• Save

Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this document? Why not share!

Book tentáculos

on

  • 1,091 views

http://curtatentaculos.blogspot.com/

http://curtatentaculos.blogspot.com/

Statistics

Views

Total Views
1,091
Views on SlideShare
942
Embed Views
149

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 149

http://tmquadros.wordpress.com 145
http://www.slideshare.net 4

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Book tentáculos Book tentáculos Document Transcript

  • Alvaro Beth Beto Leandro rafael thiago Vinicius Victorio SoAreS PAiVA BAtiStA cArVALho QuAdroS Lewer ORIENTAÇÃO DANIEL PINNA
  • PÓS-GRADUAÇÃO ANIMAÇÃO E MODELAGEM DIGITAL
  • Abril de 2010
  • ÍNdice Realizadores e mini-biografia ..................................................................09 Título .................................................................................................................11 Gênero ..............................................................................................................11 Storyline ..........................................................................................................11 Argumento ......................................................................................................11 Perfil das personagens ................................................................................13 Roteiro Literário ...........................................................................................17 Roteiro Técnico .............................................................................................21 Storyboard .....................................................................................................31 Concept Art ...................................................................................................37 Mapa de produção ........................................................................................41 Realização..............................................................................................45 Referências ....................................................................................................55
  • 08 reALizAdoreS e miNi-BiogrAfiA: 09
  • 10 11 realizadores e mini-bibliogragia: Alvaro Victorio - 20080200022 Ilustrador, atuando no segmento editorial, quadrinhos, concept art e literatura infantil. Bacharel em Desenho Industrial, deseja se especializar em ilustração 3D para animação e games. Beth Soares - 20080200003 Carioca, nascida na década de 70, descobriu muito cedo duas paixões: os livros e os filmes. For- mada em Processamento de Dados pela PUC-RJ, trabalhou nessa área por 14 anos. Mas, depois de tanto ver programas de computador, documentos e planilhas, decidiu ingressar no mundo da animação em busca de mais cor, movimento e diversão na sua vida. tÍtuLo, geNero, StoryLiNe e ArgumeNto. Beto Paiva - 20080200019 Carioca, designer gráfico, animador 2D, bacharel em Desenho Industrial, é apaixonado por de- senho animado e ingressa agora no universo da animação 3D. Leandro Batista - 20080200002 Nascido em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Leandro é apaixonado por jogos. É bacharel em Ciência da Computação e planeja se especializar em animação 3D. Rafael Carvalho - 20080200014 Nascido em Teresópolis, Rio de Janeiro, é formado em Processamento de Dados, mas, devido a sua paixão por desenhos, decidiu pela animação 3D. Thiago Quadros - 20080200017 Nascido em Petrópolis, Rio de Janeiro, Thiago iniciou sua carreira profissional com informática, quer fosse com infra, banco de dados, desenvolvimento de layout e páginas para web, sempre na mesma área. Apesar de um futuro certo, um sonho não estava sendo realizado, no qual os desenhos e a arte de forma geral sempre chamaram sua atenção com cores, som, sentimentos. Thiago planeja trabalhar com animação e modelagem, criar histórias e desenhar personagens para filmes, jogos e animações. Vinícius Lewer - 20080200004 Carioca, 25 anos, torcedor da Ferrari, tem como principal hobby correr de kart. Formou-se em Desenho Industrial pela UniverCidade no ano de 2006. Atualmente, trabalha no marketing da di- visão profissional da Wella, desenvolvendo e adaptando campanhas publicitárias para a América Latina. Seus planos para um futuro próximo incluem a perspectiva de trabalhar com animação 3D em uma grande agência de publicidade da área.
