Your SlideShare is downloading. ×
Tfg II   apresentação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Tfg II apresentação

445
views

Published on

Apresentação do trabalho de conclusão de curso, que tem como tema

Apresentação do trabalho de conclusão de curso, que tem como tema


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
445
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO ESTUDO DA VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DA SUBSTITUIÇÃO DA ILUMINAÇÃO CONVENCIONAL POR ILUMINAÇÃO COM LEDAluno: Tiago Sá Fonseca
  • 2. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICACONTEXTOPopulação Mundial;Fim dos Recursos Naturais;Aquecimento Global;Exigência de Tecnologias Eficientes.
  • 3. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICACONTEXTODiodosTipos de LâmpadasInformação das Vantagens do LEDTendências Mundiais
  • 4. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAOBJETIVO GERALAnalisar a viabilidade das lâmpadas tubulares de LEDs parailuminação de escritório convencional de engenharia, do ponto devista técnico e econômico, em substituição das lâmpadas tubularesfluorescentes convencionais.OBJETIVO ESPECÍFICOReunir conhecimentos sobre iluminação;
  • 5. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAMETODOLOGIARevisão bibliográfica;Estudo comparativo entre lâmpadas tradicionais e as de LEDs;Avaliação da viabilidade econômica e sua eficiência;Estudo de caso.
  • 6. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICARESULTADOS ESPERADOSIdentificar as vantagens e desvantagens de se aplicar o uso delâmpadas tubulares de LEDs em um projeto de iluminação de umescritório de engenharia;Conhecer a tecnologia aplicada a cada uma das lâmpadas tubularesexistentes de possível utilização;Para o término do trabalho espera-se concluir que o investimento natroca de lâmpadas tradicionais por lâmpadas de LEDs venha trazerbenefícios ao escritório.
  • 7. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICADESENVOLVIMENTOLUMINOTÉCNICACONCEITOS:• Necessidade da iluminação;• Luminotécnica;• Projetos eficientes.
  • 8. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAPROJETO DE LUMINOTÉCNICACONCEITOS:• Tipo de ambiente e conforto luminoso;• Qualidade de iluminação;• Normas (NBR5382 e NBR5413).
  • 9. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICATEMPERATURA DE COR Introdução; Conceito; Sensação fisiológica.
  • 10. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICATEMPERATURA DE COR Diagrama de cromaticidade.
  • 11. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAINDICE DE REPRODUÇÃO DE COR (IRC) Fidelidade com que as cores são reproduzidas; Sete cores do arco-íres; IRC = 100 (Sol).
  • 12. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAUNIFORMIDADE DO PROJETO DE ILUMINAÇÃO
  • 13. CURVA DE DISTRIBUIÇÃO LUMINOSA Coordenadas polares.
  • 14. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAGRANDEZAS Lúmen Candela Iluminância Lux Luminância
  • 15. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA EFICIÊNCIA LUMINOSA DE UMA LÂMPADA Lâmpada Fluxo luminoso (lm) Potência (w) Eficiência (lm/w) T8 Fluorescente Super 80 2.700 32 84,38 T5 Fluorescente Super 80 2.600 28 92,86Lâmpada Tubular LEDtube GA 1.500 22 68,18
  • 16. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICATECNOLOGIA TRADICIONALLÂMPADA FLUORESCENTE Funcionamento;
  • 17. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA TRADICIONAL REATORES Conceito;
  • 18. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA TRADICIONAL REATORES Reator Eletromagnético Partida Convencional;
  • 19. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA TRADICIONAL REATORES Reator Eletromagnético Partida Convencional;
  • 20. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA TRADICIONAL REATORES Reator Eletromagnético Partida Rápida; Reator Eletrônico Partida Rápida; Reator Eletrônico Partida Instântaneo.
  • 21. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICATECNOLOGIA TRADICIONALRENDIMENTO DAS LUMINÁRIAS• Refletores• Aletas
  • 22. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICATECNOLOGIA TRADICIONALRENDIMENTO DAS LUMINÁRIAS• Depreciação do fluxo luminoso
  • 23. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA LED LEDLED Conceitos;RGB;LED Luz Branca;Constituição de LED.
  • 24. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA LED MODULO E DRIVERModulo LED Conceitos;Driver LED Conceitos.
  • 25. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA LED LENTESTipos de Lentes;
  • 26. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA TECNOLOGIA LED DISSIPADOR DE CALORSuper Aquecimento dos LEDs;
