• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Apresentação relatório
 

Apresentação relatório

on

  • 4,589 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,589
Views on SlideShare
4,572
Embed Views
17

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 17

http://bib-linhas.blogspot.com 17

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Apresentação relatório Apresentação relatório Presentation Transcript

    • Biblioteca/cre BIBLIOTECA ESCOLAR RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 1
    • Relatório de Auto-avaliação Julho 2010 Secção A – Domínio a analisar DOMÍNIO SELECCIONADO: B. LEITURA E LITERACIA B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura na Escola/ agrupamento B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível da escola/agrupamento B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia 2
    • Relatório de Auto-avaliação Julho 2010 Motivo da escolha do domínio A equipa está consciente de que, para que o domínio B seja trabalhado de modo a produzir impactos significativos, importa criar o envolvimento sistemático e contínuo de toda a comunidade educativa. Por considerar que as competências de leitura são transversais e decisivas para o sucesso educativo, ao longo dos dois últimos anos lectivos, o domínio B foi alvo de investimento por parte da equipa da BE ao nível dos recursos e actividades de promoção da leitura. Importa agora aferir se as acções desenvolvidas estão devidamente articuladas e executadas de forma a produzir impactos significativos ou se se verifica a necessidade de reorientação e ajustes neste domínio. 3
    • B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura no Agrupamento Pontos fortes identificados:  A BE disponibiliza um acervo variado e actualizado na classe 8 (Literatura), respondendo aos interesses dos utilizadores no que respeita à leitura recreativa;  A BE promove a leitura recreativa de forma sistemática, adquirindo e divulgando (através da “montra” e Blogue) novidades editoriais, actualizando as colecções preferidas dos seus utilizadores e apoiando personalizadamente as suas escolhas;  As estatísticas de utilização informal e os inquéritos aos alunos apontam para níveis elevados de frequência por livre iniciativa dos alunos (52,5% dos inquiridos usa a BE 1 ou 2 vezes por semana, 39% nos intervalos), revelando que o horário e serviços da BE se adequam aos interesses dos utilizadores alunos; Relatório de Auto-avaliação Julho 2010 4
    • B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura no Agrupamento Pontos fortes identificados:  A BE promoveu encontros com escritores e feiras do livro com sessões programadas para todas as turmas da Escola, de modo a incentivar o gosto pela leitura e criar ambientes propícios à aproximação do universo do livro e da leitura;  Globalmente, os alunos avaliam as actividades da BE de forma bastante positiva, o que revela que estas têm a sua adesão e envolvimento. Também os concursos e passatempos de livre participação têm tido boa receptividade;  A BE desenvolveu de forma contínua e sistemática visitas para as escolas do Agrupamento (abrangendo 263 alunos de 8 escolas), de forma a proporcionar o contacto de todos os alunos com recursos e serviços da BE; Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 5
    • B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura no Agrupamento Pontos fracos identificados:  Necessidade de envolver mais departamentos curriculares/docentes no trabalho nesta área;  Necessidade de programar sessões de formação de utilizadores diferenciadas e adequadas aos diferentes anos de escolaridade;  Os encarregados de educação são pouco mobilizados para a participação nas actividades de leitura promovidas pela BE. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 6
    • Evidências (+ relevantes)  Avaliação da colecção Acervo por Classes Classe 0 Generalidades. Informação. Instituições Classe 1 Filosofia. Psicologia 0% 8% 1% Classe 2 Religião. 11% 2% 7% Teologia 2% 3% Classe 3 Ciências Sociais Classe 5 Ciências Exactas 66% Classe 6 Ciências Aplicadas Classe 7 Arte. Recreação. Entretenimento. Desporto Classe 8 Língua.Linguística. Literatura Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 7
    • Evidências (+ relevantes) Actividades ENCONTRO COM O ESCRITOR NUNO MAGALHÃES GUEDES – Realizou-se no dia 3 de Dezembro e teve duas sessões, destinadas a seis turmas de 5º, 6º e 7ºanos ENCONTRO COM O ESCRITOR ANTÓNIO MOTA – Realizou-se no dia 16 de Dezembro e teve duas sessões destinadas aos alunos do 5º ano. APRESENTAÇÃO DO LIVRO “Eu Só Vejo Cores” – 17 e 22 de Março Apresentação pelas autoras, Lília Cipriano (aluna do 9ºA) e Alice Sarabando (professora aposentada da escola), destinada aos 7º, 8º e 9º anos. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 8
