VITAE
CURRICULUM VIT
Teresa Rolo
teresa.r@inteli.pt e teresarsan@gmail.com
II.
                                                                      II. FORMAÇÃO ACADÉMICA E PROFISSIONAL
          ...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                            Coordenação e desenvolvimento de actividades ao nível do Pr...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                            Coordenação e desenvolvimento de actividades ao nível da in...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                            Participação em diversos projectos, ao nível da concepção e...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

                            Consultoria Estratégica. Apoio a processos de definição de...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                            Representante da INTELI no Conselho de Avaliação de Redes d...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                            Projecto “Avaliação das Oportunidades de Cooperação em Rede...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                          Gestão e apoio a processos de reformulação estratégica acções...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                        Colaboradora da UGTI – Unidade de Gestão de Tecnologia e Inovaç...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                        Projecto “Competências GIE – Desenvolvimento de Competências Ch...
III.
III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
                            Projecto “Track Skills: Outdoor Training and Development”
 ...
IV.
IV. ARTIGOS PUBLICADOS E COMUNICAÇÕES APRESENTADAS

 2007
        “A Strategy To Boost Dynamics Of Cooperation That Ca...
V. SEMINÁRIOS, CONGRESSOS, FEIRAS E OUTRAS PARTICIPAÇÕES


 2007   “UNISPIN WINTER WOKSHOP”
                         WOKSH...
V. SEMINÁRIOS, CONGRESSOS, FEIRAS E OUTRAS PARTICIPAÇÕES
 1999   Presença em seminários realizados no âmbito do Mestrado e...
VII.
                                                                   VII. OUTRAS INFORMAÇÕES ADICIONAIS
VI. CONHECIMENT...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Cv Jan 2010 Trv2

918 views
856 views

Published on

Published in: Business, Travel
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
918
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cv Jan 2010 Trv2

  1. 1. VITAE CURRICULUM VIT Teresa Rolo teresa.r@inteli.pt e teresarsan@gmail.com
  2. 2. II. II. FORMAÇÃO ACADÉMICA E PROFISSIONAL 2001 Mestrado em Engenharia e Gestão de Tecnologia, no Instituto Superior Técnico, Lisboa. Dissertação: “Contributo para a Análise dos Factores Críticos de Sucesso para a Dinamização da Cooperação Inter- I. DADOS PESSOAIS Empresarial”. 1996 Nome: Nome Teresa Maria de Oliveira Rolo Licenciatura em Economia especialização Internacional, pela Universidade Lusíada, Lisboa. Média Final Economia, Internacional de 14 valores. Nacionalidade: Nacionalidade Portuguesa 2007 Local e Data de Nascimento: Alcobaça, 13 de Janeiro de 1973 Nascimento: , Worshop “Criação, Gestão e Avaliação de Marcas” da responsabilidade da AERLIS – Associação Marcas”, Empresarial da região de Lisboa em colaboração com a MY BRAND Estado Civil: Solteira Civil: 2005 Curso de “Gestão de Projectos” da responsabilidade da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã. Projectos”, Contactos: Contactos: 2004 Curso de “Gestão de Projectos de Investimento” da responsabilidade da Consonob/ Confederação Investimento”, Agrícola de Lisboa. Electrónico: Correio Electrónico: teresa.r@inteli.pt e teresarsan@gmail.com 2004 Curso de “Formação Pedagógica de Formadores” da responsabilidade da Consonob/ Confederação Formadores”, Agrícola de Lisboa. 1997 Curso de “Gestão e Planeamento da Produção” da responsabilidade do Centro de CCP - CIM do Produção”, Porto. Curso de “Auditoria Tecnológica”, da responsabilidade do ITEC - Instituto Tecnológico para a Europa Tecnológica” 1997 Comunitária. 1994. 1994 Curso de “Consultores de Previdência Privada” da responsabilidade Trabalho Vida – Companhia de Privada”, Seguros, Lisboa. 1989 Curso de “Monitora de Natação – IV Grau” da responsabilidade da Associação Académica de Grau”, Coimbra.
