UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

                           ESCOLA DE ENFERMAGEM

                              ...
Referências

 BRITO, Valquiria O. C. et al . Infecção pelo HIV, hepatites B e C e sífilis em
moradores de rua, São Paulo. ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

PROJETO COMEÇAR DE NOVO

510

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
510
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PROJETO COMEÇAR DE NOVO

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM Projeto Começar de Novo Autores: João Paulo Zimmermann Silva e Themis Maria Dresh da Silveira Dovera Projeto de Oficinas em Saúde com Moradores de Rua Introdução: O Projeto Começar de Novo que é uma ação pedagógica de convivência e organização de pessoas em situação de rua de Porto Alegre e é realizado através de oficinas com relações de acolhimento, ações de orientação alimentar, nutricional e saúde e ações de elevação da escolaridade, com apoio da Escola de Enfermagem da UFRGS. Objetivo: realizar a construção do projeto em saúde, sendo dado ênfase nas Doenças Sexualmente Transmissíveis, observando ser relevante entre os moradores de rua tal incidência. Materiais e Métodos: Através de ficha individual foi feito o levantamento com 70 pessoas frequentadoras das oficinas diárias e com a realização de oficinas com temáticas voltadas para a área da saúde especialmente nutrição e doenças sexualmente transmissíveis. A saúde é o principal risco, apontando a dependência química, a saúde bucal e as dores no corpo como os principais problemas sentidos. Na oficina foi realizado um sorteio como atividade prévia, onde haviam pequenos papéis dobrados onde na maioria estava simbolizado com um círculo (significando uma relação sexual sem proteção), um único papel com um quadrado (simbolizando AIDS) e um papel com um triângulo (simbolizando Lues). Após a distribuição dos papéis, todos foram convidados a se saudarem apertando as mãos. Após as saudações coletivas, foi explicado que cada saudação simbolizaria uma relação sexual desprotegida, e no início do jogo haviam apenas duas pessoas contaminadas por DST's. Resultados e Conclusões: Após esta etapa foi aberta uma roda de discussão sobre as formas de contaminação e foi mostrado um catálogo com imagens das patologias mais comuns, com seus sinais e sintomas. Tal grupo de risco requer políticas voltadas às orientações na área da saúde e da educação, devido a alta incidência de DST’s.
  2. 2. Referências BRITO, Valquiria O. C. et al . Infecção pelo HIV, hepatites B e C e sífilis em moradores de rua, São Paulo. Rev. Saúde Pública, São Paulo, 2009. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034- 89102007000900009&lng=pt&nrm=iso>. Acessos em 30 de junho de 2009; — CHALUB, Miguel. TELLES, Lisieux de Borba. Álcool, Drogas e Crime. Revista Brasileira de Psiquiatria. http://www.rbpbrasil.org.br/portal/artigos/texto- integral/antigos/alcool-drogas-e-crime. Acesso em 28 de junho de 2009; — VARANDA, Walter; ADORNO, Rubens de Camargo Ferreira. Descartáveis urbanos: discutindo a complexidade da população de rua e o desafio para políticas de saúde. Saude soc., São Paulo, v. 13, n. 1, abr. 2004 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010412902004000100007n m=iso>. Acesso em 28 de junho de 2009.

×