As bombas atómicas sobre Hiroxima e Nagasaki

42,611 views

Published on

As bombas atómicas

1 Comment
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
42,611
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
367
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

As bombas atómicas sobre Hiroxima e Nagasaki

  1. 1. Bombas Atómicas sobre Hiroxima e Nagasaki
  2. 2. <ul><li>Os Chefes militares Japoneses embora soubessem que a Guerra com os U.S.A estava perdida procuraram prolongá-la de modo a conseguirem negociar uma situação mais vantajosa. Para isso pediu a intermediação da URSS que pouco fez para que fosse assinada a rendição do Japão. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Com estas demoras no processo negocial esperando sempre condições mais vantajosas para uma rendição o U.S.A decidiu terminar definitivamente com a Guerra através de uma acção extremamente poderosa que levasse os Japoneses a uma rendição. </li></ul><ul><li>A decisão de lançar a bomba atómica foi tomada pelo então presidente norte-americano Truman, após três anos e meio de envolvimento directo dos Estados Unidos na II Guerra Mundial, que resultaram para o país na perda de cerca de um milhão de vidas. A justificação oficial foi simples: precipitar o fim do conflito, obrigando o Japão à rendição. Os americanos tinham feito contas e concluído que uma invasão da principal ilha japonesa levaria a mais de um milhão de baixas. Por outro lado, Hiroxima era o alvo perfeito para testar a eficácia da bomba atómica, visto não ter sido destruída pelos bombardeamentos convencionais. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>A bomba lançada em 9 de Agosto de 1945 em Nagasaki era maior do que a de Hiroxima. Recebeu o nome de “Fat Man”. A bomba era de plutónio e tinha uma potencia superior à de Hiroxima mas teve um efeito menos devastador devido ás características morfológicas da cidade. </li></ul><ul><li>Nagasaki foi escolhida porque o alvo inicial Kokura não apresentava as condições atmosféricas ideais tendo o B-29 mudado o rumo para Nagasaki. </li></ul><ul><li>A bomba provocou mais de 70 mil mortes imediatas tendo o imperador Hirohito declarado o fim da Guerra no dia seguinte. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>O 509º Grupo Aéreo realizava exercícios especiais de bombardeamento sem que qualquer elemento (à excepção do Coronel Paul Tibbets Jr.) tivesse conhecimento de que estariam a ser preparados para o lançamento de bombas atómicas. Nos últimos dias de Abril de 1945, o Grupo 509º foi transferido para a Ilha de Tiniar no Arquipélago das Marianas, no meio do Pacífico. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>No dia 6 de Agosto de 1945, um dos B-29, Baptizado “Enola Gay” foi escolhido para lançar a primeira bomba atómica sobre Japão. Às 8h15min., a bomba que levava o nome de Litle Boy é lançada da superfortaleza voadora B-29. Quarenta e três segundos depois Hiroxima era um mar em chamas. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Cerca de 92% dos Edifícios e casas foram destruídas num raio de 0,4km. Criou uma luminosidade que cega e em queda uma bola de fogo com uma temperatura de, pelo menos 360 mil graus Fahrenheit. </li></ul><ul><li>Ventos de 644 a 965km/h e poeira são sugados para cima e criaram nuvens em forma de cogumelo que espalha detritos radioactivos. </li></ul><ul><li>Esta bomba provocou cerca de 100mil mortes imediatas e muitos milhares mais nos dias seguintes. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Os efeitos da radioactividade fizeram-se sentir ao longo dos anos e muitos sobreviventes sofreram os seus efeitos adquirindo doenças cancerígenas ou passando para as gerações seguintes deformações genéticas resultantes dos efeitos da radioactividade. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>A utilização de bomba atómica como forma de finalizar rapidamente a Guerra com o Japão pode ter evitado a morte de milhares de Americanos mas demonstrou ao mundo quanto perigosas são hoje em dia as armas utilizadas numa Guerra e cujas consequências se podem prolongar durante décadas. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Enquanto existiam duas potências nucleares (U.S.A e URSS) o equilíbrio mundial embora sempre difícil ia sendo mantido. Hoje com a existência de vários países com armas de destruição maciça (índia, Paquistão, Israel, China, Coreia do Norte) o Mundo encontra-se cada vez mais em perigo, pois os governos destes Países poderão caso se sintam ameaçados achar que a utilização destas armas lhes pode resolver os problemas e com isto desencadear um grave conflito que poderá expandir-se a outros países. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Tiago Teixeira N:25 </li></ul>Trabalho Realizado:

×