  3. 3. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Coordenação e desenvolvimento de actividades ao nível do Programa de Energia oordenação Energia: 2009/2010 Planeamento de Alto Nível ; Concepção e desenvolvimento dos procedimentos organizacionais da equipa; Instrumentalização de todos os procedimentos inerentes as actividades internas de cada área de trabalho; INTELI: INTELI: Inteligência em Inovação – Centro de Monitorização das actividades desenvolvidas pela elementos da equipa e respectivas parcerias; Inovação Acompanhamentos da geração de dados e informação e implementação de processos de valorização de conhecimento; Assessora e Gestora de Monitorização das actividades de comunicação e divulgação. Projecto Assessoria Técnica Especializada ao nível da: Planeamento de Alto Nível do GAMEP; GAMEP: GAMEP: Gabinete de Criação e desenvolvimento da plataforma digital de suporte ás actividades do GAMEP; Apoio Para a Instrumentalização de todos os procedimentos inerentes as actividades internas do GAM;EP; Mobilidade Eléctrica em Portugal – Ministério da Concepção e desenvolvimento de um sistema de inteligência de reporting; Economia, Inovação e Participação no grupo de trabalho “Regras Aplicáveis aos Condomínios”; Desenvolvimento Monitorização das actividades desenvolvidas pela parceria MOBI.E Assessora Acompanhamentos das actividades desenvolvidas pelos diversos actores inerentes à iniciativa MOBI:E >>
  4. 4. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Coordenação e desenvolvimento de actividades ao nível da internacionalização. oordenação 2008/2009 Coordenação e desenvolvimento de actividades ao nível da: oordenação Criação e desenvolvimento de um novo produto INTELI, a oferecer ao mercado empresarial a partir de Setembro, enquanto serviço integrado de gestão de tecnologia; INTELI: INTELI: Inteligência em Definição e desenvolvimento de uma Unidade de Inteligência da INTELI em torno do financiamento de potenciais projectos; Inovação – Centro de Inovação Participação em diversos projectos, ao nível da concepção e negociação de candidaturas; Gestão, coordenação, concepção, desenvolvimento e acompanhamento do processo de acreditação, enquanto entidade formadora da INTELI; Desenho e implementação da Plataforma de Gestão do Ciclo Formativo inerente ao Processo de Acreditação da INTELI, enquanto entidade Formadora; Gestora de Projecto Coordenação pedagógica das actividades de formação desenvolvidas no âmbito da INTELI. Consultoria Estratégica. Apoio a processos de definição de estratégias e acções, com intervenção ao nível das empresas ou entidades de política pública. Estratégica. Diagnóstico e análise da indústria e dos seus recursos humanos; Concepção de políticas públicas, nomeadamente no que concerne ao desenvolvimento e implementação de programas de desenvolvimento industrial; Apoio à criação e desenvolvimento de redes de cooperação, por parte de actores nacionais e internacionais (em colaboração com o IAPMEI e Associações Empresariais, em áreas como implementação de estratégias de cooperação e clusterização, acompanhamento a redes de cooperação e implementação de “boas práticas”, enfoque no apoio a consultores nacionais e internacionais no âmbito da cooperação empresarial), de modo a atingir resultados; >>
  5. 5. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Participação em diversos projectos, ao nível da concepção e negociação de candidaturas 2006/2008 Coordenação e desenvolvimento de actividades ao nível: oordenação INTELI: INTELI: Inteligência em Da dinamização de redes de cooperação empresarial, assegurando uma relação entre todos os stakeholders envolvidos e gerando Inovação – Centro de Inovação produtos e processos comunicacionais próprios ao projecto Da criação de um sistema de inteligência estratégica, desenvolvendo todas as actividades necessárias para a definição de um programa nacional centrado no IAPMEI Da apresentação da candidatura ao Prémio “European Enterprise Awards”, organizado pela U.E. tendo sido vencedora na categoria da “European Awards” Gestora de Projecto Vanguarda da Iniciativa Empresarial. Coordenação do estudo de oportunidade para a criação de uma nova marca no segmento de mercado “Seminários, Conferências e outros Eventos”: Eventos” Dinamização complementar de actividades de responsabilidade social >>
