Drogas e gestação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Drogas e gestação

on

  • 11,361 views

 

Statistics

Views

Total Views
11,361
Views on SlideShare
11,360
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
141
Comments
0

1 Embed 1

http://humanizacaodoparto1.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • Slide 9: The reward pathway Tell students that this is a view of the brain cut down the middle. An important part of the reward system is shown and the major structures are highlighted: the ventral tegmental area (VTA), the nucleus accumbens (nuc. acc.) and the prefrontal cortex. Also, the pathway connecting these structures is highlighted. The information travels from the VTA to the nucleus accumbens and then up to the prefrontal cortex. Reiterate that this pathway is activated by a rewarding stimulus. [Note to scientists - this is not the only pathway activated by reward, other structures are involved too, but only this part of the pathway is shown for simplicity.]

Drogas e gestação Drogas e gestação Presentation Transcript

  • Fernando Amarante Silva USO DE O DROGAS NA GRAVIDEZ Rio Grande, julho de 2010 Universidade Federal do Rio Grande Centro Regional de Estudos, Prevenção e Recuperação de Dependentes Químicos
  • De acordo com a legislação brasileira (11.343) Droga é toda a substância capaz de provocar dependência. De acordo com os dicionários da língua portuguesa. Droga é toda e qualquer substância que quando aplicada a um ser vivo modifica seu funcionamento. Na linguagem científica Drogas psicoativas. Amarante/2010 DROGAS
    • Substâncias que tem atração pelo sistema nervoso central, capaz de alterar a percepção e o comportamento.
    Ac. Cibele Vianna Ac. Handressa Gründemann Ac. Kelen da Veiga Ac. Roberta Oliveira Ac. Thaís Soler/ Biologia/FURG/2009 PSICOTRÓPICOS Amarante/2010
  • COMO SÃO CLASSIFICADAS DROGAS? CLASSIFICAÇÃO Amarante/2010
  • De acordo com a legislação Droga lícitas Drogas ilícitas De acordo com os efeitos Depressoras Estimulantes Perturbadoras De acordo com origem Naturais Sintéticas Semi-sintéticas CLASSIFICAÇÃO Amarante/2010
  • Necessidade psíquica e, às vezes, física à droga capaz de alterar os reflexos inatos e ou adquiridos . As características são: DEPENDÊNCIA Amarante/2010
  • Compulsão Tolerância Alterações psíquicas Alterações físicas Síndrome de abstinência Efeitos nocivos para o indivíduo Efeitos nocivos para a sociedade Características da dependência Amarante/2010
  • POR QUE AS DROGAS CAUSAM DEPENDÊNCIA? Mecanismo da dependência Amarante/2010
  • Amarante/2010 Mecanismo da dependência
  • USO USUÁRIO OCASIONAL USUÁRIO HABITUAL ABUSO DEPENDÊNCIA DEPENDÊNCIA Amarante/2010 O processo de malformações... Pode ocorrer
  • A ocorrência de malformações é parte integrante da história da humanidade, conforme achados arqueológicos de pinturas e esculturas. Até meados do século XX, o útero era considerado inexpugnável, verdadeira “torre de marfim”. INTRODUÇÃO Amarante/2010
  • Atualmente é sabido que qualquer tipo de droga poderá ter potencial de produzir malformações. Nós escolhemos algumas substâncias mais populares e de uso recreacional e profissional para discutir. INTRODUÇÃO Amarante/2010
  • Cocaína e crack Álcool Maconha Inalantes INTRODUÇÃO Amarante/2010
  • Folha de coca Pasta base “ Merla” Cocaína base Crack Cloridrato de cocaína 100 kg 100 g 800 g Origem da cocaína e do crack Amarante/2010
    • Consumo de cocaína durante a gestação
    • O consumo de cocaína durante a gestação vem chamando a atenção da mídia e dos pesquisadores nos últimos anos.
    • A cocaína é capaz de trazer problemas ao andamento da gestação e ao desenvolvimento do feto.
