Quadrinhos na Sala de Aula

5,298 views
4,967 views

Published on

Quadrinhos na Sala de Aula

  1. 1. Histórias em quadrinhos eensino: uma parceria possível Natania Nogueira gibitecacom@gmail.com www.gibitecacom.blogspot.com
  2. 2. O que são Histórias em Quadrinhos?Histórias em quadrinhos são um ramo da arte seqüencial, na qual podemos incluir também o cinema.
  3. 3. Onde e quando surgiram as HQ?As HQ surgiram, oficialmente, nos Estados Unidos, em 1895, com o Menino Amarelo (Yellow Kid) criado por Richard Outcault .
  4. 4.  No Brasil, o italiano Angelo Agostini é considerado o pioneiro das HQ brasileiras.
  5. 5. As aventuras do Nhô Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte (Angelo Agostini)
  6. 6.  O primeiro grande herói dos comics de aventura foi Tarzan, criado por Edgar Rice Burroughs, em 1912. Tarzan estreou em tiras dominicais de jornal, desenhado por Hal Foster, em 1929.
  7. 7.  O primeiro super-herói foi o Super-Homem, criado em 1933, poe Jerry Siegel e Joe Schuster. Superman apareceu oficialmente no primeiro número da revista Action Comics em 1938.
  8. 8. William M. Marston, em 1941, criou a primeirasuper-heroína dos quadrinhos: Mulher Maravilha.Marston era psicólogo especializado em teoria dogênero.
  9. 9. No Brasil (1905), surgiu a primeira publicação voltada para os quadrinhos: “O Tico- Tico”, criado por Renato de Castro e Manuel Bonfin e publicado pela editora S.A.O. Malho.
  10. 10.  A Editora Brasil-América (EBAL), fundada em 1945 por Adolfo Aizen, foi um dos pioneiros na produção e edição de histórias em quadrinhos dedicadas a temas relacionados à educação e, especialmente, à História.
  11. 11.  Os primeiros inimigos dos quadrinhos no Brasil foram os padres. Classificavam os quadrinhos como “imorais” e “desnacionalizantes”.
  12. 12.  Gilberto Freyre , foi um dos maiores defensores dos quadrinhos no Brasil, que classificava como sendo uma “ponte para a literatura”.
  13. 13. AS HQ NAS ESCOLASAs HQ são indicadas pelos PCNs como material que pode e deve ser usado nas escolas.O MEC, através do Programa Nacional Biblioteca da Escola, está levando HQ para as bibliotecas das escolas.
  14. 14. Usando quadrinhos na alfabetização Observe que entre o segundo e o terceiro quadro há um “vazio” que deve ser preenchido pelo leitor para entender a tirinha. Nesta atividade o professor está trabalhando com o recurso da metalinguagem e intertexto.
  15. 15.  Outra atividade muito usada nesta fase é a de estimular a produção de textos preenchendo balões.
  16. 16. Nas aulas de língua portuguesa O professor pode trabalhar a leitura crítica e interpretação de texto; A criatividade; Caracterização de personagens, regionalização, ortografia; Concisão e coesão do texto; Metáforas visuais.
  17. 17. Quadrinhos e literatura
  18. 18. Nas aulas de matemática Usar tirinhas para ilustrar uma atividade.
  19. 19. Considere que o leão da história acima tenha repetido o convite por várias semanas. Na primeira, convidou a Lana para sair 19 vezes; na segunda semana, convidou 23 vezes; na terceira, 27 vezes e assim sucessivamente, sempre aumentando em 4 unidades o número de convites feitos na semana anterior. Imediatamente após ter sido feito o último dos 492 convites, o número de semanas já decorridas desde o primeiro convite era igual a: (A) 10 (B) 12 (C) 14 (D) 16Fonte: http://www.cbpf.br/~eduhq/html/questoes/questoes_uerj_ciencia_natureza_e_matem.htm
  20. 20. Nas aulas de Física A criação de tirinhas de física é uma forma de fixar o conteúdo apreendido.
  21. 21. Como foi lançado o bolinho? Resposta : Por ter esta trajetória podemos dizer que a bolinha tem umacomponente vertical (fornecida pela Terra) e outra componenteHorizontal que foi fornecida pela cozinheira. A componente horizontalque faz um Movimento Retilíneo Uniforme MRU e a componentevertical faz um Movimento Retilíneo Uniformemente Acelerado MRUA.Este movimento é o mesmo de uma bala de canhão ou tiro deespingarda. E Chamamos este movimento de Movimento de Projétil.
  22. 22. Quadrinhos e Geografia
  23. 23. Quadrinhos nas aulas de História Há muitos quadrinhos paradidáticos que podem se usados para complementar os conteúdo das aulas.
  24. 24.  Quadrinhos comuns podem ser usados para ilustrar a forma de agir e pensar da sociedade em determinado contexto histórico.
  25. 25. Oficinas de quadrinhos As oficinas de quadrinhos (produção de quadrinhos por alunos) é um recurso que pode ser usado em todos os conteúdos.
  26. 26. Gibitecas nas escolas
  27. 27. Sugestões de leitura RAMA, Angela; VERGUEIRO, Waldomiro (orgs.) Como usar histórias em quadrinhos na sala de aula . São Paulo: Contexto, 2004. . CALAZANS, Flavio Mario de Alcântara. História em quadrinhos na escola . São Paulo: Paulus, 2004. CARVALHO, DJ. A educação está no gibi . Campinas/SP: Papirus, 2006. MENDOÇA, João marcos Parreira. Traça traço quadro a quadro: a produção de histórias em quadrinhos no ensino de Arte . Belo Horizonte: C/Arte, 2008.
  28. 28. Sugestão de links Gibiteca.com www.gibitecacom.blogspot.com Quadrinhos de Física http://www.fisica.unifei.edu.br/quadrinhosdefisica/inicio.ht m Universo HQ http://www.universohq.com/ EDUHQ http://www.cbpf.br/~eduhq/ Observatório de Histórias em Quadrinhos http://www.eca.usp.br/gibiusp/home.asp Marca Fantasia http://www.marcadefantasia.com.br/editora.htm Hagaquê http://www.nied.unicamp.br/~hagaque/ Gibiteca UCDB http://www.ucdb.br/gibiteca/index.php A Turma do Xaxado http://www.xaxado.com.br/ A Turma da Mônica http://www.monica.com.br/

×