  • 12 13 título: Tentáculos gênero: Infantil Storyline: De baixo da cama de um menino surgem tentáculos que parecem querer pegar para si tudo o que encontram pelo quarto. Enfrentando o seu medo, o menino consegue desenvolver uma amizade improvável com o monstro. Argumento: Caio, um menino de sete anos que está sozinho em seu quarto numa noite chuvosa, brinca com seu brinquedo favorito antes de dormir: uma locomotiva que acende uma luz e apita como se fosse de verdade. Sua mãe grita de longe mandando Caio dormir e se cobrir porque a noite está muito fria. O menino larga o brinquedo, contrariado vai para a cama e desliga o abajur. Instantes depois, percebe uma luz azulada vindo de debaixo de sua cama. Liga o abajur novamente e vê seis ten- táculos saindo de lá. Apavorado demais até para gritar, Caio se encolhe debaixo do cobertor e apenas observa en- quanto tentáculos “decididos” começam a pegar várias coisas de seu quarto e levar para debaixo da cama: um livro que estava na sua mesinha, seus chinelos, carrinhos, lápis etc. Quando um dos tentáculos pega sua locomotiva, Caio dá um salto da cama e começa a puxá-la para si. O monstro é mais forte e acaba conseguindo levar o brinquedo. Caído no chão do seu PerfiL dAS PerSoNAgeNS: quarto, Caio vê uma luz saindo da cama e escuta o característico apito de trem. Depois de alguns instantes sem barulho ou movimento, tudo o que o monstro pegou é jogado de volta para o quarto. Por último, o monstro devolve a locomotiva. Caio não entende nada. Mais revoltado que assustado, ele pergunta para o monstro o que ele quer. O monstro, então, diz que está sentindo muito frio embaixo da cama e queria alguma coisa para esquentá-lo. Caio pensa por alguns momentos e vai até sua cômoda. Abre a primeira gaveta e tira um par de meias, que joga na direção da cama. Os tentáculos somem embaixo da cama e logo depois reaparecem. Agora, o menino vê que são, na verdade, oito tentáculos, e dois já estão com as meias que ele emprestou. Caio pega mais três pares, os dá para o monstro e este, satis- feito, “calça” todas as meias. Em outra noite, agora já mais quente, Caio lê um livro deitado na sua cama. Sua mãe grita lá de fora que está na hora de desligar a luz e ir dormir. O menino fecha o livro, dá umas batidinhas na lateral da cama e aguarda segurando o livro no ar. Surge, então, um tentáculo de debaixo da cama que pega o livro e o coloca numa prateleira alta do quarto. Caio dá boa-noite e desliga o abajur. Instantes depois aparece uma luz e ouve-se um apito de trem vindos de debaixo da cama. O menino acende o abajur na mesma hora, bate na lateral da cama e fica aguardando com a palma da mão aberta. Sai de lá debaixo um tentáculo “contrariado” segurando a locomotiva do Caio e a entrega para ele. Caio pega a locomotiva, manda o monstro ir dormir, se vira e apaga a luz novamente.
  • 14 15 Perfil das personagens: Nome: CAIO Nome: TENTÁCULO Idade: 7 anos Características distintas: POSSUI 8 TENTÁCULOS Olhos: Verdes Descrição: Um monstro com 8 tentáculos que mora embaixo da cama do Caio. Altura: 120 Cm Peso: 24 KG Descrição: Um típico menino de 7 anos do nosso tempo: inteligente, esperto, curioso e que adora seus brinquedos. Características da personagem: Características da personagem: Caio é um garoto muito inteligente que gosta do seu espaço e dos seu brinquedos. Gosta de ir a É um monstro “camarada” e decidido. Não quer fazer mal ou assustar ninguém. Não conhecemos escola e estudar, mas não é uma criança “nerd”. Tem amigos, quase sempre obedece seus pais e sua aparência, a não ser pelos oito tentáculos que saem de debaixo da cama. tem uma vida ativa e estimulante. Papel no filme: Papel no filme: antagonista Protagonista Objetivo da personagem: Objetivo da personagem: Conseguir achar alguma coisa no quarto do Caio que possa aquecê-lo. Impedir que o monstro que está debaixo de sua cama pegue o seu brinquedo preferido. Plano do personagem para atingir este objetivo: Plano do personagem para atingir este objetivo: Esticar seus tentáculos para fora da cama e pegar qualquer coisa que esteja ao seu alcance a fim Confrontar o monstro diretamente. de conseguir alguma coisa que o esquente. Antecedentes familiares: Antecedentes familiares: Filho único de uma família de classe média. O monstro entende o que Caio diz, mas não consegue falar, pelo menos não a “lingua humana”. Para se comunicar, o monstro desenha. Educação: Está cursando o 2º ano do ensino fundamental de um colégio particular Personalidade: Decidido, amigo, esperto. Personalidade: Inteligente, curioso, questionador, carinhoso. Gosta de: Calor, desenhar, se divertir, conhecer coisas novas. Gosta de: Seu quarto, seus brinquedos, livros, estar com seus amigos, sua família, sua escola. Não gosta de: Frio. Não gosta de: Parar de brincar.
