Apresentação autoavaliação be 2012

852 views
737 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
852
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação autoavaliação be 2012

  1. 1. Biblioteca/CREEB DR. JOÃO ROCHA - PAI BIBLIOTECA ESCOLAR RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011/2012 (APRESENTAÇÃO Conselho Pedagógico) Julho 2012
  2. 2. INTRODUÇÃO“… A escola/a biblioteca escolar deverá selecionar em cada ano um dosdomínios (A, B, C ou D) para a realização da autoavaliação. Ao fim de quatroanos todos os domínios terão sido avaliados, estando nesse momento a BE e aescola/agrupamento na posse de dados que cobrem todas as áreas deintervenção. Como já se referiu, o resultado global da autoavaliação da BEdeverá ser integrado na autoavaliação da escola/agrupamento. (…) A seleção, em cada ano, de um ou mais domínios para ser objeto deavaliação representará um investimento mais significativo nesse ou nessesdomínios, no sentido de procurar aferir, de forma sistemática e objetiva, osresultados efetivos do trabalho desenvolvido nessa(s) área(s). O trabalho e aação educativa da BE efetivam-se, no entanto, em cada ano, através dosquatro domínios representativos das áreas essenciais inerentes aocumprimento dos pressupostos e objetivos que suportam a sua ação:Julho 2012 Relatório de Autoavaliação 2
  3. 3. Domínios de intervenção da BEA. Apoio ao Desenvolvimento Curricular (Avaliado em 2010/2011 – nível obtido 3)A.1 . Articulação Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os DocentesA.2. Promoção das Literacias da Informação, Tecnológica e DigitalB. Leitura e Literacia (Avaliado em 2009/2010 – nível obtido:3)B.1. Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura no agrupamento.B.2.Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível do agrupamento.B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia.C. Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade (Domínio em avaliação 2011/2012)C.1. Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricularC.2. Projectos e parceriasD. Gestão da Biblioteca EscolarD.1. Articulação da BE com a Escola/ Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BED.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviçosD.3. Gestão da colecção Julho 2012 Relatório de Autoavaliação 3
  4. 4. O Relatório encontra-se, por isso, estruturado em três secções:SECÇÃO A – Destina-se à apresentação da avaliação do domínio que foi objeto de avaliação.SECÇÃO B – Destina-se a apresentar informação acerca do perfil de desempenho da BE nos domínios que, não sendo objeto de avaliação nesse ano letivo, testemunham o seu desempenho nas diferentes áreas de funcionamento da BE. (esta secção não consta do presente resumo)SECÇÃO C – Visa um resumo que forneça uma visão global, recorrendo a um quadro síntese dos resultados obtidos e das ações a implementar. Autoavaliação da biblioteca escolar, RBE, Novembro 2009 Julho 2012 Relatório de Autoavaliação 4
  5. 5. Relatório de Autoavaliação Secção A – Domínio a analisar Julho 2012 DOMÍNIO SELECCIONADO:C. Projetos, Parcerias e Atividades Livres e de Abertura à ComunidadeC.1. Apoio a atividades livres, extracurriculares e de enriquecimento curricularC.1.1.Apoio à aquisição e desenvolvimento de métodos de trabalho e de estudo autónomosC.1.2.Dinamização de atividades livres, de carácter lúdico e cultural.C.1.3. Apoio à utilização autónoma e voluntária da BE como espaço de lazer e livre fruição dos recursos.C.1.4.Disponibilização de espaços, tempos e recursos para a iniciativa e intervenção livre dos alunos.C.2. Projetos e parceriasC.2.1.Envolvimento da BE em projetos do Agrupamento ou desenvolvidos em parceria, a nível local ou maisamplo.C.2.2.Desenvolvimento de trabalho e serviços colaborativos com outras escolas e BEs.C.2.3 Participação com outras escolas/agrupamentos e, eventualmente, com outras entidades (RBE, DRE, CFAE)em reuniões da BM/SABE ou outro grupo de trabalho a nível concelhio ou interconcelhioC.2.4 Estímulo à participação e mobilização dos pais/encarregados de educação no domínio da promoção daleitura e do desenvolvimento de competências das crianças e jovens que frequentam a escola/agrupamento. (Sópara o 1º Ciclo do Ensino Básico)C.2.5 Abertura da BE à comunidade local. 5
