Your SlideShare is downloading. ×
0
Pensar em termos de avaliação implica:


     Efectuar julgamentos sobre o funcionamento da BE (eficácia, utilidade, valor...
ACTIVIDADE – distinguir descrição de avaliação

O que é descrição?
O que é avaliação?

Act1 – Enunciado descritivo ou aval...
O que é descrição – dizer o que acontece, sem apreciações sobre os resultados nem referência ao valor
da acção ou processo...
Indicador          Factores Críticos de Sucesso
                   • A BE disponibiliza uma colecção variada e adequada ao...
Indicador             Factores Críticos de Sucesso
                      • A leitura e as literacias constam como meta no ...
Indicador            Factores Críticos de Sucesso


                                                                      ...
Indicador             Nível   Acções para a melhoria                                       Observações

                  ...
•      Acções auto -avaliação                             •   Tempo
              Seleccionar o domínio
                  ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Oficina GlóRia Bastos[1]

712

Published on

Published in: Health & Medicine, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
712
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Oficina GlóRia Bastos[1]"

  1. 1. Pensar em termos de avaliação implica: Efectuar julgamentos sobre o funcionamento da BE (eficácia, utilidade, valor, …) Fazer a pergunta: como sabemos isso? Quais são as evidências que suportam esse julgamento identificar pontos fortes – pensar nos factores/aspectos que afectam o indicador (internos e/ou externos) identificar áreas para melhoria/desenvolvimento – pensar nos factores/aspectos que afectam o indicador (internos e/ou externos) consolidação Elaborar planos de acção melhoria (gerar a alteração desejada) rever, avaliar e alterar esses planos (acompanhamento/monitorização) Quanto mais basearmos as nossas apreciações/julgamentos em evidências mais fácil será identificar fraquezas e forças e pensar nas acções a implementar.
  2. 2. ACTIVIDADE – distinguir descrição de avaliação O que é descrição? O que é avaliação? Act1 – Enunciado descritivo ou avaliativo? Act2 – Transformar os enunciados descritivos em avaliativos 1- Foi recolhida informação dos departamentos sobre a colecção da BE. 2- A BE promove sistematicamente mecanismos de avaliação cujos resultados s ão utilizados na planificação do trabalho. 3- Iniciativa de um projecto (parceria com a Câmara Municipal) de âmbito nacional. 4- Aproximação estimulante às famílias e seu envolvimento no projecto da BE, com o projecto “Leituras em família” 5- Horário da BE cobre todo o tempo de abertura da escola 6- A actualização do material informático não corresponde às necessidades dos utilizadores (professores, alunos). 7- A BE disponibiliza guiões de pesquisa baseados no modelo Big6.
  3. 3. O que é descrição – dizer o que acontece, sem apreciações sobre os resultados nem referência ao valor da acção ou processo em causa O que é avaliação – fazer uma apreciação baseada na análise de informação relevante e evidências. Frequentemente inclui a explicação das consequências de uma determinada acção ou processo Enunciado avaliativo – fazer a pergunta “e depois?” – um bom enunciado avaliativo explica as consequências ou implicações (pode ser negativo ou positivo) descrição: Existe protecção de dados e procedimentos de copyright nas operações através da TIC- não julga a utilização e a utilidade dos procedimentos, apenas constata um facto avaliação – existem processo claros e actualizados de protecção de dados e os procedimentos de copyright asseguram que todos os utilizadores cumprem os requisitos legais – avalia os processos “claros e actuais” e explica as consequências dos procedimentos assumidos http://www.sfeuprojects.org.uk/selfeval/bootstrap/activities/thinkact1.htm
  4. 4. Indicador Factores Críticos de Sucesso • A BE disponibiliza uma colecção variada e adequada aos gostos e interesses de informação dos utilizadores. Nível 4 - • A BE identifica problemáticas e dificuldades neste domínio e delineia em colaboração com a escola B.1 Trabalho da acções e programas que melhorem as situações identificadas. (fraqueza) A BE desenvolve um BE ao serviço da • A BE apoia activamente a implementação de projectos de promoção de leitura, como o PNL. trabalho sistemático de promoção da • A BE está informada relativamente às linhas de orientação e actividades propostas pelo PNL. promoção da leitura com leitura • A BE desenvolve, de forma sistemática, actividades no âmbito da promoção da leitura: sessões e todas as turmas da escola. clubes de leitura, fóruns, blogs ou outras que associem diferentes formas de leitura, de escrita ou de comunicação com o objectivo de promover o gosto pela leitura. • A BE incentiva a leitura informativa, associando-se e articulando com os departamentos no Há uma dinâmica muito desenvolvimento das actividades de ensino/ aprendizagem ou a projectos e actividades que boa em termos do incentivem a leitura informativa. (fraqueza) trabalho de iniciativa • A BE promove encontros com escritores ou outros eventos culturais que aproximem os alunos dos própria da BE livros ou de outros materiais/ ambientes e incentivem o gosto pela