  • 16 roteiro Literário: 17
  • 18 19 roteiro literário: INT. QUARTO DE CAIO - NOITE Após alguns instantes, os seis tentáculos saem novamente e o primeiro objeto que um deles pega é a lo- comotiva do trem. A câmera enquadra o rosto de Caio, que muda de pavor para determinação. Caio salta Tela escura. Ouvimos barulho de chuva e um apito de trem. Fade in e vemos um trem de brinquedo se da cama e começa a puxar a locomotiva do tentáculo, como se fosse um “cabo-de-guerra”. O monstro é movimentando sobre trilhos. mais forte e consegue levar o brinquedo. A câmera vai se afastando até um plano geral que mostra o quarto de Caio iluminado apenas com a luz de Caio cai estatelado no chão. um abajur. Caio é um menino de sete anos, vestindo pijama e meias, que está sentado no chão entretido em brincar com seu trem. Ouvimos o som do apito de trem e vemos o facho de luz da locomotiva saindo de debaixo da cama. O trem é de estilo antigo, como uma Maria-fumaça, é formado por uma locomotiva e dois vagões e apita Após alguns instantes sem barulho ou movimento, tudo que o monstro pegou é empurrado junto, de uma e acende o farol quando Caio aperta um botão na parte de cima do brinquedo. Os trilhos da locomotiva só vez e lentamente, de volta para o quarto. Por último, a locomotiva é devolvida jogada e cai quicando foram montados no chão, formando uma oval, e parte deles está passando por baixo da cama. ao lado de Caio. Ao seu redor está um quarto típico de menino: chão de taco, cama de solteiro, mesa onde estão livros e Todos os seis tentáculos estão aparecendo voltados na direção de Caio. cadernos, cadeira, mesinha de cabeceira com abajur, desenhos de criança presos na parede, cômoda com gavetas e prateleiras com livros. Caio faz uma expressão de raiva e se levanta. No chão, apesar de vários brinquedos espalhados, Caio só brinca com seu trem. CAIO O que você quer? mÃE DE CAIO (Voz ao longe) Caio, eu sei que você está acordado. Vai dormir que amanhã você tem aula. E se cobre direito porque hoje Os tentáculos parecem estar procurando alguma coisa, até que um deles vai para o outro lado da cama, tá muito frio! pega um calendário que está em cima da mesa e o leva até o rosto de Caio. CAIO (Resmungando) Caio recua, assustado, enquanto o monstro aponta com outro tentáculo o desenho que está no calendário. Pôxa vida... A câmera mostra em detalhe a folha do calendário, onde se vê a imagem de uma floresta coberta de neve ilustrando o mês de julho. Caio desliga o brinquedo no momento que a locomotiva e o primeiro vagão estão saindo de debaixo da cama. O segundo vagão não está mais preso na composição. Ele se abaixa e olha para debaixo da cama. Caio inclina a cabeça para o lado e parece não entender. A câmera assume o ponto de vista de Caio e vemos uma luz, como se fosse o farol da locomotiva. Ele levanta o corpo rapidamente e olha para o lado, vendo a locomotiva no chão do quarto e não debaixo da O monstro larga o calendário no chão. Três tentáculos desaparecem. Ouvimos o barulho de folha de cama. Caio faz uma expressão intrigada, se abaixa de novo e dessa vez só vê o segundo vagão nos trilhos caderno sendo arrancada e de lápis escrevendo freneticamente. Um tentáculo reaparece em seguida que estão embaixo da cama. O menino puxa o vagão, se levanta e vai se deitar. segurando a folha de papel. Vemos em detalhe a folha que mostra desenhos de um termômetro conge- lando, dos tentáculos tremendo debaixo da cama e depois dos tentáculos se aquecendo próximo a uma Caio se cobre e apaga o abajur. fogueira. Logo depois o quarto é iluminado por um raio e em seguida escuta-se o estrondo de um trovão. Caio fica com uma expressão pensativa e vai até a cômoda. Abre a primeira gaveta e tira um par de meias bem coloridas que joga para debaixo da cama. Depois de uns instantes com a imagem na penumbra, uma luz azulada começa a sair de debaixo da cama, iluminando fracamente o quarto. Todos os tentáculos somem e quando reaparecem vemos que são oito tentáculos e dois estão vestidos com as meias que Caio jogou. Caio liga o abajur. Caio pega mais três pares de meia e joga todos na direção da cama. Os seis tentáculos “descalços” somem Câmera assume o ponto de vista de Caio, enquanto ele olha para o chão do quarto e vê seis tentáculos e quando aparecem novamente, estão com as meias. Os tentáculos parecem animados e felizes. saindo de debaixo da cama, três de cada lado. INT. QUARTO DE CAIO MODIFICADO - NOITE Câmera volta ao plano geral e mostra os tentáculos tateando de um lado os brinquedos espalhados pelo chão, de outro a cadeira e a mesa. A cena começa mostrando em detalhe o calendário na mesa do quarto. Vemos o mês de setembro, ilus- trado por um campo florido. A câmera mostra ainda os desenhos de Caio na parede e vemos que em um Caio se cobre até o nariz, só deixando os olhos de fora. Sua expressão é de pavor. deles estão os tentáculos saindo de debaixo da cama. A câmera vai abrindo até o plano geral do quarto. Há brinquedos diferentes espalhados pelo chão e outros livros em cima da mesa. Os tentáculos, um após o outro, começam a levar agilmente para debaixo da cama os objetos que vão encontrando: livro, lápis, caderno, chinelo, carrinho e bloco de montar, este último fazendo desabar uma É uma noite quente, por isso Caio está lendo na cama vestindo short e camiseta. casa que Caio tinha construído no chão do quarto. O último tentáculo se assusta com esse imprevisto e pára por uns segundos. Depois acaba de levar o bloco. mÃE DE CAIO (Voz ao longe) Caio, desliga essa luz e vai dormir!