  • 27. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICALÂMPADAS LED EM PROJETOS DE ILUMINAÇÃO
  • 28. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICATIPO DE LÂMPADAS LEDsTUBULAR LED T8: Potência 22w - Equivalência aproximada Fluorescente Tubular T8 32w Fluxo luminoso - 1500 lm Temperatura de cor: 4000k Neutra Cool White Contato (encaixe) G13 Tensão Bivolt ( 100v ~ 240v ) Comprimento da lâmpada 600mm Frequência de Rede 50 - 60 Hz Vida Útil 30.000h.
  • 29. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PREMISSAS Softer Lumisoft (Lumicenter) Nível de Iluminância 500 lux. Fator de utilização 70% (Teto), 50% (Parede) e 20% (Piso) Plano de trabalho 0,80 m Altura ambiente 3,0 m Altura Luminárias 2,8 m
  • 30. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAFATOR DE DEPRECIAÇÃO PERIODO DE MANUTENÇÃO AMBIENTE 2.500 hs 5000 hs 7.500 hs LIMPO 0,95 0,91 0,88 NORMAL 0,91 0,85 0,80 SUJO 0,80 0,66 0,57
  • 31. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAFOTOMETRIA
  • 32. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAFOTOMETRIA
  • 33. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESPAÇAMENTO ENTRE AS LUMINÁRIAS
  • 34. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESTUDO DE CASOSITUAÇÃO ATUAL: Escritório de engenharia (Projetos industriais). Comprimento 24,05 m, Largura 14,08 Altura de 2,80 m 18 lâmpadas (T8) de 30w. 104 lâmpadas (T8) de 40w Potência instalada 5405w (Lâmpadas mais 15% do reator) Lâmpadas embutidas direto no teto, dispensando o uso de refletores e aletas. Média de 467 lux Uniformidade 57,75%
  • 35. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESCRITÓRIO
  • 36. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAFLUXO LUMINOSO ATUAL: 580 540 485 580 570 516 383 340 450 580 515 450 580 400 500 350 300 450 590 525 440 590 470 540 370 361 445 580 410 450 580 500 500 350 325 450 600 450 460 600 570 525 365 315 450 580 440 450 580 500 500 350 351 450 560 450 475 560 600 543 360 345 480 580 550 450 580 465 500 350 315 450 608 505 450 608 530 510 344 310 400 580 520 450 580 570 500 350 272 450 609 591 460 609 590 530 348 366 427 580 515 450 580 525 500 350 370 450 545 500 440 545 488 560 376 405 490 580 450 450 550 480 500 350 370 450 552 465 440 552 486 535 350 342 475 580 390 450 550 450 500 350 388 450 500 370 425 500 500 530 330 344 470 400 280 430 400 380 500 350 270 380
  • 37. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃOCASO 1: Utilização de lâmpadas T8 de 32 w com a luminária CAA01-E232; Fluxo utilizado no cálculo: 4.700 lúmens/luminária; 120 lâmpadas (T8) de 32 w; 2 lâmpadas por luminária; Potência instalada 4.416 w (Lâmpadas mais 15% do reator); Lâmpadas embutidas no teto utilizando refletores e aletas; Quantidade total de luminárias: 60 unidades; Iluminância média calculada: 554,12 lux; Uniformidade geral; 93,66%;
  • 38. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃO Fotometria:
  • 39. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAUNIFORMIDADE GERAL
  • 40. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃOCASO 2: Utilização de lâmpadas T5 de 28 w com a luminária FAA02-E228; Fluxo utilizado no cálculo: 5.800 lúmens/luminária; 90 lâmpadas (T5) de 28 w; 2 lâmpadas por luminária; Potência instalada 2.520 w (Lâmpadas mais 15% do reator); Lâmpadas embutidas no teto utilizando refletores e aletas; Quantidade total de luminárias: 45 unidades; Iluminância média calculada: 540,42 lux; Uniformidade geral; 83,82%.
  • 41. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃO Fotometria:
  • 42. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAUNIFORMIDADE GERAL
  • 43. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃOCASO 3: Lâmpadas de LED não possuem curva IES . Depreciação do LED
  • 44. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃOCASO 3: T8 X LED Lâmpada Philips LEDtube GA 22 w: Fluxo luminoso de 1500 lm; Lâmpada Philips T8 super 80 32 w: Fluxo luminoso de 2700 lm;2700 lm----------------X w1500 lm----------------22 w X=39,60 w ~ 40 w 32 -1= 0,80-1 = 20,0% 40
  • 45. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃOCASO 3:Tempo de vida da lâmpada Philips LEDtube GA 22 w: Média de 35.000 horas.Tempo de vida da lâmpada Philips T8 super 80 32 w: Média de 15.000 horas.
  • 46. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃOCASO 3: T5 X LED Lâmpada Philips LEDtube GA 22 w: Fluxo luminoso de 1500 lm; Lâmpada Philips T8 super 80 28 w: Fluxo luminoso de 2600 lm;2600 lm----------------X w1500 lm----------------22 w X=39,60 w ~ 40 w 28 -1= 0,70-1 = 30,0% 40
