finalidade Qtd Contratos Valor - R$ mil Qtd Contratos Valor - R$ milCusteio 83.485 1.218.877 77.499 1.422.019Investimento 1.996 44.490 1.793 46.084Comercialização 287 338.930 676 570.855CPR 5.467 490.295 5.774 659.742 Prestação de Aval 2.548 208.695 3.871 443.036 Aquisição de CPR 2.919 281.600 1.903 216.706Funcafé 3.144 446.921 295 154.485 Custeio 2.147 168.872 228 22.993 Investimento 57 75.913 22 39.040 Comercialização 940 202.136 45 92.452 Total 94.379 2.539.513 86.037 2.853.185 Banco do Brasil
  • 34. Obrigado!Banco do Brasil