leitura. • A leitura em ambientes digitais é incentivada e as possibilidades facultadas pela WEB como o hipertexto, o e-mail, blogs, wikis, slideshare, youtube… são exploradas. • Ao uso destes ambientes são, nalguns casos, associadas, em contexto, a acções formativas que dotem os utilizadores das competências críticas e operacionais necessárias. • O empréstimo domiciliário é incentivado, através de uma acção sistemática da BE de promoção de obras literárias ou de divulgação, da realização de exposições, de debates ou da criação de grupos de leitura. • A BE organiza e difunde recursos documentais que, associando-se a diferentes temáticas ou projectos, suportam a acção educativa e garantem a transversalidade e o desenvolvimento de competências associadas à leitura. • A BE apoia os alunos nas suas escolhas e conhece as novidades literárias e de divulga ção que melhor se adequam aos seus gostos. • A BE promove a articulação da leitura com os diferentes domínios curriculares, com os docentes, (fraqueza) com a Biblioteca Pública ou com outras instituições.
  5. 5. Indicador Factores Críticos de Sucesso • A leitura e as literacias constam como meta no Projecto Educativo e Nível 2 curricular de Escola/ agrupamento, em articulação com a BE. A BE desenvolve estratégias e B.2 Trabalho • A BE promove a discussão conjunta sobre a importância da leitura na actividades em articulação com articulado da BE formação pessoal e no sucesso educativo. 45% a 59% dos docentes e com o com • A BE trabalha articuladamente com docentes e departamentos na exterior. departamentos e implementação de estratégias/ planos de trabalho para promoção da docentes e com o leitura por prazer (ficção e não ficção). exterior, no âmbito • A família e/ou outros membros da comunidade são envolvidos em Nível 3 da leitura projectos ou actividades nesta área. A BE recorre a diferentes • A BE difunde informação sobre livros e autores, organiza guiões de instrumentos para difusão da leitura, bibliografias e outros materiais de apoio relacionados com informação e cria contextos matérias de interesse curricular ou formativo. diversificados de leitura e de • A BE colabora activamente com os docentes na construção de produção/ comunicação da estratégias que melhorem as competências dos alunos ao nível da informação com recurso sobretudo leitura e das literacias. a suportes tradicionais • A BE promove e participa na criação de instrumentos de apoio a actividades de leitura e de escrita/ produção de informação em diferentes ambientes: jornais, blogs, newsletter, webquests, wikis, etc. • A BE conhece as linhas de orientação definidas pelo Plano Nacional de Leitura e desenvolve acções e articula actividades com os docentes, no sentido de promover a leitura. • A BE favorece a existência de ambientes de leitura ricos e diversificados, fornecendo livros ou outros recursos às salas de aula ou outros espaços de lazer ou de trabalho e aprendizagem.
  6. 6. Indicador Factores Críticos de Sucesso Nível 3 B.3 Impacto do trabalho da BE nas • Os alunos usam a biblioteca para ler de forma recreativa, para se informar ou para realizar A BE desenvolve um trabalho com atitudes e trabalhos escolares. impacto no crescimento do gosto pela competências dos leitura e no desenvolvimento de alunos, no âmbito • Os alunos, de acordo com o seu nível de competências associadas à leitura. da leitura e das literacias. escolaridade, manifestam progressos nas competências de leitura, lendo mais e com maior 60% a 79% dos alunos usa a biblioteca escolar em contextos de leitura e revela profundidade. progressão nas competências de leitura, • Os alunos desenvolvem trabalhos onde interagem de acordo com o seu ano de com equipamentos e ambientes informacionais escolaridade. variados, manifestando progressos nas suas _____________ competências no âmbito da leitura e das literacias. Escola 500 alunos – 60% = • Os alunos participam activamente em diferentes actividades associadas à promoção da leitura (Clubes 300 alunos- - requisitam livros de leitura, fóruns de discussão, jornais, etc.). - frequentam a BE - distribuem-se por diferentes actividades de leitura - progridem na leitura (feedback Prof. Português)
  7. 7. Indicador Nível Acções para a melhoria Observações • Sensibilizar a escola para a importância da leitura 2 como suporte às aprendizagens e à progressão nas B.2 Trabalho aprendizagens. articulado da BE • Reforçar o trabalho articulado. com departamentos • Definir prioridades e traçar estratégias de melhoria a e docentes e com o propor ao Conselho Executivo e à Escola, partindo exterior, no âmbito dos resultados analisados pelos conselhos de turma. da leitura • Delinear um projecto que identifique prioridades e estabeleça objectivos e metas a atingir. • Reforçar a produção de instrumentos de apoio a ser usados por professores e alunos.
  8. 8. • Acções auto -avaliação • Tempo Seleccionar o domínio Setembro? Identificar elementos implicados CP /departamentos / alunos / AAE /Pais /equipa/BM …….. Seleccionar as evidências a recolher Que questionários aplicar e quando? Que observações realizar e quando? Que documentos analisar? Que elementos complementares posso usar? A que colegas posso pedir apoio? e opinião? …..
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×