    • Anomalias ou malformações causadas pela ação cocaína durante a gestação (teratogenias) também já foram detectadas entre gestantes-usuárias.
    • Isso mostra que a cocaína tem uma ação tóxica direta sobre o desenvolvimento fetal.
    1.Handler A, Kiston N, Davis F, Ferri C. Cocaine use during pregnancy: perinatal outcomes. Am J Epidemiol 1991; 133: 818-25. 2.Hanning VL, Philips JA. Maternal cocaine abuse and fetal anomalies: evidence of teratogenic effects of cocaine. South Med J 1991; 84: 498-9. 3.Hanning VL, Philips JA. Maternal cocaine abuse and fetal anomalies: evidence of teratogenic effects of cocaine. South Med J 1991; 84: 498-9. COCAÍNA
  • Morrow CE, Bandstra ES, Anthony JC, Ofir AY, Xue L, Reyes ML. Influence of prenatal cocaine exposure on full-term infant neurobehavioral functioning. Nurotoxicol Teratol 2001; 23: 533-44. COCAÍNA
  • Committee on Drugs, American Academy on Pediatrics: neonatal drug withdrawal. Pediatrics 1998; 101: 1079-88 COCAÍNA Algumas anomalias em recém-nascidos expostos à cocaína durante a gestação. Sistema nervoso central Hidrocefalia Face Fissura labial e palatina Coração e circulação Defeitos no septo atrial e ventricular Transposição das grandes artérias Cardiomegalia Aparelho digestivo e urinário Hérnia inguinal Agenesia dos rins Hipospádia Extremidades Polidactilia
  • Committee on Drugs, American Academy on Pediatrics: neonatal drug withdrawal. Pediatrics 1998; 101: 1079-88 COCAÍNA – polidáctilia
  • 1.Morrow CE, Bandstra ES, Anthony JC, Ofir AY, Xue L, Reyes ML. Influence of prenatal cocaine exposure on full-term infant neurobehavioral functioning. Nurotoxicol Teratol 2001; 23: 533-44. 2.Eyler FD, Behnke M, Garvan CW, Woods NS, Wobie K, Conlon M. Newborn evaluations of toxicity and withdrawal related to prenatal cocaine exposure. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 399-411. Síndrome de abstinência fetal A existência de SAF permanece inconclusiva. Os estudos mais relevantes até o momento parecem rechaçar a existência de efeitos devastadores nos primeiros anos de vida da criança. Eles atribuem as alterações encontradas à intoxicação agudas, mas não à presença de sintomas de abstinência. Há necessidade de mais estudos sobre o assunto.
  • 1.Singer LT, Arendt, Minnes S, Farkas K, Salvador A, Kirchner HL, Kliegman R. Cognitive and motor outcomes of cocaine exposed infants. JAMA 2002; 287(15): 1952-60. 2.Bandstra ES, Morrow CE, Anthony JC, Accornero VH, Fried PA. Longitudinal investigation of task persistence and sustained attention in children with prenatal cocaine exposure. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 545-59 Prejuízos ao desenvolvimento neuropsicomotor
    • O consumo de cocaína parece não trazer prejuízos ao desenvolvimento motor do recém-nascido (1) .
    • Os prejuízos se concentram nas funções cognitivas . Estudos com crianças na faixa etária dos 2 aos 7 anos demonstraram problemas para manter o foco da atenção (2) , bem como na atenção seletiva (1) .
    • Houve ainda, relatos de deficiência mental leve e prejuízos da memória e do aprendizado (1) .
  • Prejuízos ao desenvolvimento neuropsicomotor
    • Os achados atuais apontam para o baixo peso ao nascer como a principal complicação envolvendo o consumo de cocaína durante a gestação.
    • As alterações cognitivas foram mais evidentes entre as gestantes que fizeram uso combinado de álcool ou de outras drogas (2) .
    2.Bandstra ES, Morrow CE, Anthony JC, Accornero VH, Fried PA. Longitudinal investigation of task persistence and sustained attention in children with prenatal cocaine exposure. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 545-59
  • Gestação e Álcool Quanto maior o consumo, maior a chance de prejudicar o feto
  • Gestação e Álcool
    • Jovens cujas mães consumiram álcool durante a gestação podem se tornar mais suscetíveis ao abuso do álcool.
