Your SlideShare is downloading. ×
Diferenças e convergências ead e eol thalita oliveira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Diferenças e convergências ead e eol thalita oliveira

307
views

Published on

Tarefa da disciplina Mídias Virtuais e Educação On-line (Curso de capacitação em EAD- UNIRIO) - Janeiro 2013

Tarefa da disciplina Mídias Virtuais e Educação On-line (Curso de capacitação em EAD- UNIRIO) - Janeiro 2013


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
307
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Curso de Capacitação em Educação a Distância via Web (Modalidade: Elaboraçãode Material Didático)Disciplina: Mídias Virtuais e Educação on-lineCoordenador: Vicente Willians do Nascimento NunesProfessora-Tutora: Rosanéte Alves de AzevedoAluna: Thalita Maria C. Rosa Oliveira Diferenças e Convergências entreEducação a Distância e Educação on-line 1
  • 2. 1) Educação a Distância1.1 - Definição Em linhas gerais, a educação a distância (EAD) se define enquanto umamodalidade de ensino que é caracterizada pela separação do professor e aluno noespaço e tempo, em que a mediação da comunicação é dada através de meiostecnológicos diversos. Nas palavras de Moran (2002), a educação a distância refere-se ao ensino/aprendizagem onde professores e alunos não estão normalmente juntos, fisicamente, mas podem estar conectados, interligados por tecnologias, principalmente as telemáticas, como a internet. Mas também podem ser utilizados o correio, o rádio, a televisão, o vídeo, o CD-ROM, o telefone, o fax e tecnologias semelhantes. (MORAN, 2002, p.1) 2
  • 3. 1.2 – Pontos fundamentais da Educação a Distância:• Democratização ao acesso a educação, sobretudo a educação superior, para pessoas que moram em regiões distantes dos centros urbanos, onde se concentram as instituições de ensino superior ou então para aquelas que mesmo morando em centros urbanos, se encontram impossibilitadas de frequentar um curso universitário presencial;• Os processos educativos potencializados pela EAD são dar condições para se criar uma nova competência ao aluno: saber estudar sozinho, percebendo-o como agente de sua própria aprendizagem, isto é, a formação de um novo perfil: o aluno autônomo.• A possibilidade de atender as diferentes necessidades de profissionais no que diz respeito a sua formação continuada. 3
  • 4. 2) As gerações da Educação a DistânciaAbaixo, um quadro comparativo que apresenta as principais mídias e tecnologiasrelacionadas as cinco gerações da educação a distância, tendo por base os estudosde Santos (2010, p. 31) Geração Mídias e Tecnologias 1ª geração (1850-1960) Texto impresso (estudo por correspondência); e mais tarde, Rádio e Televisão 2ª geração (1960-1985) Fitas de áudio, televisão, fitas de vídeo, fax e papel impresso. 3ª geração (1985-1995) Correio eletrônico, papel impresso, sessões de chat, mediante uso de computadores, CD-Rom, videoconferência. 4ª geração(1995-2005) Correio eletrônico, chat, computador, internet (transmissão em banda larga), interação por vídeo e ao vivo, videoconferência, fax e papel impresso 5ª geração (Atual) Reunião de todos os componentes da 4ª geração, integrados as potencialidades da Web 2.0. 4
  • 5. 3) Educação on-line3.1 - Definição A educação on-line (EOL) é a modalidade de ensino realizada apartir de recursos e ferramentas de comunicação da internet,proporcionando uma série de vantagens para o processo de ensino-aprendizagem, através de mediações bidirecionais e multidirecionais entreprofessor e alunos, viabilizando assim maiores perspectivas deinteratividade. 5
  • 6. 3.2 – Educação on-line e a Cibercultura Com o advento da internet, o acesso a informação e o contato entre as pessoastornaram-se ilimitados, o que resultou, dentre outros aspectos, “a ampliação e a formaçãode novos espaços e de novas formas de atuação no mundo contemporâneo” (COMASSETTO,2007, p.2). É nesse contexto que entra o espaço virtual de aprendizagem, como decorrênciado fenômeno da cibercultura, pois a principal característica do espaço virtual é ser umarepresentação digital do real e por conta da internet promover essa significação, seestabelece uma ausência de limite ao acesso a informação e conhecimento e contato entreas pessoas e, por conseguinte, a virtualidade dinamiza a interação entre professor/aluno;aluno/alunos através dos recursos desenvolvidos e potencializados pelas novas tecnologiasda informação e comunicação, em favorecimento do processo de aprendizagem. 6