  6. 6. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Consultoria Estratégica. Apoio a processos de definição de estratégias e acções, com intervenção ao nível das empresas ou entidades de política pública. 2006/2008 Diagnóstico e análise da indústria e dos seus recursos humanos; Concepção de políticas públicas, nomeadamente no que concerne ao desenvolvimento e implementação de programas de desenvolvimento INTELI: INTELI: Inteligência em industrial; Inovação – Centro de Inovação Apoio à criação e desenvolvimento de redes de cooperação, por parte de actores nacionais e internacionais (em colaboração com o IAPMEI e Associações Empresariais, em áreas como implementação de estratégias de cooperação e clusterização, acompanhamento a redes de cooperação e implementação de “boas práticas”, enfoque no apoio a consultores nacionais e internacionais no âmbito da cooperação empresarial), de modo a atingir resultados; Gestora de Projecto Alargada experiência na análise do sistema de incentivos nacional e comunitário, com ênfase no PRIME. Conhecimento e experiência adquiridos fundamentalmente em ambiente de Qualificação de Recursos humanos – Diagnósticos de necessidades de formação e candidaturas ao sistema de incentivos. Responsável pela gestão e apoio a processos de reformulação estratégica, investimento e reorganização empresarial, investimento, qualificação profissional dos recursos humanos, internacionalização e operações >>
  7. 7. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Representante da INTELI no Conselho de Avaliação de Redes de Cooperação, apoiar pelo Estado Português (através do IAPMEI), no âmbito de diversos 2000/2006 Programas de Dinamização da Cooperação Empresarial. INTELI: INTELI: Inteligência em Projecto “Assessoria Técnica Especializada no Âmbito da Cooperação Empresarial” Inovação – Centro de Responsável pela gestão, coordenação, concepção, implementação e desenvolvimento de diversas actividades, nomeadamente: definição de Inovação um plano de acção 2006-2008, diagnóstico e prospectiva conceptual e operacional das condições, criação de uma base de informação estratégica, reflexão e avaliação das opções estratégicas. Gestora de Projecto “ISTRAT Projecto “ISTRAT – Sistema de Informação Estratégica para a Indústria Automóvel em Portugal” Apoio ao nível do desenvolvimento e implementação técnica. Torno Projecto “Definição de Uma Rede de Capital Regional e de Uma Rede de Facilitadores do Empreendedorismo na Região Norte em Torno dos Sectores Automóvel e das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica” Apoio ao nível do desenvolvimento e implementação conceptual e técnica do diagnóstico ao sector de capital de risco e da definição de uma rede de business angels nacional.
  8. 8. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Projecto “Avaliação das Oportunidades de Cooperação em Rede” 2000/2006 Responsável pela gestão / coordenação das actividades; Desenvolvimento conceptual e técnico do sistema de avaliação a utilizar pelo Estado Português (IAPMEI). INTELI: INTELI: Inteligência em Inovação – Centro de Projecto “Programa de Reforço da Cooperação Empresarial” Inovação Responsável pela gestão / coordenação das actividades; Desenvolvimento conceptual e técnico do programa, enquanto instrumento de política pública; Acompanhamento e avaliação das metodologias inerentes à implementação de estratégias de cooperação e à formação de agentes Gestora de Projecto dinamizadores da cooperação empresarial Projecto “Programa de Dinamização da Cooperação Empresarial” Responsável pela gestão / coordenação das actividades; Desenvolvimento conceptual e técnico do sistema de avaliação do impacto de políticas empresariais e públicas utilizadas no âmbito do programa.