    • Pesquisadores acreditam que o cérebro em desenvolvimento se adapta às substâncias ingeridas pela mãe, sejam elas quais foram.
    Behavioral Neuroscience - 2007
  • Gestação e Álcool
    • Experiências em camundongos jovens que haviam sido expostos ao álcool no útero passaram a consumir bem mais álcool do que os que não haviam sido expostos.
    • Estes estudos alertam para o fato de que beber durante a gestação pode perpetuar problemas de alcoolismo nas famílias.
    Behavioral Neuroscience - 2007
  • Síndrome Alcoólica Fetal Conceito O termo síndrome alcoólica fetal (SAF) foi alcunhado no início dos anos 70 para descrever um padrão observado em filhos de mães dependentes de álcool (1) . A SAF pertence a um conjunto de síndromes caracterizadas pela presença de defeitos congênitos ocasionados pelo consumo materno de álcool em grandes quantidades durante a gravidez (2) 1.Jones KL & Smith DW Recognition of the fetal alcohol syndrome in early infancy. Lancet 1973; 2:999-1001. 2.May PA & Gossage JP. Estimating the prevalence of fetal alcohol syndrome: a summary [online]. National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA). Available from: URL: http://www.niaaa.nih.gov/publications/arh25-3/159-167.htm.
  • Síndrome Alcoólica Fetal
    • Outras Características:
    • Baixo peso no nascimento
    • Circunferência principal pequena
    • Olhos pequenos, extensamente espaçados. 
    Fundamentais para o diagnóstico Fissuras palpebrais curtas Facies plana Nariz curto Philtrunm indistinto Lábios superiores finos Sinais eventuais Pregas epicânticas Násio rebaixado Orelhas sem paralelismo Micrognatia Aspectos craniofaciais observados na SAF Amarante/2010
  • Síndrome Alcoólica Fetal
    • As características mais sérias são os sintomas invisíveis dos danos neurológicos sintomas incluem:
    • Déficits da Atenção
    • Déficits da Memória 
    • Hiperatividade 
    • Dificuldade com conceitos abstratos 
    • Habilidades pobres de resolver problemas 
    • Inabilidade de discernimento no uso do dinheiro 
    • Dificuldade de aprender  
    • Comportamento social imaturo 
    • Amizade imprópria com desconhecidos 
    • Falta de controle sobre emoções 
    • Controle pobre do impulso 
    • Julgamento pobre
  • Síndrome Alcoólica Fetal
    • Os adultos com SAF têm dificuldade de:
    • manter a independência bem sucedida.
    • permanecer na escola ,
    • manter trabalhos ou sustentar relacionamentos saudáveis.
    • As crianças e os adultos com SAF são também completamente vulneráveis ao abuso físico, sexual e emocional.
    Amarante/2010
  • Síndrome Alcoólica Fetal
    • Epidemiologia
    • A síndrome alcoólica fetal é considerada a causa mais comum de retardo mental infantil de natureza não-hereditária (2) .
    • Ela acomete cerca de 0,02 a 0,2% das crianças norte-americanas e entre 4–10% dos nascidos de mães dependentes de álcool (1) .
    • Sua incidência parece ter aumentado nos USA ao longo das últimas duas décadas
    1.May PA & Gossage JP. Estimating the prevalence of fetal alcohol syndrome: a summary [online]. National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA). Available from: URL: http://www.niaaa.nih.gov/publications/arh25-3/159-167.htm. 2.Stratton K, Howe C & Battaglia F. Fetal alcohol syndrome: diagnosis, epidemiology, prevention and treatment. Washington DC: National Academy Press; 1996.
