Arte e pintura barroca   catarina e cristiana   11ºh
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Arte e pintura barroca catarina e cristiana 11ºh

on

  • 1,849 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,849
Views on SlideShare
1,812
Embed Views
37

Actions

Likes
2
Downloads
98
Comments
0

1 Embed 37

http://educadorainfancia2012.blogspot.pt 37

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Arte e pintura barroca catarina e cristiana 11ºh Presentation Transcript

  • 1. Arte é uma forma de o ser humano expressar as suas emoções, a sua história e a sua cultura, isto através da música, da escultura, da pintura ou até na dança, entre muitas outras. Após o seu surgimento, a arte sofreu uma grande evolução, até começar a ocupar um espaço na sociedade, como por exemplo a música, esta é capaz de nos deixar felizes quando nos encontramos tristes. A arte é uma distracção para alguns problemas, um modo de nos expressarmos à sociedade.
  • 2. Este movimento foi criado após o desenvolvimento do Renascimento e ambos valorizavam elementos da antiguidade. A Arte Barroca surgiu nos meados do século XVIII, na Itália. A igreja católica usou este formato artístico nas suas construções e espalhou esta arte cultural por países do Continente. O Barroco apresenta características fortes, o que mexe com as emoções do ser humano. O sentimento nas obras e a beleza eram as características fortes, daí ser possível observar os detalhes e a proximidade que a arte tinha do ser humano.
  • 3. 1 6 8 5 3 4 2 7 A Arte Barroca também tem as suas características, sendo elas: Procura com contorção e a movimento riqueza Pintura de efeitosoTendênciaoe visuais, através Emocional sobre decorativosparaquando nos Amplitude, efeitos Racional: luz e sombra é ViolentosTentativa de integração das contrastesdo exagerada Procura entre isto propósito ilusionistas, seu dasimpressionar representaçãoobservadore o ornamental, ausênciado eespaços exemplo dácurvas, contracurvas infinito artísticas a impressão de e disciplinas diferentes de céu, realista a os sentidos colunas vazios ver o do por retorcidas gosto pelo teatro
  • 4. Em Portugal, a Arte Barroca surgiu na primeira metade do século XVIII, com D. João V. O envio de ouro do Brasil permitiu que D. João V chamasse artistas estrangeiros e ordenasse a realização de várias obras de arte. As várias vertentes da produção artística ao longo do reinado de D. João V receberam a designação de Barroco Joanino. O sucesso do Barroco Joanino concedeu uma expressiva teatralidade de atitudes e gestos à escultura em madeira e pedra, enquanto que a pintura assimilava o colorido excessivo, cobrindo os tectos e cúpulas dos templos e palácios setecentistas.
  • 5. Durante o período barroco, a igreja e o palácio protagonizaram as pesquisas formais e construtivas. Os arquitectos Esta arquitectura caracterizou-se pelo uso de colunas, frisos, frontões, barrocos viam o arcos e cúpulas, curvas, contracurva e nichos. Quanto à decoração edifício como se recorreu-se a baixos-relevos, pinturas, mosaicos, mármores e talha fosse uma dourada. grande escultura, única e indivisível. A sua forma era constituída por complexos traços geométricos, como curvas ou ovais, que davam qualidade dinâmica aos espaços.
  • 6. Os três principais arquitectos que desenvolveram este estilo foram: Gian Lorenzo Bernini “O mais monumental” Francesco Borromini “O mais original” Pietro da Cortona
  • 7. Bernini distinguiu-se como arquitecto, apesar de demonstrar outras aptidões. Foi criador do grande Baldaquino da Basílica de São Pedro, em Roma. O desenho desta construção é exuberante, cheio de energia e movimentos próprios do Barroco, a solução ideal para o imenso espaço aberto no interior pelo domo centrar. Gian Lorenzo Bernini “O mais monumental”
  • 8. Borromini foi também um arquitecto barroco, que disputava, no seu tempo, as glórias de Grande Mestre com Bernini. Teve grande destaque no seu tempo por ter colaborado nos trabalhos da Catedral de S. Pedro e no Palácio Barberini. Francesco Borromini “O mais original”
  • 9. Cortona foi um profícuo artista e arquitecto do Barroco Italiano, assim, como arquitecto foi um influente contemporâneo dos grandes nomes do Barroco, Caravaggio, Bernini, e Borromini. Cortona, em 1633, começou a pintar os afrescos do tecto do Palazzo Barberini(nos dias de hoje, Galeria Nacional de Arte Antiga, em Roma), comissionado pelo Papa Urbano VIII. Pietro da Cortona
  • 10. A Pintura Barroca é um tipo de pintura realista, inquietante, fortemente espiritualizada, centrada nas paisagens, naturezas mortas, interiores domésticos e cenas populares. Este estilo artístico recorreu a cores quentes, como o amarelo, o vermelho e até o dourado, a jogos de luzes e sombras e assim a arte do retracto acentuou-se. Esta pintura em trompe l’oeil, aplicada em paredes e tectos fez parte dos mais originais constituintes do Barroco.
  • 11. Composição assimétrica que revela um grandioso estilo monumental Acentuado contraste de claro/escuro, para intensificar a profundidade Dramatismo e movimento na representação das personagens Luz como guia do olhar do observador para o ponto principal da obra Efeitos ilusionista
  • 12. O pintor mais influente deste período foi um italiano, Caravaggio, famoso pelas pinturas religiosas nas quais os contrastes entre luz e sombra na modelação dos corpos e dos espaços introduz uma atmosfera dramática de intensa espiritualidade. Peter A Pintura Barroca Rembrandt ficou conhecido por ser ficou conhecido por ser um autor de flamenga afirmou-se um pintor mais introvertido, pintura vigorosa, nos trabalhos de dois executando inúmeros auto-retratos sensual e teatral. artistas… inspirados na linguagem intensa e dramática de Caravaggio Peter Paul Rubens Rembrandt van Rijn
  • 13. A escultura barroca encontrou o seu paroxismo nas Na escultura barroca procurou-se explorar o obras do italiano Bernini. Estas esculturas foram dramatismo das figuras representadas, com o intuito caracterizadas pelo virtuosismo técnico e de suscitar os sentimentos do observador. pela tentativa de captar o movimento em momentos fugidios, pelo movimento, expressão de sentimentos Esta arte caracterizou-se como no caso das peças “Apolo e Dafne”, realizadas entre 1622 e 1624. fortes, como a dor ou a paixão, e pelo grande exagero das formas.
  • 14. Vários países aderiram ao movimento na Europa. Portugal incluído, como se pode ver em Lampadário de Crista de Jerónimo Baía, superlativando o real quotidiano. Nesta literatura impôs-se os recursos estilísticos, nomeadamente as metáforas, comparações, anáforas entre outras. Este movimento que nasceu em pleno em várias artes, na poesia, com especial relevo em Rodrigues Lobo e D. Francisco Manuel de Melo, entra em declínio no século XVIII, dando origem ao estilo rococó.
  • 15. http://www.brasilescola.com/artes/arte.htm http://arte-barroca.info/ http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estuda ntes/historia/historia_trab/barroco.htm http://www.slideshare.net/angeldenis21/pintura-barroca4130709
  • 16. http://pt.wikipedia.org/wiki/Gian_Lorenzo_Bernini http://pt.wikipedia.org/wiki/Baldaquino_da_Bas%C3%ADlica_d e_S%C3%A3o_Pedro http://pt.wikipedia.org/wiki/Pietro_de_Cortona