  • 20 21 CAIO (Resmungando) Caramba... Caio fecha o livro e abaixa a mão para dar umas batidinhas na lateral da cama com ele. Fica aguardando segurando o livro no ar. Surge um tentáculo de debaixo da cama que pega o livro, se estica e o coloca numa das prateleiras do quarto. CAIO Tenho que dormir. Boa noite... Caio desliga o abajur. A cena fica escura por alguns momentos. Depois aparece um facho de luz saindo de debaixo da cama e ouvimos o apito do trem. Caio acende o abajur quase que imediatamente e dá batidinhas na lateral da cama. Ele fica aguardando com a mão no ar e a palma aberta. Sai de debaixo da cama um tentáculo que finge por duas vezes que vai depositar a locomotiva na mão do Caio. O menino está com uma expressão brava quando o tentáculo acaba deixando o brinquedo na mão dele. CAIO Você também vai dormir! (Com ênfase) Boa Noite! Caio se vira, agora com um leve sorriso no rosto, e apaga a luz do abajur. Créditos. roteiro técNico:
  • 22 23 roteiro técnico: CAIO (Resmungando) Pôxa vida... INÍCIO DO FILME 5” Caio aperta outro botão no topo do brinquedo quando a locomotiva e o primeiro vagão saem de debaixo da cama. O trem pára. O segundo vagão não está mais preso na composição. tela escura corte seco Barulho de chuva e de apito de trem. PLANO 3 3” fade IN TREm Em PRImEIRO PLANO CENA 1 PLANO 1 15” O trem está parado nos trilhos sem o último vagão. DETALHE DO TREM DE BRINQUEDO 3” corte seco INT. QUARTO DE CAIO - NOITE PLANO 4 4” Trem avança sobre os trilhos. Imagem um pouco esfumaçada. PLANO GERAL FECHADO Som de trem em movimento. Caio pega o trem e o coloca ao lado. Depois se abaixa e olha para debaixo da cama. TRAVELLING OUT / TREM EM PRIMEIRO PLANO 5” corte seco Fumaça vai se dissipando. O barulho de trem diminui. PLANO 5 3” O trem é de estilo antigo, como uma Maria-fumaça, é formado por uma locomotiva e dois vagões. Ele apita e acende o farol quando uma mão de menino aperta um botão na parte de cima do brinquedo. DETALHE EM ESPAÇO SOB A CAMA / CÂMERA SUBJETIVA - PONTO DE VISTA DE CAIO CAIO (BG e baixo, como se não quisesse ser ouvido) Debaixo da cama tem uma luz, como se fosse o farol da locomotiva em um túnel escuro. Tchu-tchu-tchu.. corte seco TRAVELLING OUT / PLANO GERAL ABERTO 7” PLANO 6 3” O quarto está iluminado apenas pela luz de um abajur. Caio está sentado no chão, vestindo pijama e meias e está focado no trem. PLANO GERAL FECHADO Ao seu redor, no chão, existe a bagunça típica de brinquedos espalhados pelo chão: carrinhos, bola, Caio levanta o corpo rapidamente e olha para o lado... castelo, casa formada por blocos de montar, bonecos. corte seco Corte seco PLANO 7 4” PLANO 2 15” DETALHE DO TREM NO CHÃO / CÂMERA SUBJETIVA - PONTO DE VISTA DE CAIO PLANO GERAL FECHADO ...vendo a locomotiva no chão do quarto. Os trilhos da locomotiva foram montados no chão, formando uma oval, e parte deles passa por baixo da cama. Caio observa o trem desaparecer sob a cama. Ele coloca um soldadinho em cima corte seco dos trilhos. Quando o trem sai, ele tira o soldadinho no momento em que o trem vai passar por cima dele. PLANO 8 5” CAIO (Baixo, como se não quisesse ser ouvido) PLANO MÉDIO Consegui fugir!!!! Tchu-tchu-tchu.. Caio faz uma expressão intrigada, se abaixa de novo. MÃE DE CAIO (BG) Caio, eu sei que você está acordado. Vai dormir que amanhã você tem aula. E se cobre direito corte seco porque hoje tá muito frio!
