Planejamento para a Copa de 2014 - Secretaria de Turismo da Bahia

  • 8,105 views
Uploaded on

 

More in: News & Politics
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Gostaria de obter informações sobre hospedagem durante os jogos copa da copa do mundo. Se Salvador esta inserida no programa 'Cama e Café' , caso não esteja , qual o órgão que eu possa me inscrever. nocasamartins@hotmail.com
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
8,105
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
222
Comments
1
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Secretaria de Turismo e Bahiatursa
  • 2. Planejamento
  • 3.
    • Salvador e a Copa
    • Preparar Salvador e o seu entorno para receber os turistas na Copa de 2014 é hoje uma das prioridades da Secretaria de Turismo e da Bahiatursa.
    • A partir das projeções de fluxo turístico, estamos trabalhando e planejando nossas ações em cinco vertentes:
        • Investimento público em infraestrutura turística
        • Atração e requalificação de empreendimentos privados
        • Qualificação dos serviços turísticos
        • Marketing e promoção do destino turístico Bahia
        • Receptivos
  • 4.
    • Salvador e a Copa
    • Nesses últimos meses, temos elaborado diversos projetos e planejado ações para que possamos suplantar as projeções de fluxo turístico tanto internacional quanto doméstico.
    • Neste momento, estamos priorizando os projetos de implantação e requalificação da infraestrutura turística e de qualificação dos serviços turísticos.
    • Ou seja, estamos preparando a cidade de Salvador e o seu entorno para possibilitar a atração de um número maior de turistas e o aumento da sua permanência no estado.
  • 5.
    • Salvador e a Copa
    • A capital baiana é considerada um dos quatro hotspots do Brasil.
    • Ou seja, junto com Rio de Janeiro, Manaus e Porto Alegre, Salvador é reconhecida pelo trade turístico nacional como uma das cinco cidades-sedes com maior capacidade de atrair turistas internacionais.
    • Pela sua história, diversidade cultural, belezas naturais e a hospitalidade do seu povo, a Bahia exerce um fascínio especial nas pessoas.
  • 6. Salvador e a Copa
    • Esse fascínio pode ser aferido, recentemente, na pesquisa do MTur/Vox Populi que apontou a Bahia como destino preferencial dos brasileiros.
    • O nosso estado foi também o único destino turístico do Brasil incluído na indicação dos jornais The New York Times e The Guardian, como lugar que não se poderia deixar de visitar em 2010.
    • Nossa arquitetura barroca, expressa no Conjunto do São Francisco, foi eleita pelos portugueses, uma das Sete Maravilhas Portuguesas no mundo.
    • Por tudo isso, acreditamos que, seguramente, devemos superar o fluxo turístico projetado para a Copa de 2014.
  • 7.
    • 1 – Interiorização das Ações de Turismo
    • A ideia é planejar as ações de interiorização em função dos principais mercados emissores a serem definidos quando os países participantes da Copa ficar mais delineados.
    • Essa ação terá como objetivo investir no aumento da permanência do turista no Estado, oferecendo opções de roteiros adequadas ao perfil dos potenciais visitantes.
    • Forte promoção de “press-trip” e “famtours ” para jornalistas especializados e operadores dos países participantes da Copa.
    • 2 – Ações de Articulação
    • São ações que a Setur e a Bahiatursa pretendem desenvolver junto a outros órgãos governamentais (federais, estaduais e municipais) e privados, a exemplo de:
    Planejamento
  • 8. Planejamento
    • 2.1 Estruturas básicas de transporte
      • 2ª Pista Aeroporto de Salvador
      • Dragagem dos cruzeiros 1,2 e 3 do Porto de Salvador para receber transatlânticos.