  • Síndrome Alcoólica Fetal FONTE: Alcohol Health & Research World 1994 18. Taxas de SAF para cada 10.000 nascimentos Ano de nascimento
  • Síndrome Alcoólica Fetal Fatores de risco relacionados à ocorrência da síndrome alcoólica fetal Modalidade Fatores de risco identificados Saúde materna Idade acima de 25 anos ao nascimento da criança Presença de 3 ou mais gravidezes anteriores Ocorrência de parto prematuro ou natimorto anterior Uso concomitante de tabaco e/ou outras drogas Desnutrição ou subnutrição Gestação Consumo durante o primeiro trimestre da gravidez Sócio-econômicos Baixo nível sócio-econômico Desemprego ou subemprego Padrão de consumo materno Início precoce do consumo de álcool Padrão compulsivo de uso (5 drinques ou mais/ocasião) Padrão freqüente de uso (ao menos 2 ocasiões semanais) Ausência de redução do consumo na gravidez Fatores psicológicos Baixa auto-estima Depressão Distúrbios sexuais Fatores familiares História de dependência de álcool na família Dependência de álcool compartilhada pelo marido Relações maritais tênues Fatores sócio-culturais Ambientes tolerantes ao beber pesado da gestante
  • Síndrome Alcoólica Fetal Etiologia A síndrome alcoólica fetal advém da combinação do beber materno excessivo com diversas modalidades de fatores de risco (1) . 1.May PA & Gossage JP. Estimating the prevalence of fetal alcohol syndrome: a summary [online]. National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA). Available from: URL: http://www.niaaa.nih.gov/publications/arh25-3/159-167.htm.
  • Síndrome Alcoólica Fetal Principais mecanismos fisiopatológicos do álcool sobre o sistema nervoso fetal - Interferência do processo de maturação neuronal . - Interferência na migração das células e na mielinização . - Interferência na adesão celular . - Alteração das membranas celulares. - Alteração da produção ou da resposta aos fatores que regulam o crescimento e divisão celular . - Interferência na regulação do cálcio intracelular. - Produção de radicais livres . 1.May PA & Gossage JP. Estimating the prevalence of fetal alcohol syndrome: a summary [online]. National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA). Available from: URL: http://www.niaaa.nih.gov/publications/arh25-3/159-167.htm.
  • Síndrome Alcoólica Fetal National Institute of Neurological Disorders and Stroke (NINDS). Agenesis of the corpus callosum information page [online]. Available from: URL: http://www.ninds.nih.gov/health_and_medical/disorders/agenesis_doc.htm# What_is_Agenesis_of_the_Corpus_Callosum.
    • Agenesia do corpo caloso
    • Trata-se da ausência do corpo caloso, uma estrutura do cérebro responsável pela ligação entre os seus dois hemisférios cerebrais.
    • Os quadros podem variar da ausência de sintomatologia até quadros de deficiência mental de moderada a grave, convulsões generalizadas e déficits motores .
    • A agenesia de corpo caloso não representa um perigo de vida, mas é capaz de causar grandes debilidades ao indivíduo.
  • Síndrome Alcoólica Fetal Agenesia do corpo caloso Normalmente, os primeiros sintomas são caracterizados por convulsões, dificuldades de alimentação e atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor. O diagnóstico por imagem é feito por meio de ressonância nuclear magnética ou tomografia computadorizada. National Institute of Neurological Disorders and Stroke (NINDS). Agenesis of the corpus callosum information page [online]. Available from: URL: http://www.ninds.nih.gov/health_and_medical/disorders/agenesis_doc.htm# What_is_Agenesis_of_the_Corpus_Callosum.
  • Síndrome Alcoólica Fetal
    • Síntese da molécula L1 (4,6)
    • São fundamentais para a formação da arquitetura dos tecidos nervosos.
    • Nos neurônios diferenciados (maduros) parecem exercer um importante papel nas alterações sinápticas que influenciam a memória e o aprendizado.
    4.Ramanathan R, Wilkermeyer MF, Mittal B, Perides G, Charness ME. Alcohol inhibits cell-cell adhesion mediated by humans L1. J Cell Biology 1996; 133(2): 381-90. 6.Sokol RJ, Martier SS & Ager JW. The T-ACE questions: pratical prenatal detection of risk-drinking. American J Obstetrics Gynecol 1989; 160(4): 863-70.