  • 24 25 PLANO 9 3” PLANO 14 8” DETALHE EM ESPAÇO SOB A CAMA / CÂMERA SUBJETIVA - PONTO DE VISTA DE CAIO CAMA E CHÃO AO REDOR EM PRIMEIRO PLANO / CÂMERA SUBJETIVA - PONTO DE VISTA DE CAIO Agora, na penumbra, está o segundo vagão parado nos trilhos. E nenhuma luz. Caio olha para o chão do quarto e vê seis tentáculos saindo de debaixo da cama, três de cada lado. corte seco corte seco PLANO 10 8” PLANO 15 6” PLANO GERAL ABERTO PLANO GERAL ABERTO O menino pega o vagão e o fica girando na mão, olhando bem de perto. Os tentáculos vão tateando o espaço. De um lado encontram os brinquedos espalhados pelo chão. CAIO Do outro, a cadeira e a mesa, por onde vão subindo. Humm... corte seco Ele coloca o vagão próximo ao trem, no chão, se levanta e começa a subir na cama. PLANO 16 3” corte seco PRImEIRO PLANO PLANO 11 4” Caio se cobre até o nariz, só deixando os olhos de fora. Sua expressão é de pavor. PLANO MÉDIO corte seco Caio está coberto na cama. Ele estica o braço para apagar o abajur que está na mesinha de cabe- ceira. PLANO 17 15” corte seco PLANO GERAL ABERTO PLANO 12 10” Os tentáculos encontram objetos e os envolvem. Um após o outro, começam a levá-los suavemente e com agilidade para debaixo da cama. Primeiro os chinelos do Caio, depois o soldadinho, um PLONGÉE carrinho, um lápis, um caderno de onde caem papéis que estão soltos, e, por último, um bloco de montar. Este faz desabar uma casa que Caio tinha construído no chão. O tentáculo se retrai, como O quarto é iluminado pela luz da noite que entra pela janela. que assustado com esse imprevisto, e pára por uns segundos, aguardando. Depois acaba de levar o bloco. Forte barulho de chuva. Caio permanece na cama, acompanhando com a cabeça os movimentos dos tentáculos. Inesperadamente, o quarto é iluminado por um raio e em seguida escuta-se o estrondo de um tro- vão. Os seis tentáculos começam a sair novamente. Agora quatro saem na direção dos brinquedos e dois pelo pé da cama. Caio se mexe na cama. Um deles se arrasta na direção da locomotiva. Depois de uns instantes ainda na penumbra, uma luz azulada começa a sair de debaixo da cama. corte seco corte seco PLANO 18 4” PLANO 13 3” DETALHE EM TENTÁCULO ENVOLVENDO E LEVANDO A LOCOMOTIVA PLANO MÉDIO Um tentáculo envolve a locomotiva e começa a levá-la. O primeiro vagão se solta dela. Caio ergue o corpo e estica o braço para ligar o abajur. corte seco corte seco
  • 26 27 PLANO 19 3” Tudo que o monstro pegou é empurrado junto, de uma só vez e lentamente, por três tentáculos, de volta para o quarto. Por último, a locomotiva é devolvida jogada e cai quicando ao lado de Caio. CLOSE Todos os seis tentáculos aparecem voltados na direção de Caio. Caio está apavorado. corte seco corte seco PLANO 25 4” PLANO 20 3” PLANO INTEIRO CÂMERA SUBJETIVA - PONTO DE VISTA DE CAIO / ZOOM IN / DETALHE EM TENTÁCULO LEVANDO A LOCOMOTIVA Caio olha a locomotiva caída no chão, olha para os tentáculos, faz uma expressão de raiva e se levanta. Zoom a partir do rosto de Caio até fechar no tentáculo enrolado na locomotiva. CAIO corte seco O que você quer? PLANO 21 3” corte seco CLOSE PLANO 26 10” A expressão de Caio muda de pavor para determinação. PLANO GERAL ABERTO corte seco Os tentáculos parecem estar procurando alguma coisa. Eles tateiam ao redor e em cima da cama até que um deles some, vai para o outro lado da cama e pega um calendário que está em cima da mesa. PLANO 22 12” O tentáculo some de novo e aparece do outro lado da cama rapidamente, levando o calendário até PLANO GERAL FECHADO o rosto de Caio. Caio salta da cama e segura a locomotiva no ar. Ele começa a tentar puxar o brinquedo do tentáculo, Caio recua, assustado. como se fosse um “cabo-de-guerra”. O tentáculo se estica mais. CAIO Arrrggg... corte seco Outro tentáculo também se enrola na locomotiva e os dois juntos arrancam o brinquedo da mão do PLANO 27 4” menino. DETALHE EM FOLHA DO CALENDÁRIO Caio cai estatelado no chão. Um tentáculo segura o calendário e outro aparece apontando o desenho que está na folha. É a ima- corte seco gem de uma floresta coberta de neve ilustrando o mês de julho. PLANO 23 4” corte seco LATERAL DA CAmA Em PRImEIRO PLANO PLANO 28 3” Três tentáculos estão aparecendo. Eles se mexem lentamente. PLANO PRÓXImO Ouvimos o apito de trem e vemos o facho de luz da locomotiva saindo de debaixo da cama. Caio está olhando para o calendário, inclina a cabeça para o lado e franze as sobrancelhas. Ele pa- rece não entender. corte seco corte seco PLANO 24 8” PLANO GERAL FECHADO O quarto está em silêncio e Caio continua caído no chão olhando para debaixo da cama.