      • Articulação do Metrô com áreas hoteleiras e praças de esporte (ônibus, vans, etc)
      • Ampliação das Marinas e estruturas náuticas
      • Implantação da Base de Charters Marítimos (público / privado)
      • Duplicação completa da Linha Verde até o município de Esplanada (Baixios)
      • Articulação com iniciativa privada para a garantia de transporte rodoviário de qualidade inter-municipal ligando Aeroporto / Litoral Norte / Centro de Salvador / Recôncavo
      • Linha de financiamento para renovação da frota de taxi condicionando a qualificação profissional (domínio de língua estrangeira, curso de receptivo turístico, etc)
      • Articulação com estruturas da PMS e das Prefeituras do entorno de Salvador sobre fiscalização de serviços ou criação de órgão metropolitano de transporte.
      • Via de contorno da Baía de Todos-os-Santos
  • 9. Planejamento
    • 2.2 Ampliação de estrutura de entretenimento de Salvador e entorno (Cidade da música, Parque de Exposição, Casas de Espetáculos privadas)
    • 2.3 Requalificação do Centro Histórico com valorização dos monumentos, serviços de transporte turístico específico, serviços especiais de receptivo, estabelecimento de circuitos turísticos e históricos integrados às principais concentrações hoteleiras, aos cruzeiros marítimos e as áreas de entretenimento e esporte.
    • 2.4 Estímulo a proprietários de oficinas , depósitos, vidraçarias, para transformar seus negócios em atividades ligadas ao turismo e ao entretenimento (bares, música, lojas de artesanato, etc) e ao esporte (lojas de artigos esportivos e saveiros)
  • 10. Projeções
  • 11. Projeções
    • Pelas nossas projeções, Salvador deve receber, no período da Copa, um fluxo de aproximadamente 750 mil turistas.
    • Desse total, 80,7% são domésticos e 19,3% estrangeiros
    • 434 mil devem chegar no mês de junho, representando um acréscimo de 114,3% das projeções feitas para o mesmo período sem a Copa do Mundo.
    • No mês de julho, as projeções indicam que o número de turistas será de 326 mil, equivalendo a um incremento de 15,4% das projeções para o mesmo mês, sem a Copa do Mundo.
  • 12. Projeções
  • 13. Projeções
  • 14. Projetos de Infraestrutura
  • 15. Infraestrutura
    • Para suplantar essas projeções, porém, precisamos preparar Salvador para receber bem os turistas.
    • Precisamos adequar a cidade às exigências da Fifa e às prioridades apontadas pela Ministério do Turismo.
    • Nesse sentido, já estamos com alguns projetos de infraestrutura turística em curso e outros tantos sendo elaborados para oferecer ainda mais atratividade e opções de lazer e entretenimento.
  • 16. Projetos em curso
    • Em curso hoje, já estão em execução grandes
    • projetos de requalificação turística, entre eles, se destacam:
      • Requalificação da Feira de São Joaquim
      • Requalificação do Terminal Náutico para turistas e transporte intermunicipal
      • Obras de Recuperação do Patrimônio Histórico e Cultural, como esta Igreja do Rosário dos Pretos, Casa das Sete Mortes, etc.
      • Estudos e projetos do Oceanário de Salvador
  • 17. Projetos em curso
    • Implantação da Cidade da Música - Arena de espetáculos no Parque de Exposições da Bahia
    • Projeto de Requalificação do Centro Histórico :
      • Recuperação da Igreja do Boqueirão – Obra já concluída.
      • Recuperação do P. Rio Branco – Obra já concluída.
      • Recuperação da C.das Sete Mortes – Obra já concluída
      • Recuperação da I. do R. dos Pretos – Em execução
      • Recuperação do Cemitério e da I. do Pilar – Em execução.
