Your SlideShare is downloading. ×
Actividade experimental digestão
Actividade experimental digestão
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Actividade experimental digestão

3,979

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,979
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
115
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Escola EB 2/3 de Cristelo Ciências da Natureza – 6º ano Actividades Experimentais: Como decorre a Digestão? 1ª Investigação – Acção da saliva sobre os glícidos Material que vais utilizar: (por grupo) - 2 tubos de ensaio - Soluto de lugol - Suporte para tubos de ensaio - Vareta - Tripé - Canetas de acetato - Lamparina de álcool - Gobelé - Rede metálica - Pipetas graduadas - Termómetro - Cozimento de amido (glícido) Procedimento: 1. Identifica dois tubos de ensaio, com as letras A e B. 2. Deita em cada um dos tubos cerca de 4 ml de cozimento de amido. 3. No tubo B junta um pouco de saliva e agita. 4. Coloca os tubos em banho-maria, ou na estufa, a 37 ºC e aguarda cerca de 30 minutos. 5. Deita uma gota de soluto de lugol em cada um dos tubos. Informação: Para preparar o cozimento de amido aquece, num balão de vidro, até à ebulição, cerca de 100 ml de água, à qual se misturam 5 g de amido em pó. Deve mexer-se bem a mistura com a ajuda de uma vareta. O Soluto de lugol é um indicador da presença de amido, isto é, na presença de amido adquire a cor azul muito escuro. Observação: Regista os resultados obtidos em cada um dos tubos. Desenha-os. Discussão: 1. Como explicas a diferença de cor entre o tubo A e o tubo B, com base na informação recebida. 2. Qual foi, na tua opinião, a acção da saliva? 3. Por que razão os tubos ficaram sujeitos a uma temperatura próxima dos 37 ºC? 2ª Investigação – Acção da bílis na digestão das gorduras Material que vais utilizar: (por grupo) - 2 tubos de ensaio - Suporte de tubos de ensaio - Pipeta graduada - Espátula ou sonda metálica - Água destilada - Azeite - Sais biliares em pó - Canetas de acetato Procedimento: 1. Identifica dois tubos de ensaio com as letras A e B. 2. Junta 2 ml de azeite em cada um deles. 3. Adiciona um pouco de água destilada a cada um dos tubos. 4. Junta, com a espátula, um pouco de sais biliares ao tubo B. 5. Agita bem os dois tubos e deixa-os repousar no suporte. Informação: Os sais biliares, quando adicionados ao azeite, dividem-se em pequenas gotas. Observação: Regista os resultados obtidos em cada um dos vidros de relógio. Desenha-os. Discussão: 1. Qual o nutriente que se identificou na batata? Justifica a tua resposta com base na informação recebida. 2. Qual é a função dos sais biliares (bílis)?
  • 2. Escola EB 2/3 de Cristelo Ciências da Natureza – 6º ano Actividades Experimentais: Encontra os quatro sabores Material que vais utilizar: (por grupo) - Açúcar - Sal - Café solúvel - Limão - Água - Palitos - Borracha - Etiquetas - Guardanapos de papel - 4 copos ou gobelés - Colher Procedimento: 1. Cola uma etiqueta por baixo de cada copo com as palavras: doce, salgado, amargo e ácido. 2. Prepara as soluções: copo doce – água açucarada; copo salgado – água salgada; copo amargo – água com café; copo ácido – sumo de limão. 3. Desenha quatro esquemas da língua, marcando debaixo de cada um: doce, salgado, amargo e ácido. 4. Pede a um elemento do grupo que lave a boca com água e seque a língua com um guardanapo de papel. 5. Molha o palito na solução de açúcar e toca em diferentes áreas da língua, como indica na figura 1. De cada vez que sentir o sabor doce, o teu companheiro deve levantar o dedo. Desenha um círculo no esquema da língua que tem a palavra “doce”. Continua a passar o palito por toda a superfície. 6. Pede-lhe para lavar e secar a língua e procede do mesmo modo com as restantes soluções. 7. Troquem de posições e repitam todos os passos. Observação: Desenha os esquemas da língua. Discussão: 1. Como explicas que exista uma variedade tão grande de sabores, apesar das nossas papilas gustativas só detectarem quatro sabores?

×