  6. 6. Relatório de Autoavaliação Julho 2012 Motivo da escolha do domínio Após avaliação do domínio B em 2009/2010 e do domínio A em2010/2011, este é um domínio que consideramos prioritário estudar e aprofundar,tal como consta no Plano de Ação da Biblioteca Escolar de 2009 a 2013. 6
  7. 7. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.1.1.Apoio à aquisição e desenvolvimento de métodos de trabalho e de estudoautónomos.EVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOS- Horário da BE: 8.30 – 17h; -A BE está aberta ininterruptamente durante - Nº insuficiente de- 94,4% dos alunos inquiridos referem que o todo o tempo de permanência dos alunos na computadoreshorário da biblioteca escolar é adequado às suas escola, e a sua equipa apoia de forma efetiva - a biblioteca muitasnecessidades; vezes ocupada com as atividades livres de leitura, pesquisa,- 70,4 % dos alunos inquiridos refere que a atividades debiblioteca escolar tem um ambiente calmo e tem estudo e execução de trabalhos escolares, substituição.um espaço adequado para a utilização ao mesmo realizadas pelos alunos fora do horário letivotempo por vários alunos e grupos em atividades e dos contextos formais de aprendizagem;diferentes; No entanto 29.6% refere que oambiente não é calmo… - A BE disponibiliza no seu blogue recursos e- 92,6% dos inquiridos refere que o espaço é ferramentas efetivamente utilizados pelosagradável e atrativo; alunos , permitindo-lhes uma progressiva- Nº de visitas ao blogue da BE:6772 (desde autonomia na execução de tarefas efevereiro de 2010). O blogue da BE “bib.linhas”, por trabalhos escolaresconvite da Equipa de Recursos e TecnologiasEducativas da DGE, integra, desde o dia 6 de junho2012,o catálogo de Blogues Educativos do Portaldas Escolas,- 79,6% dos alunos refere que os computadoressão em número insuficiente 7
  8. 8. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.1.1.Apoio à aquisição e desenvolvimento de métodos de trabalho e de estudo autónomos. PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES 80% ou mais dos alunos avalia positivamente as condições e apoio X 4 oferecidos pela biblioteca. 60 a 79% dos alunos avalia positivamente as condições e apoio 3 oferecidos pela biblioteca 45 a 59% dos alunos avalia positivamente as condições e apoio 2 oferecidos pela biblioteca Menos de 45% dos alunos avalia positivamente as condições e apoio 1 oferecidos pela biblioteca. 8
  9. 9. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.1.2 Dinamização de atividades livres, de caráter lúdico e cultural naescola/agrupamentoEVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOS- 74,4% dos alunos refere que as atividades - A BE diminuiu bastante este anoculturais dinamizadas pela BE são - A BE dinamiza atividades de caracter letivo o número de atividades culturaisnumerosas; lúdico e cultural, procurando abarcar da sua iniciativa que implicam o-87,9% refere que são diversificadas e todos os ciclos e turmas da escola. encerramento ou funcionamento85,3% considera-as interessantes condicionado da BE, devido ao facto-Estatísticas dos serviços prestados (cf. de estar associada ao plano deRelatório de Atividades e Serviços) ocupação dos tempos escolares,- Atividades realizadas: constituindo a única estrutura de apoioCONCURSO DE DECLAMAÇÃO – 22 de aos alunos expulsos de sala de aula ,março alunos não inscritos em EMRC, alunos  ENCONTRO COM A ESCRITORA ISABEL dos turnos de ciências, e de outrosMATEUS obrigados aí a permanecer durante asENCONTRO COM A ESCRITORA MAFALDA horas sem aulas.MOUTINHO(cf. Relatório de Atividades e Serviços) 9
  10. 10. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C1.2 A BE dinamiza: PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES Um amplo conjunto de atividades livres, de caráter lúdico e cultural, 4 que correspondem aos interesses e necessidades dos alunos. Atividades livres, de caráter lúdico e cultural, que correspondem aos 3 X interesses e necessidades dos alunos. Algumas atividades livres, de caráter lúdico e cultural. 2 Raras atividades livres, de caráter lúdico e cultural. 1 10
  11. 11. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.1.3 Apoio à utilização autónoma e voluntária da BE como espaço de lazer e livrefruição dos recursosEVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOS-88,9% dos alunos refere que os livros - A BE disponibiliza um acervo variado esão atuais e de acordo com os seus atualizado na classe 8 (Literatura), - O facto da BE estar associada ao planointeresses respondendo aos interesses dos utilizadores de ocupação dos tempos escolares,- 85,2% referem que os DVDs, CDs … constituindo a única estrutura de apoio no que respeita à leitura recreativa;são do seu agrado a diversos grupos de alunos,- 15,1% dos alunos refere que utiliza a - A BE promove a leitura recreativa de forma faz com que o espaço se revele porBE diariamente para além do seu vezes insuficiente para o número de sistemática, adquirindo e divulgando (atravéshorário letivo e 50,9% uma ou duas utilizadores, sobretudo no intervalo devezes por semana da “montra” , Blogue e Newsletter) novidades almoço.Taxa de utilização da BE: editoriais, atualizando as coleções preferidas- Nº Total de visitas: 29 580 dos seus utilizadores e apoiando - O horário da BE não permite a sua- Nº de alunos da escola: 548 personalizadamente as suas escolhas; utilização para além do horário letivo e- Visitas per capita: 54 nos períodos de interrupção. - A BE é um espaço muito procurado eRequisições de Computadores: apreciado pelos alunos para a realização deMarço: 735 Junho: 532 atividades de estudo e de lazer,Abril: 1065 proporcionando essa possibilidade duranteMaio: 1588 todo o período de permanência dos alunos na escola. 11
  12. 12. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.1.3 Utilização autónoma e voluntária da biblioteca como espaço de lazer e livrefruição dos recursos: PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES A BE promove esta utilização, praticando um horário contínuo e 4 alargado e a abertura nos períodos de interrupção letiva. X A BE facilita esta utilização, permitindo o acesso durante a hora de 3 almoço e todo o período de permanência de alunos na escola. A BE assegura esta utilização à hora de almoço, embora com 2 limitações pontuais. A BE dificulta esta utilização, praticando um horário de 1 funcionamento que não permite o acesso fora do período letivo. 12
  13. 13. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.1.4 Disponibilização de espaços, tempos e recursos para a iniciativa e intervençãolivre dos alunosEVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOS- Realização de uma oficina sobre - A BE promove algumas atividades livres - O facto da BE ter que estar sempreconstrução de blogues e gestão de e- para os alunos e da iniciativa destes e aberta e disponível para a ocupaçãomails, no dia 6 de outubro , para o 5º E, procura diversificar as suas iniciativas dos tempos escolares dos alunos ,organizada por um grupo de alunos do 7º condiciona a sua disponibilidade para proporcionando-lhes o contacto com asano. outras atividades.- Registos de requisição da biblioteca para diferentes manifestações da cultura humanaatividades lúdicas: palestras, sessões de - A BE disponibiliza sistematicamente o seuteatro e outras atividades de clubes eprojetos a funcionar na escola espaço e os seus recursos para atividades(uma média de 2 a 3 requisições por de clubes e projetos a funcionar na escolamês); - A BE envolve os alunos no seu funcionamento e apoio a atividades contribuindo para a sua autonomia e responsabilização. (recrutamento de colaboradores alunos) 13
  14. 14. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.1.4 A BE: PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES Estimula e apoia fortemente a iniciativa e intervenção livre dos 4 alunos. Proporciona as condições necessárias para a iniciativa e intervenção 3 livre dos alunos. Proporciona pontualmente apoio a iniciativas dos alunos. 2 x Não proporciona quaisquer apoios a iniciativas dos alunos. 1 14
  15. 15. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2 Projetos e parceriasC.2.1 Envolvimento da BE em projetos da respetiva escola/agrupamento oudesenvolvidos em parceria, a nível local ou mais amploEVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOS-A BE associou-se à equipa do Plano - A BE desenvolve projetos próprios, - A BE não consegue apoiar muitos dosTecnológico da Educação na articulados com o PE do Agrupamento - Banco projetos ao nível das escolas do 1º ciclocomemoração da Semana da Internet de Empréstimo de Manuais Escolares; e Pré-escolarSegura e realizou, nos dias 7 e 8 de - Está envolvida em parcerias com a BM e afevereiro, sessões de sensibilização CM, participando regularmente em reuniõessobre segurança na Internet, destinadas do grupo concelhio e desenvolvendo trabalhoàs turmas do 5º ano; colaborativo com as outras bibliotecas da rede--Na Semana da Leitura, a BE convidou municipal;a professora Maria Manuel Santos, - A BE apoia projetos relevantes doresponsável pelo projeto “Encontros de Agrupamento, tal como o Projeto Fénix,Leitura” em desenvolvimento nos JI e assegurando grande parte das atividades doescolas do 1º ciclo do Agrupamento, a POTE o que permite libertar horas doscontar uma história para os alunos do docentes para a constituição de ninhos.6º ano.-- INTEGRAÇÃO NA REDE DEBIBLIOTECAS DE VAGOS (cf. Relatóriode atividades e serviços) 15
  16. 16. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2.1 A BE: PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES Estabelece fortes parcerias com outras entidades (CM/ BM e outros) e 4 x é envolvida nos diferentes projetos da escola. Tem algumas parcerias pontuais e é envolvida nos projetos da escola. 3 Está esporadicamente envolvida em parcerias e em certos projetos da 2 escola. Não estabelece parcerias externas e é pouco envolvida nos projetos 1 da escola. 16
  17. 17. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2.2 Desenvolvimento de trabalho e serviços colaborativos com outras escolas,agrupamentos e BEEVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOS-Requisições para sala de aula: - A BE integra a Rede de Bibliotecas de Vagos e - A BE não consegue apoiar muitos dosabrangem escolas do 1º ciclo e desenvolve atividades abertas à projetos ao nível das escolas do 1º ciclopré-escolar; comunidade em articulação com as restantes e Pré-escolar, devido ao elevado bibliotecas da rede; número e dispersão geográfica dos- Apoio documental ao projeto estabelecimentos.“Baús dos Sonhos” da Educação - Serviços para as escolas do Agrupamento sem BE:Pré-Escolar Produz e difunde, através do seu blogue, alguns materiais de apoio para os diferentes níveis de ensino e escolas do agrupamento. 17
  18. 18. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2.2 A BE: PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES Desenvolve um trabalho colaborativo permanente com outras 4 escolas, agrupamentos e BE. x Desenvolve algum trabalho colaborativo com outras escolas do 3 agrupamento ou BE. Desenvolve pontualmente algum trabalho colaborativo com outras 2 escolas do agrupamento ou BE. Não desenvolve trabalho colaborativo com outras escolas, 1 agrupamentos ou BE. 18
  19. 19. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2.3 Participação com outras escolas/agrupamentos e, eventualmente, com outrasentidades (RBE, DRE, CFAE) em reuniões da BM/SABE ou outro grupo de trabalho anível concelhio ou interconcelhioEVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOSCONSTITUIÇÃO DO CATÁLOGO - A BE integra a Rede de Bibliotecas de Vagos - A coincidência da marcação de reuniõesCONCELHIO; a BE do Agrupamento (RBV), tendo participado em todas as iniciativas e da RBV com horas de aulas da PB, fez comcontribuiu com 6722 registos para o total reuniões deste organismo; que não lhe fosse possível ser pontual emdos 16428 que constituem o catálogo todas as reuniões.concelhio. (ES- 4785; BM – 2024;EPADRAV -A BE integra a Rede Nacional de Bibliotecas– 1183; Colégio – 1814); Escolares (RBE), tendo respondido em tempo útil a todas as solicitações deste organismo, bem comoCONSTITUIÇÃO E APRESENTAÇÃO do seu coordenador interconcelhio.PÚBLICA DO PORTAL DA REDE DEBIBLIOTECAS DE VAGOS – (2 dedezembro); a BE contribuiu para aconstrução dos conteúdos do portal atravésda elaboração dos textos de apresentaçãoda BE e envio de notícias (3) e participou nasessão de apresentação do Portalmostrando à comunidade algum dotrabalho desenvolvido diariamente nabiblioteca.FEIRA SOCIAL DO LIVRO – Numainiciativa da Rede de Bibliotecas de Vagos eda Câmara Municipal, realizou-se, de 8 a 11de dezembro, uma Feira Social do Livro.(Cf. Relatório de Atividades e Serviços) 19
  20. 20. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2.3 A BE: PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES Participa regularmente com outras escolas/ agrupamentos, com a 4 x BM/ SABE e outras entidades num grupo de trabalho concelhio. Participa regularmente em reuniões de trabalho no âmbito da BM/ 3 SABE ou com outras escolas/agrupamentos. Participa de vez em quando em reuniões de trabalho concelhio com 2 outras bibliotecas. Não participa em quaisquer reuniões de bibliotecas a nível concelhio 1 ou interconcelhio. 20
  21. 21. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2.4 (Só para o 1º CEB)C.2.5 Abertura da BE à comunidade local.EVIDÊNCIAS  PONTOS FORTES PONTOS FRACOSInquéritos aos EE: -A BE desenvolve projetos próprios, dirigidos à - Pouca intervenção dos pais e-65,6% dos EE revela não conhecer a comunidade e de utilidade pública:- Banco de encarregados de educação nasBE; Empréstimo de Manuais Escolares atividades.- No entanto, 37.5% costuma receberfrequentemente informações sobre -A BE permite a requisição de documentos aos - Não está aberta em horário extraletivoatividades desenvolvidas pela biblioteca EE, alunos da Universidade Sénior, e outrosescolar e 34.4% refere recebê-las membros da comunidade educativa;ocasionalmente; - A BE divulga de forma sistemática, junto da comunidade, os seus recursos e os materiais que produz ou seleciona, através do seu blogue e da sua Newsletter. 21
  22. 22. Relatório de Autoavaliação Julho 2012C.2.5 A BE: PERFIL DE DESEMPENHO NÍVEL DESCRITORES Está aberta ao exterior, sendo os seus recursos utilizados pela 4 comunidade educativa em horário e períodos extralectivos. Viabiliza a utilização dos seus recursos pela comunidade educativa, 3 sobretudo antigos alunos. x Permite a utilização por elementos da comunidade educativa e local, 2 embora esta tenha uma expressão bastante incipiente. Não está aberta à comunidade educativa e local 1 22
  23. 23. Relatório de Autoavaliação Julho 2012 Quadro SínteseC. Projetos, Parcerias e Atividades Livres e de Abertura à Comunidade 23
  24. 24. Relatório de Autoavaliação Julho 2012 C.1. Apoio a atividades livres, extracurriculares e de enriquecimento curricularNível obtido: 3Acções para melhoria:-Libertar a BE do acolhimento de alunos expulsos da sala de aula e de outrasfuncionalidades do plano de ocupação dos tempos escolares, de forma a que a BEpossa oferecer mais atividades lúdicas e culturais aos seus utilizadores;-Alargar o horário da BE;- Outras a sugerir pelo CP/Direcção 24
  25. 25. Relatório de Autoavaliação Julho 2012 C.2. Projetos e ParceriasNível obtido: 3Acções para melhoria:-Alargar o horário da BE;-Criar mais serviços/atividades dirigidos à comunidade, em parceria com as outrasbibliotecas da RBV;- Outras a sugerir pelo CP/Direcção 25
  26. 26. Relatório de Autoavaliação Julho 2012 SECÇÃO Cavaliação: síntese global 26
  27. 27. DOMÍNIO B. Leitura e Literacia• Ano de incidência da autoavaliação: 2009/2010• Data de apresentação ao Conselho Pedagógico: 2010/07/16• Recomendações do Conselho Pedagógico: - Adoção do modelo de pesquisa - Visitas 1º ciclo: articular com atividades de outros departamentos. Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio:Julho 2012 Relatório de Autoavaliação 27
  28. 28. DOMÍNIO A. Apoio ao desenvolvimento curricular• Ano de incidência da autoavaliação: 2010/2011• Data de apresentação ao Conselho Pedagógico: 2010/07/11• Recomendações do Conselho Pedagógico: - inclusão dos coordenadores de departamento na equipa de colaboradores da BE• Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio: Não foi implementada por impossibilidade de distribuiçãode serviçoJulho 2012 Relatório de Autoavaliação 28
  29. 29. Domínio C. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade• Ano de incidência da autoavaliação: 2011/2012• Data de apresentação ao Conselho Pedagógico: 2010/07/• Recomendações do Conselho Pedagógico: -• Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio:Julho 2012 Relatório de Autoavaliação 29
  30. 30. Relatório de Autoavaliação Julho 2012«Está comprovado que quando os bibliotecários e os professores trabalham em conjunto, os alunos atingem níveis mais elevados de literacia, de leitura, de aprendizagem, de resolução de problemas e competências no domínio das tecnologias de informação e comunicação.» IFLA/UNESCO (1999) 30

×