      • Portal da Misericórdia – Em negociação com Ipac e Prefeitura
  • 18. Projetos em curso
    • Climatização do Centro de Convenções – A licitar pela Bahiatursa
    • Infraestrutura Urbana na Orla de Salvador - 2ª Etapa (Jardim dos Namorados, Jardim de Alah, Passarela Costa Azul, Ponte sobre o Rio Camurujipe, Armação) – Em licitação pela Conder
    • Projeto de Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística - Em licitação
    • Implantação de Sinalização Turística nos principais portões de entrada da Bahia – A licitar
    • Construção do Centro de Qualificação Profissional em Ecoturismo, no Parque de Pituaçu- em negociação com a SEMA
    • Construção do Palco Articulado do Pelourinho – projeto sendo finalizado e construção a ser licitada
    • Requalificação urbana do Largo de Roma – em execução
  • 19. Projetos em curso
    • Entorno de Salvador:
    • Urbanização do Centro Histórico e da Bica de Itaparica – Em execução pela Conder.
    • Urbanização e Drenagem Pluvial de Imbassaí – Em execução pela Conder.
    • Implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Imbassaí – Em execução pela Conder
    • Construção do Centro profissional de Turismo da Costa dos Coqueiros – Projeto em elaboração na Conder
    • Construção do Serviço de Atendimento ao Turista (SAT) de Imbassaí - Em licitação na Conder.
    • Construção do Serviço de Atendimento ao Turista (SAT) de Praia do Forte - Em licitação na Bahiatursa.
    • Urbanização do Cais de Nagé – Em licitação na Conder
    • Pesquisa da Produção Associada ao Turismo – em licitação
    • Elaboração de estudos e projetos para o Atracadouro Marítimo de Mar Grande – em licitação
  • 20.
    • Interior:
    • Reforma de espaço para eventos e receptivo de turistas. Paulo Afonso
    • Implantação de centro de recepção ao turista e infra-estrutura urbana de apoio turístico ao Cânion do Rio do Sal. Paulo Afonso
    • Implantação de infraestrutura urbana na localidade de Banco da Vitória, município de Ilhéus
    • Atracadouro na Baia de Camamu – 1a etapa
    • Implantação de infraestrutura turística de apoio a visitantes de Itacaré
    • Requalificação da Orla de Morro de São Paulo
    • Elaboração do Projeto de Urbanização da Orla de Guaibim
    • Sinalização Turística da Costa das Baleias
    • Sinalização Turística da Chapada Diamantina
    • Pavimentação de ruas em Porto Seguro, Paulo Afonso e Lençóis
    • Construção e implantação do Centro de Cultura Casa do Carnaval – Nordeste de Amaralina
    • Terminal Turístico Rodoviário de Lençóis – 1a etapa
    • Revitalização do Parque das Águas de Caldas do Jorro
    Projetos em curso
  • 21. Prodetur Nacional
    • Estamos pleiteando recursos da ordem de US$ 86 milhões, do Prodetur Nacional, para a implementação das ações previstas no Planejamento Estratégico de Turismo Náutico na Baía de Todos-os-Santos
    • A Carta-Consulta da Bahia já foi aprovada pelo Cofiex. Estamos na fase de apresentação de proposta e preparação da visita técnica do BID
    • As obras a serem executadas com recursos do Prodetur Nacional se concentram no Polo Baía de Todos-os-Santos, com foco no segmento do Turismo Náutico.
  • 22. Prodetur Nacional
    • Cabe destacar que já iniciamos alguns projetos que constam da matriz de investimento do Prodetur Nacional, como a requalificação do Terminal Náutico, o projeto do Oceanário de Salvador, a Pesquisa da Produção Associada ao Turismo, entre outros.
    • Com a assinatura do contrato, iniciaremos os seguintes projetos, já previstos no Planejamento Estratégico do Turismo Náutico na BTS:
        • Construção, reforma e ampliação de marinas, atracadouros e piers flutuantes
        • Implantação da Guarda Costeira ou Polícia do Mar
        • Criação da Brigada de Incêndio para o Centro Histórico
        • Sinalização Turística Terrestre e Marítima
        • Trem Cultural e Turístico de Santo Amaro-Cachoeira
        • Construção da Via de Contorno
        • Implantação do Centro de Pesquisa e Referência em Arqueologia e Etnografia do Mar (ARQUEMAR)
        • Implantação da Via do Mar
        • Estudo para a implementação de bases de charter e desenvolvimento da náutica na Baía de Camamu e na BTS
  • 23. Outros projetos
    • Paralelamente, apresentamos ao Ministério do Turismo projetos, para preparar Salvador para receber os visitantes e adequar a cidade às exigências da Fifa, a saber:
  • 24. Fan Parks
    • Pelo número de habitantes e expectativa de fluxo turístico, precisamos estruturar, no mínimo, cinco locais que, durante a Copa, funcionem como Fan Parks.
