Your SlideShare is downloading. ×
Teceduca 2010 brasil_ejadigital
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Teceduca 2010 brasil_ejadigital

562

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
562
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Uso das TIC pelos alunos da Educação de Jovens e Adultos: Novas estratégias e abordagens 1
  • 2. O Instituto Paramitas foi fundado por um grupo de educadoras com larga experiência em educação básica e superior, na docência, coordenação de projetos, gestão pedagógica e formação de educadores. Nasceu a partir da ideia de desenvolver ações educativas direcionadas para diversas competências e obter transformações e melhorias de âmbito social, com o apoio de colaboradores. A aplicação contínua de ações socioeducativas rendeu ao grupo, nos últimos anos, considerável êxito na emancipação digital e social de crianças, jovens e adultos, o que evidencia melhorias nos indicadores socioeconômicos dessa parcela da população atendida. O Instituto Paramitas tem como objetivo criar e desenvolver projetos educacionais abrangentes para que a população, especialmente as camadas menos favorecidas, possam desenvolver seu pleno potencial. O instituto
  • 3. Pesquisadora na área de educação, consultora e autora de programas e atividades educacionais para o FDE, Canal Futura , TV Cultura e TV Escola. Implantação de projetos de robótica na prefeitura de São Bernardo do Campo, educação à distância para o Instituto Oi, Instituto da família, Instituto Pão de Açúcar, Formação de educadores no uso das TICS na Prefeitura de Cajamar e Prefeitura de Concórdia em SC; Coordenadora Local do Programa Aprender em Parceria da Microsoft, atualmente atua como coordenadora técnica e pedagógica dos Parceiros Técnicos dos programas da Microsoft Educação, consultora na área de tecnologia educacional no MEC e sócio fundadora do Instituto Paramitas. claudiastippe@institutoparamitas.org.br Pedagoga (USP), pós-graduada em Design Instrucional (UFJF), mestre em Educação (USP). Atua há 12 anos na área educacional, tendo experiência como professora (Ensino Fundamental e Superior) e coordenação de programas de tecnologias na educação em Secretaria de Educação. Atualmente é consultora da Microsoft Educação, Pesquisadora da escola Politécnica da USP no Programa “Um computador por Aluno” – UCA, com o governo federal, Master Trainer no Programa Aprender em Parceria da Microsoft, Consultora do Ministério da Educação. Criadora da Comunidade Virtual Vivência Pedagógica e sócio fundadora do Instituto Paramitas. mary@institutoparamitas.org.br Psicóloga, doutoranda em Educação, na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo e mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie. Consultora da área de Educação a Distância da Pearson Education do Brasil. Atuou na gestão do Programa de Formação Profissional da Vale e durante 4 anos coordenou os projetos de Educação a Distância do Senac São Paulo. É Parceira Técnica do Programa Parceiros na Aprendizagem da Microsoft Educação, onde atua em projetos de formação de professores para a integração das tecnologias na educação. Professora da pós-graduação da Faculdade Trevisan. Consultora do Portal do Professor do Ministério da Educação. Membro da comissão de avaliação do Prêmio Educadores Inovadores da Microsoft. Sócio fundadora do Instituto Paramitas. teresa@institutoparamitas.org.br Coordenação Geral Claudia Stippe Mary Grace Martins Teresa Cristina Jordão
  • 4. O início O EJA Digital, é um programa de formação de professores para uso das TIC, com alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que iniciou no município de Santo André.( cidade que pertence a regiao da Grande São Paulo) Juntamente com a equipe da secretaria de educação de Santo André, se elabora um currículo de Informática Educativa integrado a proposta pedagógica das escolas, privilegiando atividades de colaboração, produção e socialização de conhecimentos, considerando as necessidades deste público, por meio de situações de aprendizagem desafiadoras e baseado no contexto dos alunos da EJA. As necessidades oriundas das atuais exigências sociais, determinadas pelo avanço tecnológico, evidenciam diferentes perfis de excluídos digitais. Na cultura atual, entre outras formas de exclusão, deparamo-nos com excluídos digitais alfabetizados e não alfabetizados. 4
  • 5. O Encontro • XXIII Fórum Estadual da Undime - Conhecimento do trabalho do Instituto no encontro que ocorreu em Santos de 09 a 13 de março de 2009. • Claudio Donizete e prof.ª Cleide Bauab, conhecem o trabalho do Instituto através dos expositores que estão no evento. Iniciamos ainda no primeiro semestre de 2009, as conversa em reuniões na secretaria de educação com o então Departamento de Educação do Trabalhador, tendo como foco: • Aprofundar o conhecimento da Secretaria sobre o Instituto Paramitas. • Fazer uma análise do que se tinha e de onde se queria chegar. • Discutir o currículo da informática . • A formação dos educadores contratados, para unificar o que era oferecido aos alunos e mudança do perfil. • Diagnóstico da turma de professores e alunos. • A formação final dos alunos que frequentavam as aulas. Discussão e definição do trabalho 5