  9. 9. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Gestão e apoio a processos de reformulação estratégica acções de investimento e de reorganização empresarial. estratégica, 2000/[...] Diagnóstico e análise da indústria e dos seus recursos humanos; Gestão, coordenação, concepção, desenvolvimento e acompanhamento de processos de acreditação, enquanto entidades formadoras de Actividade em Nome várias empresas: Fernandes & Silva – Contabilidade, Fiscalidade e Consultoria, Lda, Development Systems, S.A. (1º pedido e renovação); Individual Realização de candidaturas de projectos a diversos sistemas de incentivos (PRIME; Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo) Consultora
  10. 10. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Colaboradora da UGTI – Unidade de Gestão de Tecnologia e Inovação, na coordenação da Unidade de Formação, Transferência e Valorização de 1998/1999 Conhecimento. Responsável pela coordenação das actividades; ITEC – Instituto Responsável pela gestão dos recursos técnicos e operacionais; Tecnológico para a Europa Comunitária Responsável pela concepção, apresentação e implementação de diversos projectos, ao abrigo de diversos programas nacionais e comunitários tais como: Leonardo da Vinci, Innovation, PIP´s, etc... Coordenadora de Unidade
  11. 11. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Projecto “Competências GIE – Desenvolvimento de Competências Chave no Processo de Gestão da inovação Empresarial” – Leonardo da Vinci 1997/1999 Elaboração de casos de estudo acerca de novas empresas de base tecnológica. TEC+” Projecto “Auditoria Tecnológica e de Inovação TEC+” – INNOVATION Contributo técnico para o desenvolvimento de uma metodologia de auditoria tecnológica – metodologia pioneira em Portugal; ITEC – Instituto Tecnológico para a Realização de auditorias tecnológicas e de Inovação. Europa Comunitária Projecto “VTP - Vocational Training on the Technology Management Process” - Leonardo da Vinci Elaboração de relatórios de análise sectorial. Coordenadora de Projecto “Programa de Apoio a Redes de Cooperação” – Projecto Piloto e Pioneiro em Portugal Unidade Responsável pela gestão / coordenação das actividades; Desenvolvimento conceptual e técnico do programa, enquanto instrumento de política pública; Apoio à Cooperação Inter-Empresarial: Investigadora Pioneira em Portugal a contribuir para a criação de um instrumental de suporte e definição de metodologias estratégicas de acção Projecto “TREMEA: Training Effectiveness Measurement” (coord. Por VIZO – Vlaams Institut Het Zelfstanding Ondernemen)” TREMEA: (coord. coord Ondernemen)” Participação nas actividades desenvolvidas pela parceria (Bélgica, Portugal, Grécia, Holanda e Finlândia), concepção de instrumentos de avaliação do impacto da formação; concepção do Tremea Handbook: A Guide for Evaluating Training Programmes.. >>
  12. 12. III. III. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Projecto “Track Skills: Outdoor Training and Development” 1997/1999 Responsável pela gestão e coordenação de actividades inerentes à parceria (Portugal, França, Espanha e Itália), desenvolvimento de metodologias de formação outdoor orientadas para contextos de dinâmica de rede, desenvolvimento de uma página Internet, de um CD-Rom e de acções de formação. ITEC – Instituto Tecnológico para a “Techplace Techplace: Placements” Projecto “Techplace: Technology Placements” Europa Comunitária Concepção e desenvolvimento da metodologia, dos Instrumentos de recolha de informação e auditorias, no âmbito da inovação em contextos de cooperação. Coordenadora de (coord coord. Pas-de-Calais, Projecto “Networking for Innovation” (coord. ADITEC Pas-de-Calais, França) Unidade Responsável pela gestão / coordenação das actividades; Desenvolvimento conceptual e técnico do programa, enquanto instrumento de política pública; Acompanhamento e avaliação das metodologias inerentes à implementação de estratégias de cooperação e à formação de agentes dinamizadores da cooperação empresarial. Projecto “Programa de Dinamização para a Cooperação Inter-Empresarial” Inter-Empresarial” Responsável pela gestão / coordenação das actividades; Desenvolvimento conceptual e técnico do programa, enquanto instrumento de política pública; Desenvolvimento da metodologia e dos instrumentos de suporte, formação dos “Agentes Dinamizadores” e coordenação da “Rede de Competências, apoio e acompanhamento do processo de dinamização da cooperação.
  13. 13. IV. IV. ARTIGOS PUBLICADOS E COMUNICAÇÕES APRESENTADAS 2007 “A Strategy To Boost Dynamics Of Cooperation That Can Generate Cluster Effect: SISCOOP – Reinforcement Programme ans Business Cooperation Dynamic”; Helena Duarte, Teresa Rolo – TCI Global Competitiveness Conference, Portland, Oregon, 2007 2004 “A Organização do Capital Social Como Fonte de Riqueza: Partilhar e Confiar são Caminhos para o Sucesso”; Teresa Rolo, em Jornal Público; Junho de 2004 2004 “A Cooperação Empresarial e os Custos da Ineficiência do Capital Social”; Teresa Rolo, em Revista Ideias e Mercados; Ano I, Nº 3; Setembro/Outubro de 2004 1999 Inter- “The Typology OF Inter-Industrial Cooperation in the Portuguese Automobile Components Sector in “Global Knowledge Partnerships: Creating Value for the 21 st Century” – 3rd International Conference on Technology Policy and Innovation, Austin. 1998 “A Dinamização da Cooperação Inter Empresarial no Sector de Componentes de Automóvel: O caso de estudo ACECIA, ACE Selada, C.; Rolo, Teresa; Felizardo, ACECIA, ACE”, José Rui; Féria Luís Palma. 1998 “Promoting Inter-Industrial Cooperation in the Automobile Components Sector: ACECIA, ACE Case Study”, Selada, Catarina; Rolo, Teresa; Felizardo, José Rui; Féria Inter- ACECIA, Study” Luís Palma, 1998 in 8 th International Forum on Technology Management, Grenoble.
