Regimes Alimentares

49,988 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
57 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
49,988
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6,950
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
57
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Regimes Alimentares

  1. 1.  Para obter energia que se encontra nos alimentos, para se desenvolverem, movimentar e para recuperarem de doenças ou ferimentos.  Os alimentos que consomem são muito variados. Pelo que se diz que existem diferentes Regimes alimentares.
  2. 2.  Tipo de alimento utilizado pelos animais na sua alimentação.  Os animais podem variar o seu regime alimentar consoante a época do ano.  Página 44  Escola Virtual
  3. 3. Tipos de Regimes Alimentares Carnívoro (alimenta-se de outros animais) Herbívoro (alimenta-se de plantas ou parte delas) Omnívoro (alimenta-se de outros animais e de plantas)Escola Virtual
  4. 4. Carnívoros Carnívoros (alimentam-se de outros animais) Piscívoros (alimentam-se de peixe ) Insectívoro (alimentam-se de insectos) Necrófagos (alimentam-se de cadáveres)
  5. 5. Herbívoros Herbívoros (alimenta-se de plantas, erva) Granívoros (alimenta-se de sementes ou grão) Frugívoro (alimenta-se de frutos) Roedor (alimentam-se de frutos secos e sementes)
  6. 6. Animais Omnívoros
  7. 7.  As aves possuem uma estrutura que se adapta bem a todos os regimes alimentares: o bico. Porém cada bico está relacionado com o regime alimentar.  As patas também se mostram bem adaptados aos locais onde as aves procuram o seu alimento e ao modo como o fazem.  Página 45
  8. 8.  Aves Carnívoras - Bicos curtos e fortes - Patas fortes e garras aguçadas  Aves Insectívoras - Bicos finos e afiados - Patas curtas e dedos alongados  Aves Granívoras - Bicos curtos e fortes - Patas adaptadas à marcha  Aves aquáticas Piscívoras - Bicos longo e fino - Patas longas  Aves aquáticas Filtradoras - Bicos largo e comprido - Patas com membrana interdigital
  9. 9.  Nos mamíferos, os dentes podem apresentar formas variadas.  Estes animais também podem possuir garras que os auxiliam na captura de alimentos.
  10. 10. Dentes Forma e Função Incisivos Prendem e cortam os alimentos. Caninos Rasgam os alimentos. Molares Trituram e moem os alimentos.
  11. 11. Prendem e cortam os alimento s Rasgam os alimento s Trituram e moem os alimento s
  12. 12.  Incisivos - dentes da frente, com forma de lâmina, que têm como função cortar os alimentos;  Caninos - dentes laterais, compridos e afiados, usados para espetar e rasgar;  Molares - dentes de trás, largos e rugosos, usados para triturar.
  13. 13. Dentição nos mamíferos Complet aDentição na qual existem 3 categorias de dentes: incisivos, caninos e molares. Ex: carnívoros, insectívoros e omnívoros Incomplet a Dentição na qual não existem alguns tipos de dentes. Ex: herbívoros
  14. 14.  Barra ou diastema: Espaço do maxilar não ocupado por dentes, normalmente entre os incisivos e os molares  Tpc – “Vê se sabes!” do manual: página 46
  15. 15.  Os animais têm técnicas variadas para obter o seu alimento Os carnívoros caçam; Os herbívoros procuram as plantas de que se alimentam. Página 47
  16. 16.  Sentidos apurados (visão, audição, e olfacto);  Camuflagem e musculatura desenvolvida, nos animais carnívoros;  Dentição apropriada ao regime alimentar;  Garras e bicos apropriados ao regime alimentar;
  17. 17.  Os animais carnívoros consomem presas grandes, alternando períodos de grande actividade – a caça – com períodos de descanso, em que vão dirigindo a presa ou comendo dos seus restos.  Existem carnívoros que se alimentam de presas pequenas são obrigados a procurar activamente os seus alimentos, normalmente são caçadores solitários, outros que caçam em grupos, o que lhes permite capturar presas maiores do que eles.  As aves de rapina localizam as presas pela visão e pela audição. Algumas atacam e matam as aves em pleno voo, como faz o falcão, outras capturam as presas no solo, lançando-se sobre elas em voo picado e fixando-as com as
  18. 18.  Estratégias utilizadas na captura do alimento: Vigia – ex.: coruja e mocho Perseguição – ex.: chita Camuflagem – ex.: tigre Emboscada – ex.: aranha
  19. 19. 1. Atenção; 2. Descoberta; 3. Aproximação; 4. Captura; 5. Morte e refeição.
  20. 20.  Audição apurada  Localização da presa  Garras afiadas permitem capturar a presa
  21. 21. A B Posição das garras na deslocação (A); Posição das garras no ataque (B). Dentes molares com saliências aguçadas para triturar o alimento. Dentes caninos muito desenvolvidos com os quais despedaça a presa.
  22. 22.  Condores  Hiena
  23. 23.  Pinguins das Galápagos e Pelicanos  Babuíno e Flamingos  Morcegos vampiros  Morcegos frugívoros
  24. 24.  Os herbívoros não necessitam de perseguir alimento, porque este encontra-se distribuído um pouco por todo o lado. Geralmente encontram- se estes animais em grupo para aumentarem a vigilância sobre os carnívoros que os podem atacar.
  25. 25. 1. Deslocação; 2. Escolha de alimento; 3. Recolha e consumo do alimento.
  26. 26.  Os omnívoros comem plantas e animais que lhes vão aparecendo. A forma de procurar alimento é a os herbívoros, embora lhes exija maior esforço e mobilidade.  TPC: página 48 e 49

×