    • Já identificamos cinco áreas em Salvador, localizadas em pontos estratégicos, que permitirão a desconcentração dos tradicionais pontos de encontro de transmissão de jogos.
    • São locais que podem abrigar um grande número de pessoas e também suportar a estrutura provisória de telões, banheiros públicos e pequenos espaços para comercialização de comidas, bebidas, artesanato e peças promocionais da Copa.
    • No interior, serão implantados outros cinco Fan Parks em localidades turísticas estratégicas.
  • 25. Fan Parks
    • Salvador:
    • Aeroclube , na orla atlântica da BTS
    • Praça Castro Alves , no Centro Antigo da cidade
    • Largo de Roma – não será mais aqui em função do projeto de requalificação do memorial Irmã Dulce
    • Praça da Revolução , em Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador
    • Praça da Pronaica , no bairro de Cajazeiras, na área periférica da cidade
    • Interior:
    • Praia do Forte
    • Lençóis
    • Morro de São Paulo
    • Ilhéus / Itacaré
    • Porto Seguro
  • 26. Fan Parks
    • Devemos trabalhar em parceria com o Iphan, a Secretaria da Cultura e a Prefeitura de Salvador na implantação dessas praças.
    • Mas já iniciamos alguns estudos, como o Projeto de Requalificação da Praça Castro Alves, que envolve a implantação de uma arena de espetáculos e intervenções físicas importantes para possibilitar o seu aproveitamento turístico.
    • Trata-se de um local hoje bastante degradado, em cujo entorno estão previstas a instalação de quatro grandes hotéis de alto luxo, como o Hilton e o Fasano.
  • 27. Praça Castro Alves
  • 28. Fotografia atual
  • 29. Estudos preliminares
  • 30.  
  • 31.  
  • 32. Aeroclube Plaza Show
  • 33. Cajazeiras
  • 34. Urbanização
    • Ainda no que se refere à urbanização de sítios turísticos, estamos elaborando três projetos de fundamental importância:
      • Urbanização e paisagismo da colina da Igreja do Bonfim
      • Paisagismo do Terreiro de Jesus
      • Requalificação da Orla de Salvador, abrangendo a Orla Atlântica e a Orla da BTS
  • 35. Colina do Bonfim
  • 36. Terreiro de Jesus
  • 37. Orla Atlântica
  • 38. Mobilidade
    • Construção da Via de Contorno da BTS
    • O projeto prevê a elaboração de estudos ambientais, projeto básico, projeto executivo de engenharia e estudo de viabilidade socioeconômica e implantação de um anel de contorno rodoviário a ser construído no entorno da Baía de Todos-os-Santos.
    • A região, apesar de muito próxima a Salvador, sofre com a deficiência de acesso que permita a integração dos diversos municípios e atrativos turísticos.
  • 39. Mobilidade
    • Isto dificulta o desenvolvimento de roteiros e produtos turísticos, reduzindo o aproveitamento do potencial existente, que é disperso por todo o território da região e é composto por rico patrimônio natural e cultural - material e imaterial.
    • Considera-se a Via de Contorno da BTS como um projeto estruturante para o desenvolvimento da zona turística Baía de Todos-os-Santos.
    • Será o eixo rodoviário principal da região, do qual deverão partir acessos secundários às localidades, atrativos e aos píeres e rampas que conectam a borda com o ambiente náutico da baía.