  14. 14. V. SEMINÁRIOS, CONGRESSOS, FEIRAS E OUTRAS PARTICIPAÇÕES 2007 “UNISPIN WINTER WOKSHOP” WOKSHOP” Entidade Organizadora: Tenhonology Inovation and Information (TII) UNISPIN Special Interest Section com a colaboração de ProTon Europe 2006 Tejo” “Principais Estratégias de Desenvolvimento: Audição Regional de Lisboa e Vale do Tejo” Entidade Organizadora: CCDR-LVT – Comissão Coordenadora e desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo 2006 IDT” “Preparar a Participação das PME no 7º Programa Quadro de IDT” Entidade Organizadora: AERLIS – Associação Empresarial da Região de Lisboa 2005 Workshop “Redes Organizacionais”, Junho de 2005, participação enquanto oradora Entidade Organizadora: Faculdade de Economia do Porto 2003 Workshop “Como Tirar Partido do 6º Programa Quadro”, Janeiro de 2003 Entidade Organizadora: GRICES – Gabinete de Relações Internacionais da Ciência e do Ensino Superior 2002 Workshop “Cooperação Inter-organizacional: Das Trajectórias às Redes” Inter-organizacional: Entidade Organizadora: INOFOR – Instituto para a Inovação em Formação, Dezembro de 2002. >>
  15. 15. V. SEMINÁRIOS, CONGRESSOS, FEIRAS E OUTRAS PARTICIPAÇÕES 1999 Presença em seminários realizados no âmbito do Mestrado em Engenharia e Gestão de Tecnologia do IST, proferidos por vários oradores dos quais se destacam destacam: Prof. R. Neufville (MIT, Boston), Prof. G. Sirilli (IRDS/NESTI), Prof. B. Lundvall (Univ. Aalborg/OCDE), Prof. Gibson (IC2,Texas), Prof. S. Tayur (Carnegie Mellon Univ.), prof. R. Anunpindi (Kellog Business School), Prof. G. Lewinson (Welcome Trust Foundation), Prof. M. Sharp (SPRU/Univ. Sussex), Prof. João Caraça (ISEG/F. Caloust Gulbekian), Prof. Augusto Mateus (ISEG), Eng. Roberto Carneiro (Grupo Fórum). 1999 Conferência “ Inovação e Competitividade” Entidade organizadora: IAPMEI – Instituto de Apoio a Pequenas e Médias Empresas, Novembro de 1999. 1999 “Global Knowledge Partnerships: Creating Value for the 21 st Century” – 3rd International Conference on Technology Policy and Innovation, Austin, participação Century” enquanto expositora 1998 Seminário “Inovação e Gestão em PME´s” - Orador: Prof. João Caraça PME´ Entidade Organizadora: ITEC - Instituto Tecnológico para a Europa Comunitária. 1998 Seminário ”Análise de Valor nas PME´s” - APAV PME´ Entidade Organizadora: ITEC - Instituto Tecnológico para a Europa Comunitária. 1998 SECOND INTERNATIONAL CONFERENCE ON TECHNOLOGY POLICY AND INNOVATION – “Assessment Commercialization and Application of Science and Technology and the Management of Knowledge Lisboa, participação enquanto oradora Knowledge”, 1996 Seminário de ”Mercado de Capitais e Mercado de Futuros e Opções” Entidade Formadora: Universidade Lusíada de Lisboa.
  16. 16. VII. VII. OUTRAS INFORMAÇÕES ADICIONAIS VI. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Membro da Ordem de Economistas Línguas Estrangeiras Cédula Profissional n.º 11374 Bons conhecimentos de Inglês falado e escrito - First Cerficate in English pelo British Council Colégio Especialidade: Economia Política Conhecimentos básicos de Francês e Espanhol Informática Na Óptica do Utilizador Ambiente Windows, versões actuais de processador de texto WINWORD, folha de cálculo EXCEL e aplicações como o POWER POINT, Microsoft Project e Publisher

×