• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Trabalho de química - 1a O2.
 

Trabalho de química - 1a O2.

on

  • 21,673 views

 

Statistics

Views

Total Views
21,673
Views on SlideShare
21,650
Embed Views
23

Actions

Likes
1
Downloads
46
Comments
0

1 Embed 23

http://www.slideshare.net 23

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Trabalho de química - 1a O2. Trabalho de química - 1a O2. Presentation Transcript

    • Introdução.
      Na química, a separação de misturas é utilizada para decompor uma mistura de substâncias. Dentre os métodos, alguns, por mais que pareçam ter pouca utilidade, são essenciais em processos de mineração ou análises farmacêuticas.
    • São vários os métodos de separação de misturas, podemos citar alguns como: destilação, decatação, filtração, deretivação e vários outros métodos. Cada um dos métodos é utilizado para separar um tipo de mistura, que pode ser caracterizada como homogênea e heterogênea. Não podemos esquecer de citar também, que cada método tem seu meio de separação, que são divididos basicamente em mecânico ou por reação química.
    • Misturas homogêneas: aquelas que não somos capazes de distinguir seus componentes.
      Misturas heterogêneas: exatamente o oposto das homogêneas.
    • Sumário.
      1.O – Peneiração.
      1.1 – Exemplos.
       
      2.O – Levigação.
      2.1 – Exemplos.
       
      3.O – Ventilação.
      3.1 – Exemplos.
       
      4.O – Catação.
      4.1 – Exemplos.
    • Peneiração.
      A peneiração é um dos métodos de separação de misturas muito comum, onde separa-se misturas heterogêneas do estilo sólido-sólido, onde o tamanho da partícula dos componentes da mistura é que é responsável pela separação. Ou seja, utiliza-se de uma peneira para que os menores sólidos passem por entre ela, deixando os maiores trancados. Utilizado quando uma mistura de sólidos granulado, cujo tamanho das partículas é sensivelmente diferente é colocada sobre uma peneira e submetida a agitação.
    • Exemplos.
      1. Sucos, como o de laranja, peneirados para retirar a semente.
      2. Areia com pedregulhos.
    • Levigação.
      A levigação é um método de separação de misturas heterogêneas de compostos sólidos. Quando temos uma mistura com partículas de densidade diferente, pode utilizar-se da levigação para separá-las, baseando-se em uma corrente de água que passa pela mistura. Podemos citar, por exemplo, o ouro dos garimpos, que é sempre encontrado misturado com uma porção de outras substâncias, como terra, por exemplo. Para separar essas substâncias, tritura-se a mistura dentro de um recipiente próprio e passa-se uma corrente de água por ela. A parte menos densa ( a areia ou a terra) é carregada pela água, enquanto a mais densa (o ouro) fica depositada no fundo.
    • Exemplos.
      1. Separação do ouro por outras misturas.
    • Ventilação.
      O processo de separação de misturas por Ventilação, também chamado de Tamisação, baseia-se na separação de misturas sólidas e heterogêneas, cujas quais são separadas através do vento. Assim, o sólido menos denso é separado através de uma corrente de ar.
    • Exemplos.
      1. Jogando para o alto o arroz e a casca, esta voa com o vento.
    • Catação.
      Este método de separação de misturas, é um método manual. As substâncias são separadas manualmente, sendo sólidas, e pode-se utilizar de ajuda de algum objeto auxiliador, como por exemplo, uma pinça, colher e entre outros. Método básico no diferente de tamanho e de aspectos visíveis das partículas de uma misturas de sólidos granulados.
    • Exemplos.
      1. Separação de grãos de feijão.
      2. Separação de diferentes tipos de lixo.
    • Conclusão.
      Concluímos desta forma, que há vários tipos de separação de misturas, sendo que cada uma delas são utilizadas por casos diferentes, podendo variar de acordo com a situação e de acordo, também, com o tanto de dinheiro investido em tal método. Sabemos que não existem somente estes quatro métodos de separação das misturas, como podemos observar nos trabalhos de outras equipes, o que nos dá uma boa idéia de quão eficiente está nossa tecnologia hoje em dia.