  • 28 29 PLANO 29 12” CENA 2 PLANO 1 10” PLANO GERAL FECHADO DETALHE EM CALENDÁRIO NA MESA / PANORÂMICA / DETALHE DOS DESENHOS NA PAREDE / TRAVELLING OUT / PLANO GERAL ABERTO O monstro joga o calendário no chão. Três tentáculos desaparecem. Ouvimos o barulho de folha de caderno sendo arrancada e de lápis escrevendo freneticamente. INT. QUARTO DE CAIO MODIFICADO - NOITE Barulho de papel amassado. A cena começa mostrando o calendário na mesa do quarto. Vemos o mês de setembro, ilustrado por um campo florido. Uma bolinha é arremessada de debaixo da cama, acertando a testa de Caio. Ele esfrega a testa e faz uma expressão de raiva. Mais barulho de lápis escrevendo. A câmera vai para os desenhos de Caio na parede e em um deles estão os tentáculos saindo de debaixo da cama. Um tentáculo reaparece segurando uma folha de papel. No quarto há brinquedos diferentes espalhados pelo chão e outros livros e objetos em cima da corte seco mesa. PLANO 30 5” corte seco DETALHE EM FOLHA DE PAPEL PLANO 2 15” Vemos uma folha de caderno pautado com três desenhos: um termômetro congelando, os tentáculos PLANO GERAL FECHADO tremendo debaixo da cama e depois os tentáculos se aquecendo próximo a uma fogueira. A luz do abajur está ligada. corte seco É uma noite quente, por isso Caio está lendo na cama vestindo short e camiseta. PLANO 31 25” mÃE DE CAIO (Voz ao longe) PLANO GERAL FECHADO Caio, desliga essa luz e vai dormir! Caio olha a folha com uma expressão pensativa. Vai até a cômoda e abre a primeira gaveta. Tira um CAIO (Resmungando) par de meias bem coloridas que joga para debaixo da cama. Caramba... Todos os tentáculos somem e quando reaparecem vemos que são oito tentáculos e dois, um na Caio fecha o livro e abaixa a mão para dar umas batidinhas na lateral da cama com ele. Fica aguar- lateral e outro no pé da cama, estão vestidos com as meias que Caio jogou. dando segurando o livro no ar. Caio se vira, pega mais três pares de meia e joga todos na direção da cama. Surge um tentáculo de debaixo da cama que pega o livro, se estica e o coloca numa das prateleiras do quarto. Os seis tentáculos “descalços” somem. Caio coloca a cabeça para fora da cama. corte seco CAIO (Falando baixo) PLANO 32 5” Tenho que dormir. Boa noite... CAMA E TENTÁCULOS EM PRIMEIRO PLANO Caio se vira e desliga o abajur. Quando aparecem novamente, os tentáculos estão saindo por todos os lados de cama e estão com corte seco as meias. PLANO 3 4” Eles começam a dançar. LATERAL DA CAmA Em PRImEIRO PLANO fade OUT e fade IN O quarto fica escuro por alguns momentos. Ouvimos o apito de trem e vemos o facho de luz da locomotiva saindo de debaixo da cama. corte seco
  • 30 31 PLANO 4 20” PLANO GERAL FECHADO Caio acende o abajur imediatamente e dá batidinhas com a mão na lateral da cama. Ele fica aguar- dando impaciente com a mão no ar e a palma aberta. Sai de debaixo da cama um tentáculo que finge por duas vezes que vai depositar a locomotiva na mão do Caio. O menino está com uma expressão brava quando o tentáculo deixa o brinquedo na mão dele. Caio coloca a cabeça para fora da cama de novo. CAIO (Falando baixo) Você também vai dormir! (Com ênfase) Boa Noite! corte seco PLANO 5 5” PLANO MÉDIO Caio larga a locomotiva na mesinha de cabeceira, com um leve sorriso no rosto. Estica o braço e apaga a luz do abajur. Tela escura. corte seco CRÉDITOS Story BoArd:
  • 32 33 Story Board: cena 1
  • 34 35
  • 36 37 Story Board: cena 2 coNcePt Art:
  • 38 39 concept Art: Personagem: CAIO Elementos cênicos: Personagem: TENTÁCULO Cenário: QUARTO
  • 40 41 Model Sheet: CAIO Planta baixa: QUARTO mAPA de Produção:
  • 42 43 mapa de produção: Planejamento Render A realização do curta Tentáculos foi iniciada em março/2009, dando continuidade ao trabalho de pré- Optamos por renderizar cada frame no formato png para trabalhar com frames sem compactação e com produção que o grupo já havia concluído. Sendo um projeto idealizado para ser produzido através de possibilidade de transparência. computação gráfica 3D, foram planejadas as seguintes etapas: • modelagem Edição • Texturização Nesta etapa, os frames foram sequenciados e corrigidos, quando o problema não requeria novo processo • Rigging de render. Foi neste momento que os efeitos especiais foram incluídos no filme. • Iluminação • Animação • Render Sonorização • Edição Após a montagem do filme, as falas, sons, trilha e música incidental foram inseridas. As falas já tinham • Sonorização sido gravadas no início da produção, então a animação do Caio foi realizada segundo a marcação da sua • Render Final fala. Modelagem Render Final Dividimos esta etapa em quatro categorias: personagens, cenário, elementos cênicos e elementos “senti- Com a edição e a sonorização concluídas, o render final do curta foi realizado. mentais”. Em relação aos personagens, foram criados três: Caio da cena 1, que aparece com pijama de inverno, Caio da cena 2, com pijama de verão, e monstro. CRONOGRAMA DE