    • Evidências (+ relevantes) Actividades  CONCURSO DE LEITURA – 8 de Maio, envolveu todas as turmas do 5ºano e integrou uma prova de compreensão, uma de leitura expressiva e uma sobre as obras de leitura integral trabalhadas no 5º ano.  FEIRAS DO LIVRO – 23 de Novembro a 4 de Dezembro; - 15 a 26 de Março Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 9
    • Evidências (+ relevantes)  Questionários aos alunos Actividades temáticas relacionadas com autores ou obras 5% 18% 29% Muito interessante Interessante Pouco interessante Nada interessante 48% Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 10
    • Evidências (+ relevantes)  Questionários aos EE Participação em actividades da BE Sempre Regularmente Ocasionalmente Nunca 0% 14% 27% 59% Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 11
    •  Questionários aos docentes Nível do trabalho realizado pela BE no âmbito da leitura e literacia 0% 10% 25% 1 M. Bom 2 Bom 3 Suf. 4 Insuf. 65% Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 12
    • B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível do agrupamento Pontos fortes identificados:  O desenvolvimento das literacias consta como meta do PE do Agrupamento, o papel e missão da BE estão claros no RI e a BE está representada no C. Pedagógico, verificando-se as condições para o desenvolvimento do trabalho da BE;  A BE está implicada de forma activa e sistemática na implementação do PNL em todos os ciclos do Agrupamento, articulando estratégias e actividades e disponibilizando recursos necessários à sua implementação; A BE integra a Rede de Bibliotecas de Vagos e desenvolve actividades de promoção da leitura em articulação com as restantes bibliotecas;  As estatísticas de requisição da BE para aulas e actividades com turmas da escola são elevadas Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 13
    • B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível do agrupamento Pontos fortes identificados: A BE colabora com os docentes organizando e disponibilizando materiais de apoio (listas bibliográficas, dossiês temáticos, materiais em suporte informático) e cedendo os seus espaços a actividades curriculares e outras, com vista a potenciar a sua acção pedagógica e desenvolver competências transversais; A BE participa no Plano de Ocupação dos Tempos Escolares desenvolvido na Escola, proporcionando aos alunos o desenvolvimento de actividades no âmbito da leitura e pesquisa A BE regista índices elevados de empréstimos para sala de aula, não só ao nível dos conjuntos do PNL, mas também de outros recursos, o que indica que os recursos disponíveis são adequados às áreas disciplinares; Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 14
    • B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível do agrupamento Pontos fracos identificados  Necessidade de programar com os docentes, de forma contínua e sistemática, actividades de leitura e escrita para as suas turmas na BE  Pouca utilização dos recursos da BE por parte das outras escolas do agrupamento  Dificuldades na circulação dos Baús do Pré-escolar  As estatísticas de requisição da BE para aulas e actividades com turmas da escola são elevadas, mas ainda se regista um número reduzido de aulas programadas em conjunto com a equipa e o PB  O elevado nº de turmas em situação de substituição na BE condiciona o desenvolvimento do trabalho programado para as mesmas Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 15
    • Evidências (+ relevantes) Actividades PLANO NACIONAL DE LEITURA: • Apoio ao projecto “BAÚ DOS CONTOS” – Pré-Escolar – A BE procedeu à organização dos Baús (6), produção de materiais de apoio à actividade e elaboração do calendário de rotação. • Apoio ao Projecto “LER É CRESCER”- 1º Ciclo – Procedeu-se à selecção dos títulos de obras para leitura orientada em sala de aula em conjunto com a professora responsável pelo projecto, fez- se o registo e foram adquiridos conjuntos de livros do Plano Nacional de Leitura, destinados aos alunos do 1ºciclo (1200€). As obras ficaram disponíveis a partir de Outubro, tendo a BE enviado uma lista a todas as escolas do Agrupamento. • 3º Ciclo - A BE procedeu à aquisição de conjuntos de obras de leitura orientada para o 3º ciclo (no valor da verba atribuída para este ciclo – 1100€), de acordo com a selecção feita em conjunto com os professores. • Publicação de boletins informativos “PNL- professores” “PNL – alunos” e distribuição em Setembro Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 16
    • Evidências (+ relevantes) Actividades SERVIÇO DE VISITAS GUIADAS À BIBLIOTECA PARA ESCOLAS DO 1º CICLO – Foi lançado o ano lectivo passado um serviço de visitas à BE/CRE destinado a turmas do 1ºciclo (preferencialmente 4ºano), sob marcação prévia. Incluiu actividades na biblioteca e visita à escola. Neste 2º ano do projecto, recebemos 263 alunos de 8 escolas e JI do Agrupamento. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 17
