Ue

831 views

Published on

um pequeno resumo da historia da União Europeia

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
831
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
14
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ue

  1. 1. Adesão da Áustria, Finlândia e Suécia. (Noruega fica fora da UE) Trabalho realizado por: Tiago
  2. 2. Introdução!   Este trabalho serve como elemento de avaliação para o módulo nº6 “ A interdependência das economias atuais”;  Este trabalho foi solicitado pela professora Conceição Correia;  Neste trabalho vou falar um pouco sobre a EU e a adesão da Áustria, Finlândia, e Suécia;  Falarei também sobre as vantagens e desvantagens para ambos os países;  E tentarei explicar o porquê de a Noruega ter ficado de fora.
  3. 3. Índice!             União europeia Tratado de Roma Tratado de Maastricht O Euro Zona Euro Adesão da Áustria Adesão da Finlândia Adesão da Suécia Noruega Vantagens Conclusão 4 8 9 12 14 15 17 18 19 20 21
  4. 4. União Europeia(UE)   A União Europeia é um conjunto de países que se uniram para facilitar o turismo, o comércio e a interligação das pessoas, como a circulação do euro e o livre transito pelos países.
  5. 5. Evolução ao longo do tempo!   A União Europeia nem sempre teve a mesma moeda, o mesmo nome e a mesma quantidade de países pois sofreu algumas alterações.  Primeiro começou por chamar-se Comunidade do Carvão e do Aço(CECA), alterando depois o nome para Comunidade Económica Europeia(CEE).  Mais tarde mudou o seu nome para Comunidade Europeia (CE), e finalmente para União Europeia (UE).
  6. 6. Um pouco da sua História!   Após o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), a Europa encontrava-se arruinada.  No dia 9 de Maio de 1950, cinco anos após a rendição do regime nazista, Schuman lançou um apelo à Alemanha Ocidental e aos países europeus que desejassem para que se submetessem a uma única autoridade comum em manejo das suas respectivas produções de aço e carvão. Este discurso ficou conhecido como Declaração Schuman.  A declaração marcou o início de uma integração entre os estados nacionais europeus com um movimento em contraposição à tendência nacionalista anterior e às tensas rivalidades ocasionadas entre os estados da Europa.
  7. 7.  Através da declaração vai levar á criação da
  8. 8. Tratado de Roma!   O Tratado de Roma é o nome dado a dois tratados:  Tratado Constitutivo da Comunidade Económica Europeia (CEE)  Tratado Constitutivo da Comunidade Europeia da Energia Atómica (Euratom)  Foram assinados em 25 de Março de 1957 em Roma pela RFA República Federal da Alemanha, França, Itália, Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo. Entrou em vigor em 1 de Janeiro de 1958.  A assinatura deste tratado é o culminar de um processo que surge após a Segunda Guerra Mundial, que deixou a Europa económica e politicamente destruída, e fragilizada face às duas superpotências: Estados Unidos e União Soviética.
  9. 9. Tratado de Maastricht!   O Tratado de Maastricht, também conhecido como Tratado da União Europeia (TUE) foi assinado a 7 de Fevereiro de 1992 na cidade holandesa de Maastricht.  O Tratado de Maastricht foi um marco significativo no processo de unificação europeia, fixando que à integração económica até então existente entre diversos países europeus se somaria uma unificação política. O seu resultado mais evidente foi a substituição da denominação Comunidade Europeia pelo termo atual União Europeia.
  10. 10. Critérios!   O Tratado de Maastricht, criou metas de livre movimento de produtos, pessoas, serviços e capital. Visava a estabilidade política do continente. O Tratado estabeleceu a chamada estrutura de três pilares na política comunitária, que se manteve até ao Tratado de Lisboa: 1º pilar:  Trata-se de assuntos relacionados com a agricultura, ambiente, saúde, educação, energia, investigação e desenvolvimento. A legislação neste pilar é adotada conjuntamente pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho. O Conselho delibera por maioria simples, por maioria qualificada ou por unanimidade. Assuntos tais como fiscalidade, a indústria, fundos regionais, investigação exigem deliberação por unanimidade.
