Departamento de Almoxarifado - Modelo básicas

41,542 views
41,003 views

Published on

Trabalho de Criação de Departamentos apresentada à disciplina de Gestão de Recursos Humanos do terceiro semestre Curso de Graduação Superior Tecnológica em Informática para a Gestão de Negócios da FATEC Zona Sul

Published in: Business, Lifestyle, Technology

Departamento de Almoxarifado - Modelo básicas

  1. 1. Plano de Ação e <br />Solicitação de requisitos<br />
  2. 2. 1 – What (o que será feito)<br />Criar sistema de suporte material a empresa, gerenciável, flexível, com controle, integrado aos sistema de compra e com automatização dos sistemas de controle.<br />
  3. 3. 2 – Who (quem fará)<br />Departamento de almoxarifado com suporte dos outros departamentos e diretoria.<br />
  4. 4. 3 – When (quando será feito)<br />Ajustado ao cronograma da empresa<br />Cenário mínimo de 3 anos<br />Cenário máximo de 6 anos<br />
  5. 5. 4 – Where (onde será feito)<br />No estoque - <br />No departamento de almoxarifado - <br />Na empresa - <br />Na organização - <br />Nos fornecedores - cadeia de produção<br />Na sociedade - Consumidor<br />
  6. 6. 5 – Why (por que será feito)<br />Para garantir a sinergia da empresa quanto ao uso e reserva de materiais e insumos.<br />Para fornecer fomento a competitividade da empresa no mercado.<br />Para comprometimento da organização para com a sociedade.<br />
  7. 7. 6 – How (como será feito)<br />A implantação será incremental e sua influência aumentará com o avanço das etapas:<br />Controle de estoque - técnicas (JIT,Kanban, Pocayoke)<br />Sistema de solicitação de materiais – licitações online e contratos de fornecimentos -SLAs<br />Integração com fornecedores e sistemas<br />ISOs , outras certificações e Normas ABNT<br />Automatização<br />Integração com stakeholders<br />Certificação ambiental<br />
  8. 8. 7 – How Much (quanto custará)<br />Ajustado ao orçamento da empresa - só diretoria<br />Estimativa mínima – 12% do faturamento da empresa<br />Estimativa máxima – 25% do faturamento da empresa<br /> <br />Investimento inicial – definido através do escopo de produção <br />
  9. 9. Requerimentos<br />
  10. 10. DIRETORIA <br />– Plano de negócio<br />– Missão<br />– Planejamento inicial de produção (start)<br />
  11. 11. DEPARTAMENTO DE MARKETING<br />– Insumos<br />
  12. 12. DEPARTAMENTO DE RH<br /> – Seleção e contratação de equipe<br />
  13. 13. DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA<br /> – Padrões técnicos/ Insumos<br />
  14. 14. DEPARTAMENTO DE TI<br /> – Sistemas de controle<br />
  15. 15. DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO<br /> – Relação de insumos e bens de produção (canal direto)<br />
  16. 16. DEPARTAMENTO DE QUALIDADE<br /> – Sistemas e métodos certificados<br />
  17. 17. DEPARTAMENTO DE TRANSPORTE<br /> – Lead time com parceiros e terceiros<br />
  18. 18. DEPARTAMENTO DE MANUTENÇÃO<br /> – Requisitos de suporte (canal direto)<br />
  19. 19. Obrigado.<br />
  20. 20. Síntese do departamento<br />
  21. 21. FUNÇÕES:<br />Recebimentos<br />Armazenagem<br />Distribuição<br />
  22. 22. As atividades de recebimento abrangem desde a recepção do material na entrega pelo fornecedor até a entrada nos estoques. A função de recebimento de materiais é módulo de um sistema global integrado com as áreas de contabilidade, compras e transportes e é caracterizada como uma interface entre o atendimento do pedido pelo fornecedor e os estoques físico e contábil. <br /> <br />O recebimento compreende quatro fases :<br /> <br />1a fase : Entrada de materiais;<br />2a fase : Conferência quantitativa;<br />3a fase : Conferência qualitativa;<br />4a fase : Regularização<br />RECEBIMENTOS<br />
  23. 23. Recebimento / Organização de Materiais <br />Receber Materiais<br />Verificar Qualidade<br />(amostragem)<br />Relação do que foi recebido<br />(código de barras) <br />Etiquetas com informações<br />Fabricante :<br />Local do estoque :<br />Lote :<br />Comparar oque foi recebido<br />Com o que tem <br />na nota de compra<br />Armazenamento<br />no local correto<br />RECEBIMENTOS<br />
  24. 24. A guarda dos materiais no Almoxarifado obedece a cuidados especiais, que devem ser definidos no sistema de instalação e no layout adotado, proporcionando condições físicas que preservem a qualidade dos materiais, objetivando a ocupação plena do edifício e a ordenação da arrumação.<br /> <br />ARMAZENAGEM<br />
  25. 25. Os materiais devem ser distribuídos aos interessados mediante programação de pleno conhecimento entre as partes envolvidas.<br />Requisição de material:<br />Formulário de Pedido<br />Kanban<br /> <br />DISTRIBUIÇÃO<br />
  26. 26. Liberação de materiais – Produção<br />Solicitação da produção de quantos<br />kanbansprecisam, atentos ao tempo de montagem de cada kanban<br />O kanban uma vez pronto, desce<br />pela esteira<br />Leitura via cod. de barras para dar <br />baixa no estoque<br />O solicitante retira o Kanban<br /> e o encaminha para a produção<br />O estoque prepara o<br />pedido na área de montagem de kanban<br />DISTRIBUIÇÃO<br />
  27. 27. Liberação de materiais – Demais departamentos<br />Retirada ou entrega dos materiais<br />Requisição de material<br />devidamente preenchida<br />Tempo máximo de 48 horas<br />DISTRIBUIÇÃO<br />
  28. 28. Layout e Fluxo de trabalho<br />
  29. 29. Layout e Fluxo de trabalho<br />
  30. 30. Obrigado.<br />
  31. 31. Pedidos de compra<br />Modelos de documentos<br />
  32. 32. Entrada de mercadorias<br />Modelos de documentos<br />
  33. 33. Pedido de Materiais <br />Modelos de documentos<br />

×