Ciclo menstrual

8,888 views
8,742 views

Published on

Apresentação realizada no âmbito do PES, em Área de Projecto. Agrupamento de Escolas Gândara Mar - Tocha, 2010/2011.

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,888
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
141
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ciclo menstrual

  1. 1. E,B 2,3/Sec. João Garcia Bacelar – TochaAno lectivo: 2010/2011<br />Educação sexual<br />Ciclo menstrual<br />Docente: Professora Conceição Aires<br />Disciplina: Área de Projecto<br />
  2. 2. Introdução<br /> Com este trabalho realizado no âmbito da disciplina de Área de Projecto com inter-ligação com as aulas de Ciências Naturais, pretendemos explorar o tema ciclo menstrual, realçar e esclarecer vários aspectos relacionados com perguntas que jovens como nós fazem.<br /> Pretendemos adquirir algumas informações, para mais tarde, compreender e utilizar esses conceitos e indicações.<br /> Queremos esclarecer algumas noções básicas que por vezes podem-nos confundir, como por exemplo, onde é que ocorre a derrame do sangue, porque é que ocorre, entre outras…<br /> Ambicionamos sobretudo compreender que ter o período menstrual é algo normal e bom também, porque é fruto do período menstrual que à descendência da espécie humana, é sinal que todo o nosso sistema reprodutor esta apto para unir o óvulo com o espermatozóide, e desenvolver o feto.<br />
  3. 3. Identificação do problema<br />O nosso tema é o ciclo menstrual, este trabalho tem alguns pós e contras, tais como:<br />Algumas dúvidas/ preconceitos que as pessoas têm e que por vezes as proíbe de fazer certas actividades;<br /> gravidez indesejada/ desejada;<br /> é a partir do ciclo menstrual que há continuidade da espécie;<br />Nunca deixar que o bebé sofra com a gravidez indesejada;<br />Os pais porque interromperam o seu processo escolar ou a nível profissional (especialmente a mãe);<br /> Pretendemos sobretudo passar a mensagem: dizer não ao aborto, sobretudo em ocasiões de descuido por parte dos pais, se fizeram o erro que o assumam!<br />
  4. 4. Constituição do sistema reprodutor feminino<br />Os órgãos sexuais sofrem transformações na puberdade, altura em que começam a funcionar completamente e a menopausa, em que o funcionamento dos órgãos sexuais femininos passa a ser parcial, excluindo a possibilidade de reprodução. <br />
  5. 5. Funções dos órgãos sexuais:<br /> Função sexual – exprime-se no desejo, fantasias, sonhos, num prazer especial a que chamamos excitação e que pode levar a um prazer maior chamada orgasmo.<br />  Função reprodutora – permite a um homem e a uma mulher terem filhos. Em que só em alguns dias de cada mês a mulher pode engravidar e apenas até uma determinada idade.<br />
  6. 6. Órgãos sexuais femininos:<br />Ovários tem a função de produzir as células reprodutoras femininas, chamadas óvulos, além disso, produzem as hormonas sexuais femininas: o estrogénio e a progesterona.<br /> Vias genitais:<br />Trompa de Falópio  onde ocorre a fecundação, ou seja, a união do espermatozóide com o óvulo, dando-se a fecundação.  <br />Útero é o lugar onde o embrião se instala em caso de gravidez.<br />Vagina Canal muscular que estabelece a comunicação entre o útero e o exterior do corpo.<br />Órgãos genitais externos<br /> Vulva (lábios, clítoris e orifício genital)<br />
  7. 7. Ciclo ovárico<br /> Como referido anteriormente, é no ciclo ovárico que ocorrem transformações nos ovários que depois levam à formação e libertação do ovócito II.<br />Ciclo uterino<br /> Conjunto de mudanças que afectam mensalmente (28 dias) o endométrio (parede interna/esponjosa do útero que permite a fixação do embrião).<br />
