Sindicato independente profissionais de enfermagem
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sindicato independente profissionais de enfermagem

on

  • 730 views

 

Statistics

Views

Total Views
730
Views on SlideShare
730
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
3
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sindicato independente profissionais de enfermagem Sindicato independente profissionais de enfermagem Document Transcript

  • Sindicato Independente Profissionais de Enfermagem <br />Trabalho realizado no âmbito da disciplina <br />De Aérea de Integração:<br />Cláudio Maia 1ºH Nº4<br />Introdução<br />Neste trabalho irei apresentar um sindicato descrevendo as suas funções os seus objectivos e o que significa um sindicato, e como é constituído um sindicato e por quem.<br />O que é um sindicato?<br />São organizações, constituídas por trabalhadores, que visam a defesa dos seus interesses em todos os domínios: a melhoria das condições laborais ou o alcance de melhores salários e de estabilidade de emprego, entre outros objectivos. O movimento sindical surge com a industrialização do século XIX, num processo espontâneo de defesa dos interesses dos operários em relação às duras condições de trabalho que lhes eram impostas, aos baixos salários e à inexistência de quaisquer leis que os protegessem da exploração e do desemprego arbitrário. Surgem como forma de combater o capitalismo industrial e impõem-se entre a segunda metade do século XIX e os inícios do século XX, em todos os países democráticos, quer por associação a diferentes forças políticas, quer pela constituição das próprias organizações sindicais enquanto forças políticas, como foi o caso das Trade Unions, em Inglaterra, que vieram a dar origem ao Partido Trabalhista nos inícios do século XX. A organização sindical obedece, por norma, a uma certa hierarquia de base territorial e profissional; e a sua estrutura de funcionamento assenta nos mesmos pressupostos do funcionamento dos regimes políticos democráticos, mediante a existência, pelo menos, de dois órgãos fundamentais: um de carácter deliberativo e fiscalizador, que é a assembleia representativa de todos aqueles que são sindicalizados, e outro de carácter executivo, que é o que define as prioridades de actuação, as formas de luta e que representa o sindicato perante outras entidades. Sob o ponto de vista filosófico, os sindicatos têm por função lutar pela dignificação das relações laborais e pela aquisição de igualdade de oportunidades e de direitos entre os trabalhadores, estando para isso dotados de instrumentos de luta legalmente regulamentados que lhes permitem constituírem-se com poder de facto para empreenderem a defesa dos seus interesses face a interesses divergentes ou, se se quiser, não convergentes. O direito à greve é, sem dúvida, o instrumento mais importante de que os sindicatos dispõem em exclusivo. Qualquer negociação entre entidades patronais e sindicatos conta sempre, à partida, com a possibilidade de, ao fracassar, ver accionado o mecanismo da greve como forma legítima de reivindicação.<br />De onde apareceu o Sindicato Independente Profissionais de Enfermagem?<br />O aparecimento do Sindicato Independente Profissionais de Enfermagem resulta da necessidade manifestada por elevado número de Enfermeiros distribuídos por todo o território nacional e que não se revêem em outras estruturas sindicais existentes no Panorama Nacional.<br />Os objectivos e algumas características do sindicato <br /> Os promotores da iniciativa estão conscientes da responsabilidade assumida, razão porque desenvolverão estratégias convergentes com objectivos bem definidos para o desenvolvimento da profissão dos quais realçamos: <br />1 - Defender a Profissão nas várias vertentes, quer gerais quer individuais.<br />2 - Aproximar a actividade sindical de todos os Enfermeiros e Enfermeiras visando a defesa de melhores condições económicas, sociais, profissionais e segurança.<br />3 - Desenvolver serviços de apoio na vertente de desenvolvimento profissional, incluindo formação, de acordo com necessidades individual e colectiva.<br />4 - Desenvolver processos de negociação colectiva de referência para a profissão, no geral, e sócios em particular.<br />5 - Desenvolver processos de difusão de informação personalizada.<br />6 - Estabelecer protocolos nas áreas de bens e serviços para benefícios dos sócios.<br />7 – Defender mais emprego, menos precariedade, menos instabilidade.<br />8 – Apoiar recém formados na procura do primeiro emprego. <br />9- Outras actividades que se entendam por necessárias.<br />10 - Na área de serviços próprios o Sindicato, aos sócios, proporciona:<br />- Apoio jurídico;<br />- Formação;<br />- Informação geral e individual;<br />- Outros serviços no âmbito das suas competências.<br />Quem pode aderir ao Sindicato?<br />Todo e qualquer cidadão comunitário, nacional ou de outro país, desde que reconhecida a sua residência em Portugal, possuidor de habilitações profissionais correspondentes às directivas da União Europeia e outras especificidades nacionais. <br />Como aderir?<br />Para se associar ao Sindicato basta que contacte a delegação do SIPE mais próxima ou os delegados ou dirigentes da sua Instituição. Ser-lhe-á fornecida toda a documentação necessária.Todos os dados fornecidos nos documentos são de carácter confidencial, não podendo por isso e em momento algum o SIPE fornece-los sobre que forma for.<br /> <br />Conclusão <br />Neste trabalho tive algumas dificuldades em encontrar a informação devido a no site estar desorganizada e fragmentada, por isso apenas consegui encontrar a informação acima referida. <br />