  • Síndrome Alcoólica Fetal 4.Ramanathan R, Wilkermeyer MF, Mittal B, Perides G, Charness ME. Alcohol inhibits cell-cell adhesion mediated by humans L1. J Cell Biology 1996; 133(2): 381-90. 6.Sokol RJ, Martier SS & Ager JW. The T-ACE questions: pratical prenatal detection of risk-drinking. American J Obstetrics Gynecol 1989; 160(4): 863-70. Arquitetura do cérebro mal formado Arquitetura do cérebro normal
  • Síndrome Alcoólica Fetal O limiar mínimo de álcool necessário para o desenvolvimento de malformações no feto de causa alcoólica não está bem estabelecido, pelo que se deve: "evitar qualquer ingestão de bebidas alcoólicas durante a gravidez". O síndrome alcoólico fetal é 100% evitável!
  • Síndrome Alcoólica Fetal-diagnóstico National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA). Fetal alcohol syndrome [online]. Alcohol alert – NIAAA. Available from: URL: http://www.niaaa.nih.gov/publications/aa13.htm . Critérios diagnósticos da Research Society on Alcoholism SAF Retardo do crescimento pré ou pós-natal - Abaixo do décimo percentil Prejuízos no sistema nervoso central - Anormalidades neurológicas - Atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor - Distúrbios do comportamento - Prejuízos intelectuais - Malformações cerebrais Fácies característica - Fissuras palpebrais curtas (olhos abertos) - Lábio superior fino - Philtrum indefinido - Fácies plana
  • Síndrome Alcoólica Fetal-diagnóstico FONTE: Ellenhorn et al. Alcohols and Glycols. 1997 9. Sinais e sintomas observados na SAF Crescimento - Déficit de crescimento pré ou pós-natal - Redução do tecido adiposo Desenvolvimento - Retardo mental - Atraso no desenvolvimento neuropsicomotor - Disfunção motora fina - Déficit de atenção e/ou hiperatividade - Problemas de fala - Hipotonia - Distúrbios cognitivos e comportamentais Região craniofacial - Microcefalia - Fissuras palpebrais curtas - Ptose palpebral - Pregas epicânticas - Micro ou retrognatia - Hipoplasia maxilar - Philtrum indefinido - Nariz curto com nasio rebaixado
  • Síndrome Alcoólica Fetal-diagnóstico FONTE: Ellenhorn et al. Alcohols and Glycols. 1997 9. Sinais e sintomas observados na SAF Tecido esquelético - Alterações articulares (p.e. luxações) - Defeitos de postura dos pés - Anormalidades da espinha cervical - Pectus excavatum Aparelho cardíaco - Defeitos do septo ventricular - Defeitos do septo atrial - Tetralogia de Fallot (1-orifício entre os ventrículos direito e esquerdo, 2-estreitamento da válvula pulmonar, 3-aorta deslocada e 4-parede espessa do ventrículo direito). Miscelânea - Estrabismo - Má oclusão dentária - Perdas auditivas - Escavação torácica anormal - Dentes pequenos - Hipospádia - Hidronefrose - Hirsutismo infantil - Hérnias umbilicais ou diafragmáticas
  • Síndrome Alcoólica Fetal-diagnóstico FONTE: Ellenhorn et al. Alcohols and Glycols. 1997 9. -Hipospádia (malformação congênita da uretra anterior, na qual o meato urinário fica localizado ectopicamente, em situação ventral ao pênis)
  • Síndrome Alcoólica Fetal-problemas FONTE: Riley E. Fetal alcohol syndrome and fetal alcohol efects (online] 4 .
  • Síndrome Alcoólica Fetal - prevenção Françoise, Claude and Paloma. Pablo Picasso (1951)
  • Síndrome Alcoólica Fetal - prevenção Streissguth AP, Barr HM, Kogan J & Brookstein FL. Final report: understanding the ocurrance of secundary disbilities in clients with fetal alcohol syndrome (FAS) and fetal alcohol effects (FAE). Seattle: University of Washington Publication Services; 1996.
