Your SlideShare is downloading. ×
Ficha informativa   o verbo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Ficha informativa o verbo

2,596
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,596
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
144
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. FICHA INFORMATIVA – O VERBO O verbo é a palavra mais variável da língua portuguesa. Exprime o que se passa, isto é, umacontecimento situado no tempo.Ao conjunto organizado de todas as formas de um verbo chama-se conjugação. Os verbosportugueses distribuem-se em três conjugações:  1ª conjugação – verbos de tema em – a ( cantar, falar, entrar…)  2ª conjugação – verbos de tema em – e ( escrever, ler, entreter…)  3ª conjugação – verbos de tema em – i ( vir, partir, sorrir…) Para encontrar o tema do verbo basta retirar o r ao infinitivo. À vogal ( a, e, i ) chamamosvogal temática e é ela que indica a conjugação a que o verbo pertence.Nota: O verbo pôr pertence à 2ª conjugação, pois antigamente dizia-se poer. • Flexão • Número – singular e plural • Pessoa – 1ª,2ª, 3ªTempo: indica o momento em que ocorre o facto expresso pelo verbo. Os três tempos naturais são:  Passado – se nos referirmos a um facto passado antes do momento em que se fala.  Presente – se nos referimos a um facto ocorrido no momento em que se fala.  Futuro – se nos referimos a um facto que ocorrerá após o momento em que se fala. No tempo passado ( pretérito), podemos considerar: • Pretérito imperfeito – indica um facto passado mas não concluído e encerra uma ideia de continuidade; • Pretérito perfeito – indica um facto realizado e concluído em certo momento de passado; • Pretérito mais – que – perfeito – indica um facto realizado no passado, anterior a outro facto também passado.Modo 1
  • 2. Chamam-se modos às diferentes formas que o verbo toma para indicar as atitudes ( decerteza, de dúvida, de ordem, etc.)  Indicativo – se a ideia a transmitir é a de uma acção ou um estado, considerados na sua realidade ou dados como certos. Ex: O Paulo leu o livro.  Conjuntivo – se a ideia a transmitir é a de uma acção ou estado, considerados como possibilidade, um desejo, uma coisa incerta, duvidosa ou mesmo irreal. Ex: Talvez leia o livro.  Imperativo – se a ideia a transmitir é de ordem, pedido, conselho, convite. Ex: Lê o livro.  Condicional – se a ideia a transmitir depende de uma condição; se indica uma acção futura em relação a um momento passado. Ex: Se fosse possível, ela desejaria ler um livro. Ela garantiu-me que leria esse livro nas férias.Formas nominais: Infinitivo impessoal Ex: Ler a história é divertido. Gerúndio Ex: Estava lendo a história. Particípio passado Ex: A história foi lida por mim.Nota: O condicional contém também uma ideia de tempo, pelo que há gramáticas que não oincluem nos modos verbais. Bom estudo! 2