REALIzAçãO DO FILME: Foi desenvolvido apenas um cenário, que é o quarto do Caio. As diferenças do cenário entre cena 1 e cena 2 foram criadas pelos elementos cênicos (brinquedos, livros, roupas etc.) inseridos. Existem elementos diferentes em cada cena e os elementos mantidos nas duas cenas foram posicionados de forma diferente. ETAPA DURAÇÃO (dias) íNICIO TÉRMINO RESPONSáVEL Para aumentar o caráter autoral do curta, ainda criamos elementos cênicos denominados “sentimentais”. modelagem 50 28/03/2009 16/05/2009 Grupo Cada integrante do grupo modelou um brinquedo que foi importante na sua infância e que foi colocado no quarto para complementar o cenário. Texturização 60 17/05/2009 15/07/2009 Alvaro Victorio; Beto Paiva Rigging 60 17/5/2009 15/07/2009 Vinicius Lewer; Leandro Batista Iluminação 60 17/5/2009 15/07/2009 Beth Soares Texturização Alvaro Victorio; Beto Paiva; A grande maioria dos objetos, devido aos detalhes das suas respectivas texturas, precisou ter sua malha Animação 180 16/07/2009 27/01/2010 Leandro Batista; Rafael Carvalho; aberta. Decidimos utilizar cores fortes e adotar uma textura semelhante ao plástico para retratar o mundo Thiago Quadros; Vinicius Lewer do Caio. Alvaro Victorio; Beth Soares; Render 30 28/01/2010 10/03/2010 Beto Paiva; Leandro Batista; Thiago Quadros; Vinicius Lewer Rigging Edição 14 11/03/2010 30/03/2010 Thiago Quadros Os três personagens (Caio da cena 1, Caio da cena 2 e o monstro com seus tentáculos) foram rigados Sonorização 7 11/03/2010 02/04/2010 Alvaro Victorio; Thiago Quadros manualmente desde a criação dos bones até a finalização das expressões faciais com morth. Render Final 2 05/04/2010 6/4/2010 Thiago Quadros Iluminação As duas cenas são noturnas e em ambiente interior, portanto foram utilizadas luzes fotométricas e do Mental Ray para simular iluminação artificial e proveniente da noite. A iluminação também foi um fator que marcou a mudança da cena 1 para a cena 2. Animação A animação foi dividida por câmeras, ou seja, uma vez definidos os planos que uma câmera iria en- quadrar, o animador ficaria responsável por todos esses planos para aproveitar o posicionamento da câmera e dos elementos cênicos entre uma animação e outra.
  • 44 reALizAção: 45
  • 46 47 modelagem: A modelagem foi realizada, exclusivamente, no programa 3ds Max 2009. Buscamos otimizar o número CENáRIO de polígonos, sabendo que isso influencia diretamente o tempo de render: quanto maior a quantidade de • O quarto do Caio foi diferenciado entre a cena 1 e a cena 2 pelos elementos cênicos e pela posição dos polígonos do modelo, maior o tempo de render. mesmos no cenário. • A modelagem dos móveis do quarto seguiu uma orientação visual que privilegiou formas arredondadas CAIO e “gorduchas”. • Foram feitos dois modelos do Caio: um para ser utilizado na cena 1 e outro para a cena 2. • Quantidade total de polígonos: 88.932 • A cabeça e os braços do Caio foram modelados uma única vez. Eles foram utilizados nos dois modelos, onde o pijama foi o elemento que representou a diferença dos personagens. • Quantidade total de polígonos: 120.408 TENTáCULOS • São oito tentáculos iguais. O que os diferencia são as manchas sutis aplicadas na sua pele por ocasião da texturização. • Como os tentáculos só são visíveis saindo de debaixo da cama, eles foram concebidos desde o início para serem elementos isolados. ELEMENTOS CêNICOS • Quantidade total de polígonos: 78.416 • Assim como no cenário, a modelagem dos elementos cênicos buscou formas arredondadas e “gorduchas”. • Foram criados elementos cênicos gerais e os chamados “sentimentais”, que são brinquedos marcantes da infância de cada um dos integrantes do grupo.
  • 48 49 texturização: Devido ao detalhamento visual dos elementos, o processo de texturização da grande maioria dos obje- CENáRIO E ELEMENTOS CêNICOS tos precisou ser iniciado pela abertura da malha dos modelos no 3ds Max 2009 através da aplicação do • Abaixo seguem imagens do quarto do Caio na cena 1 e na cena 2, com seus respectivos elementos modificador Unwrap UVW. A pintura dos mapas propriamente ditos foi realizada através do Photoshop. cênicos. Foram utilizadas cores fortes e foi simulada uma aparência de “plástico” em grande parte dos elementos para caracterizar o mundo do Caio. CAIO • A texturização do personagem principal seguiu a estratégia de sua modelagem: a cabeça e os braços foram texturizados uma única vez, já que são partes do modelo que foram aproveitados tanto no Caio da cena 1, como no Caio da cena 2. • Foi utilizado o shader SSS Fast Skin Material do Mental Ray para simular a aparência orgânica da pele do personagem. TENTáCULOS • Os oito tentáculos do monstro são, em termos de modelagem, iguais entre si. O que os diferencia sutil- mente são as texturas aplicadas, que possuem manchas dispostas de forma diferente. • Foi utilizado o shader SSS Fast Skin Material do Mental Ray para simular a aparência orgânica da pele do personagem.