    • A SAF é uma patologia totalmente passível de prevenção.
    • Em primeiro, é necessário que os profissionais da saúde investiguem o consumo de álcool entre as gestantes que frequentam os serviços de atendimento primário.
  • Síndrome Alcoólica Fetal - prevenção Streissguth AP, Barr HM, Kogan J & Brookstein FL. Final report: understanding the ocurrance of secundary disbilities in clients with fetal alcohol syndrome (FAS) and fetal alcohol effects (FAE). Seattle: University of Washington Publication Services; 1996. National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA). Fetal alcohol syndrome [online]. Alcohol alert – NIAAA. Available from: URL: http://www.niaaa.nih.gov/publications/aa13.htm .
    • Gestantes que utilizam álcool durante a gestação tendem a omitir tal informação.
    • Perguntar sobre o padrão anterior de consumo de álcool, ao invés do atual, pode deixar a gestante mais à vontade para falar sobre o assunto.
  • Síndrome Alcoólica Fetal - prevenção Fiellin,DA;Reid, MC; O’Conner PG. Outpatient management of patients with alcohol problems. Ann Intern Med. 2000; 133:815-827 Tomando-se como ponto de corte 2 respostas positivas, a sensibilidade varia entre 77% a 94% e a especificidade entre 79% a 97%. Um instrumento capaz de identificar "bebedoras de risco" de modo eficaz é o CAGE (C) – Alguma vez a senhora sentiu que deveria diminuir (cut dow) ou parara de beber? (A) – As pessoas a aborrecem (annoyed) porque criticam o seu modo de beber? (G) – A Senhora se sente culpada (guilty) chateado consigo mesmo pela maneira como costuma beber? (E) – A Senhora costuma beber pela manhã (eye-opener) para diminuir o nervosismo ou ressaca?
  • Perturbadores - maconha
  • Perturbadores - maconha
    • Polêmicas atuais em torno da maconha:
    • Aumento do consumo entre os adolescentes
    • A possibilidade do uso medicinal
    • O surgimento de apresentações mais potentes
    • Dependência de maconha
    Fried PA & Smith AM. A literature review of the consequences of prenatal marihuana exposure - an emerging theme of a deficiency in aspects of executive function. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 1-11.
  • Perturbadores - maconha O consumo atual Consumo da Maconha através do tempos
  • Perturbadores – maconha
    • Durante a gestação os estudos recentes mostram conclusões incompletas.
    • Boa parte destes é retrospectiva (baseada em informações de prontuários ou entrevistas com a gestante após o final da gestação), o que tornam imprecisas informações importantes.
    Fried PA & Smith AM. A literature review of the consequences of prenatal marihuana exposure - an emerging theme of a deficiency in aspects of executive function. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 1-11. Informações científicas
  • Perturbadores - maconha
    • Alguns afirmam que a maconha parece não possuir ação teratogênica.
    • Parece também, não afetar significativamente o andamento da gestação .
    • Estudos demonstram que a maconha é capaz de aumentar a frequência e a intensidade das contrações uterinas 1 .
    • Esse aumento , no entanto, parece não estar associado ao trabalho de parto prematuro .
    Shiono PH, Klebanoff MS, Nugent RP, Cotch MF, Wilkings DG, Rollins DE, Carey JC & Behrman RE. The impact of cocaine and marijuana use on low birth weigth and preterm birth: a multicenter study. Am J Obstet Gynecol 1995; 172 (1 part 1): 19-27. Prenatal marijuana exposure and neonatal outcomes in Jamaica: an ethnographic study. Pediatrics 1994; 93(2): 255-60. Ação teratogênicos
  • Perturbadores - maconha Wenger T, Toth BE, Juanéda C, Leonardelli J & Tramu G. The effects of cannabinoids on the regulation of the reprodution. Life Sciences 1999; 65 (6-7): 695-701.
    • O delta-9-THC mostrou-se capaz de diminuir a concentração sanguínea de hormônio luteinizante (LH) e de prolactina , sem ação sobre o hormônio folículo-estimulante (FSH), em animais.