  • 40. Via de Contorno da BTS
  • 41. Mobilidade
    • Projeto Cidade Bicicleta
    • No âmbito das propostas de Mobilidade Urbana Sustentável para o Estado encontra-se em andamento pela Conder o Projeto Cidade Bicicleta que cria maiores possibilidades para o calendário turístico baiano.
    • A estratégia de implantação de um sistema cicloviário para o estado é modular e valoriza: municípios turísticos e destinos turísticos consolidados; cidades de porte médio; a integração intermunicipal como: Valença/Nilo Peçanha/Taperoá, Ilhéus/Itabuna/Olivença/Lagoa Encantada/Itacaré, Caraíva/Trancosos/Arraial d`Ajuda/Porto Seguro/Santa Cruz Cabrália; a integração de Salvador e sua macrorregião envolvendo o Recôncavo, municípios da RMS, Baía de Todos os Santos e Feira de Santana; as rotas ciclísticas turísticas.
    • A Setur, juntamente com outros órgãos estaduais, deverá assegurar a implementação dos projetos e atividades nas zonas turísticas.
    • Metas: captação de recursos e o desenvolvimento das ações de suporte à implantação do Projeto; assessorar prefeituras na viabilização de seus respectivos projetos e fazer a articulação intermunicipal e regional dos trajetos das rotas ciclísticas turísticas.
  • 42. Projeto Cidade Bicicleta
  • 43. Patrimônio Histórico
    • No que se refere à recuperação/ restauração do Patrimônio Histórico e Cultural, estamos elaborando três projetos de suma importância:
    • A recuperação da Igreja da Conceição das Praia, recentemente atingida pelo desabamento do casario ao lado.
    • A recuperação da Catedral Basílica
    • Junto com a Secretaria de Cultura, pretendemos elaborar um projeto conjunto para recuperar e requalificar as Ladeiras da Montanha, da Conceição e da Preguiça, dotando-as de infraestrutura turística.
  • 44. Igreja da N.S. da Conceição da Praia
  • 45. Igreja da N.S. da Conceição da Praia
  • 46. Igreja da N.S. da Conceição da Praia
  • 47. Ladeira da Conceição
  • 48. Ladeira da Conceição
  • 49. Ladeira da Montanha
  • 50. Trens Turísticos
    • A implantação de trens turísticos e culturais também estão previstos nos projetos elaborados pela Secretaria de Turismo e a Bahiatursa.
    • Pelo menos duas linhas deverão ser implantadas até 2014:
    • A implantação da linha turística Calçada-Paripe, em Salvador
    • A implantação da linha turística Cachoeira-Santo Amaro, no Recôncavo Baiano.
  • 51. Linha Calçada-Paripe
    • A implantação da linha Calçada-Paripe consiste no aproveitamento turístico da linha já existente, com a implantação de locomotivas e de roteiros turísticos.
  • 52. Simulação do Trem Turístico da Baía de Todos-os-Santos (Calçada- Paripe)
  • 53. Linha Santo Amaro-Cachoeira
    • O projeto consiste na realização de um serviço de transporte turístico usando a ferrovia que liga Santo Amaro a Cachoeira, passando pelo litoral da Baía de Todos-os-Santos (aproximadamente 60 km)
    • O trem turístico cultural operará 03 dias por semana e contará com equipamentos de multimídia para apresentar aos visitantes os principais atrativos culturais e turísticos da região.
    • O trem turístico cultural será histórico (ou standard) composto de 02 vagões de passageiros e uma locomotiva. A capacidade total do trem será de aproximadamente 200 passageiros por viagem e considerando o atual fluxo turístico o trem deveria estar em serviço para passageiros turísticos durante a alta estação por um período de 06 meses ao ano, aproximadamente.
  • 54. Trem Turístico-Cultural Santo Amaro-Cachoeira
  • 55. Museus Turísticos
    • Em 2012 e 2013, estaremos comemorando o centenário de nascimento de dois dos nossos mais importantes artistas: Jorge Amado e Dorival Caymmi.