    • B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia Pontos fortes identificados:  As estatísticas de requisições domiciliárias aumentaram relativamente ao ano lectivo anterior, podendo significar um maior interesse pela leitura por parte dos alunos e também uma maior adequação da colecção aos seus interesses;  A BE estimula de forma sistemática o interesse dos alunos pela leitura, adquirindo e divulgando novidades editoriais, adequadas aos interesses dos utilizadores  A BE desenvolveu e testou um modelo de pesquisa baseado no BIG6, a fim de apoiar o trabalho de alunos e professores no desenvolvimento das competências de pesquisa e na melhoria da qualidade dos trabalhos produzidos pelos alunos. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 18
    • B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia Pontos fortes identificados:  A BE apoia de forma contínua os alunos na realização de trabalhos e disponibiliza instrumentos e recursos (nomeadamente através do seu blogue), de forma a melhorar as competências literácicas dos alunos e o resultado dos trabalhos produzidos.  Os inquéritos aos alunos apontam para um contributo significativo da BE nas competências de leitura;  Também os professores apontam impactos positivos da BE nas competências de leitura dos alunos  90% dos EE inquiridos consideram que as actividades desenvolvidas pela BE contribuem para estimular o interesse pela leitura e 50% consideram o papel da BE muito importante para aprendizagem e formação global dos alunos. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 19
    • B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia Pontos fracos identificados:  Falta de articulação mais estreita e sistemática com as actividades desenvolvidas em sala de aula;  Necessidade de envolver mais os professores na avaliação deste domínio e na realização de actividades de envolvimento das famílias no desenvolvimento das competências de leitura; Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 20
    • Evidências (+ relevantes)  Questionários aos EE Importância da BE na formação do seu educando 3% 7% Muito importante Importante 50% Pouco importante 40% Nada importante Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 21
    • Evidências (+ relevantes)  Questionários aos alunos Contributo da BE para as competências de leitura 15% 30% Muito 11% Medianamente Pouco Nada 44% Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 22
    •  Questionários aos docentes Melhoria das competências de Impacto da BE nas competências compreensão dos alunos Aumento da diversidade das escolhas no sentido da opção por leituras mais extensas e 5 1 complexas 13% 13% Aumento do gosto pela leitura 2 Melhoria ao nível da oralidade e 17% da escrita 4 23% Melhoria no uso de ambientes digitais de leitura e das literacias digitais e da informação 3 34% Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 23
    • Níveis de desempenho Nível Descrição 4 A BE é muito forte neste domínio. O trabalho desenvolvido é de grande qualidade e com um impacto bastante positivo. 3 A BE desenvolve um trabalho de qualidade neste domínio mas ainda é possível melhorar alguns aspectos. 2 A BE começou a desenvolver trabalho neste domínio, sendo necessário melhorar o desempenho para que o seu impacto seja mais efectivo 1 A BE desenvolve pouco ou nenhum trabalho neste domínio, o seu impacto é bastante reduzido, sendo necessário intervir com urgência. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 24
    • Nível obtido Nível Descritores  A BE desenvolve um trabalho sistemático de promoção da leitura com muitas turmas da escola/agrupamento.  A BE desenvolve estratégias e um leque muito diversificado de actividades em articulação com os docentes e com o exterior. A BE recorre a diferentes instrumentos para difusão da informação e cria contextos diversificados de leitura e de produção/ comunicação da informação com recurso sobretudo 3 a suportes impressos.  A BE apoia e incentiva o desenvolvimento do PNL e/ou de outros projectos e actividades na escola, desenvolvendo trabalho com 60% a 79% das turmas da escola. A BE desenvolve um trabalho com impacto no crescimento do gosto pela leitura e no desenvolvimento de competências associadas à leitura. Uma grande parte dos alunos usa a BE ou a documentação fornecida à escola em contextos de leitura e revela, de acordo com o seu ano/ciclo de escolaridade, progressão nas competências de leitura. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 25
