• Like
Eletromagnetismo 1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
149
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
7
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Eletromagnetismo Trem magnético, como funciona? O trem magnético não utiliza rodas, eixos ou transmissões mecânicas, e sim um sistema magnético de levitação em um trilho especial. Ou seja, sem que exista contato com os trilhos, o trem flutua e se move.
  • 2. Ímãs São corpos que tem a propriedade de atrair o ferro ou algumas de suas ligas ( mas não o aço inox) ou de interagir entre si. O fenômeno foi observado há mais de 2.000 anos em uma região da Ásia Menor denominada Magnésia (atual Turquia). Daí o nome magnetismo.
  • 3. Magnetita As rochas compostas basicamente de óxido de ferro (Fe3O4) são denominadas magnetitas. O minério de ferro (Fe3O4) é considerado um ímã natural.
  • 4. Ímãs artificiais Os ímãs naturais supriram por muito tempo as necessidades da humanidade, mas, com o progresso, foi preciso desenvolver ímãs artificiais mais potentes e duradouros. O processo de obtenção dos ímãs artificiais é denominado imantação. Fig.: Ímãs de Alnico: liga composta de Fe (Ferro) contendo Al (Alumínio), Ni (Níquel) e Co (Cobalto), além de outros elementos. Essa liga foi criada na década de 30.
  • 5. Tipos de ímãs artificiais - Alnico: criado na década de 1930. Funcionam a altas temperaturas (500°C a 550°C) e são resistentes à corrosão. - Ferrite: criado no início de 1950. Resistente à corrosão, sais lubrificantes e gases. Usado em alto falantes. - Samário – cobalto: criado nos anos 1960. Caro e frágil. É funcional a temperaturas de até 250°C. Utilizado em micromotores. - Neodímio – ferro – boro: criado da década de 1980. São os mais modernos pois possuem as melhores propriedades magnéticas. São utilizados em alto falantes, equipamentos elétricos e brindes.
  • 6. Pólos de um ímã Qualquer ímã possui dois pólos, denominados pólo norte (N) e pólo sul (S). -Pólo norte (N): se volta para o norte geográfico da Terra. -Pólo sul (S): se volta para o sul geográfico da Terra.
  • 7. Interação entre os pólos de um ímã
  • 8. Pólos de nomes contrários se atraem e de mesmo nome se repelem.
  • 9. Inseparabilidade dos pólos de um ímã Um pólo magnético norte jamais existe sem a presença de um pólo magnético sul e vice versa. Se partirmos um ímã ao meio, novos ímãs serão formados.
  • 10. Ímãs permanentes e temporários - Permanentes: mantém a imantação. - Temporários: o corpo perde a imantação de forma imediata.
  • 11. Campo magnético Em torno de um ímã ou de um condutor percorrido por uma corrente elétrica, observam – se interações de origem magnética devido à existência de um campo magnético gerado por eles.
  • 12. O campo pode ser visualizado pelas linhas de força magnética (linhas de campo magnético). As linhas de indução são orientadas do pólo norte para o pólo sul.
  • 13. Campo magnético da Terra Podemos associar a Terra a um grande ímã, cuja propriedade magnética acredita – se ser em consequência de correntes elétricas existentes na sua parte central (constituída de um núcleo de ferro fundido). O pólo sul magnético aproximadamente no norte geográfico e o pólo norte magnético aproximadamente no sul geográfico.
  • 14. Cinturões de Van Allen – escudo magnético da Terra A Terra possui um campo magnético, a magnetosfera, cujas linhas de indução correm de polo a polo, curvando – se sobre si próprias Os cinturões de Van Allen são duas zonas da magnetosfera que captam ou repelem partículas provenientes do espaço.
  • 15. A Terra é constantemente bombardeada pelas partículas ionizadas e nocivas à saúde provenientes principalmente do Sol. Devido à existência do campo magnético terrestre, estamos parcialmente livres, na superfície do planeta, dessas radiações e partículas.
  • 16. Aurora Boreal
  • 17. Indução Magnética É a imantação de um campo magnético por meio de um ímã. As substâncias ferromagnéticas tem seus ímãs elementares orientados facilmente quando submetidos a ação de um campo magnético. Exemplo: ferro e níquel
  • 18. Campo magnético gerado por correntes elétricas Toda corrente elétrica gera no espaço que a envolve, um campo magnético. Todo campo magnético é produzido por cargas elétricas em movimento. O campo magnético é uma grandeza vetorial: tem um módulo, uma direção e um sentido.
  • 19. Campo magnético em um fio retilíneo (B) µ0 = 4∏ x 10-7 T.m/A i: corrente elétrica, em Amperès r: distância do ponto P ao fio. Unidade do SI: Tesla (T)
  • 20. Sentido do campo magnético O sentido do campo é dado pela regra da mão direita. O polegar é disposto no sentido da corrente e os demais dedos semidobrados envolvendo o condutor fornecem o sentido de B
  • 21. Convenção: : afasta – se do observador : aproxima – se do observador
  • 22. Campo magnético gerado por uma espira circular e por um solenoide Na figura abaixo você observa um condutor sob forma de espira circular com centro O e raio R sendo percorrido por uma corrente elétrica de intensidade i.
  • 23. Em torno da espira surge um campo magnético cuja direção e sentido é fornecido pela regra da mão direita (você coloca o polegar no sentido da corrente com a mão espalmada, em seguida você fecha a mão como se fosse pegar o pegar o fio e o sentido da “fechada” de mão é o sentido do vetor), considerando cada pequeno trecho da circunferência como sendo um condutor retilíneo.
  • 24. A intensidade do campo magnético no centro da espira circular de raio R vale B=μ.i/2R e, se você enrolar vários (n) fios em torno da mesma circunferência de raio R (bobina chata ou plana), a expressão será B=n. μ.i/2R.
  • 25. Campo magnético no interior de um solenoide Um solenoide ou uma bobina longa é constituído por um condutor enrolado por um número muito grande de espiras iguais, uma ao lado da outra, conforme figura abaixo.
  • 26. Quando o solenoide é percorrido por corrente elétrica, a configuração de suas linhas de indução é obtida pela reunião das configurações de cada espira o que equivale à configuração das linhas de indução de um imã natural.
  • 27. O interior do solenoide o campo magnético é praticamente uniforme e sua intensidade é constante e vale: Utilidades dos eletroímãs – seleção e transportes de sucatas de ferro, pegar carros e objetos de metal pesado, disjuntores,
  • 28. Fazer uma pesquisa sobre o funcionamento da ressonância magnética