    • Para marcar as duas datas, estamos elaborando os projetos de dois memoriais, dotados de recursos multimídia, em homenagem a esses grandes artistas que tanto difundiram as belezas naturais e a cultura da Bahia.
    • E, dentro das ações de interiorização do turismo, já temos pronto, em parceria com a Universidade Estadual da Bahia (Uneb), o projeto da Cidade Cenográfica de Canudos, onde anualmente será encenada, a céu aberto, a história de Antonio Conselheiro, nos mesmos moldes do espetáculo da Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém, Pernambuco.
  • 56. Maquete da Cidade Cenográfica de Canudos
  • 57. Sinalização Turística e Acessibilidade
  • 58. Sinalização Turística
    • Meta: Sinalização Turística em todos os Polos Turísticos do Estado
    • Em andamento : Litoral Sul, Chapada Diamantina e principais portões de entrada
  • 59. Acessibilidade
    • Projeto de Acessibilidade para as 13 Zonas Turísticas do Estado
    • Em andamento : licitação para contratação dos projetos
    • Projeto de Acessibilidade nos principais pontos turísticos da BTS e da Costa dos Coqueiros
  • 60. Hospedagem Alternativa
  • 61. Hospedagem alternativa
    • Ampliação e requalificação do Camping de Salvador
    • Implantação de áreas para caravanistas e motor home
  • 62. Receptivo Especial
  • 63. Receptivo
    • Essa estratégia está centrada em três eixos básicos:
    • Ampliação e melhoria do Sistema Integrado de Informações Turísticas (portais e sites da Internet + Disque Bahia Turismo + Postos e SATs)
    • Implantação de nos Centros de Atendimento ao Turista nos principais portões de entrada e pelo menos em cada zona turística: Arena Fonte Nova, Aeroporto (ampliação), Rodoviária, Porto de Salvador, Terminal Marítimo do Cais da Bahiana, Terminal de Bom Despacho, Terminal do Ferry-boat (Salvador).
    • Realização do projeto Guias e Monitores do Carnaval durante o período da Copa.
  • 64.  
  • 65. Qualificação
  • 66. Qualificação
    • Em parceria com o MTur, a Secretaria de Turismo já vem executando os programas de qualificação empresarial e profissional.
    • Para a Copa, a nossa meta é atingir 10 mil profissionais e pequenos e médios empresários do setor, em Salvador, no seu entorno e nos 5 Destinos Indutores da Bahia.
    • Com o intuito de qualificar profissionais que estão direta e indiretamente ligados ao turismo, o Programa, pretende adotar metodologia presencial dos cursos de língua estrangeira com foco no evento, direcionados a cada área de ocupação:
    • Nossa proposta é trabalhar com uma média de 83 turmas ao ano, no período de 03 anos, distribuídos conforme a ocupação.
    • Paralelamente à capacitação em receptivo e idiomas, a Setur vai lançar um novo projeto, com vistas à qualificação de pequenos e médios empresários em ferramentas multimídia e Internet.
    • Este projeto será lançado ainda em novembro deste ano, com um seminário em Salvador.
  • 67. Qualificação
    • Alimentos e bebidas
    • Hotelaria
    • Receptivo
    • Comercialização
    • Transportes
    • Gestores públicos
    • Segurança
  • 68. Linhas de Financiamento
  • 69. Financiamentos
    • Ponto de situação
      • 30 estabelecimentos já manifestaram interesses nas linhas de crédito do BNB
      • Para atender, seriam necessários recursos da ordem de R$ 150 milhões
      • Mas expectativa é de que esse número seja triplicado, se a demanda abaixo for atendida
      • BNB divulgou que a Bahia poderá contra com R$ 300 milhões, através do Proatur
    • Reivindicações do trade:
      • Maiores prazos para o pagamentos dos financiamentos – de 15 para 20 anos
      • Abertura de linhas de crédito específicas, visando as Olimpíadas de 2016