Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
  • Save
Quanto Ganha o Profissional de Comunicação no Brasil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Quanto Ganha o Profissional de Comunicação no Brasil

  • 12,271 views
Published

Pesquisa quantitativa realizada pela Tracto em junho de 2013. Apresentação: Cassio Politi.

Pesquisa quantitativa realizada pela Tracto em junho de 2013. Apresentação: Cassio Politi.

Published in Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
12,271
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
14

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Ministrante: Cassio Politi@tractoBR
  • 2. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRCassio PolitiDiretor de ContentMarketingTracto
  • 3. Ministrante: Cassio Politi@tractoBR Pesquisa quantitativa Ad Hoc Amostra aleatória com 1.205 indivíduos Respondentes de todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal Coleta online de dados entre os dias 3 e 11 de junho de 2013
  • 4. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRNa análise dos dados, avaliamos individualmente os estados das regiões Sul eSudeste, além do Distrito Federal. Norte, Nordeste e Centro-Oeste foramanalisados regionalmente.O critério dessa divisão é meramente matemático. Visa a garantir que cadaregião analisada tenha quantidade suficiente de respondentes para assegurarque a amostra seja confiável.
  • 5. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRUF / região %SP 46%RJ 16%DF 7%Nordeste 6%RS 6%MG 5%PR 4%Centro-Oeste 3%Norte 3%SC 3%ES 1%
  • 6. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRAté 29 anos40%30-3931%40-4916%60+4%50-599%
  • 7. Ministrante: Cassio Politi@tractoBR7 em cada dez profissionais recebem mensalmente até R$ 7.000.
  • 8. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRSomente 6% têm salário superior a R$ 10.000.
  • 9. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRA parte vermelha da barra indica a quantidade de profissionais que ganhammenos de R$ 5.000. E as partes azuis, os que ganham acima desse valor.
  • 10. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRO Distrito Federal, onde há muitos profissionais concursados ou em cargos deconfiança, conta com a maior faixa de salários superiores a R$ 5.000 (59%).
  • 11. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRNas demais regiões, o índice de profissionais com salários superiores aR$ 5.000 mensais não passa de 31%.
  • 12. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRdedicam-se a comunicação corporativa.65%estão em redações.33%são professores.2%
  • 13. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRInstituições públicas e emissoras de televisão têm mais colaboradores comsalários superiores a R$ 5.000.
  • 14. Ministrante: Cassio Politi@tractoBROs salários mais elevados em instituições públicas (faculdades, inclusive) sejustificam: são na maior parte profissionais concursados.
  • 15. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRQuem persiste na profissão alcança faixas salariais superiores a R$ 7.000 apartir dos 40 anos de idade, intensificando-se após os 50.
  • 16. Ministrante: Cassio Politi@tractoBR69% das empresas que contratam profissionais de Comunicaçãotêm até 100 funcionários.
  • 17. Ministrante: Cassio Politi@tractoBR:: Empresas essencialmente voltadas para comunicação(agências, jornais, sites etc.)Até50colaboradores:: Grandes empresas de comunicação (agências, TVs, rádios):: Área de comunicação/MKT de empresas de diversos setoresMais de50colaboradoresÉ claro que existem agências com centenas de colaboradores e emissoras detelevisão com poucos funcionários. Mas essas são exceções. Na maior partedos casos, as empresas se dividem em dois grupos:
  • 18. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRQuanto maior a empresa, maiores os salários. Fixe sua atenção na barravermelha e perceba que as pequenas têm maior incidência de salários baixos.
  • 19. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRPerceba, no entanto, que os salários superiores a R$ 7.000 não acompanhamnecessariamente o tamanho da empresa.
  • 20. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRÉ a caçula das funções dentro da comunicação.Dos social media no mercado:produzem texto para outras táticas e ferramentas(blog, release, noticiário etc.)97%produzem material de vídeo34%produzem material de áudio (podcast, webinar)17%
  • 21. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRÉ a caçula das funções dentro da comunicação.Dos social media no mercado:têm menos de 30 anos.72%têm entre 30 e 39 anos.19%
  • 22. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRÉ a função mais popular dentro da comunicação corporativa.Dos assessores no mercado:Atualizam redes sociais de suas empresas73%
  • 23. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRElas são maioria...... mas a remuneração dos homens é maior:♀ ♂das mulheres ganham mais de R$ 7.000 por mês11%dos homens ganham mais de R$ 7.000 por mês21%
  • 24. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRMédianacionalMercado decomunicação5,8% 6,7%Índice de desemprego aferido pelo IBGE relativo a abril de 2013.
  • 25. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRQuanto menor a faixa etária, maior o número de profissionais no mercado. Emaior o índice de desemprego relativo.Por exemplo, o gráfico indica que, entre profissionais de até 29 anos, 8%estão desempregados.
  • 26. Ministrante: Cassio Politi@tractoBR1 em cada 10 profissionais trabalha em sua própria empresa.59% têm menosde 40 anos.Diferentemente do que se imagina, eles não têm os maioressalários. São reflexo da atitude empreendedora comumnesse mercado (e no Brasil).Suas atividades são:79% comunicação corporativa19% veículos de comunicação2% outras atividades
  • 27. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRtrabalham integral ou parcialmente de suas casas.19%Essa é a média nacional.A maior incidência se dá em São Paulo (21%)e a menor, na região Norte (9%).
  • 28. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRTrabalhar de casa não significa ganhar menos do que quem trabalha na sededa empresa. O gráfico abaixo compara os percentuais de profissionais emcada faixa salarial.
  • 29. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRA categoria freelancer engloba o que se pode classificar de autônomos. Sãoprofissionais que prestam serviços de comunicação a diversos clientes.trabalham parcial ou integralmente de suascasas (home office).80%trabalham em comunicação corporativa.65%ganham até R$ 3.000 mensais e28%, de R$ 3.000 a R$ 7.000.67%estão em São Paulo e 15%, no Rio.57%
  • 30. Ministrante: Cassio Politi@tractoBR3 em cada 10 profissionais de comunicação tem uma fonte de renda adicional(freelance ou atividade extra, como dar aula ou um segundo emprego).41% ganham até R$ 1.000adicionais e 39%, até R$ 3.000.
  • 31. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRPercentual de profissionais que têm renda extra em cada faixa etária.Maior incidência é de profissionais de 40 a 49 anos.
  • 32. Ministrante: Cassio Politi@tractoBRCassio PolitiDiretor de ContentMarketingTracto@tractoBRcassio.politi@tracto.com.br