DevOps, NoOps...afinal que raios é isso?

3,397 views

Published on

O que exatamente é o DevOps (e mais recentemente NoOps). Metodologia, movimento, cargo, filosofia? Como chegamos até aqui, e o que cloud, IaaS, PaaS e SaaS tem a ver com isso.

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,397
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,005
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • 6 começa\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Atos, metodologias ágeis (mesmo que undercover), projetos paralelos. Rails, a nunvem, EncontreSeuPacote\n
  • Atos, metodologias ágeis (mesmo que undercover), projetos paralelos. Rails, a nunvem, EncontreSeuPacote\n
  • Atos, metodologias ágeis (mesmo que undercover), projetos paralelos. Rails, a nunvem, EncontreSeuPacote\n
  • Atos, metodologias ágeis (mesmo que undercover), projetos paralelos. Rails, a nunvem, EncontreSeuPacote\n
  • Atos, metodologias ágeis (mesmo que undercover), projetos paralelos. Rails, a nunvem, EncontreSeuPacote\n
  • Atos, metodologias ágeis (mesmo que undercover), projetos paralelos. Rails, a nunvem, EncontreSeuPacote\n
  • Apontador, programador poliglota, AWS, Business Model Canvas, concursos startup\n
  • Apontador, programador poliglota, AWS, Business Model Canvas, concursos startup\n
  • Apontador, programador poliglota, AWS, Business Model Canvas, concursos startup\n
  • Apontador, programador poliglota, AWS, Business Model Canvas, concursos startup\n
  • Apontador, programador poliglota, AWS, Business Model Canvas, concursos startup\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Sinergia, CEO entende de business, Leandro excelente design e usabilidade. Let’s go.\nNovos desafios.\nNão esqueça de falar um poquinho do modelo de negócios\n
  • 6 até aqui\n
  • 3 começa\n
  • Developer, desenvolvimento do produtoOperações, estabilidade, uptime, manutenção, performancefry\n
  • \n
  • \n
  • 9\n
  • 5 começa\n
  • Ou, numa grande empresa, quem coordena o processo entre as duas áreas\n
  • \n
  • \n
  • 15 até aqui\n
  • 15 até aqui\n
  • 15 até aqui\n
  • 15 até aqui\n
  • 15 até aqui\n
  • 7 começa\n
  • Óbvio que maiora das empresas não estará nessa escala, mas daí surgiram ferramentas e know how para a nuvem, e o que acontece..\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Esse cara vai estar na Amazon, no Heroku, no Facebook ou será uma parte reduzida da equipe.\n
  • Esse cara vai estar na Amazon, no Heroku, no Facebook ou será uma parte reduzida da equipe.\n
  • \n
  • Mesmo que o SysAdmin não trabalhe na aplicação, ele tem que saber codar (programar!)\n
  • 22 aqui\nPor a infraestrutura ser código, torna-se mais fácil o perfil híbrido, e a troca de área. Também força um dev a aprender sobre infra, e um sysadmin a dominar programação.\n
  • 9 começa\n
  • \n
  • Mas: ferramentas não são nada sem cultura e comportamento. Além disso há outras formas de fazer, capistrano AWS AMI. \nAmazon pricing: complexo. Tem o calculator.\n\n
  • \n
  • Vagrant, Foreman\n
  • Releases frequentes, desde que se tenha confiança, diminuim muito o custo da mudança. Casar estabildade com mudança.\n
  • Releases frequentes, desde que se tenha confiança, diminuim muito o custo da mudança. Casar estabildade com mudança.\n
  • Releases frequentes, desde que se tenha confiança, diminuim muito o custo da mudança. Casar estabildade com mudança.\n
  • Releases frequentes, desde que se tenha confiança, diminuim muito o custo da mudança. Casar estabildade com mudança.\n
  • Releases frequentes, desde que se tenha confiança, diminuim muito o custo da mudança. Casar estabildade com mudança.\n
  • Releases frequentes, desde que se tenha confiança, diminuim muito o custo da mudança. Casar estabildade com mudança.\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Google App Engine, Heroku, AppFog\n
  • 31 até aqui. Amazon AWS precificação complexa\n
  • 3 começa aqui\n
  • Engraçado que SaaS e IaaS se desenvolveram antes, deixando PaaS no meio. E é um fato pouco reconhecido.\n
  • 34 até aqui. O trabalho deste cara é configurar estes serviços na nuvem, e não instalar exchange, etc. Sem time de manutenção, sem hardware para instalação, sem ter que pedir que sua cota aumente de 50 mega pra 100 (2009), sem ter que comprar uma máquina IBM num antiquário (2006)\n
  • Teste\n
  • 3 começa aqui\n
  • \n
  • Segurança! Requisitos não funcionais\n
  • \n
  • 37 até aqui\n
  • 2 pra indústria\n
  • AppFog\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • 39 até aqui\n
  • 6 começa aqui\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • 45 até aqui\n
  • 2 começa\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • 52 fim\n
  • DevOps, NoOps...afinal que raios é isso?