  • 47. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICASIMULAÇÃOCASO 3:Tempo de vida da lâmpada Philips LEDtube GA 22 w: Média de 35.000 horas.Tempo de vida da lâmpada Philips T8 super 80 32 w: Média de 24.000 horas.
  • 48. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETOCálculos utilizados;Situação atual. Tarifa paga pelo escritório de engenharia Custo do Kwh R$ 0,56 Tabela 3: Custo da tarifa Potência Atual (kWh) Horas utilizadas Dias por Mês 5,405 12 20 Tabela 4: Situação atual
  • 49. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETOSituação atual. Custo Energia Atual em 1 mês R$ 729,77 Custo Energia Atual em 1 ano R$ 8.757,19 Custo Energia Atua em 5 anos R$ 43.785,95 Custo Energia Atua em 8 anos R$ 70.057,52 Custo Energia Atua em 10 anos R$ 87.571,90 Custo Energia Atua em 25 anos R$ 218.929,74 Tabela 5: Custo atual da energia
  • 50. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETO Sistema de Iluminação Vida Útil (horas) T8 15.000 T5 24.000 LED 35.000 Tabela 6: Vida útil por equipamento Tempo de duração para o Tempo aproximado Retrofit (Meses) para o retrofit (Anos) 62,5 5 100,0 8 125,0 12 Tabela 7: Tempo de retrofit por equipamento
  • 51. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETO Sistema de Custo de Cada Conjunto Nº de Equipamentos Iluminação de Equipamento Lâmpadas T8 R$ 120,00 60 Lâmpadas T5 R$ 280,00 45 Lâmpadas LED R$ 328,50 60 Tabela 8: Equipamentos testados Potência Instalada (kW) Horas utilizadas Dias por Mês 4,416 12 20 2,520 12 20 4,800 12 20 Tabela 9: Dados para o calculo da potência instalada e consumo
  • 52. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETO Custo Total Custo Energia Custo Inicial (Energia Equipamento Mensal mais Equipamento) 7.200 R$ 596,23 R$ 7.796,23 12.600 R$ 340,24 R$ 12.940,24 19.710 R$ 648,08 R$ 20.358,08 Tabela 10: Custo na aplicação de cada equipamento em um mês
  • 53. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETOSistema de Horas de Custo Total Custo da energia Custo Inicial (EnergiaIluminação dias por ano Equipamento no primeiro ano mais Equipamento) T8 2.880 7.200 R$ 7.154,81 R$ 14.354,81 T5 2.880 12.600 R$ 4.082,91 R$ 16.682,91 LED 2.880 19.710 R$ 7.776,97 R$ 27.486,97 Tabela 11: Custo na aplicação de cada equipamento no primeiro ano
  • 54. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETOSistema de Horas de dias Custo Total Custo da energia Custo Inicial (EnergiaIluminação por retrofit (ano) Equipamento por retrofit mais Equipamento) T8 14400 7.200 R$ 35.774,05 R$ 42.974,05 T5 23040 12.600 R$ 32.663,26 R$ 45.263,26 LED 28800 19.710 R$ 93.323,61 R$ 113.033,61 Tabela 12: Custo na aplicação de cada equipamento antes do segundo retrofit
  • 55. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETO Custo InicialSistema de Horas de dias Custo Total Custo da energia Retrofit (Energia maisIluminação em 10 anos Equipamento por retrofit Equipamento) T8 28.800 7.200 R$ 71.548,10 2,00 R$ 85.948,10 T5 28.800 12.600 R$ 40.829,08 2,00 R$ 66.029,08 LED 28.800 19.710 R$ 77.769,68 1,00 R$ 97.479,68 Tabela 13: Custo na aplicação de cada equipamento em 10 anos
  • 56. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA DO PROJETO Custo InicialSistema de Horas de dias Custo Total Custo da energia Retrofit (Energia maisIluminação em 25 anos Equipamento por retrofit Equipamento) T8 72.000 7.200 R$ 178.870,26 5,00 R$ 214.870,26 T5 72.000 12.600 R$ 102.072,70 3,00 R$ 139.872,70 LED 72.000 19.710 R$ 194.424,19 3,00 R$ 233.844,19 Tabela 14: Custo na aplicação de cada equipamento em 25 anos
  • 57. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CONCLUSÃO1. O uso de lâmpadas LED para iluminação convencional de um escritório de engenharia é tecnicamente viável por que possui padrões de luminosidade e simplicidade da tecnologia com equipamentos auxiliares acoplados a sua estrutura;2. É inviável economicamente pelo elevado custo na aquisição e maior gasto energético em relação às lâmpadas fluorescentes T8 de 32 W e T5 28 W.
  • 58. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CONCLUSÃO3. Foram reunidos conhecimentos sobre iluminação suficientes para desenvolver um projeto desta natureza. Para desenvolver um projeto luminotécnico de um ambiente qualquer é necessário o estudo dos conceitos básicos de um projeto luminotécnico desenvolvido no capítulo 2 deste trabalho como:
  • 59. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Perspectivas futuras  Em outros estudos poderá ser avaliada a utilização das lâmpadas de LED em locais de difícil acesso e alto custo para troca, por exemplo instalações industriais, arenas esportivas, tuneis rodoviários etc.
  • 60. UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICAObrigado