Relatório Proppi
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Relatório Proppi

on

  • 1,662 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,662
Views on SlideShare
1,654
Embed Views
8

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

1 Embed 8

http://www.proppi.uff.br 8

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Relatório Proppi Relatório Proppi Document Transcript

  • Relatório Anual 2009 Universidade Federal Fluminense
  • Universidade Federal Fluminense Reitor Roberto de Souza Salles Vice-Reitor Emmanuel Paiva de Andrade Pró-Reitor de Assuntos Acadêmicos Sidney Luiz de Matos Mello Pró-Reitora de Planejamento Miriam Assunção de Souza Lepsch Pró-Reitor de Extensão Fábio Barboza Passos Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Antonio Claudio Lucas da Nóbrega Superintendência de Administração Leonardo Vargas da Silva Superintendência de Recursos Humanos Jovina Maria de Barros Bruno Superintendência de Arquitetura, Engenharia e Patrimônio Mário Augusto Ronconi
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Apresentação A Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPi) é o órgão central da Universidade Federal Fluminense responsável pela coordenação, supervisão e estímulo às atividades de pesquisa e pós-graduação. Em 2009, foi incluso o termo Inovação, apresentando uma Pró-Reitoria criativa e propositiva. Objetivando aumentar a eficiência interna e a visibilidade externa da Universidade como um todo e, mais especificamente, das áreas relacionadas à pesquisa e pós-graduação, foram estabelecidos alguns princípios norteadores para a gestão da PROPPi em 2009: Funcionamento integrado entre as Coordenadorias da Pró- ? Reitoria; Gerenciamento metodológico de processos, para evitar ? retrabalho e otimizar as ações; Respostas produzidas para todas as demandas; ? ? decisões abertos e recursáveis; Fluxo de ? baseadas em critérios acadêmicos e estratégicos. Decisões Neste relatório você conhecerá as principais ações desenvolvidas pela PROPPi ao longo do ano de 2009. Esta é a versão resumida que antecede a divulgação no início de 2010 de um documento mais completo e detalhado. PROPPi Rua Miguel de Frias, nº 9, 3º andar - Sl 303 - Icaraí - Niterói - RJ - CEP 24220-000 Telefone: 2629-5102 Portal: www.proppi.uff.br
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Estrutura da Proppi A PROPPi está estruturada em um conjunto de coordenadorias: * Coordenadoria de Pós-Graduação Stricto Sensu (CPGS) Coordenadora: Suzana Moss de Oliveira * Coordenadoria de Pós-Graduação Lato Sensu (CPGL) Coordenador: Roberto Kant de Lima * Coordenadoria de Pesquisa (CPQ) Coordenadora: Maria Domingues Vargas Coordenadora Adjunta: Izabel Paixão * Coordenadoria de Capacitação Docente e Técnica (CCDT) Coordenadora: Ana Maria Reis Ferreira * Coordenadoria de Administração Financeira (CAF) Coordenador: Vera Lucia Lavrado Cupello Cajazeiras Em 2009, incorporou-se à estrutura da PROPPi, a: * Agência de Inovação da UFF (Agir) Diretora: Fabiana Rodrigues Leta Vinculam-se, ainda, à Pró-Reitoria: * Assessoria do Pró-Reitor Assessora: Maria Leonor Veiga Faria * Coordenadoria de Pesquisa e Desenvolvimento do HUAP Coordenador: Beni Olej * Editora da Universidade Federal Fluminense (EdUFF) Diretor: Mauro Romero Leal Passos
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Pesquisa Edital Jovens Pesquisadores Foi criado em 2009 o Edital Jovens Pesquisadores, vinculado ao Fopesq, com o objetivo de apoiar a execução de projetos de pesquisa científica, tecnológica, ou de inovação, de jovens pesquisadores docentes da UFF, contratados a partir de 2006 e que obtiveram seu título de doutor a partir de 2004. Neste ano, foram submetidos 117 projetos por via eletrônica no E- Fomento da PROPPi, dos quais 97 foram enquadrados no Edital e estão distribuídos da seguinte forma entre as grandes áreas: Ciências Agrárias; Ciências Biológicas; Ciências Exatas e da Terra; Ciências Sociais Aplicadas; Engenharias; Humanas; Lingüística, Letras e Artes; e Ciências da Saúde. Projeto de Publicação Científica O Projeto de Publicação Científica foi criado em 2009 com o objetivo de aumentar quantitativa e qualitativamente a produção científica na UFF, uma vez que a publicação científica constitui um dos principais indicadores de produção acadêmica, com impacto no processo de transformação social das pesquisas, na competitividade dos docentes na busca por recursos, na avaliação dos programas de pós-graduação e na formação dos mestrandos e doutorandos. Duas ações concretas já foram desenvolvidas: ? A realização do Seminário sobre Publicação Científica, com aproximadamente 500 inscritos; ? Implantação de um serviço de tradução científica profissional para a língua inglesa.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Pesquisa Pró-Infra: captação de 8,4 milhões A FINEP divulgou, em 20 de julho de 2009, a lista dos projetos aprovados no âmbito do Proinfra 2008/2009. A UFF foi contemplada com 8,425 milhões, que corresponde a um aumento de 111% em relação ao montante aprovado no anterior. Foram contemplados quatro sub-projetos que fizeram parte do projeto institucional submetido em março e elaborado pela Comissão Multidisciplinar de Projetos, sob a liderança da Coordenadoria de Pesquisa da PROPPi. 8.425 3.880 3.983 3.643 3.000 2.548 1.720 Importação para Pesquisa Científica e Tecnológica Considerando a importância estratégica da importação de equipamentos e insumos para pesquisa científica para o desenvolvimento da infra-estrutura e dos projetos conforme a Lei 8.010/90, que determina o uso exclusivo em programas de pesquisa científica ou tecnológica, a PROPPi passou a oferecer em 2009 assessoria aos pesquisadores para efetuarem importação na modalidade de pessoa física, a qual ocorre através do Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex), o que reduz os custos do processo e confere maior clareza na prestação de contas quanto a relação entre a fonte dos recursos e os itens importados. Esta característica, destacada pela PROPPi à FAPERJ, motivou sua incorporação pelo conselho superior daquela fundação aos seus procedimentos regulares. Para informações complementares, entre em contato pelo e-mail: importacao@propp.uff.br
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Pesquisa INCT-InEAC Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia - Instituto de Estudos em Administração Institucional de Conflitos Os Institutos Nacionais foram criados pelo Ministério de Ciência e Tecnologia para ocupar posição estratégica no Sistema Nacional de C&T, tanto pela sua característica de ter um foco temático em uma área de conhecimento para desenvolvimento a longo prazo como pela complexidade maior de sua organização e porte do financiamento. As propostas para formação de Institutos foram apresentadas por pesquisadores de reconhecida competência nacional e internacional na sua área de atuação e foram lastreadas em um programa bem estruturado e articulado que permita avanços científicos substanciais ou desenvolvimento tecnológico inovador, e não apenas em um projeto de pesquisa ou um conjunto de projetos de pesquisa, mesmo que aparentados ou vinculados. Na UFF, apenas um projeto foi aprovado na primeira chamada: o Instituto de Estudos em Administração Institucional de Conflitos - InEAC -, coordenado pelo professor Roberto Kant de Lima. A implantação do Instituto tem recebido todo apoio da PROPPi, mais objetivamente na forma da articulação junto a EMATER-RIO na cessão de 8 salas situadas em um prédio comercial à Rua José Clemente nº 73, 9º andar, Centro de Niterói, pelo período mínimo de 10 anos para abrigar o InEAC. Instituição do Prêmio UFF de PIBIC Excelência Científica A PROPPi obtém A criação do Prêmio UFF de Excelência Científica foi anualmente, do CNPq, uma iniciativa da PROPPi e teve como objetivos uma cota institucional de reconhecer e divulgar o mérito científico alcançado Bolsa de Iniciação pelos seus mais destacados pesquisadores. Científica, além de disponibilizar bolsas O Prêmio UFF de Excelência Científica foi lançado adicionais com recursos no dia 09 de julho em cerimônica realizada no próprios. Teatro da reitoria e outorgou ao Prof. Paulo Rangel Rios, Professor Titular da Escola de Engenharia Em 2009 o Programa Industrial e Metalúrgica de Volta Redonda, o Institucional de Bolsas de primeiro prêmio na área de Engenharias e Ciências Iniciação Científica - PIBIC Exatas e da Terra. O evento homenageou os 51 docentes contemplados no ano de 2009 com a bolsa -, através de uma ação de Produtividade do CNPq. direta da PROPPi, conquistou 36 bolsas A segunda edição do evento foi realizada no dia 05 extras para áreas de novembro do mesmo ano. Os três docentes que estratégicas. A gestão do receberam o prêmio foram Edson dos Santos processo PIBIC tem sido Marchiori (Medicina), Lúcia Helena (Literatura) e modernizada com o novo Vitor Francisco Ferreira (Química). sistema online.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Pós-Graduação Cresce o número de alunos nos cursos de Pós-Graduação da UFF Número de cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu da UFF Um levantamento da evolução (dados de 2009 são parciais) histórica dos cursos de Pós- Graduação oferecidos pela UFF revelou um crescimento tanto no número de programas quanto no total de alunos matriculados que hoje ultrapassam 4.500 incluindo cursos de doutorado, mestrado acadêmico e mestrado profissional. A criação de novos programas de Pós é resultado de um trabalho de longo prazo e depende da colaboração de diversos atores, particularmente do corpo docente, discente e de servidores diretamente envolvidos, mas tem sido facilitado por uma atitude de constante apoio às iniciativas por parte da administração central. Notadamente a partir de 2006, a UFF fortaleceu uma série de medidas para impulsionar o crescimento qualificado do número dos cursos e de vagas oferecidas, como a contratação de docentes com doutorado e a política de apoio financeiro através de editais coordenados pela PROPPi. Doutorado Internacional com participação do Programa de PG em Comunicação O Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFF, em conjunto com as Universidades de Bérgamo (Itália), Perpignan (França), Tübingen (Alemanha) e Jawarahal Nehru (Índia), foi contemplado pelo edital aberto pela Comissão Européia referente a projetos de Doutorado Internacional com a chancela Erasmus Mundus (Erasmus Mundus Joint Doctorate - EMJD). Dentre os 160 projetos encaminhados a Bruxelas em abril deste ano, 13 foram contemplados, sendo que, no âmbito das Humanidades, apenas o consórcio de que participa o PPGCOM- UFF, como membro permanente. Além das 5 universidades principais acima citadas, outras 11 universidades estrangeiras integram o programa, na qualidade de participantes. O projeto, intitulado "Cultural Studies in Literary Interzones", será coordenado pela Profa. Dra. Maria Cristina Franco Ferraz, tendo como áreas de concentração principais Literatura Comparada e Cultura Visual. A PROPPi tem colaborado na articulação interna com a Assessoria Internacional e exernamente com as instituições estrangeiras, uma vez que essa importante conquista projeta nossa Universidade em âmbito internacional e demonstra uma atitude de vanguarda.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Pós-Graduação Pós-Graduação Lato Sensu: regular para funcionar com qualidade, eficiência e segurança A Coordenadoria de Pós-Graduação Lato Sensu (CPGL) da PROPPi tem a missão de regular academicamente o funcionamento dos cursos de especialização, garantindo a qualidade e eficiência dos mesmos através do atendimento às regras em vigor e da facilitação dos trâmites burocráticos envolvidos em sua criação e execução, trabalho este que contribui para o controle financeiro dos recursos captados. Orientados pelo Plano de Desenvolvimento Institucional da UFF, estabelecemos as seguintes metas para o ano de 2009: 1) definir de forma clara e objetiva as regras e procedimentos de regulação acadêmica e financeira dos cursos; 2) construir uma versão atualizada do Regulamento da Pós-Graduação Lato Sensu; 3) aumentar a eficiência gerencial da CPGL. Meta 1) A atividade da CPGL ocorre em ambiente de forte tensão e insegurança jurídico-administrativa, em função das diferentes e até mesmo contraditórias interpretações das regras vigentes que determinam as relações entre a Universidade e suas Fundações de apoio. Por esta razão, foram realizadas inúmeras reuniões da PROPPi com coordenadores de cursos, PROGER, PROPLAN e FEC, buscando desempenhar um intenso trabalho de articulação para que seja possível construir instrumentos administrativos robustos, eficientes e duradouros de regulação e de garantia da qualidade dos cursos. Os roteiros resultantes elaborados pela CPGL estão disponíveis em http://www.proppi.uff.br/cpg-lato-sensu/apresentacao/apresentacao e definem, entre outros aspectos, que a abertura de novas turmas está sujeita à regularização do referido curso, o que inclui a apresentação de relatórios acadêmicos anuais e de prestações de contas finais de cada turma, a serem encaminhados pela PROPPi ao Conselho de Curadores, de acordo com as normas em vigor (Resolução CUV nº 155/2008). Meta 2) Com as sucessivas modificações das regras e procedimentos para funcionamento dos cursos de especialização ocorridas entre 2007 e 2008 (novas resoluções do CES/CNE, Portaria Interministerial MEC/MS e decisões do CUV), além de fatos novos como a criação das residências multiprofissionais e o acelerado crescimento dos cursos à distância, foi necessário dar início à construção coletiva de um novo Regulamento para a Pós-graduação Lato Sensu, cuja minuta foi apresentada, pela PROPPi, aos coordenadores para que fizessem considerações, as quais serão consolidadas e submetidas ao CEP no início de 2010 para o devido encaminhamento. Meta 3) Dotar a CPGL de maior eficiência gerencial tornou-se ainda mais relevante em função do grande crescimento que experimentou este setor da UFF. Neste sentido, houve acréscimo do pessoal administrativo, treinamento em gestão de processos e construção de um novo sistema acadêmico atualizado tecnologicamente e integrado aos bancos de dados da Universidade, capaz de reduzir o retrabalho, maximizar a eficiência na regulação e facilitação do funcionamento dos cursos, agilizar o andamento dos processos internos e atender com rapidez e precisão às demandas de coordenadores e alunos que hoje chegam a 7.506 matriculados.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Capacitação Aprovação Prodoutoral A Universidade Federal Fluminense recebeu aprovação do seu Plano Institucional de Formação de Quadros Docentes (Planfor), obrigatório para a submissão de propostas ao Programa de Formação Doutoral Docente - Prodoutoral. O Planfor é um documento no qual a instituição estabelece os princípios, objetivos e metas relacionados à formação de quadros docentes, definido no Prodoutoral - programa voltado para a capacitação e aprimoramento da qualificação docente, visando à consolidação de grupos de pesquisa e à formação de programas de Pós-graduação. Além da gestão do Prodoutoral, a ação institucional desta Pró-Reitoria será estimular, ainda mais reiteradamente, a capacitação dos docentes da UFF, para reduzir a demanda reprimida de qualificação, buscando aumentar o número proporcional de mestres e doutores.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Inovação Criação da Agência de Inovação (Agir) A partir de um movimento crescente de diferentes setores da UFF, a Agência de Inovação (Agir) foi criada formalmente no dia 02 de abril de 2009 como uma proposta de ampliar as ações da PROPPi na direção do estímulo à iniciativas institucionais de inovação tecnológica e social. Para tanto, a estrutura da Agir incorporou a Incubadora de Empresa (INITIA) e o Escritório de Transferência do Conheciento (ETCO). Além disso, a criação da Agir atende às exigências da Lei 10.973, de 2 de dezembro de 2004, denominada “Lei da Inovação”, que prevê a criação de uma unidade, em cada Instituição Científica e Tecnológica Federal (ICT), com a incumbência de executar a lei no âmbito da entidade. Como posto em seu artigo 16, “A ICT deverá dispor de núcleo de inovação tecnológica, próprio ou em associação com outras ICTs, com a finalidade de gerir sua política de inovação”. Durante o primeiro ano de existência, a Agir já realizou as seguintes atividades: Título •Elaboração do Catálogo da Agir •Reuniões periódicas do Fórum de Agentes de inovação •Desenvolvimento do Portal da Agir www.proppi.uff.br/portalagir. •Participação na Niterói AGIR/Agência de Inovação Direção: Profa. Fabiana Leta Fenashore Telefone: 2629-5103 •Apoio à realização do II www.proppi.uff.br/portalagir Desafio Inovação www.twitter.com/AgirUFF •Apoio ao Seminário Internacional Conhecimento & Inovação •Ciclo de Seminários sobre Inovação: Oportunidades e Desafios
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Inovação Desenvolvimento do projeto Parque Tecnológico de Niterói O projeto Parque Tecnológico de Niterói é uma parceria entre o Exército, a Universidade Federal Fluminense e a Prefeitura de Niterói tendo por objetivo o desenvolvimento sócio- econômico local e regional sustentável, pautado na inovação a partir da pesquisa científica e tecnológica em um espaço atualmente ocupado no Barreto pelo 19ºBatalhão Logístico do Exército. O projeto do Parque encontra-se em construção, a partir de reuniões coordenadas pela PROPPi/Agir com os representantes de cada instituição diretamente envolvida. Desenvolvimento do projeto Pólo Tecnológico e de Indústrias Criativas em Niterói Título A proposta de criação de um Polo Tecnológico e de Indústrias Criativas em Niterói tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento local de Ciência e Tecnologia em mídias, fomentar a criação e atração de pequenas, médias e grandes empresas, desenvolver atividades para inclusão social e capacitação técnica de profissionais das comunidades carentes da região, entre outras medidas. Na etapa atual, a proposta encontra-se em fase de articulação junto ao governo municipal e estadual, mais diretamente com as secretarias de Ciência e Tecnologia e de Cultura.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Tecnologia Núcleo de Tecnologia da Proppi (NTP2) A PROPPi entende a tecnologia da informação como uma área estratégica para o desenvolvimento da Universidade. Senso assim, criou um Núcleo de Tecnologia, em conjunto com a PROAC e o NTI, segundo uma filosofia de trabalho integrada e baseada em código aberto com a participação predominante de alunos na construção de soluções perenes e renováveis, que permanecerão como um legado para a UFF. ? de Tecnologia da PROPPi (NTP2) vem desenvolvendo na O Núcleo Universidade Federal Fluminense aplicações com a utilização da plataforma Java Enterprise Edition e Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Drupal. Em 2009, o NTP2 produziu: ? sistema eletrônico do PIBIC (em o novo desenvolvimento); o sistema acadêmico da Pós-Graduação ? (em desenvolvimento); ? portal da PROPPi; o novo Título ? da Agir; novo site ? cursos de Pós-Graduação; sites de ? de controle de despesas dos sistema cursos de Pós-Graduação; automatização do preenchimento das ? informações do relatório anual do Lato Sensu; ? Coleta de informações de diversas bases para a Universidade Pingifes: informar sua matriz orçamentária do MEC (esta solução despertou o interesse de outras universidades que possuiam o mesmo problema); ? E-Fomento de submissão de demandas e emissão de sistema pareceres via internet, utilizado no Jovens Pesuisadores como piloto. NTP Núcleo de Tecnologia 2 PROAC - PROPPi - UFF
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Eventos e Destaques Encontro de Pró- The Developer’s Conference 2009 Reitores de Pesquisa e Pós- graduação do Rio de Janeiro A UFF sediou no dia 14 de outubro de 2009 o Encontro Regional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação, com a presença do Pró-reitor da UFF, Profº Antonio Claudio Lucas da Nóbrega; da UFRJ, Profª Angela Uller; da Uni- Rio, Profª Maria Tereza Evento reuniu os grandes desenvolvedores do mundo Barbosa; da Uenf, Prof. Java, como Francisco Gioielli, da Google. Edson Silva; da UFRRJ, Profª Áurea Lima; do CEFET-Rio, Prof. Pedro Manoel Pacheco e as representantes da Uerj, Da idéia à publicação científica Profª Maria del Carmen Corrales e Profª Elizabeth na área médica Macedo; da Unigranrio, Profª Jacqueline Lima e Cristina Souza, do Cefet. O evento abordou temas como participação das fundações de apoio em projetos de pesquisa com financiamento público, importação para pesquisa, Programa de Apoio à Pós- Graduação - PAPG e avaliação da Capes, dentre outros. Numa iniciativa conjunta da PROPPi e da Unidade de Pesquisa Clínica do Huap, o Prof. Ricardo Pietrobon (foto), da Universidade de Duke, Carolina do Norte. O palestrante apresentou no dia 10 de dezembro de 2009 para pesquisadores da área de saúde um sistema de ferramentas tecnológicas, composto de plataformas operacionais, cujo o objetivo é aumentar e qualificar a produção de artigos originais na área.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Eventos e Destaques Visita do Diretor de Avaliação Novidades sobre as da CAPES à UFF Chamadas Públicas CT-Infra / Pro-Infra No dia 9 de outubro de 2009 coordenadores e representantes de 34 O Chefe do Departamento Programas de Pós- de infra-estrutura das graduação da UFF Universidades da FINEP, Sr. estiveram presentes à Ricardo Rosa, esteve no reunião promovida pela Auditório Ismael Coutinho, PROPPi com o professor do Instituto de Letras, no Lívio Amaral, Diretor de Avaliação da CAPES. dia 16/12, a convite da PROPPi, para apresentar Alguns importantes esclarecimentos foram dados a um histórico das respeito da próxima avaliação trienal da CAPES, a Chamadas Públicas do saber: i) haverá um período de ajuste para que os PROINFRA e as novidades comitês de área da CAPES revejam a classificação da Chamada Pública 2009. dos periódicos de acordo com o critério Qualis; ii) haverá, também para os comitês de área, a possibilidade de relacionar os livros considerados mais importantes para as Pós-graduações (a elaboração de um critério Qualis-livro foi descartada, pelo menos para a próxima avaliação trienal); iii) haverá um período para correções nos A realização do encontro, dados do Coleta CAPES de 2008; correções aos aberto a todos os dados de 2007 poderão também ser relacionadas pesquisadores e diretores no "caderno F". de Unidades, teve como objetivo conhecer a perspectiva da FINEP na organização das Chamadas Públicas CT-INFRA / PROINFRA, com vistas a aumentar a eficiência da Universidade Federal Fluminense na captação e execução financeira desses recursos. Inauguração de novas instalações pra NTP2 Foi inaugurado no dia 17 de dezembro o setor de desenvolvimento dos sistemas acadêmicos no Núcleo de Tecnologia da PROPPi, com aparato tecnológico de ponta. O investimento é tido como importante e estratégico para o desenvolvimento da UFF.
  • Relatório Anual 2009 PROPPi Eventos e Destaques Seminário de Publicação Científica Em novembro a PROPPi realizou no teatro da UFF o 1º Seminário de Publicação Científica, evento que teve aproximadamente 500 inscritos e contou com a presença do Prof. Rogério Meneghini, dietor científico da Scielo, entre outros convidados externos. O objetivo da PROPPi foi fornecer elementos para que o docente e, principalmente, o aluno de Pós-graduação aumentem sua capacidade de publicar com qualidade. A grande procura dos alunos e docentes em participar do evento foi considerado um ponto positivo, pois não só confirma uma demanda antiga por um espaço de discussão sobre o assunto como o grande interesse da comunidade acadêmica da UFF em produzir conhecimento e divulgá-los através de publicações científicas. UFF foi escolhida Planejamento estratégico orienta representante da ações da PROPPi região sudeste no O ano de 2009 iniciou com um seminário COPROPPI/ANDIFES interno, com a participação de todos os coordenadores e funcionários da PROPPi, com o objetivo de construir um planejamento estratégico participativo, orientado pelo Programa de Desenvolvimento Institucional da UFF. O planejamento definiu missão, visão, valores e programas, como resultado de um trabalho Ocorreu em Brasília, no dia coordenado pelo subsecretário municipal de 16 de dezembro de 2009, inovação de Niterói e ex-diretor da FINEP, na sede da ANDIFES, o Hugo Túlio Rodrigues e contou com a presença I Encontro do Colégio de do professor Waldimir Pirró e Longo, ex-Pró- Pró-reitores de Pós- Reitor da PROPP. Graduação, Pesquisa e Inovação – COPROPPI/Andifes -, que congrega os Pró-Reitores das 58 IFES. A Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da UFF foi escolhida a representante da região sudeste no Colégio.
  • http://www.proppi.uff.br