  11. 11. Continuação!  2º pilar:  Trata de assuntos de política externa e segurança comum.  No 2º pilar compete ao Conselho deliberar por unanimidade em matérias de maior relevância. Na maior parte dos assuntos é suficiente a maioria qualificada e em matérias de menor relevância é apenas a maioria simples. 3º pilar:  Trata de assuntos de cooperação policial e judiciária em matéria penal.  No 3º pilar compete ao Conselho deliberar por unanimidade em matérias de maior relevância. Na maior parte dos assuntos é suficiente a maioria qualificada e em matérias de menor relevância é apenas a maioria simples.  Resumo: O Tratado de Maastricht substituiu a denominação Comunidade Europeia pelo termo atual União Europeia.
  12. 12. O Euro!   O euro (€) é a moeda oficial de 17 dos 27 países da União Europeia. O euro existe na forma de notas e moedas desde 1 de Janeiro de 2002, e como moeda escritural desde 1 de Janeiro de 1999. O código do euro, de acordo com a norma ISO 4217, é "EUR".  Cada moeda em circulação tem uma face comum e uma face que depende do país para que foi cunhada.  As notas de euro são idênticas, mas é possível identificar facilmente a sua origem pela letra que antecede o número de série que 16 dos 17 membros do Euro usam.
  13. 13.                 (D - Estónia; E - Eslováquia; F - Malta; G - Chipre; H - Eslovénia; L - Finlândia; M – Portugal ; N - Áustria; P - Países Baixos; S - Itália; T - Irlanda; U - França; V - Espanha; X - Alemanha; Y - Grécia; Z - Bélgica). Euro! 
  14. 14. Zona Euro!   A Zona Euro é composta pelos seguintes países da União Europeia, que adoptaram a moeda comum: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta, Países Baixos e Portugal, prevendo-se que com a expansão da União Europeia alguns dos aderentes mais recentes possam nos próximos anos partilhar também o euro como moeda oficial.
  15. 15. Adesão da Áustria!   Em 1 de Janeiro 1995, a Áustria tornou-se um Estado-Membro da União Europeia. Este ato marcou a conclusão do processo de esforços de integração da Áustria que tinha começado muito antes da apresentação do pedido de adesão da Áustria na CE pelo então Ministro dos Negócios Estrangeiros, Alois Mock, em 17 de Julho de 1989.
  16. 16. Informação!   Áustria, oficialmente República da Áustria , é um país de cerca de 8,3 milhões de habitantes, localizado na Europa Central. Faz fronteira com a Alemanha e com a República Checa no norte, Eslováquia e Hungria a leste, Eslovénia e Itália a sul e Suíça e Liechtenstein a oeste. O território da Áustria abrange 83 872 quilómetros quadrados e é influenciado por um clima temperado e alpino.
  17. 17. Finlândia!        Ano de adesão à União Europeia: 1995 Capital: Helsínquia Superfície total: 338 000 km² População: 5,3 milhões de habitantes Moeda: Membro da eurozona desde 1999 (€) Espaço Schengen: Membro do espaço Schengen desde 1996
  18. 18. Suécia!   Ano de adesão à União Europeia: 1995  Capital: Estocolmo  Superfície total: 449 964 km²  População: 9,2 milhões de habitantes  Moeda: coroa sueca (kr)  Espaço Schengen: Membro do espaço Schengen desde 1996
  19. 19. Noruega!   Em 1994 foi realizado na Noruega um referendo com o objectivo de determinar a vontade nacional no que diz respeito à possibilidade de adesão à U.E.. O seu resultado, de natureza vinculativa, expressou o desejo de manter este país como Estado Não Membro.
  20. 20. Vantagens!  Todos os países pertencentes à UE têm vantagens tais como:  Aumento do comércio com os países da UE;  Aumento do investimento estrangeiro no país;  Modernização das infra-estruturas;  Alteração no sistema financeiro;  Legislação sobre a defesa do ambiente;  Legislação do trabalho.
  21. 21. Conclusão!  Com este trabalho aprendi um pouco mais sobre a UE, e as diferentes etapas até ser o que à atualidade. Pois a maioria das pessoas não teem a real noção do que se passou até se poder chamar UE.

×