    • Acções para melhoria • Programar com os docentes actividades de leitura para as suas turmas e integrá-las de modo sistemático nas suas actividades curriculares; • Incentivar a prática de empréstimo domiciliário com a turma, junto dos professores de LP /Estudo Acompanhado/Formação Cívica; • Inclusão dos coordenadores de departamento na equipa de professores colaboradores, de forma a envolver todas as áreas curriculares no trabalho deste domínio; • Diversificar as formas de difusão dos recursos da BE, sobretudo recorrendo às novas tecnologias • Aprovação e adopção no Agrupamento do modelo de pesquisa proposto e testado pela BE; • Solicitar a colaboração da BM para a dinamização dos Baús do Pré-escolar; Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 26
    • Secção B (análise geral aos restantes domínios) Domínio A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.1. Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os docentes A.2. Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital Domínio C. Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade C.1. Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular C.2. Projectos e Parcerias Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.1. Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços. D.3. Gestão da colecção/da informação. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 27
    • Domínio A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.1. Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os docentes Relatório de avaliação: - A BE articula actividades e disponibilização de recursos com alguns Departamentos Curriculares, Clubes e Projectos e áreas curriculares não disciplinares, sobretudo Área de Projecto e Estudo Acompanhado; - Os professores usam bastante a BE para actividades curriculares, mas há ainda dificuldades em articular estas actividades com a equipa, de forma a potenciar todos os recursos da BE. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 28
    • Domínio A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.1. Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os docentes Acções para melhoria -Inclusão dos coordenadores de departamento na equipa de professores colaboradores da BE, a fim de promover a utilização da BE por todas as áreas curriculares. -Implementação de um modelo de requisição da BE para aulas, que implique uma articulação efectiva com a equipa; - Levantamento das áreas temáticas por disciplina/ciclo e elaboração de listas bibliográficas e bancos de recursos Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 29
    • Domínio A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.2. Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital Relatório de avaliação: A BE disponibiliza e divulga recursos que promovem o desenvolvimento das literacias de informação, nomeadamente através do seu blogue, da página Web e outros meios. No entanto, verifica-se que os professores muitas vezes não usufruem destes recursos nem os divulgam junto dos alunos. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 30
    • Domínio A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.2. Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital Acções para melhoria: - Divulgação mais personalizada e eficaz dos serviços e recursos da BE - Adopção do modelo de pesquisa testado pela BE - Elaboração de guiões e tutoriais para elaboração de trabalhos - Realização de acções e oficinas de formação para alunos, articuladas com a AP e TIC Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 31
    • Domínio C. Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade C.1. Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular Relatório de avaliação: - A BE apoia projectos e colabora na realização de actividades no âmbito do Plano de Actividades do Agrupamento - A BE promove actividades livres para os alunos e da iniciativa destes e procura diversificar as suas iniciativas proporcionando-lhes o contacto com as diferentes manifestações da cultura humana - A BE está aberta ininterruptamente durante todo o tempo de permanência dos alunos na escola Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 32
    • Domínio C. Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade C.1. Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular Acções para melhoria: - Alargar o horário de algumas das iniciativas/actividades da BE, de modo a que os EE e a Comunidade possam participar; Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 33
    • Domínio C. Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade C.2. Projectos e Parcerias Relatório de avaliação: - A BE desenvolve projectos próprios, articulados com o PE do Agrupamento e está envolvida em parcerias com a BM e a CM, participando regularmente em reuniões do grupo concelhio e desenvolvendo trabalho colaborativo com as outras bibliotecas da rede municipal. ex.: - Banco de Empréstimo de Manuais - Visitas para EB1 e JI Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 34
