08 video digital

510 views
365 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
510
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
108
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

08 video digital

  1. 1. VÍDEO DIGITAL Prof.: Marlon Vinicius da Silva Disciplina: Hipermídia
  2. 2. Introdução      Tecnologia recente. Promissora no campo de artes visuais. Analógico: profundidade e potência do sinal magnético nas fitas. Digital: bit 0 ou 1. Elemento básico: pixel.
  3. 3. O que é um Vídeo    Um vídeo é uma sucessão de imagens a um certo ritmo. O olho humano tem como característica ser capaz de distinguir cerca de 20 imagens por segundo. Afixando mais de 20 imagens por segundo, é possível enganar o olho e fazê-lo pensar que está a ver uma imagem animada.
  4. 4. O que é um Vídeo   Caracteriza-se a fluidez de um vídeo pelo número de imagens por segundo (em inglês fra m e ra te ), exprimido em FPS (Frames per seconde, em português tramas por segundo).  Por outro lado, o vídeo no sentido multimídia do termo é geralmente acompanhado de som, ou seja, de dados áudio.
  5. 5. Formatos    Tanto nas fitas quanto nos discos os formatos são na verdade “os tamanhos” (que implicam a largura do material magnético, tamanho da caixa e na forma pela qual o sinal é gravado e lido). Cada um é para um uso diferente com características técnicas e qualidades específicas. Para cada formato de fita ou disco existe a câmera correspondente, bem como aparelhos gravadores e reprodutores de mesa usados
  6. 6. Formatos  Os formatos podem genericamente ser divididos em 2 famílias:     Discos Profissionais: XDCAM, Blue Ray e HDVD Fitas Profissionais: BETA DIGITAL, DVCPRO, BETACAM, DVCAM Fitas Amadoras: MINIDV, SUPER VHS, Hi8, VHS, Hi8 Digital, Video 8 Discos Amadores: DVD e MiniDVD.
  7. 7. Codecs    Codificador/ Decodificador Hardware / software: sinais Sem Perdas   HuffYUV, MSU, MJPEG, H.264 e FFmpeg Com Perdas  Xvid, DivX, RMVB, WMV, Theora e Sorenson
  8. 8. Do VHS ao DVD  VHS    O VHS, ou Video Home System, foi um sistema de gravação criado pela JVC em 1976.  Devido a facilidade de operação, este padrão também favoreceu o surgimento de  câmeras  voltadas para filmes caseiros ? antes era possível ter câmeras de outros formatos, mas eram muito caras. O VHS, assim como o Beta, era alojada em uma fita cassete. Por isso o aparelho reprodutor de VHS passou a ser chamado popularmente de videocassete.
  9. 9. Do VHS ao DVD    A gravação VHS era suscetível a muitos fatores, e a qualidade do filme se deteriorava com a reprodução continuada. Com a preocupação pela qualidade de gravação e reprodução, foi lançado ainda um subproduto do VHS, o Super-VHS ou S-VHS,  formato que ganhava do anterior em qualidade, embora usasse o mesmo tamanho de fita. O VHS resistiu durante quase duas décadas no mercado internacional, mas hoje está praticamente extinto com a vinda dos formatos seguintes.
  10. 10. Do VHS ao DVD  DVD   Trouxe o conceito de Home Theater, que é baseado no condicionamento de equipamentos e ambientes para proporcionar uma experiência audiovisual perfeita Um padrão que conservasse melhor o conteúdo, sem desgastes por repetidas reproduções, e ao mesmo tempo favorecesse a reprodução com a maior fidelidade possível. A indústria já tinha feito um ensaio do que seria o DVD ao lançar o padrão laserdisc, que não pegou e ainda era analógico.
  11. 11. Do VHS ao DVD   Uma das características do DVD é que o seu espaço de armazenagem é alto, possibilitando uma boa qualidade, mas ainda não alcançaria a alta definição que vemos nos dias de hoje. A reprodução de imagem era tão superior ao dos padrões da época que passou a despertar nos cinéfilos a vontade de colecionar e montar ambientes especiais para assistir aos filmes, especialmente pela possibilidade de som surround, inédita até então.
  12. 12. Do VHS ao DVD  Outra inovação foi a possibilidade de incluir extras sobre os filmes, aumentando o conteúdo oferecido normalmente. Agora, era possível assistir clipes e making ofs, navegar por fotos e cenas deletadas, recursos que encantaram a audiência e evoluíram ao longo dos anos, com a sofisticação dos meios online.
  13. 13. DVD e Blu-Ray  Espaço  4.7 Gb, ou 2 horas de filme + extras  27 Gb, ou mais de 13 horas de filme em alta definição  Imagem  Resolução 480p  Resolução até 1080p  Som  Áudio Surround 5.1  Áudio DTS-HD MA e PCM Multicanal  Taxa de Transferência  11,1 MB/s  54,0 MB/s
  14. 14. Streaming   Visualizar e escutar o vídeo enquanto faz o download. Cliente: buffer para armazenar informação.
  15. 15. Streaming - Tecnologias  Real Media    Windows Media    Mais popular Empresa mais experiente Microsoft Alto crescimento Quicktime   Apple Menor cota mercado

×