  • 6. O Programa Contemplar as necessidades específicas incluindo a formação de educadores. Apoiar o desenvolvimento das competências. Melhor empregabilidade. Participação em atividades que privilegiem a colaboração. Leitura crítica, seleção de informações provenientes dos meios digitais. Produção e compartilhamento de conhecimentos em rede. 6
  • 7. Etapas - Diagnóstico das necessidades de aprendizagem dos alunos da EJA - constatar a necessidade de formação de professores - aprovação da proposta junto a equipe da secretaria - cronograma para formação continuada dos educadores 7
  • 8. Eixos norteadores 8
  • 9. Ajuste curricular Avaliação pautada em habilidades e competências dos alunos 9
  • 10. Formação em serviço 66 educadores entre professores , coordenadores e monitores participam das formações que incluem conhecimentos técnicos e pedagógicos. 10
  • 11. Espaço de aprendizagem Disponibilizado no ambiente de colaboração moodle, o curso se desenvolve através de práticas colaborativas. Ambiente aluno professor aluno professor 11
  • 12. Ambiente do Programa www.ejadigital.org.br  voltados para a aprendizagem colaborativa  formato de roteiro de aprendizagem  tutoriais multimídia  links para download do curso  orientações para os educadores 12
  • 13. Avaliação Final Durante Antes 13
  • 14.  Formação para o uso das TIC na Educação de Jovens e Adultos .  Universidade do Rio Grande do Sul, responsável pela avaliação, conhece “ inloco” o trabalho dos educadores.  Programa pré-qualificado no guia de Tecnologias do MEC, como Tecnologia relevante para a promoção da qualidade da educação básica. O Reconhecimento Os resultados iniciais dessa iniciativa mostram maior envolvimento dos alunos nas aulas, bem como melhoria de competências relacionadas à leitura e escrita e no uso das TIC. Tais resultados possibilitaram a inclusão do programa nas recomendações do Guia de Tecnologias Educacionais do Ministério da Educação (MEC), no final de 2009. 14
  • 15. Guia de Tecnologias 15
  • 16. Formatura 2009 Cerimônia de Formatura dos alunos da EJA 8ª série junto com o programa EJA Digital 2009 16
  • 17. Maior familiaridade dos participantes com o ambiente virtual estratégias colaborativas Maior interação - recursos de informação - comunicação on-line - professores - Alunos - Web - Presencialmente - Ampliação das perspectivas para os alunos Formação Continuada 2010 - Desafios 17
  • 18. Formação Continuada 2010 • Ampliar as publicações dos alunos e socialização das atividades •Ampliar as intervenções pedagógicas e ampliar informações relevantes nos registros das visitas realizadas pelos coordenadores locais •Apoiar alunos que possuem baixo nível de leitura e escrita. Criação de Blog para que os professores possam divulgar as ações e trabalhos realizados com os alunos http://ejasantoandre.wordpress.com/ Estratégias 18
  • 19. Ajuste curricular A partir de 2010. 19
  • 20. Ajuste curricular Trabalho focado nos tópicos mais relevantes passando a carga horária para 60 horas. 20
  • 21. Alunos em ação 2010 •Participação efetiva no ambiente virtual e/ou por meio de atividades off-lines de todos os alunos atendidos pela Educação de Jovens e Adultos (5º ao 9º ano). •Garantia que as atividades curriculares fossem realizadas conforme a adequação curricular feita em parceria com as equipes da Secretaria Municipal de Educação de Santo André. •Maior publicação e socialização das atividades realizadas pelos alunos nas escolas. •Desenvolvimento de práticas interdisciplinares, integrando atividades do EJA Digital ao trabalho desenvolvido em outras disciplinas. •Fortalecimento do acompanhamento local para ampliação de intervenções pedagógicas e não meramente tecnológicas. •Garantir o acesso ao conteúdo por meio de materiais impressos, conteúdo multimídia off-line e estratégias diferenciadas, aos alunos que não possuem acesso a internet. Resultados 21
  • 22. Alunos em ação 2010 Os alunos aprenderam como elaborar um currículo, quais as informações mais relevantes, como localizar sites para busca de emprego e formas de entrega dos currículos. Elaboração de currículo Resultados 22
  • 23. Alunos em ação 2010 Construção de cartões de visitas Esta atividade teve como objetivo discutir o uso social do cartão de visitas e a sua importância para troca de contatos comerciais entre as pessoas. Os alunos aprenderam a respeito das informações mais importantes que devem ir no cartão e como elaborá-lo utilizando softwares para edição de texto. Resultados 23
  • 24. Alunos em ação 2010 Construção de cartazes Os alunos aprenderam como elaborar cartazes para diferentes situações, com o objetivo de anunciar eventos ou mesmo venda de produtos, conforme sua área de atuação. Em algumas turmas, os professores contextualizaram com a festa das Nações e os alunos elaboraram cartazes com este tema. Resultados 24
  • 25. Alunos em ação 2010 Produção de vídeos Os alunos também produziram vídeos utilizando a técnica StopMotion de animação quadro-a-quadro. Há alguns exemplos disponíveis no blog do EJADigital http://ejasantoandre.wordpress.com/ Resultados 25
  • 26. Depoimento de aluna Escola Piero Pollone Alunos em ação 2010 26 http://www.youtube.com/watch?v=SJYQlryzEtc
  • 27. EJA Digital Letramento Próximos Passos 27
  • 28. www.institutoparamitas.org.br 28

×