  • 50 51 iluminação: rigging: A tarefa de iluminação mostrou-se mais complexa do que o previsto pelo fato das duas cenas do filme O processo de rigging do Caio e do monstro foi feito manualmente desde a criação dos bones, aplicação serem internas e noturnas. Foram utilizadas luzes fotométricas e do Mental Ray no 3ds Max 2009. dos solvers e constraints, configuração do modificador Skin e criação das expressões faciais através do modificador Morpher. O processo de iluminação iniciou-se em um cenário com elementos e personagens sem textura aplicada. Após a montagem do cenário com os elementos texturizados, as configurações das luzes foram revisadas. Nessa etapa, o roteiro do filme foi consultado para garantir que os movimentos do Caio e do monstro possibilitados pelo rigging atendessem às várias situações propostas no filme. A iluminação principal do cenário é aquela proveniente da luminária do Caio. Mas, além dela, existem as luzes de preenchimento para iluminar as laterais do quarto e a simulação da luz da noite que entra pela janela do cenário. CAIO • O rigging do personagem principal seguiu a estratégia de sua modelagem: a cabeça e os braços foram É importante lembrar que luzes específicas precisaram ser adicionadas para iluminar de forma mais ex- rigados uma única vez, já que são partes do modelo que foram aproveitados tanto no Caio da cena 1, pressiva um elemento ou lugar que deveria aparecer destacado em determinado plano. como no Caio da cena 2. • As expressões faciais do Caio foram desenvolvidas através do modificador Morpher. • Alguns movimentos específicos, como no caso dos dedos das mãos do Caio, foram facilitados através CENA 1 de Custom Attributtes. • Como esta cena representa uma noite de inverno, a janela do quarto está fechada e a luz da noite que entra por ela é mínima. É uma cena mais amarelada, já que a luz da luminária é predominante. CENA 2 • Na segunda cena, o ambiente deve refletir uma noite quente, logo as janelas do cenário estão abertas e entra uma luz da lua/noite forte no cenário, que se contrapõe à luz da luminária e deixa o ambiente mais TENTáCULOS claro e azulado. • A solução de rigging é idêntica para os oito tentáculos e foi desenvolvida por bones relacionados através de SplineIK Solver.
  • 52 53 Animação: edição: A animação de personagens com as características visuais do Caio e do monstro (formas arredondadas e “gorduchas”) mostrou-se bem complicada, pois os movimentos de braços e pernas acabavam facilmente A edição do filme foi realizada através do After Effects. Nessa ferramenta foi feito o sequenciamento dos em cruzamento das malhas, o que não aconteceria se os personagens tivessem membros mais delgados. frames, composição, correções e inclusão de efeitos especiais. As câmeras foram definidas, originalmente, com base na análise do storyreel feito por ocasião da pré- Abaixo seguem alguns exemplos do tipo de trabalho realizado durante a edição. produção e cada animador ficou responsável pelos planos enquadrados em uma determinada câmera. Para isso, foram gerados arquivos contendo apenas a câmera, elementos e personagens que apareceriam COMPOSIçãO nos respectivos planos. O objetivo dessa estratégia foi aproveitar o posicionamento da câmera e dos • Inclusão de fundo por trás da janela do quarto. elementos cênicos entre uma animação e outra, bem como deixar os arquivos que seriam animados mais leves, uma vez que eles só teriam os elementos importantes para a sua sequência. Após a conclusão da animação dos planos de cada cena, foram gerados os animation previews dos mes- mos. Os planos foram seqüenciados, a continuidade da animação foi avaliada e as correções foram feitas. A animação foi feita em 24fps. Abaixo seguem exemplos de frames dos animation previews da cena 1 e da cena 2. • Inclusão de elementos animados sobre background estático. • Tratamento de frames nos photoshop.
  • 54 55 Sonorização: DUBLAGEM • A dublagem das personagens Caio e sua Mãe foram feitas por dois profissionais na área: Tom Maciel e Pérola Paes. SONOPLASTIA E TRILhA SONORA • Conforme o roteiro, os tentáculos não reproduziriam som, daí a importância de um profissional para desenvolver uma trilha e sonoplastia que conseguisse expressar todos os sentimentos e vontades da personagem. O músico contratado para essa tarefa foi Alvaro Victorio e Thiago Quadros. render final: refereNciAS:
  • 56 57 referencias: Elementos cênicos: BRINQUEDOS Personagem: CAIO Personagem: TENTÁCULOS
  • 58 Vestuário: Iluminação:
  • http://www.curtatentaculos.blogspot.com