    1. 1. DevOps, NoOps afinal que raios é isso?
    2. 2. Thiago Ganzarolli @tganzarolli http://github.com/tganzarolli
    3. 3. Campinas
    4. 4. Campinas
    5. 5. Campinas
    6. 6. Campinas
    7. 7. Campinas
    8. 8. Campinas São Paulo
    9. 9. startupcafe.com.br
    10. 10. FAILstartupcafe.com.br
    11. 11. Conflito: sysadmins vs developers
    12. 12. http://www.codinghorror.com/blog/2010/08/vampires- programmers-versus-werewolves-sysadmins.html
    13. 13. “Funciona na minha máquina”
    14. 14. “Não é o servidor, é o código”
    15. 15. Parar de jogar a culpa e focar no negócio
    16. 16. DevOps como conceito• É a filosofia ou abordagem cultural que promove a melhor comunicação entre os times de desenvolvimento e administração de sistemas.
    17. 17. DevOps como cargo• É o cargo do profissional que desempenha tanto o papel de desenvolvedor quanto o de administrador de sistema.
    18. 18. Para startups• Equipe reduzida• Time de elite e multifuncional• Recursos escassos• Necessidade de entregar valor muito rápido, de forma muito dinâmica (e barata)
    19. 19. Para grandes empresas• Mais agilidade• Menos burocracia• Redução de custos• Resolução de conflitos
    20. 20. Para Metodologias ágeis• XP• Scrum• Lean
    21. 21. Para Metodologias ágeis• XP• Scrum• Lean• DevOps
    22. 22. Para Metodologias ágeis• XP• Scrum• Lean• DevOps
    23. 23. Amadurecimento+ mudança comportamental + tecnologia
    24. 24. “From an operations standpoint, the big story of the web isn’t the evolutiontoward full-fledged applications that run in the browser; it’s the growth fromsingle servers to tens of servers to hundreds, to thousands, to (in the case ofGoogle or Facebook) millions.When you’re running at that scale, fixingproblems on the command line just isn’t an option” Mike Loukides, O’Reilly radar, What is DevOps
    25. 25. Distanciamento do hardware
    26. 26. Distanciamento do hardware
    27. 27. DevOps
    28. 28. DevOps NoOps
    29. 29. A tendência é ver cada vez menos isso
    30. 30. E mais isso
    31. 31. Infraestrutra torna-se código
    32. 32. Convergência
    33. 33. AbominaçãoOu o futuro?
    34. 34. DevOps com IaaS
    35. 35. Automação
    36. 36. Máquinas idênticas rodando os mesmos serviços
    37. 37. Gerenciamento de configuração• Homogeinidade• Previsibilidade• Facilita escalabilidade• Confiança no ambiente
    38. 38. • Serve para máquinas dos desenvolvedores também (máquinas virtuais)• Sem ‘configurando o ambiente por uma semana’
    39. 39. Existem maisferramentas
    40. 40. Existem mais ferramentas• Gerenciamento de configuração
    41. 41. Existem mais ferramentas• Gerenciamento de configuração• Automação de build / Integração contínua
    42. 42. Existem mais ferramentas• Gerenciamento de configuração• Automação de build / Integração contínua• One-click deploy
    43. 43. Existem mais ferramentas• Gerenciamento de configuração• Automação de build / Integração contínua• One-click deploy• Auto-scale e self-healing
    44. 44. Existem mais ferramentas• Gerenciamento de configuração• Automação de build / Integração contínua• One-click deploy• Auto-scale e self-healing• Métricas
    45. 45. Métricas• Monitorar• Tratar logs• Instrumentação• Detectar gargalos, bugs, falhas• Saber quando escalar• Post-mortem da equipe após crise
    46. 46. Ferramenta sem cultura não funciona!
    47. 47. DevOps com PaaS ou NoOps
    48. 48. • Reduz a gerência de configuração• Tendência é cada vez menos tempo gasto com SysAdmin• Ainda preciso monitorar, ter integração contínua, etc...• DevOps on steroids
    49. 49. Preocupações externalizadas• Tolerância a falhas• Escalabilidade• Load balancing• Pode agregar váris outros addons• Precificação mais simples/visível
    50. 50. SaaS também alavanca NoOps
    51. 51. Analista de suporte? Github
    52. 52. O mercado e DevOps
    53. 53. A indústria e NoOps
    54. 54. • DNA técnico (cultura development from top down)• Referência em NoOps• Chaos monkey
    55. 55. O que críticos dizem• Operações ainda existem• As preocupações e atribuições são outras• SysAdmin ou DevOps irão operar em outro nível de abstração
    56. 56. Semântica...
    57. 57. Bottom line• Operações ficando mais baratas e simples• Desenvolvedores e empresas tendo mais foco na aplicação
    58. 58. Cada empresa tem seu nível de adoção• Cloud pode não ser pra todos• Assim como PaaS• ClickJogos gastaria na casa de milhões com tráfego na Amazon se não estivesse no UOL• Bancos jamais abrirão mão do controle
    59. 59. Compartilhe!Trocar experiências faz parte da cultura
    60. 60. Comunidade em formação• Open source• Github (social coding!)• StackOverflow e ServerFault• DevInSantos!
    61. 61. Obrigado!

    ×