  8. 8. Fases do Ciclo Uterino<br /> 1º- Fase Menstrual- Leva cerca de 5 dias e resulta da ruptura dos vasos sanguíneos e também da descamação do endométrio que ao total, constituem o fluxo menstrual.    <br /> 2º- Fase Proliferativa- Leva 9 dias, no qual ocorre a reconstituição do endométrio e dos vasos sanguíneos.<br /> 3º- Fase Secretora- Dura cerca de 14 dias, nos quais as glândulas do endométrio produzem secreções, preparando o útero para a recepção do embrião.<br />
  9. 9. Significado de menstruação<br /> Menstruação é a eliminação periódica, acompanhada de hemorragia, da mucosa uterina, quando não houve fecundação. (Na mulher, começa na puberdade e termina com a menopausa.)<br /> Tem aproximadamente, 0,85L. Este pode apresentar cor vermelha, castanha ou quase preta, e dura em média, três a oito dias.<br /> O primeiro fluxo menstrual ocorre entre os 9 e 19 anos, chamado de menarca. È o sinal mais limitado da passagem da infância para a fase adulta.<br /> As últimas menstruações correspondem à suspensão dos ciclos menstruais, chamando-se menopausa. Este ocorre, geralmente, a partir dos 45 anos, sendo apesar de tudo, muito variável e podendo acontecer a partir dos 35 e até aos 60 anos. <br />
  10. 10. O que são hormonas?<br />As hormonas são produzidas em grupos de células denominadas por glândulas endócrinas. As hormonas passam das glândulas para o sangue através de paredes, essas hormonas espalham-se por todo o corpo. As diferentes hormonas actuam em diferentes partes do corpo.<br /> Elas provocam os seios nas raparigas e a barba nos rapazes. As hormonas sexuais femininas principais são o estrogénio e a progesterona. A hormona sexual masculina mais importante é testosterona.<br />
  11. 11. Mitos & Tabus<br />A menstruação continua envolta em mitos e tabus, dos quais são exemplo: <br /> O período é tóxico, exalando as mulheres, nesta altura, odores que apodrecer a carne, azedar o vinho, murchar o pão;<br /> Uma mulher menstruada não deve lavar a cabeça nem pisar chão frio;<br /> Durante a menstruação não se deve comer gelados, entre outros alimentos, nem fazer desporto ou nadar, e muito menos ter relações sexuais.<br />
  12. 12. Soluções para os mitos & tabus<br />Uma mulher menstruada pode fazer tudo o que lhe apetece tendo apenas algum cuidado e sentindo-se bem.<br />Trata da tua higiene pessoal com cuidado, não há nada que te possa fazer mal<br />Faz exercício físico, sobretudo natação, não te prives de fazer nada, usa tampão!<br />
  13. 13. Efeitos secundários<br /> Os efeitos secundários depende de pessoa para pessoa, de responsabilidade e sobretudo de atitudes que as pessoas tomam. <br /> Alguns dos efeitos secundários são:<br />Dores menstruais pontiagudas, que por vezes são muito fortes, levando-nos a tomar analgésicos ou ate a ir a um especialista;<br /> Gravidez, por vezes pode ser indesejada, devido a não terem precauções;<br /> SIDA e outras doenças, que pode contaminar o parceiro sem nos apercebermos.<br />
  14. 14. Informações úteis<br /> Deves ter em conta algumas informações que te podem ser úteis agora, ou até mais tarde, tais como:<br />O período menstrual no inicio nunca é certo, poderá variar não sendo sempre naquele dia do mês;<br /> A duração média do período menstrual é entre 3 a 7 dias;<br /> Deves de ter sempre um penso higiénico na nossa mala;<br /> Se utilizares tampão, muda-o frequentemente;<br /> Se tiveres dores toma um comprimido e tenta relaxar;<br /> Evita vestir roupas muito claras;<br />
