Project Model Canvas - Palestra Infnet
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Project Model Canvas - Palestra Infnet

on

  • 2,942 views

O que o PM Canvas. Como usalo na sua empresa. Para onde vai a gestão de projetos?

O que o PM Canvas. Como usalo na sua empresa. Para onde vai a gestão de projetos?

Statistics

Views

Total Views
2,942
Views on SlideShare
2,941
Embed Views
1

Actions

Likes
8
Downloads
129
Comments
3

1 Embed 1

http://www.linkedin.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • {"85":"http://www.flickr.com/photos/tattooedfolk/490626203/\nCreative Commons – Attribution License\nAdam Hammer\n","20":"Velocidade da Mudança - McKinsey - Estudou 208 empresas durante 18 anos para identificar as que eram consistentemente bem-sucedidas. Só três funcionaram durante os 18 anos. Estudo Shell verificou que um terço das companhias listadas entre as 500 maiores da revista Fortune em 1970 tinha desaparecido em 1983.\n","10":"Velocidade da Mudança - McKinsey - Estudou 208 empresas durante 18 anos para identificar as que eram consistentemente bem-sucedidas. Só três funcionaram durante os 18 anos. Estudo Shell verificou que um terço das companhias listadas entre as 500 maiores da revista Fortune em 1970 tinha desaparecido em 1983.\n"}

Project Model Canvas - Palestra Infnet Project Model Canvas - Palestra Infnet Presentation Transcript

  • PROJECT MODEL CANVAS Gerenciamento de Projetos Sem Burocracia Thiago Reis @thlareis Thiago.reis@projectbuilder.com.br Facebook/projectbuilderbr
  • APRESENTAÇÃO Thiago Lavor FORMAÇÃO Processos Gerenciais – Universidade Veiga de Almeida MBA Gerenciamento de Projetos – Universidade Veiga de Almeida PMBOK Avançado – Project Lab Preparatório para certificação PMP RCM – Project Lab Gerenciando Projetos com o PRINCE2® - Raro 10 anos – Gestão / TI / Inovação / Startups Sócio / Diretor – Project Builder
  • Veja Ouça Fale
  • AGENDA 1. 2. 3. 4. 5. 6. Introdução (Quebrando paradigma) Pensamento Visual BMG PM Canvas Exemplo O Futuro
  • INTRODUÇÃO The Shift Index
  • INTRODUÇÃO
  • INTRODUÇÃO Fundação: Valor de Mercado: Número de funcionários: 1865 U$ 12,5 B 97.000 2009 U$ 1,5 B 70
  • INTRODUÇÃO Fundação: Valor de Mercado: Número de funcionários: 1865 U$ 12,5 B 97.000 2009 U$ 1,5 B 70
  • 40 50 milhões de usuários 35 30 25 20 15 10 5 38 anos 13 ano 16 anos 4anos 9 meses
  • PARADIGMA
  • “A maioria das nossas suposições sobre negócios, tecnologia e organizações têm pelo menos 50 anos. Elas tem sobrevivido ao seu tempo. Como resultado, estamos pregando, ensinando, e praticando políticas que estão cada vez mais desalinhadas com a realidade, e são contra produtivas.” Peter Drucker (1909-2005)
  • 31% são 53% custam o Apenas cancelados dobro do estimado 16% são completados no prazo e custo estimados * dados do CHAOS report
  • Mas por que?
  • N O DE PLA OJETO PR •Índice •Sumário Executivo •Declaração de Escopo •EAP e Dicionário •Organização do Projeto (com papéis e responsabilidades) •Cronograma Detalhado •Orçamento •Plano de gerenciamento do escopo do projeto •Plano de gerenciamento do cronograma •Plano de gerenciamento de custos •Plano de gerenciamento da qualidade •Plano de gerenciamento das comunicações •Plano de gerenciamento de pessoal •Plano de gerenciamento de riscos •Plano de gerenciamento de aquisições •Controle Integrado de Mudança •Sistema de gestão da configuração •Aprovações e assinaturas BUROCRÁTICO DEMAIS PARA SER ASSIMILADO POR ALGUMAS ORGANIZAÇÕES….
  • 1% Text Strategy 18% 300% Texto Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Cras in tortor. Sed posuere erat. Maecenas pulvinar nulla eu magna. Vivamus semper, risus ut egestas pulvinar, lectus ante feugiat quam, sit amet congue odio lacus ac ipsum. Aliquam suscipit, est ut volutpat vulputate, nulla felis pulvinar libero, non ornare libero ipsum tristique tortor. Fusce sed lorem vitae justo feugiat malesuada. Donec aliquet. Vivamus semper eros nec diam. Vivamus sem arcu, imperdiet nec, congue ac, scelerisque vel, nulla. Donec et mauris. Integer a nulla vulputate pede consequat euismod. Praesent molestie urna nec leo. Proin eros. Maecenas ac sem nec dui sodales tempus. Maecenas suscipit egestas velit. Suspendisse vel tortor. Proin imperdiet, sem nec aliquet ultrices, nunc est egestas eros, non hendrerit magna eros eget augue. Maecenas sed leo vitae leo faucibus vulputate. Proin dignissim eros at augue. Texto 12% Nam luctus nulla non nibh. Nam at lorem ac mauris laoreet viverra. In placerat consequat nunc. Donec rhoncus nunc ac urna. Integer vestibulum condimentum orci. Fusce velit turpis, malesuada quis, scelerisque ut, eleifend vitae, ipsum. Vestibulum eu erat. Vestibulum justo nisl, tincidunt et, semper vel, tristique quis, eros. Vestibulum tempus, massa vel consectetuer congue, erat magna consequat purus, a facilisis orci nibh vitae purus. Nam tincidunt venenatis ligula. Nunc orci nulla, ornare quis, lobortis viverra, dapibus at, turpis. Suspendisse sit amet nisl at enim tincidunt blandit. Curabitur augue est, suscipit sed, egestas sit amet, vehicula vitae, tellus. Maecenas nec metus vel nisi interdum pellentesque. Development plan • Quisque augue felis, commodo a, elementum id, faucibus id, sem. Aenean rutrum enim. Praesent pulvinar dignissim nisl. Cras a nunc. Donec tincidunt odio sit amet lacus. Pellentesque metus tortor, ullamcorper vitae, lobortis vel, euismod in, mi. Ut laoreet, tellus laoreet blandit mollis, massa purus posuere purus, quis molestie ligula massa eu metus. Duis placerat, nulla sit amet ornare interdum, neque nunc mollis leo, vitae porttitor mi orci sit amet neque. Donec at enim. In facilisis tellus gravida ligula. Phasellus ut lorem. Pellentesque ac tortor eget augue suscipit ullamcorper. Aenean eleifend porta orci. Plano de Projeto • Etiam at arcu. Vestibulum lacinia nunc in eros. Suspendisse potenti. Aliquam erat volutpat. Donec gravida. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Maecenas vel enim et metus semper fringilla. Donec ornare arcu. Maecenas faucibus ligula convallis nibh. Mauris dui quam, congue eu, commodo nec, tristique in, enim. Nulla auctor semper urna. Quisque a elit eu purus iaculis vestibulum. Aliquam dictum risus at odio. Fusce at lorem et elit faucibus placerat. Aenean velit. Proin elit odio, blandit et, scelerisque quis, pulvinar a, dui. Nunc magna dolor, bibendum ut, accumsan congue, tincidunt sit amet, neque. Proin consequat tincidunt lacus. In urna dui, congue nec, tincidunt sit amet, facilisis imperdiet, lorem. • Morbi sed nibh. Vivamus vitae dolor. Ut bibendum volutpat mi. Pellentesque quis magna non lectus elementum pretium. Aliquam quis est vitae arcu consequat fringilla. Cras magna risus, placerat eget, egestas consectetuer, ornare vel, felis. Nam ornare justo id orci mattis ultricies. Morbi luctus. Ut pretium odio ac libero. Nunc sollicitudin pharetra lorem. Aenean scelerisque, lacus eget ullamcorper scelerisque, ipsum urna viverra mi, eget viverra quam eros eget velit. Ut lacinia feugiat purus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Etiam nunc nisl, aliquam blandit, luctus id, commodo laoreet, sem. Phasellus sit amet orci ut sapien vulputate pellentesque. Pellentesque dapibus purus et quam. Nam sit amet magna in neque dignissim sodales. Aenean non justo nec magna lobortis volutpat. Words
  • Para onde vai seu projeto? Ok Here Here CEOs 10° Gerentes 60° Operação 360°
  • 40 35 30 25 20 15 10 5 ? 38 anos 13 ano 50 milhões de usuários 16 anos 4anos 9 meses
  • Passado vs Futuro
  • + Visual
  • BUSINESS MODEL GENERATION Alexander Osterwalder http://www.businessmodelgeneration.com/
  • BUSINESS MODEL GENERATION
  • Princípios Visual Agrupamentos Simplificações Estabelecer base com stakeholders Sequência 03
  • Metodologia Compartilhar Comunicação das informações do projeto (em grupos) Integrar Agrupamento dos blocos para fazer as amarrações necessárias Resolver Encomenda de ações de balanceamento do projeto para equipe, clientes e patrocinadores Conceber Definição do projeto por meio de um fluxo de trabalho de 13 passos 06
  • CONCEBER 07
  • 25 52 34 6 1 7 2 12 26 32 44 8 53 35 1 4 50 54 9 18 36 45 27 24 51 15 23 6 5 42 41 31 22 40 43 49 4 13 19 21 348 47 3 0 11 38 29 1 7 28 46 7 3 10 20 39 3 3 1
  • 25 52 34 6 1 7 22 40 43 49 4 13 2 12 26 32 44 8 53 35 1 4 50 54 9 18 36 45 27 24 51 15 23 6 5 42 41 31 19 21 348 47 3 0 11 38 29 17 28 46 7 3 10 20 39 33 1
  • GP PITCH QUEM? POR QUE? Project Model Canvas O QUE? 05
  • GP PITCH STAKEHOLDERS Externos & Fatores Externos EQUIPE Project Model Canvas LINHA DO TEMPO 04
  • GP Project Model Canvas PITCH 09
  • GP PITCH Pitch ééuma frase pequena Pitch uma frase pequena eerápida que consegue rápida que consegue sumarizar ooprojeto. sumarizar projeto. Project Model Canvas 08
  • GP Capitão Ahab Moby Dick destrói ativos dos pescadores Moby Dick ameaça vida dos trabalhadores Caçar a baleia cachalote branca conhecida como MD, que matou 17 arpoadores e destruiu 3 barcos . de1851 a 1853 Maior segurança p trabalhadores da ind. pesqueira Melhoria da imagem do Capitão Ahab Redução de custo associado a destruição de barcos Project Model Canvas PITCH Caçar e Eliminar Moby Dick Moby Dick Eliminada Dono do Navio Pequod A Baleia Moby Dick A morte devese dar por combate com arpoadores Deve existir inequívoca identificação que trata-se de Moby Dick O Coração de Moby Dick deve ser extraído como troféu Gerente de projeto Imediatos Arpoadores Marinheiros Ferreiro O Navio deve ter ao menos 3 botes de arpoadores Uma Baleia como MB pode ser morta com arpões de 2ª geração O dono do barco concederá o barco para campanha de 1852 do capitão Ahab MD destruir o barco e matar a todos Furacão no pacifico destruir o navio Dono do navio não conceder a embarcação 1 Navio 2 Selec. tripulação 3 Produzir Arpões especiais 4 Busca 5 Enfrenta -mento e morte Os arpoadores selecionados precisam ter ao menos 10 anos de experiência • (1) 500k • (2) 700k • (3) 1.2mi • (4) 900k • (5) 400k Custo base entre 4 milhões 3e 21
  • INTEGRAR 11