    • Isso gerou um aumento do tempo da gestação e aumento dos índices de natimortos .
    • A repercussão disso em seres humanos, no entanto, é desconhecida e parece não ser observada na prática clínica.
    Experiências em animais
  • Perturbadores - maconha Fried PA & Smith AM. A literature review of the consequences of prenatal marihuana exposure - an emerging theme of a deficiency in aspects of executive function. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 1-11. Fergunsson DM, Horwood LJ, Northstone K & ALSPAC Study team. Maternal use os cannabis and pregnancy outcome. Int J Obstet Gynecol 2002; 109: 21-7.
    • A redução de peso e tamanho
    • Nas primeiras semanas de vida, os achados são divergentes.
    • Há aqueles que detectaram e os que não detectaram sintomas neurológicos nos primeiros dias de vida (tremores, espasmos espontâneos e dificuldades de sucção quando amamentados)
    Observações ao nascer
  • Perturbadores - maconha 1.Fried PA & Smith AM. A literature review of the consequences of prenatal marihuana exposure - an emerging theme of a deficiency in aspects of executive function. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 1-11. 6. Fried PA, James DS & Watkinson B. Growth and puberal milestones during adolescence in offspring prenatally exposed to cigarettes and marihuana. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 431-6. 8. Goldschmidt L, Day NL & Richardson GA. Effects of prenatal marijuana exposure on child behavior problems at age 10. Neurotoxicol Teratol 2000; 22: 325-36.
    • O maior problema para os recém-nascidos expostos à maconha durante a gestação refere-se aos processos cognitivos superiores (atenção, memória, raciocínio,...) 1,6-8 .
    • Parece haver alterações relacionadas à estabilidade da atenção e prejuízos na aquisição de informações de natureza não-verbal. Isso parece não afetar a inteligência global.
    • Há, ainda, relatos de impulsividade, hiperatividade e distúrbios de conduta entre esses indivíduos.
    Observações ao nascer
  • Perturbadores - maconha Fried PA & Smith AM. A literature review of the consequences of prenatal marihuana exposure - an emerging theme of a deficiency in aspects of executive function. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 1-11. Fergunsson DM, Horwood LJ, Northstone K & ALSPAC Study team. Maternal use os cannabis and pregnancy outcome. Int J Obstet Gynecol 2002; 109: 21-7.
    • O modo como a mãe participa do desenvolvimento da criança.
    • As condições nutricionais do recém-nascido.
    • O ambiente de convívio.
    • A dose utilizada durante a gestação e o período da gestação.
    • Potência da maconha.
    Fatores de risco ou proteção
  • Perturbadores - maconha Fried PA & Smith AM. A literature review of the consequences of prenatal marihuana exposure - an emerging theme of a deficiency in aspects of executive function. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 1-11. Fergunsson DM, Horwood LJ, Northstone K & ALSPAC Study team. Maternal use os cannabis and pregnancy outcome. Int J Obstet Gynecol 2002; 109: 21-7.
    • De qualquer maneira, a maconha parece interferir de algum modo sobre o desenvolvimento do psiquismo infantil, podendo causar prejuízos em alguns casos.
    • Para muitos profissionais e leigos, a droga não representa um grande perigo, sendo, por isso, muitas vezes tolerada ou pouco investigada.
    • A identificação precoce do consumo e a abordagem buscando a motivação para a mudança, é muito importante para a prevenção de complicações futuras.
    Conclusões
  • Perturbadores - maconha Fried PA & Smith AM. A literature review of the consequences of prenatal marihuana exposure - an emerging theme of a deficiency in aspects of executive function. Neurotoxicol Teratol 2001; 23: 1-11. Fergunsson DM, Horwood LJ, Northstone K & ALSPAC Study team. Maternal use os cannabis and pregnancy outcome. Int J Obstet Gynecol 2002; 109: 21-7.
    • Evitar o que ainda é pouco conhecido, mas potencialmente danoso, é ainda o melhor tratamento.