  15. 15. Ciclo menstrual<br />O ciclo menstrual é controlado pelas hormonas. O ciclo médio costuma ter a duração de 28 dias, mas isso depende de pessoa para pessoa. <br />O ciclo divide-se em 3 etapas:<br />5º Dia – O período menstrual terminou. Continuação do amadurecimento do óvulo e o folículo descola-se para a superfície do ovário. O folículo está a produzir a hormona estrogénio. Esta faz com que o revestimento do útero comece a engrossar novamente.<br />1º Dia – o período menstrual inicia-se simultaneamente com a hormona FSH que está a amadurecer um óvulo num pequeno folículo num dos ovários<br />14º Dia – O óvulo encontra-se maduro, sai do ovário, dando-se a ovulação. O folículo vazio, denominado “corpo amarelo”, começa a progesterona. Este amacia o revestimento espesso do útero e torna-o esponjoso, para que óvulo seja fertilizado e se possa fixar.<br />
  16. 16. Período fértil<br /> Após a liberação do sangue, o óvulo só fica viável por cerca de 12-24 horas. Apesar do curto período de viabilidade do óvulo, o intervalo fértil é bem mais longo, pois, dependendo da qualidade do sémen masculino, os espermatozóides podem ficar viáveis dentro do sistema reprodutor da mulher por até 5-7 dias. Portanto, o período fértil vai do 5º dia antes da ovulação até um dia após a mesma.<br /> <br /> O período de maior oportunidade de ser fecundado ocorre quando há coito 1 ou 2 dias antes da ovulação.<br /> <br />
  17. 17. Gravidez e interrupção do período menstrual<br />A chegada da primeira menstruação é o sinal de que uma rapariga adquiriu a capacidade biológica de ter filhos. <br /> Com a puberdade, o estrogénio (a principal hormona feminina) leva a que os óvulos, contidos nos dois ovários das raparigas desde o nascimento, comecem a amadurecer. A partir desse momento, todos os meses um dos ovários liberta um óvulo maduro. No prazo de 4 a 7 dias, este óvulo transfere-se para o útero através de uma das trompas de Falópio. <br /> Se a rapariga tiver uma relação sexual sem protecção anticoncepcional durante a viagem do óvulo desde o ovário até ao útero, aquele poderá ser alcançado por um espermatozóide: nesse caso verificar-se-á a sua fecundação.<br /> Quando uma mulher fica grávida, o ciclo menstrual interrompe-se até alguns depois do nascimento da criança. O hábito de usar o calendário para controlar a regularidade do ciclo menstrual torna-se muito útil para um especialista que pode calcular a duração da gravidez com maior precisão.<br />
  18. 18. Soluções<br />O período menstrual é algo de bom que acontece, embora dizemos contrário. È uma altura em que o nosso corpo passa por transformações que não ocorrem em mais nenhuma altura, tais como:<br />Desenvolvimento dos caracteres secundários;<br />Permite-nos ter filhos;<br />Desenvolvimento psicológico. <br />Sempre que sentimos dores ou desconforto devemos adoptar algumas medidas, tais como: <br /> devemos ir ao médico;<br /> Tomar um comprimido;<br />Usar tampão;<br />E sobretudo não nos devemos de esquecer de utilizar métodos contraceptivos para não engravidar, não há direito de matar os fetos!<br /> <br />
  19. 19. Conclusão<br /> <br />Ao realizarmos este trabalho no âmbito da disciplina de Área de Projecto sobre o Ciclo Menstrual, aprofundámos os nossos conhecimentos sobre um tema com diversos tabus e mitos, como por exemplo o que se pode e deve fazer durante a menstruação ou alguns dos tabus existentes, tais como, durante o período menstrual não se poder fazer algumas actividades, essenciais ao nosso dia-a-dia.<br /> O nosso grupo com este trabalho, aprofundou o conhecimento sobre as transformações que vão ocorrendo no interior dos órgãos sexuais femininos, tais como o aparecimento da menstruação, o que é, onde acontece, a partir de que idade é que a rapariga está apta para engravidar; o seu período fértil; métodos de protecção para absorver o fluxo sanguíneo e a identificação do problema, que na maioria das raparigas não entendem o que está a acontecer no seu corpo e surgem dúvidas, e nesse caso devem recorrer aos pais, aos professores e a pessoas adultas com experiência no assunto.<br />
  20. 20. Trabalho realizado por: <br />Andreia Tabanez, nº4;<br />Cristiana Fernandes, nº7<br />

×