    • Evidências (+ relevante) Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 35
    • Domínio C. Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade C.2. Projectos e Parcerias Acções para melhoria: Envolver EE e comunidade no funcionamento e actividades da biblioteca, encontrando promotores para estes e outros projectos da BE Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 36
    • Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.1. Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. Relatório de avaliação: -A BE está integrada de forma clara e adequada em todos os documentos orientadores da vida do Agrupamento e representada no Conselho Pedagógico e nas equipas de elaboração/revisão do PE, RI, Plano de Actividades. -O Plano de Acção e o Plano de Actividades da BE articulam-se com as metas do PE. -A direcção apoia o trabalho da BE afectando-lhe os meios materiais e humanos necessários ao seu bom funcionamento. -Os recursos da BE são de livre acesso a todos os utilizadores Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 37
    • Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.1. Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. Acções para melhoria: - Promover o uso da BE e dos seus recursos junto das outras escolas do Agrupamento Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 38
    • Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços Relatório de avaliação: - Elementos não docentes da equipa com boas habilitações literárias (licenciatura e 12º ano), motivadas para o trabalho na BE, com formação em Bibliotecas, o que permite o desenvolvimento de um trabalho efectivo de apoio aos utilizadores, em coordenação com a professora- bibliotecária. - A professora-bibliotecária garante a representação da BE nas diferentes equipas. - O espaço da BE foi alvo de intervenção no ano lectivo de 2007/2008 Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 39
    • Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços Relatório de avaliação: -O material informático foi renovado (através do PTE), mas dada a grande procura por parte dos utilizadores verifica-se já necessidade de mais computadores; - Este ano lectivo foi instalado um quadro interactivo(PTE) O mobiliário da BE é adequado, mas devido à elevada frequência da BE e requisição do espaço para palestras, reuniões e eventos, é necessário adquirir mais mesas. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 40
    • Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços Acções para melhoria: - Aquisição de computadores portáteis - Renovação de algum mobiliário - Reorganização da Equipa ao nível dos professores colaboradores - Realização periódica de reuniões formais com todos os elementos da equipa Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 41
    • Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.3. Gestão da colecção/da informação. Relatório da avaliação: A BE dispõe de cobertura total do tratamento informático da colecção e procedeu à avaliação da colecção, detectando algumas áreas temáticas com poucos recursos e também um desequilíbrio entre suporte livro e não livro. Essa avaliação servirá para programar as próximas aquisições, de acordo com as necessidades dos utilizadores. A BE procedeu à correcção dos erros detectados no seu catálogo, de modo a preparar a integração no catálogo concelhio. Procedeu-se à renovação da sinalética e disposição dos livros, de modo a facilitar o acesso dos utilizadores e o catálogo é pesquisável on-line. Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 42
    • Domínio D. Gestão da biblioteca escolar D.3. Gestão da colecção/da informação. Acções para melhoria: -Diversificar os meios de divulgação dos recursos da BE, sobretudo através das tecnologias de informação; - Continuar a trabalhar no âmbito do grupo concelhio no sentido de uma gestão integrada da colecção e da difusão de informação (através da criação do portal da Rede de Bibliotecas de Vagos) Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 43
    • • Ano de incidência da auto-avaliação: 2009/2010 • Data de apresentação ao Conselho Pedagógico: 2010/07/16 • Recomendações do Conselho Pedagógico: - Adopção do modelo de pesquisa - Implementação das acções de melhoria - Apoio ao projecto Fénix - Visitas 1º ciclo: articular com actividades de outros departamentos Julho 2010 Relatório de Auto-avaliação 44
    • Relatório de Auto-avaliação Julho 2010 «Está comprovado que quando os bibliotecários e os professores trabalham em conjunto, os alunos atingem níveis mais elevados de literacia, de leitura, de aprendizagem, de resolução de problemas e competências no domínio das tecnologias de informação e comunicação.» IFLA/UNESCO (1999) 45