  • STAKEHOLDER externo RESTRIÇÕES Peças críticas deverão ser importadas considerando 3 semanas extras de lead time Autoridades Alfandegárias do Porto PREMISSAS Autoridades Alfandegárias do Porto Irão liberar peças em 3 dias úteis RISCOS Autoridades Alfandegárias do Porto podem entrar em greve e bloquear Liberação de peças
  • GP Finocchio • Informações sobre interações com clientes são perdidas • Não possuímos segmentação para focar em novos serviços PITCH SAP CRM em Tintas • Processo de CRM funcional e operando na Unidade Tintas • Revendedores (canais) • Empresa SAP do Brasil • Unidade de Negócia A • A SAP do Brasil liberará função mídias sociais até jan/2013 • Unidade de Negócia B • Implantar CRM no SAP na Unidade Tintas, com segmentação para 800 top clientes até out/2013 • Deve integrar com o Business Intelligence atual • Gerente • Consultor de projeto de Negócios • Deve ter capacidade de análise preditiva segmentada • Aumento de receita com clientes A – 3% (cross -selling) • Redução de 5% da perda de receita para a concorrência • Diminuição do custo total da operação de vendas (2%) Project Model Canvas • Deve também capturar e integrar informações de mídias sociais • 80% revendas irão aderir ao novo modelo comercial • Consultor Funcional • Revendas grandes podem atrasar a adesão • SAP pode postergar o release • Baixa qualidade dos dados mestres 1 Estratégia 2 Processo 3 configuração SAP 4 carga de Dados • Programador Key User • O GP tem que liberar key use r do projeto por uma semana durante o fechamento mensal 5 Testes • A equipe não poderá testar ou implantar na alta temporada • • • • • (1) (2) (3) (4) (5) 500k 700k 1.2mi 900k 400k • Custo base entre 3 e 4 milhões s 21
  • GP PITCH OBJETIVO SMART: OBJETIVO SMART: Transportar aaorganização de um Transportar organização de um passado com problemas, para um futuro passado com problemas, para um futuro com benefícios eegeração de valor. com benefícios geração de valor. Project Model Canvas 12
  • S (Specif) – Especifico (Measurable) – Mensurável A (Achievable) – Alcançável R (Relevant) – Relevante T (Timed) – Limitado no tempo
  • GP PITCH Verificar se ooproduto do projeto está Verificar se produto do projeto está claro eese as necessidades do cliente claro se as necessidades do cliente estão traduzidas em requisitos. estão traduzidas em requisitos. Project Model Canvas 13
  • MAPA DA EMPATIA DESIGN THINKING
  • GP PITCH Pesquisar ooambiente fora do controle Pesquisar ambiente fora do controle na busca de premissas. na busca de premissas. Project Model Canvas 14
  • GP PITCH As entregas somente podem ser As entregas somente podem ser produzidas pelos membros da equipe. produzidas pelos membros da equipe. Project Model Canvas 15
  • ESFERAS DE INFLUÊNCIA DO GERENTE DE PROJETO Gerente de projeto
  • ESFERAS DE INFLUÊNCIA DO GERENTE DE PROJETO Gerente de projeto Esfera de controle
  • ESFERAS DE INFLUÊNCIA DO GERENTE DE PROJETO Gerente de projeto Esfera de controle Esfera de influência
  • ESFERAS DE INFLUÊNCIA DO GERENTE DE PROJETO Gerente de projeto Esfera de controle Esfera de influência
  • GP PITCH Conferir se as restrições limitam ootrabalho Conferir se as restrições limitam trabalho (entregas) realizado pela equipe. (entregas) realizado pela equipe. Project Model Canvas 16
  • GP PITCH TODA PREMISSA GERA UM RISCO. TODA PREMISSA GERA UM RISCO. Verificar se os principais riscos Verificar se os principais riscos associados às premissas eeas entregas associados às premissas as entregas foram relacionados. foram relacionados. Project Model Canvas 17
  • GERENCIAMENTO DE RISCO Risco Global do projeto = Risco específico do projeto
  • GERENCIAMENTO DE RISCO Risco Global do projeto Refere-se à capacidade do projeto : - obter sucesso e atingir os objetivos para os quais foi criado. Estabilidade tecnológica Processo internos Experiência da equipe Competência da equipe
  • GERENCIAMENTO DE RISCO Risco específico do projeto São frutos de uma avaliação feita num dado momento, olhando para o futuro do projeto e identificando possíveis ocorrências especificas que podem afetar o trabalho dentro do projeto.
  • GERENCIAMENTO DE RISCO Risco específico do projeto
  • GERENCIAMENTO DE RISCO Formas erradas de escrever risco Chuva Critérios de Aceitaçâo Recursos Atraso
  • GERENCIAMENTO DE RISCO Forma correta CAUSA: ocorrência de chuvas alem do que foi previsto inicialmente RISCO: Trabalho na obra interrompido por longos períodos EFEITO: Atraso da obra PROBABILIDADE: 3 IMPACTO: 7