  • 7. 3.2 – Ambientes Virtuais de Aprendizagem Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) ou Learning ManagementSystems (LMS) são softwares desenvolvidos para promover o processo de ensino-aprendizagem por intermédio de ferramentas que possibilitam a interação e acomunicação entre a equipe envolvida, isto é, administradores, professores/tutorese alunos na realização de cursos online. É importante ressaltar que uma das principais contribuições dosAmbientes Virtuais de Aprendizagem refere-se à inovação pedagógica a partir dainteratividade, pois como assinala Santos (2003) A aprendizagem mediada por AVA pode permitir que através dos recursos da digitalização várias fontes de informação e conhecimentos possam ser criadas e socializadas através de conteúdos apresentados de forma hipertextual, mixada, multimídia, com recursos de simulações. Além do acesso e possibilidades variadas de leituras o aprendiz que interage com o conteúdo digital poderá também se comunicar com outros sujeitos de forma síncrona e assíncrona em modalidades variadas de interatividade: um-um e um-todos comuns das mediações estruturados por suportes como os impressos, vídeos, rádio e TV; e principalmente todos-todos, própria do ciberespaço. (grifos da autora) (SANTOS, 2003, p. 4). 7
  • 8. Considerações finais Por fim, cabe destacar que a principal diferença entre educação on-line e aforma tradicional da educação a distância é que a primeira “deixa de ser apenas “ummodelo pedagógico” ou uma ‘tecnologia educacional’ e passa, cada vez mais, a ser um‘novo modelo social’, uma tecnologia social’”. (Piva, Pupo, Gamez e Oliveira, 2011, p. 18). Isso significa dizer que a educação online inaugura um novo projetoeducativo/formativo na contemporaneidade, em virtude da capacidade inovadora dapresença virtual, que contribui para a diminuição da distância entre as pessoas, mesmoestando geograficamente distantes, na promoção de ações interativas maisdiversificadas em prol de um processo de aprendizagem colaborativo esignificativo, além de contribuir para a formação de novas formas desociabilidade, construção de conhecimento e novas experiências individuais e coletivas. 8
  • 9. Bibliografia:COMASSETTO, Liamara Scortegagna. Novos Espaços para o ensino e a aprendizagem emEAD, 2007.(disponível no site http://www.abed.org.br/congresso2007/tc/5162007101900AM.pdf) acessoem 20/12/2010.LENCASTRE, José Alberto; ARAÚJO, Maria José. Educação online: ima introdução. Proceedings ofthe IASK International Conferences – E- Activity and Learnining Techonologies & InterTIC.Madrid: International Association for the Scientific Knowledge, pp. 306-312.(http://investigacao.ipiaget.org/edutec/ficheiros/15_Educacao%20online-IasK2008.pdfAcessado em 25/05/2012)MEHLECKE, Querte Teresina Conzi.; TAUROCO, Liane Margarida Rockenbach. Ambientes desuporte para a educação a distância: a mediação para a aprendizagem cooperativa.(http://www.cinted.ufrgs.br/eventos/cicloartigosfev2003/querteA.pdf> Acessado em25/05/2012)MORAN, José Manuel. O que é educação a distância, 2002.(http://www.eca.usp.br/prof/moran/dist.htm) 9
  • 10. PIVA JR., Dilermando; PUPO, Ricardo; GAMEZ, Luciano, OLIVEIRA, Saulo. EAD na Prática:planejamento, métodos e ambientes de educação online. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011SANTOS, Edméa Oliveira. Ambientes Virtuais de Aprendizagem: Por autorias livres, pluraise gratuitas. Revista FAEBA, v.12, n. 18, 2003.SANTOS, Edméa. Educação online para além da EAD: um fenômeno da cibercultura. In.SILVA, Marco; PESCE, Lucila; ZUIN, Antônio (orgs.). Educação online: cenário, formação equestões didático-metodológicas. Rio de Janeiro: Wak, 2010. 10