    Conclusão
  • Depressores - inalantes Uso profissional Uso recreativo Amarante/2010 Fonte: CENPRE/2010
  • Depressores – inalantes PESQUISA Amarante/2010 local população % fonte Inglaterra Pesq. Domiciliar 16 a 19 anos 2 Reino Unido (1998) Colômbia e Peru 12 a 17 anos 4 (1995) Brasil Estudantes da rede pública 13,8 CEBRID (1997) RGS cidades fronteiriças Estudantes do ensino fundamental e médio 3,2 CENPRE (2003)
  • Benzina, éter, clorofórmio, tolueno, benzeno, metanol, Querosene, gasolina, acetona, tetracloreto de carbono, Óxido nitroso, thinner, esmalte para unhas, tintas, Fluído para isqueiro, fibras sintéticas..... Depressores - inalantes Amarante/2010
  • Depressores - inalantes Amarante/2010
  • Depressores – inalantes - profissional Complicações Amarante/2010 Complicações observadas em mulheres expostas aos inalantes no local de trabalho.
    • Aumento do volume menstrual e do número de dias.
    • Aumento da incidência de pré-eclampsia.
    • Aumento do risco de aborto espontâneo.
    • Aumento do risco de defeitos no sistema nervoso central do feto.
    • Relatos de malformações - gastro-intestinais, genito-urinárias, cardíacas, agenesia sacral .
  • Depressores – inalantes - profissional Complicações Amarante/2010 Complicações observadas em mulheres expostas aos inalantes no local de trabalho.
    • Exposição ao óxido nitroso no local de trabalho
    • Há poucos estudos de qualidade que investigaram a exposição de profissionais da saúde ao óxido nitroso.
    • Observou-se, no entanto, que mulheres expostas ao óxido nitroso de 3-5 horas semanais , tem risco aumentando de infertilidade e aborto espontâneo .
  • Depressores – inalantes - profissional Complicações Amarante/2010 Complicações observadas em mulheres expostas aos inalantes no local de trabalho.
    • Exposição ao óxido nitroso no local de trabalho
    • Talvez tal fenômeno (infertilidade) seja causado pela capacidade do óxido nitroso em oxidar a vitamina B12 e inativar a metionina sintetase. Ambos são essenciais para a síntese de DNA e para a fertilidade masculina e feminina.
  • Depressores – inalantes - recreativo Uso recreativo
    • Relatos de caso entre gestantes-usuárias de inalantes.
    • O primeiro relato de alterações fetais foi publicado em 1979, nos Estados Unidos.
    • Nos últimos vinte anos, 100 outros casos foram publicados.
    Amarante/2010
  • Depressores – inalantes - recreativo Consequências
    • Relatos de caso entre gestantes-usuárias de inalantes.
    • Retardo do crescimento.
    • Microcefalia.
    • Disfunções cerebrais.
    • Déficit de atenção e atraso do desenvolvimento, incluindo distúrbios de linguagem.
    • Deformidades, tais como lábios superiores finos, fissura palpebral curta, pregas oculares, implantação baixa das orelhas, micrognatia e unhas diminutas foram.
  • Depressores – inalantes - recreativo Consequências
    • Relatos de caso entre gestantes-usuárias de inalantes.
    • Retardo do crescimento.
    • Microcefalia.
    • Disfunções cerebrais.
    • Déficit de atenção e atraso do desenvolvimento, incluindo distúrbios de linguagem.
    • Deformidades, tais como lábios superiores finos, fissura palpebral curta, pregas oculares, implantação baixa das orelhas, micrognatia e unhas diminutas foram.
  • Depressores – inalantes Conclusões Dessa forma, o diagnóstico e uma boa atenção pré-natal é importante para essas gestantes. Não há evidência de sintomas de abstinência entre neonatos expostos. No entanto, tais recém-nascidos merecem observação especial nos primeiros dias. Por fim, estudos acerca do desenvolvimento neuropsicomotor, do processo de aprendizagem e do comportamento entre crianças expostas aos solventes durante a gestação ainda são necessários.
  • Prevenir CENPRE será a melhor solução Amarante e Eli 2010 21 Anos MUITO OBRIGADO