  • CLASSIFICAÇÃO DOS RISCOS DO PROJETO DE ACORDO COM A CHANCE DE OCORREREM Escala de probabilidade dos risco do projeto Risco. Ex: Obra paralisada por chuva Baixa 1 Moderada 3 Alta 6 Muito Alta 10 Escala de impacto negativo do risco Sobre o objetivo do projeto Baixo 1 Moderado 3 Alto 6 Muito Alto 10 Sobre os custos Aumento de até 5% Aumento de 5,01 até 10% Aumento de 10,01 até 20% Aumento acima de 20,01% Sobre o cronograma Atraso de até 5% Atraso de 5,01 até 10% Atraso de 10,01 até 30% Atraso acima de 20,01% Sobre o escopo Redução imperceptível Partes pouco importantes afetadas Sistemas críticos afetados Produto não serve para o cliente Sobre a qualidade Degradação imperceptível Degradação de itens não prioritários Degradação de qualidade significativa Produto final sem uso
  • GP PITCH AAespinha dorsal do cronograma espinha dorsal do cronograma deve ser as entregas. deve ser as entregas. Project Model Canvas 18
  • GP PITCH O orçamento deve ser quebrado O orçamento deve ser quebrado na mesma estrutura de entregas. na mesma estrutura de entregas. Project Model Canvas 19
  • RESOLVER 20
  • GP PITCH Finocchio • Informações sobre interações com clientes são perdidas • Não possuímos segmentação para focar em novos serviços • Implantar CRM no SAP na Unidade Tintas, com segmentação para 800 top clientes até out/2013 SAP CRM em Tintas • Processo de CRM funcional e operando na Unidade Tintas • Empresa SAP do Brasil O cliente não O cliente não consegue listar consegue listar requisitos requisitos • Deve integrar com o Business Intelligence atual • Deve ter capacidade de análise preditiva segmentada • Aumento de receita com clientes A – 3% (cross -selling) • Deve também capturar e integrar informações de mídias sociais • Redução de 5% da perda de receita para a concorrência • Diminuição do custo total da operação de vendas (2%) • Revendedores (canais) • Gerente de projeto • A SAP do Brasil liberará função mídias sociais até jan/2013 • Consultor Funcional 3 configuração SAP A equipe técnica não consegue A equipe técnica não consegue identificar todo ootrabalho aaser identificar todo trabalho ser feito feito • A equipe não poderá testar ou implantar na alta temporada • Baixa qualidade dos dados mestres 2 Processo Key User • Programador • SAP pode postergar o release 1 Estratégia • Consultor de Negócios O projeto não possui O projeto não possui benefícios significativos benefícios significativos identificados identificados Project Model Canvas • 80% revendas irão aderir ao novo modelo comercial • Revendas grandes podem atrasar a adesão 4 carga de Dados 5 Testes • O GP tem que liberar key use r do projeto por uma semana durante o fechamento mensal • • • • • (1) (2) (3) (4) (5) 500k 700k 1.2mi 900k 400k • Custo base entre 3 e 4 milhões s 21
  • COMPARTILHA R 22
  • GP PITCH DEFINIÇÃO DO PROJETO DEFINIÇÃO DO PROJETO Project Model Canvas 23
  • GP PITCH QUALIDADE E QUALIDADE E REQUISITOS REQUISITOS Project Model Canvas 24
  • GP PITCH ORGANIZAÇÃO ORGANIZAÇÃO Project Model Canvas 25
  • GP PITCH ESCOPO ESCOPO ootrabalho aaser feito trabalho ser feito eeas condições na qual será feito as condições na qual será feito Project Model Canvas 26
  • GP PITCH RISCOS RISCOS Project Model Canvas 27
  • GP PITCH PROGRAMAÇÃO PROGRAMAÇÃO TEMPO/CUSTO TEMPO/CUSTO Project Model Canvas 28
  • PROJECT MODEL CANVAS Como conceber projetos em uma única página e transformá-los em agentes de inovação e convergência na organização 30
  • ATENÇÃO!!! • Ferramenta de planejamento • Esse projeto é prioritário? • É a melhor maneira de resolver nosso problema?
  • FUTURO...
  • Lean Startup
  • Lean Startup
  • 4 steps to epiphany
  • 4 steps to epiphany
  • One page
  • Fontes: Sites: • http://www.pmcanvas.com.br/ • http://blog.mundopm.com.br/wp-content/uploads/2013/06/oppmi.png • http://www.manualdastartup.com.br/blog/o-que-e-a-lean-startup/ • http://theleanstartup.com/ • https://www.oppmi.com/ • https://www.projectbuilder.com.br/blog-pb Livros: • Project Model Canvas - Gerenciamento de Projetos Sem Burocracia • Desenhando Negócios: Como Desenvolver Idéias Com o Pensamento Visual e Vencer os Negócios • Inovação Em Modelos de Negócios – Business Model Generation • The Four Steps to the Epiphany • A Startup Enxuta
  • PROJECT MODEL CANVAS Gerenciamento de Projetos Sem Burocracia Thiago Reis @thlareis Thiago.reis@projectbuilder.com.br Facebook/projectbuilderbr